Visualizações de páginas da semana passada

TODAS AS POSTAGENS DO BLOG

OBRIGADO PELA VISITA, SEJA BEM VINDO, ESPERO QUE GOSTE, VOLTE SEMPRE.
Loading...

Pesquisar este blog

Carregando...

segunda-feira, 16 de janeiro de 2017

FABRICA DE MONSTROS!

Ontem quando eu assistia esse fantástico filme "Invocação do Mal" de James Wan, que narra a historia real do casal Ed e Lorraine Warren, dois especialistas em demonologia e clarividência, desde os anos 60, respeitados mundialmente por diversos trabalhos de exorcismos e palestras nessa area. Pois bem, esse casal investigou aquela celebre historia ocorrida no ano de 1974 na cidade de Amityville, onde um jovem de 23 anos de idade Ronald de Feo Jr, assassinou a família inteira com um rifle Marlin 336, 0,35 milímetros, bem próximo do calibre 38, porem de alta potencia, devido ser uma arma longa,  quando todos ainda dormiam. Pois bem, segundo o apurado ate hoje, ele teve ajuda de cúmplices do alem, para realizar esse terrível crime.
Momento em que Ronald de Feo foi 
preso pela policia apos uma sequencia
 de assassinatos contra a propria família.
Retirada dos corpos das vitimas do
 caso Amityville, que chocaram 
os EUA, e o mundo. 
Segundo ele mesmo afirmou e ainda afirma ate hoje, o demonio praticamente o obrigou a assassinar a família inteira, falando em seus ouvidos dia e noite sem parar, ate chegar o fatídico dia de 13 de Novembro de 1974, que para muitas pessoas impressionistas, não era uma Sexta Feira 13,  e sim uma Quarta Feira 13. Como que numa lavagem cerebral, tirando a vontade propria da pessoa e infiltrando algo maligno em sua mente, capaz de modificar sua conduta e faze-lo teoricamente cometer esses assassinatos. Ora a defesa de Ronald de Feo se apegou  com unhas e dentes nessa possibilidade fantasmagórica (pois nada tinham a acrescentar a defesa alem disso e do fato de demencia). Pois teoricamente uma familia inteira havia sido dizimada, e o filho mais velho era  um suspeito em potencial, mas  era um réu confesso dos crimes, e o unico que sobrara apara contar historia. 
Ronald de Feo hoje com 65 anos, 
onde a maioria de sua vida esteve
 atras das grades e vai morrer na prisão.
Ronald de Feo ate hoje alega não ser o
 culpado pelas mortes de sua família 
ele diz que a unica coisa que fez foi 
apertar o gatilho da arma.
Porem com uma versão do outro mundo para sua finalização. Ora acredite quem quiser que o demônio e seus discípulos do mal, foram os cúmplices desse múltiplo assassinato, e que por causa disso o réu mereceria uma penalização mais branda, por ter sido apenas o finalizador do crime, sendo que os mentores de tudo foram os seres de outro mundo, que o assediaram ao maximo, fazendo, com que ele saísse do seu estado normal de conduta e postura, e cometesse essa bestialidade familiar. Ora tenham a santa paciência para uma coisa dessas! Bom se foi o demônio ou não que induziu Ronald de Feo a cometer esses brutais assassinatos, para a justiça americana não importava, o que importa é que ele foi o único que sobrou da família, tinha traços e respingos de sangue em suas roupas, e o principal de tudo.
Acredite se quiser, mas teve 
gente idiota e mal informada que
 pediu autografo a esse monstro!
Grande parte da nossa mídia foi
 a culpada por tentar  transformar 
esse demônio em santo e heroi!
Ele confessou todas as ações com grande riqueza de detalhes, ao qual somente mesmo o autor poderia descrever. E apenas essas provas, juntadas a confissão, ja seriam suficientes para o colocarem-no pelo resto de sua vida errante  na cadeia, fato que ocorreu no ano de 1975, ele foi julgado e considerado culpado pelos crimes e condenado a seis sentenças consecutivas de 25 anos sem direito a condicional. Totalizando 150 anos de prisão, ao qual se transformaria em uma sentença de prisão perpetua, pois nos Estados Unidos não existe essa aberração jurídica, a tal de progressão de pena, inventada aqui no Brasil para favorecer os criminosos da pior especie e esvaziar as cadeias, portanto ele se vivesse 150 anos, teria que vive-los preso e enjaulado como uma besta humana nociva a sociedade todos esses miseráveis 150 anos.
