Visualizações de páginas da semana passada

TODAS AS POSTAGENS DO BLOG

OBRIGADO PELA VISITA, SEJA BEM VINDO, ESPERO QUE GOSTE, VOLTE SEMPRE.
Loading...

Pesquisar este blog

domingo, 26 de fevereiro de 2017

PSICOPATAS SÃO INCURÁVEIS!

Organizado, o psicopata prepara minuciosamente sua ação e só a comete quando e onde julga ideal. É impulsivo, mas não passional. Consegue administrar a tensão e o estresse, canalizando-os para a hora do crime. Em geral, procura humilhar, subjugar e causar dor. O tipo de crime depende do grau de psicopatia. Muitos cometem fraudes e estelionatos. Já outros optam pela violência  homicídios, estupros, sequestros e torturas. Após cometer o crime, tenta eliminar as provas de todo jeito. Muitos homicidas seriais esquartejam as vítimas para dar sumiço no corpo. Quando pego, ele nega categoricamente o crime. 
O elemento psicopata é um ser totalmente
 sociável, extremamente agradável, 
simpático e auxiliador, e consegue 
com isso embutir todo a sua maldade.
Para utiliza-la nos momentos corretos, 
onde sua vitima não tem mais
 como se defender ou fugir.
Ou começa a fingir: faz-se de louco, simula múltiplas personalidades. No processo, procura manipular todos, inclusive seu advogado e peritos. Tenta convencer o promotor, o juiz e a família das vítimas de sua inocência ou insanidade. Em geral, o psicopata pode seguir dois caminhos na Justiça brasileira. O juiz pode declará-lo imputável (tem plena consciência de seus atos e é punível como criminoso comum) ou semi-imputável (não consegue controlar seus atos, embora tenha consciência deles). Nesse segundo caso, o juiz pode reduzir de um a dois terços sua pena ou enviá-lo para um hospital de custódia, se considerar que tem tratamento.
Quem sabe um dos maiores assassinos 
seriais dos Estados Unidos e psicopata nato Theodore Robert Cowell ou como gostava de ser chamado "Tedy Bundy" que assassinou 54 mulheres, e foi executado na cadeira elétrica em 24/01/1989.

O psicopata prepara o seu caminho antes
 de sua ação criminosa, com muita
 frieza, estrema paciência, e finalizando
 tudo com uma crueldade ilimitável.
Muitos promotores brasileiros evitam a semi-imputabilidade, pois pode reduzir a pena. Além disso, quem vai para hospital de custódia em geral são criminosos diagnosticados com doença mental tratável, o que não é o caso da psicopatia. Como não há prisão especial para psicopata no Brasil, ele fica com os criminosos comuns. Por saber que a pena poderá ser reduzida caso se comporte bem, se passa por preso-modelo. Mas, por baixo dos panos, ameaça os outros presos, lidera rebeliões. Prejudica a reabilitação dos presos comuns, que passam a agir cruelmente para sobreviver. Mesmo décadas de prisão não bastam para “re-educar” o psicopata. Ele não se arrepende nem sente remorso. Uma vez soltos, 70% deles voltam a cometer crimes. A única coisa que ele aprende é evitar os erros que o levaram à prisão. 
Uma fera enjaulada dentro de um corpo 
normal, e que desperta com toda a 
 fúria e desprezo pela vida humana!

O cinema tem demostrado diversas 
variáveis psicopáticas, vinculadas 
aos seus perfis assassinos embutidos.
Noman Bates, personagem fictício e agradável gerente de hotel, incorpora fielmente essa característica psicopática, daquele ser muito atencioso e com segundas intenções.

Da próxima vez, agirá com ainda mais cuidado. A semi-imputabilidade é uma baita encrenca no Brasil, onde não existe prisão especial para psicopatas (como é o caso do Canadá). Colocá-los em presídios comuns prejudica a reabilitação dos outros presos  80% da população carcerária. E misturá-los com loucos em hospitais não faz sentido  a não ser que tenha também uma doença mental tratável. Portanto, para especialistas, o ideal seria julgar os psicopatas como semi-imputáveis e prendê-los em cadeias especiais. Lá, seriam acompanhados por profissionais especializados que determinariam sua possibilidade de sair e voltar à sociedade.
Fonte Dra Hilda Morana

A VIDA É CRUEL COM OS CRUÉIS!


