Visualizações de páginas da semana passada

TODAS AS POSTAGENS DO BLOG

OBRIGADO PELA VISITA, SEJA BEM VINDO, ESPERO QUE GOSTE, VOLTE SEMPRE.
Loading...

Pesquisar este blog

sábado, 2 de abril de 2016

O QUINTO BEATLE.

O produtor musical britânico George Martin, conhecido por seu trabalho com os Beatles, morreu na terça-feira (8) aos 90 anos, informou seu empresário.Conhecido como "o quinto beatle", Martin estava em casa e morreu em paz, segundo a imprensa britânica. A causa da morte não foi divulgada. Em comunicado, a família agradeceu "a todos pelos pensamentos, orações e mensagens de apoio". Ringo Starr, baterista dos Beatles, usou as redes sociais para lamentar a morte de George Martin, que não só descobriu o quarteto britânico como produziu mais de 700 álbuns ao longo de sua carreira de cinco décadas. Em mensagem publicada no Twitter, Ringo escreveu: "Deus abençoe George Martin, paz e amor para Judy e sua família. Com amor, Ringo e Barbara. George, você vai fazer falta. George fará falta."Martin ajudou Ringo, Paul McCartney, John Lennon e George Harrison,  a alcançarem o estrelato, nos anos 1960. 
George Martin em uma de suas ultimas
 aparições sendo homenageado 
ao lado de Ringo Starr.
Ele deixou um legado musical
 que ja faz parte da historia 
contemporânea do Rock n Roll.
Ele também era músico e trabalhou nos arranjos de músicas como “Yesterday” e “A day in the life”.Além dos Beatles, produziu artistas como Earth, Wind and Fire, Linkin Park, Elton John, Celine Dion, Dire Straits, Sting, Rolling Stones e o tenor Jose Carreras.Falar desse genio musical chamado George Martin ou Sir George Martin condecorado pela rainha Elisabeth II, por valiosos serviços prestados, é um imenso prazer, agora é humanamente impossível de-se dizer tudo o que ele fez para a musica em apenas um Blog. Necessitaria-se de varios outros blogs para se conseguir escrever apenas um pouco da vida de George Martin. Gentilmente chamado de o quinto beatle, não a toa, pois devido a sua imensa participação junto aos quatro rapazes de Liverpool, e praticamente isso surgiu desde o principio da banda, e dividia isso com muita honra com o tambem genio (dos negocios) Byan Epstein.
Alguns meses apos eles terem sido rejeitados pela produtora Decca, eles estouravam nas paradas de sucessos britânicas com Love Me Do.
Foi um sucesso estonteante e que
 parecia  nunca ter fim, era um
 disco de ouro atras do outro.
George Martin acompanhava os quatro rapazes e mais Bryan, quando eles fizeram um ensaio musical para a gravadora Decca, em meados de 1961,   e tambem acompanhou a mesma ridicularizar e desprezar os rapazes alegando que eles eram ruins e que não conseguiriam nada na vida, agora Martin era um musico consagrado, que escrevia canções para diversos programas de tv britânicos, e que percebeu algo de diferente naqueles rapazes. Perguntado varias vezes sobre isso, mas tarde ele respondeu "Ora eles eram rapazes esforçados e tinha, talento, e eu me senti no lugar deles e muito humilhado ao ouvir aquela recusa da Decca". Eles póderiam simplesmente serem um pouco educados e dizerem " No momento nos não estamos fechando contrato com ninguem, mas voces são bons e ainda vencerão".
George Martin ouvia as canções  
e transformava os acordes sofisticados
 em simples melodias faceis de guardar.
Era um perfeccionista que transformava
 um som em uma suave melodia.
Sir George Martin, sua genialidade
 musical tambem ajudou diversas
 outras bandas de sucessos.
George Martin disse que essa humilhante recusa quem sabe tenha sido o grande estopim para fazer com os quatro e todos nos, simplesmente não aceitasse-mos aquilo, e enxerga-se-mos que poderia-mos desmentir aquele produtor e vencer-mos no mundo da musica sem a ajuda dele, e realmente foi o que aconteceu. Quem sabe se a Decca não tivesse rejeitado os rapazes, eles gravariam um long play, fazeriam algum sucesso, mas não seriam nem sombra do que foram, as vezes o ser humano precisa ser colocado aprova para demostrar todo o seu potencial, vai se saber. E desde essa epoca ele estava presente com os rapazes, nos momentos bons e tambem nos momentos ruins, e foi ele que decidiu tirar o baterista da banda Peter Best, ao considera-lo muito arrogante e rebelde, ao qual poderia desviar o foco dos outros.George Martin foi um sem duvidaum gênio musical de raríssimo talento, no convívio direto com os rapazes, ele pode verificar as extravagancias de Ringo Starr principalmente com vestimentas.
Ao ser convidado por John e Paul para 
produzir o disco Let It Be, ele falou que
 so faria se fosse como nos velhos 
tempos, e eles então toparam.
Let It Be,  ultimo disco produzido
 com os Beatles, pois logo em 
seguida eles se separariam.
Em 1996 ele se juntaria novamente
 aos rapazes (menos John Lennon) 
na produção do documentario
 Anthology, sobre os Beatles.
A pseudo liderança de Paul que não aceitava muito ficar relevado a um segundo plano abaixo de John, o genio quieto e ao mesmo tempo explosivo de George que falava pouco, mas quando abria a boca era decisivo em sua fala e principalmente dos trejeitos malucos de John que adorava imitar animais, mandou fazer um toca discos invertido para tocar alguns acordes ao contrario (inclusive alguns desses acordes foram utilizados em algumas canções como Strawbewrry Fields Forever, Tomorrow Never Knows, Sargeant Peppers Lonely Hearts Band, Revoluction 9, e varias outras), e fazia gestos e barulhos estranhos, ao qual George Martin rapidamente escrevia uma nota musical para aquele ruido estranho. Sem duvida alguma o empresario Bryan Epstein, e o maestro George Martin foram decisivos na carreira dos quatro rapazes de Liverpool,  e se não houvesse a presença deles quem sabe o que teria sido dessa que é considerada a melhor banda musical de todos os tempos The Beatles.
Fonte BBC.
Postar um comentário