Não podemos tratar criminosos frios e cruéis 
como "vitimas da sociedade" quem 
defende essa tese absurda, deveria 
ser internado em um hospício!
Não resta nenhuma duvida de que Ronald De
 Feo foi o autor dos horrendos crimes contra
 a sua própria família, e a justiça nunca 
pode amolecer com criminosos 
cruéis como acontece no Brasil!
 So para se ter uma ideia da gravidade dessa situação chamada progressão de sentença, se fosse aqui no Brasil, Ronald de Feo se vivesse os 150 anos, ele estaria fora da prisão a muito tempo antes disso, ou seja, ele cumprindo os 30 anos que a justiça cita como o máximo possível de punição a um condenado cumprir. Entendam como funciona essa aberração, no Brasil ninguém pode ficar preso por mais de 30 anos, independente do crime que tenha cometido, pois a justiça considera essa sentença ser uma tortura ao condenado. E em momento algum a justiça cita dos riscos de-se colocar novamente nas ruas um elemento que por 30 anos,  que apenas respirou e vivenciou cadeia por todo esse seu tempo de vida inutil. No ano de 1997, precisamente no dia 26 de Agosto, João Acacio Pereira da Costa, o conhecido bandido da luz vermelha.
Suzane Richthofen participou diretamente 
na morte dos pais e ja esta praticamente
 com os pés na rua, parece que 
no Brasil o crime compensa!
So para ser uma ideia o primeiro Jack estripador
 de 1888 que nunca foi descoberta a sua 
identidade, se por acaso aparecesse hoje
 ele iria para a cadeia, não tem nada desse
 negocio de prescrição de crimes, houve
 um crime, houve uma vitima e o 
criminoso deve ser punido!
Foi liberado e colocado novamente as ruas depois de ter cumprido rigorosamente os 30 anos que a justiça previa, sendo que a sua sentença total por todos os seus crimes era de 351 anos de prisão ou seja tinha cumprido apenas  um pouco mais de 10% do total de sua sentença. Pois bem para os genios e bondosos da nossa justiça, recolocaram novamente esse demônio nas ruas e em Janeiro de 1998, apenas 4 meses de sua liberdade, ele foi morto por uma pessoa com um tiro de espingarda, quando tentava estuprar uma senhora idosa. Esta na cara que isso iria acontecer somente a justiça muito bondosa com as feras não percebeu isso! Agora voltando ao caso de Feo, o que a população americana diria e faria, se por acaso esse monstro assassino que eliminou toda a familia, recebesse um indulto do dia das crianças, para visitar a irmã morta por ele, do dia dos pais para visitar o pai tambem morto por ele, e do dia das mães tambem morta por ele? 
Ninguem quer transformar a justiça
 em objetos de tortura, mas tambem
 não podemos permitir que criminosos 
da pior especie sejam beneficiados
 por leis fajutas a todo momento!
Em países mais evoluídos do que o nosso, são utilizados diversos meios de penas capitais 
como a pena de morte, como forma de 
controlar a violência, pode ser que os 
números não diminuam, porem um tal
 criminoso condenado a ela, jamais 
reincidira em outro crime.
Foi o que aconteceu com a matricida e patricida Suzane Richthofen. Que juntamente com o namoradinho demônio Daniel e o ex-cunhado Cristian Cravinhos, se uniram e planejaram e executaram os crimes contra o casal Richthofen no ano de 2002 em plena madrugada do dia das bruxas (muito sugestiva essa data) . Esfacelando as cabeças deles a golpes de barra de ferro. Esse crime chocou toda a população, porem algo que ainda chocou muito mais foi o comportamento da justiça brasileira ou seja a patética e  bondosa justiça brasileira perante esses assassinos crueis e indignos de pena. Os dois irmãos cúmplices Daniel foi condenado também a 39 anos de prisão e seu irmão Cristian Cravinhos foi condenado a 38 anos, mas a muito tempo ja estão de novo nas ruas beneficiados por uma lei fraca e ridícula, desde 2013 os mesmo ganharam o direito de migrarem do regime fechado para o regime de semi aberto. 
No Brasil se houvesse um restruturamento em todo sistema penitenciário e judiciário, para se diluir essa regressão de pena, pois alguns criminosos são irrecuperáveis por natureza e devem ser tratados com maior atenção e rigor pelas leis atuantes!
O sistema penitenciário brasileiro a muito 
tempo esta falido e jogado as traças, como
 administrar uma penitenciaria tida como 
de segurança máxima onde vários detentos
 se utilizam de aparelhos celulares para
 controlarem suas quadrilhas e darem
 golpes nas pessoas nas ruas?
Alem dela ter sido condenada a uma sentença ridícula de 39 anos, essa mesma ainda foi fragmentada por essa tal de progressão de pena. E aqueles 39 anos que ja seriam poucos pela imensidade da crueldade de um criminoso voltada contra os próprios pais, de um ser com total desprezo pela vida humana,  daqueles 39 anos, devido ter cumprido 1/6 da pena, ela com 12 anos cumpridos ja ganhou o direito de regredir de regime, saindo do regime fechado, para o regime de semi aberto, ao qual tem o direito de sair para trabalhar, e voltar a noite para a prisão, (seria como se ela estivesse em sua propria casa), e tambem possui outros direitos mais, como o que aconteceu na proximidade dos dias das mães quando ela recebeu "merecidamente da bondosa justiça brasileira" o direito de sair juntamente com varias outras sentenciadas e sentenciados. Agora pasmem para essa aberração, ela recebeu da justiça brasileira como premio o beneficio de sair no dia das mães para visitar a mãe que ela e seus cúmplices diabólicos exterminaram!
Superpopulação carceraria é um problema mundial, 
porem em países sérios existe um trabalho 
mais visado em isolação do criminoso 
da sociedade do que em sua recuperação.
Flagrante da policia em ladrão roubando com uma tornozeleira, a justiça brasileira acredita que 
todo ser humano é recuperável, grande 
engano, a maioria dos criminosos  reincidem
 novamente em crimes, por isso deveriam 
receber um tratamento todo especial
 dessa mesma justiça.
 Como explicar uma aberração dessas? E como ja era previsto para uma criminosa de alto grau de perversidade e maquiavelismo, sua saida foi antecipada devido ela ter repassado o endereço errado a justiça. Fato so descoberto porque a Rede Globo foi entrevista-la no endereço entregue pela justiça e não a encontrando, denunciou o fato, agora segundo a propria justiça, devido essa falta grave de tentativa de burla da vigilância ela seria severamente punida ao qual não lhe seria permitida uma outra saida. Coisa nenhuma, referente a sua burla da vigilancia, segundo a justiça ela não teve nenhuma culpa (imagina ela ser culpada de alguma coisa, ela é  tão boazinha a unica coisa que ela fez de ruim foi matar o pai e a mãe, so isso) e a considerou inocente nesse caso e com isso ela pôde sair nas vésperas do Natal e passar o Natal e Ano Novo nas ruas "porque merece". Então é assim que funciona a nossa justiça, é patética uma situação dessas! Por causa disso e de outros casos berrantes, que somos reconhecidos mundialmente como o pais da impunidade e um dos países mais violentos do mundo! Agora ate entende-se o lado da justiça em puni-la pela sua tentativa de burlar o sistema, ora para quem matou pai e mãe, e foi agraciada com uma centena de benefícios e direitos, agora para que puni-la  apenas por ela ter burlado a segurança?
Fonte Wikipedia.

sábado, 14 de janeiro de 2017

TESE DE EVOLUÇÃO.

Existem algumas teorias referentes ao surgimento do ser humano, ao qual eu acho um imenso absurdo. Essa teoria do homem ter surgido do macaco, é uma teoria muito consistente geneticamente e estrutural, sendo que os dois seres possuem algumas particularidades em comum, como por exemplo o modo erétil de se movimentar, a estrutura óssea, o estilo de vida em sociedade,  ate alguma compatibilidade genética  mas não passa disso. Na minha opinião é uma tremenda ofensa comparar o ser humano com um outro animal errante, no caso o macaco, pois essa geneticamente poderia-se compara-lo com qualquer outro animal terrestre.
Dizer que o homem surgiu do macaco,
 não explica o seu real surgimento.
A ficção cientifica criou e recriou diversos temas sobre esse assunto, mas ate agora nada conclusivo, pois entre uma relação e outra existe uma laguna imensa, pois o cientista britânico Charles Darwin lançou essa tese observando a seleção natural de varias especies, mas ate mesmo os grandes cientistas da época tinham imensas duvidas sobre essa teoria,  pois não explica diretamente sobre o surgimento do ser humano, e ficando apenas no terreno da hipótese, sendo que por ser ele um naturalista por excelência, acabava sempre em trazer  essa tese do evolucionismo, e deixando-os em evidencia.
Alguns comportamentos de homens modernos,
 sugerem também da inversão dessa teoria, 
do macaco ter surgido do homem!



Agora não se pode desprezar nunca algumas situações muito fortes emocionalmente  e quando muitos pensavam que apenas os seres humanos possuíam essa tendencia, eis que surgem alguns fatos muito íntimos nesse sentido com alguns animais, golfinhos, cães, e ate chipanzés, como foi o fato ocorrido com uma chipanzé, que demostrou uma intensidade de sentimentos muito afetivos exatamente como ocorre com a maioria dos seres humanos, ao serem atingidos por momentos muito fortes emocionalmente, e contrariou algumas teses cientificas muito importantes que deixavam o homem em um patamar muito elevado em comparação com os demais animais sentimentalmente.
Pelo menos o macaco não rouba, não
 dirige bêbado e também não 
constrói bomba atômica!
Quem já enfrentou a morte de um parente próximo sabe como é terrível. Este foi o fardo da chimpanzé Rosie, nascida num zoológico de Stirling, na Escócia. A mãe dela, Pansy, morreu de causas naturais (a chimpanzé tinha mais de 50 anos, era idosa para a espécie), Rosie passou a noite seguinte praticamente em claro, sem sair de perto do cadáver. Nas semanas seguintes, ela não conseguia comer direito. Reações parecidas - sono inquieto, falta de apetite, silêncio  afetaram os companheiros de Rosie, o macho Chippy e a mãe dele, Blossom. As reações dos primatas foram filmadas e analisadas por pesquisadores da Universidade de Stirling. 
A ficção cientifica ate criou um mundo 
onde os macacos eram superiores
 e os homens coadjuvantes.
Para os cientistas, o caso sugere que os bichos possuem algo parecido com a consciência humana da morte, como a necessidade de ficar de luto e até reações de frustração e raiva diante do problema,  Chippy chegou a agredir o cadáver da fêmea morta na manhã seguinte, aparentemente inconformado com a perda. O relato, por enquanto, é isolado, mas indica que mesmo as emoções que consideramos mais "humanas" estão presentes em animais complexos como os chimpanzés - e que o desumano aí é chamá-los de "animais".
Fonte Readres Digest.

quarta-feira, 11 de janeiro de 2017

TRAMA DE HORROR PASSIONAL.


A novela macabra que se tornou a morte do embaixador grego no Brasil, Kiriakos Amiridis, de 59 anos, ja existem novos capitulos. Apos uma investigação que correu contra o relogio na semana entre o Natal e o ano novo, a Policia Civil do Rio de Janeiro, começou a perfilar a complexa, e tambem confusa dinamica do crime, e seus tres protagonistas diretos, que tiveram suas prisões decretadas pela justiça. O que segue é um relato do que supostamente aconteceu na Segunda, dia 26, até a Sexta Feira dia dia 30 do ano passado, e segundo os depoimentos dos envolvidos, a esposa do embaixador, de 40 anos, seu amante o policial militar e segurança do embaixador, Sergio Gomes Moreira, de 29 anos, e um parente dele, Eduardo Moreira de Melo, de 24 anos (a policia referiu-se a ele como primo do PM, enquanto o juiz que decretou a prisão refere-se a ele como sobrinho do suspeito).
O embaixador grego Kiriakos Amiridis,
 foi traido e morto por alguém 
que ele nunca imaginaria.
O casamento com a esposa Françoise
 não era um conto de fadas, e 
sim uma trama  de terror.
Na segunda-feira à noite, dia em que supostamente o embaixador tinha desaparecido, como sustentava Françoise, o PM Sérgio Moreira chegou à casa que o casal diplomático mantinha em Nova Iguaçu, na região metropolitana do Rio. Sérgio ia acompanhado de Eduardo, como registraram as câmeras do condomínio. O PM, que foi descrito pela polícia como um conhecido da família que prestava serviços de segurança ao casal, diz que matou o embaixador depois de ter brigado com ele em função dos contínuos maus tratos que Françoise sofria por parte de Amiridis. Na briga, o diplomata teria lhe apontado uma arma, e Sérgio o teria asfixiado em legítima defesa. A tal arma de Amiridis não foi encontrada, o que fragiliza sua versão, segundo a polícia. Havia ainda manchas de sangue no sofá da casa do casal, o que faz da hipótese da morte por asfixia “altamente improvável”, segundo o delegado responsável pelo caso, Evaristo Pontes.
Lagrimas de crocodilo da viuva 
que premeditou todo o crime sem 
nenhuma consideração com
 a propia filha apegada ao pai!
Mulher extremamente burra que
 trocou uma vida luxuosa de
 princesa por uma cela
 imunda de cadeia!
 O sangue apontaria morte com uso de faca, por exemplo. A viúva, por sua vez, também afirmou que vinha sofrendo maus tratos. Segundo declarou à polícia, ela e o embaixador já não tinham mais “relação conjugal”. Em seus primeiros depoimentos, a embaixatriz disse que no dia do assassinato ela estava alheia à tragédia, pois passeava no shopping com a filha de 10 anos do casal. Mas depois reconheceu aos investigadores que, no dia seguinte ao crime, ou seja, na terça, dia 27, viu uma mancha escura no sofá de sua casa e questionou o amante sobre o que tinha acontecido. Ele, então, teria confessado o crime. Françoise resolveu denunciar o suposto desaparecimento do marido no dia seguinte (28), fingindo não saber o que havia acontecido de fato com ele. 
O veiculo do embaixador foi encontrado queimado
 e com um corpo carbonizado dentro
(provavelmente o corpo do embaixador).
As cameras de segurança demostraram
 o PM acusado junto com a vitima
 ainda vivo nesse mesmo veiculo.
Disse que ele havia saído de carro na segunda e desde então não dava notícias. E que não era a primeira vez que o embaixador saía e ficava mais de um dia sem dar satisfação. Desta vez, porém, ele não respondia a suas ligações. Mas ela não foi sozinha à delegacia. A já viúva compareceu diante dos agentes com o PM Sergio ao lado e um advogado, o que deixou os investigadores em estado de alerta. A partir da denúncia da embaixatriz e sob pressão da publicidade que o caso ganhou, os policiais começaram a procurar por Amaridis em hotéis e locais da Zona Sul que o embaixador frequentava a trabalho. Nada encontraram. Seguiram-se entrevistas com Françoise e com o policial e aparecem as contradições. É aí que entra Eduardo, que se tornou um personagem central para desvendar a trama. Chamado pelo PM para dar suporte ao crime, o jovem, segundo a polícia, sentiu-se traído por Sérgio quando viu a polícia bater na sua porta. 
A policia carioca merece todos
 os parabéns por ter elucidado essa 
trama monstruosa em tempo record.
A viuva que imaginou sair no lucro com a
 morte do marido, ficou sem nada,
 desmoralizada, e ainda tera que 
cumprir alguns longos anos na prisão.
Acabou contando detalhes que ajudaram a desvendar o mistério da morte do embaixador. Eduardo admitiu ter ido até à residência do casal, e ajudado na morte do diplomata em troca de 80.000 reais prometidos por Françoise, que seriam pagos 30 dias depois do assassinato do marido. Ele acabou aceitando a missão, seduzido pela pequena fortuna que esse dinheiro significava para ele. Ficou com ele o papel de vigia enquanto o policial assassinava  a perícia ainda dirá como  o embaixador. A mulher, disse ele aos policiais, chegou a ameaçá-lo de morte se dissesse uma palavra sobre o assunto. Françoise, no entanto, negou conhecer o cúmplice do seu amante, mas as informações dadas por Eduardo podem confirmar que se tratou de um crime premeditado, inclusive com a presença dela na cena do assassinato. Durante a investigação, Sérgio afirmou que Françoise não estava em casa na hora do crime. Eduardo, porém, disse que ela entrou na residência com a filha por outro cômodo da casa, enquanto eles estavam na sala tentando embrulhar o pesado cadáver de Amiridis num tapete. Eles conseguiram, ainda segundo o relato que a polícia atribui a Eduardo, que a menina não percebesse nada, mas Françoise chegou a ir à sala e cobrado satisfação pela demora em resolver o assunto.
Fonte El Pais.

terça-feira, 10 de janeiro de 2017

THE ICEMAN.

Nadar em uma água congelante seria fatal para qualquer pessoa. Menos para o britânico Lewis Gordon Pugh. Sua especialidade é suportar águas onde os termômetros marcam menos de zero grau. O nadador tem a habilidade de aumentar a temperatura do corpo antes de entrar em ação e é capaz de se esquentar sem a ajuda de roupas ou aparelhos. A história de Lewis é o início de "Super-Humano"Lewis nasceu na Inglaterra, começou a nadar aos 17 anos e virou especialista em travessias abertas em mares e lagos. Seus grandes ídolos foram os exploradores, que desbravaram os extremos do planeta, como os Pólos Norte e Sul. Eu pensei que poderia ser o primeiro homem do mundo a nadar em lugares tão remotos, que os meus ídolos descobriram. Só que o meu foco foram os oceanos, contou o nadador.
Lewis aparentemente é uma pessoa normal 
a unica diferença entre os outros seres 
normais, é que ele suporta 
o frio congelante.
O que seria mortal para as demais
 pessoas, para ele é apenas
 fichinha entrar no meio do gelo.
A temperatura média do ser humano varia entre 36 e 37 graus e pode desabar rapidamente à exposição ao frio, em quatro ou cinco minutos. É o que explica o fisiologista e biólogo da USP, José Eduardo Bicudo. Quando a temperatura do centro do corpo atingir 32 graus, começa a acontecer a falência dos órgãos internos e o indivíduo acaba morrendo destacou o especialista. Para não seguir esse roteiro, Lewis treinou em piscinas de gelo, que deixavam a temperatura da água em seis graus. Confiante de que poderia ir longe, ele decidiu partir para um novo desafio: ser o primeiro homem a nadar um quilômetro na Ilha Petermann, na Antártica, em 2005. Ao cair na água e nadar mil metros, os pesquisadores que o acompanhavam notaram que a temperatura corporal de Lewis ultrapassava 38 graus, acima do esperado para um humano.
Um fenômeno de resistência 
ao frio que intriga os cientistas.
Bastaria apenas alguns segundos para
 uma pessoa normal morrer congelada
 nessa agua, mas para ele é tudo normal.
 Muito disso me parece algo mental, como se seu corpo estivesse se antecipando a dor. Eu coloco a minha mão em água quase congelando e em 30 segundos a dor é insuportável. Ele fez isso com o corpo todo e durante 20 minutos afirmou o coordenador das travessias de Lewis, Tim Toyne-Swell. No desafio seguinte, Lewis fez uma travessia de 204 km, em Sognefjord, no mar da Noruega. Nadou durante 18 dias, com a temperatura da água em três graus. Lá, os pesquisadores encontraram uma resposta para o caso. Antes de virar nadador, Lewis cumpriu uma temporada no exército britânico como paraquedista e encarou uma situação de vida ou morte num acidente aéreo.Um dos meus amigos saltou de para-quedas do avião e ficou preso pelo cabo da aeronave. Tive que resgatá-lo puxando o cabo e foi agoniante.
Com uma temperatura de 32 graus, 
o corpo humano ja começa entrar
 em falência múltipla de órgãos.
Mas ele consegue manter a sua 
temperatura corporal estavel, e de
 uma forma sobre humana, consegue
 se auto aquecer e não congelar.
 Depois disso, todo e qualquer salto era um pesadelo para mim. O único modo de saltar era juntar toda a raiva que eu tinha e me atirar para fora. Quando comecei a treinar, não conseguia entrar na água gelada e um amigo me disse para eu pensar que era um salto e me concentrar. Segui esse conselho, me imaginei no avião e deu certo disse. Concentração Para se isolar do ambiente, Lewis ouve música antes de cair na água para nadar. Assim, os hormônios circulam mais rápido pelo corpo, o coração dispara, o pulmão passa a ventilar mais oxigênio que o normal e os músculos começam a produzir calor, aumentando a temperatura corporal em dois graus e retardando a hipotermia.
Sem duvida um ser sobre humano, com
 capacidades muito acima do normal.
Nadar entre icebergs pra ele 
não é nenhum desafio, e ja 
faz parte de sua rotina diaria.
Realmente é um fenomeno que
 desafia a ciência e a natureza, 
criando um enigma a ser resolvido.
Conhecendo mais sobre o seu dom, Lewis percebeu que, nadando, poderia carregar uma mensagem. Além da aventura, as travessias passaram a ter um enfoque político, chamando a atenção das pessoas para o aquecimento global. Eu queria ser a voz da água. Em todo o planeta, ela está sob ameaça. Quero procurar lugares do mundo em que eu possa nadar e carregar uma mensagem - contou.Depois de 21 dias de travessia no Rio Tâmisa, na Inglaterra, Lewis decidiu procurar o maior desafio da carreira: o mar do Ártico, no Pólo Norte, com água a -1,5 graus. Me lembro de estar ali, olhando para a água e pensando que nunca tinha visto algo tão assustador. A água era preta e escura, mas era uma travessia política.E foi nessa travessia que ele mostrou porque é um super-humano. Concentrado, nadou um quilômetro em pouco menos de 19 minutos e jurou nunca mais repetir tal desafio. Mas Lewis não cumpriu a promessa. No ano passado, ele nadou num lago perto do Monte Everest, a maior montanha do planeta e até deixou um recado para os brasileiros. Meu sonho é um dia nadar no Brasil. Há muitos lugares onde a água está sob ameaça no país. É o nosso recurso mais valioso e não podemos fazer nada sem ela, disse.
Fonte G1 Noticias.

sexta-feira, 6 de janeiro de 2017

GUERRA DE FACÇÕES.

Video feito pelos próprios 
presos no momento em que 
decapitavam os inimigos!
Os detentos da Família do Norte fizeram pelo menos quatro vídeos com celulares mostrando os corpos de seus desafetos do Primeiro Comando da Capital (PCC) e de outras vítimas da rebelião que deixou 56 mortos no Complexo Penitenciário Anísio Jobim (Compaj), em Manaus. Com até 3 minutos de duração, os vídeos são acompanhados pela narração dos bandidos, chamando as vítimas de "nego safado" e "canalha". A maioria está com a cabeça cortada ou gravemente mutilada.
O inferno veio a tona dentro da 
penitenciaria de Manaus!
Imenso alvoroço em Frente ao 
presidio rebelado de Manaus.
De acordo com Christino, a primeira facção que adotou a prática de cortar a cabeça dos desafetos foi o PCC. "Foi uma das lideranças, o preso Jonas Mateus, que começou com isso. Ele era açougueiro."No caminho para consolidar seu monopólio nas cadeias paulistas, o PCC decapitou em 1999, durante uma rebelião na Casa de Custódia de Taubaté, os presos Max Luis Gusmão de Oliveira, o Dentinho, Ademar dos Santos, o Da Fé, e Antonio Carlos dos Santos, o Bicho Feio, fundadores da facção rival CRBC. Uma das cabeças foi atirada nos pés do magistrado que negociava o fim da rebelião. Esse é o segundo maior massacre em presídios, em número de mortes, na história do Brasil, atrás apenas do ocorrido no Carandiru, em São Paulo, em 1992, quando 111 presos foram mortos. A entrada no presídio se deu após negociação.  Os reféns foram liberados e neste momento o Batalhão de Choque faz a avaliação final.
O Ministro da Justiça Alexandre
 de Moraes, e o governador de Manaus
 Jose de Melo, batem cabeça sobre 
a situação que poderia ter sido evitada.
Presos amotinados incendiaram 
vários setores da penitenciaria,
 causando ainda mais caos!
Essa entrada é decorrente da nossa negociação. O governador (José Melo) está acompanhando o passo a passo disso. Os reféns foram liberados agora, às 7h, nós fizemos a contenção do semiaberto e agora pouco entramos no regime fechado disse. Para Fontes o estopim da crise foi o narcotráfico: Os interesses são sempre ligados ao narcotráfico. Infelizmente em outros estados já ocorreu isso. Nós entendemos, o governo do estado do Amazonas e principalmente o governador José Melo, que isso é um problema do governo federal, um problema de todos e não só do Amazonasm que implica toda a sociedade. Nós hoje e ontem vivemos mais um capítulo dessa disputa pelo tráfico de substâncias entorpecentes  destacou.
A rebelião, segundo informações preliminares dão conta de uma briga interna entre duas facções.
Fotos tiradas pelos próprios presos 
demostram todo o armamento que 
eles possuíam dentro da prisão.
Atenção imagens fortes, não recomendável a pessoas sensíveis!
Corpos mutilados e destroçados, 
recolhidos no rescaldo dessa rebelião!
A grande verdade é que o sistema penitenciário brasileiro a muito tempo esta falido, é um grande deposito de lixo humano escancarado, onde ninguém em sã consciência tem coragem de assumi-lo e mudar tudo. Mudar tudo sim pois é um sistema carcerário totalmente errado, onde não existe a minima condição de um criminoso se regenerar verdadeiramente, pois os administradores gerenciam-no a muito tempo apenas empurrando com a barriga. E tambem não é segredo para ninguem que o crime organizado é que manda nas penitenciarias. Esse pcc mesmo surgiu no ano de 1994 na Casa de Custodia  de Taubate, onde os considerados piores criminosos de São Paulo e do pais, ficavam nessa prisão no temido Anexo da Custodia. Que na epoca era a prisão mais segura do pais sem registrar nenhuma fuga em muitos anos, e onde o regime diferenciado fazia os criminosos tremerem de medo.
Funcionários do I.M.L., recolhendo 
partes dos corpos dos detentos
 mortos na rebelião de Manaus!
Essas tres cabeças cortadas pertencem
 a rivais do p.c.c., que os decapitou
 em uma violenta rebelião em 
Araraquara/SP em 2010.
Nessa epoca os piores criminosos juntos no Anexo, então criaram essa facção pcc, mas o governo de São Paulo sempre soube dessa facção pois os Asps (Agentes Prisionais) perceberam isso, ao recolherem faixas, cartazes dos presos e ate estatutos sobre a facção, e preocupados comunicaram aos chefes que então comunicaram aos seus superiores. E alguns desses superiores resolveram chamar os agentes de mentirosos, vagabundos e agitadores, alegando que essa conversa de pcc era tudo conversa fiada dos agentes. E que tudo era ficção e invenção da cabeça deles. Se naquela epoca esses administradores de meia tigela tivessem ouvido as vozes dos profissionais que convivem diretamente com esses criminosos, e que não estavam brincando, com certeza teria- se eliminado o mal pela raiz. 
Nessa guerra de facções não existe 
nenhuma piedade contra o inimigo!
Nessa hora  os presos do chamado " setor
 de seguro" , estupradores, pedófilos, 
alcaguetas (x9), também sofrem nas 
mãos dos demais presos, que são
 torturados e mortos sem piedade!
Mas preferiram ao inves de "abrirem guerra" contra os presos, resolveram ignorarem as informações importantes e abrirem guerra contra os agentes. E deu nisso dai que todos podem ver hoje, uma facção criminosa que ja tomou conta de todas as prisões de São Paulo, do Sul, Sudeste, Norte e ate ja ultrapassaram as nossas fronteiras, chegando ja a outros paises. E que cresce a cada dia mais e mais. Agora dois detalhes impressionantes nessa historia dessa rebelião de Manaus, a primeira é que a marca registrada do pcc, é a degola de seus inimigos, ou seja eles matam e cortam as cabeças dos inimigos e expõem-nas, (esse pcc não é nada santinho não, eles cansaram de fazer isso contra outros rivais dentro das prisões em São Paulo) Mas que agora esse veneno foi tomado por eles mesmos, pois a outra facção inimiga se utilizou disso contra eles. O outro detalhe é que a demora na identificação dos mortos se da por causa disso, pois todos os mortos tiveram suas cabeças cortadas, e dai ate se encontrar o corpo e a cabeça certa é como (sem redundância) um quebra cabeças sinistro.
Fonte O Globo.