O Tribunal de Justiça de São Paulo (TJ-SP) manteve a condenação e determina a prisão do ex-goleiro Edison Cholbi do Nascimento, o Edinho, por lavagem de dinheiro e associação ao tráfico de drogas. Na decisão desta quinta-feira (23/02/2017), o tribunal também reduziu a pena do ex-jogador do Santos Futebol Clube, que é filho de Pelé, de 33 anos para 12 anos e dez meses. Edinho esperava pelo julgamento da apelação em liberdade, por força de uma liminar do Supremo Tribunal Federal (STF).
O filho de Pelé e ex-goleiro do Santos, Edson Cholbi Nascimento, o Edinho, foi condenado a 33 anos e quatro meses de reclusão pelo crime de lavagem de dinheiro oriundo do tráfico de drogas. Réus do mesmo processo receberam penas idênticas, de acordo com o site de A Tribuna. São eles: Ronaldo Duarte Barsotti de Freitas, o Naldinho; Clóvis Ribeiro, o Nai; Maurício Louzada Ghelardi, o Soldado, e Nicolau Aun Júnior, o Véio ou Nick. Segundo a promotora de justiça Ana Maria Frigério Molinari, Naldinho era o cabeça de uma organização criminosa responsável pelo tráfico de drogas. Com base em Santos, a quadrilha tinha ligações com a facção carioca Comando Vermelho e era responsável por abastecer de entorpecentes morros do Rio de Janeiro. Nai, por sua vez, seria o número dois do bando.
O que no começo foi um orgulho para
 o rei Pelé, depois se mostrou ser um
 grande desastre emocional.
Edinho articularia a lavagem de dinheiro, servindo de “liame entre a parte armada e a financeira da quadrilha”, conforme a promotora. Em relação a Soldado, Ana Molinari disse que ele exercia “atividades de ocultação de bens”Padrinho de um sobrinho de Naldinho e considerado como “tio” pelo chefe da quadrilha, Nick é apontado como “braço financeiro” da organização. A decisão, que cabe recurso, foi da juíza Suzana Pereira da Silva, auxiliar da 1ª Vara Criminal de Praia Grande. Além da pena privativa de liberdade, a magistrada decretou a perda, em favor da União, de todos os bens apreendidos e sequestrados, “pois claramente adquiridos com dinheiro proveniente de práticas ilícitas”. Entre os bens, há mais de 100 veículos recolhidos em três lojas de Naldinho.
Momento em que Edinho ficou
 preso e utilizava o uniforme prisional.
Como poderão responder ao processo em liberdade, Edinho, Nick e Soldado poderão apelar ao Tribunal de Justiça de São Paulo. Sob pena de terem a prisão preventiva decretada, eles deverão entregar seus passaportes no cartório do 1º Ofício Criminal de Praia Grande no prazo máximo de cinco dias, a partir da data em que forem intimados da sentença. Segundo a juíza, a entrega dos passaportes é medida que se impõe a esses réus, “diante do montante da pena aplicada e do fato de ostentarem grande poder aquisitivo, a fim de eliminar o risco de fuga”. Naldinho e Nai não poderão recorrer em liberdade. O primeiro está sumido há mais de cinco anos e é considerado foragido pela Justiça. O segundo teve a prisão preventiva decretada no curso do processo e já está preso.
Pelé não imaginava que teria tanta dor
 de cabeça com um filho problematico.
A ação penal de lavagem de dinheiro é derivada de outra, relacionada a tráfico de drogas, associação para o tráfico e porte ilegal de arma e munições, ainda em trâmite na 1ª Vara Criminal de Praia Grande. Além dos cinco réus agora condenados, outros fazem parte do processo originário, cuja base foi a Operação Indra, deflagrada em junho de 2005 pelo Departamento de Investigações sobre Narcóticos (Denarc). O Denarc interceptou com autorização judicial mais de cem telefones em cerca de oito meses. Desde o início, Naldinho era o alvo principal, mas durante as investigações, a partir dele, surgiram os demais acusados. Em uma das ligações monitoradas, Edinho fala ao chefe da quadrilha para entrar com o dinheiro, que ele entraria com o nome, em suposta alusão a Pelé, seu pai.
Sandra Regina a filha legitima rejeitada pelo rei Pelé.
Não precisa nem de exame de DNA, para se
 perceber grande semelhança facial entre os dois.
 O diálogo se referia à abertura de uma empresa. Atualmente treinador de goleiros do Santos, Edinho não estava no clube ontem à tarde. A Tribuna tentou contato com ele por meio da assessoria de imprensa do clube, mas não obteve retorno até o fechamento desta edição. Falar o que de uma situação dessas, onde mais um capitulo da histórica e vitoriosa vida do rei Pelé, considerado ate os dias de hoje como o melhor jogador de futebol e esportista de todos os tempos, mas que em sua vida particular encontra alguns empecilhos dramáticos que demostram ser o rei Pelé uma pessoa normal como qualquer um de nós.
Sandra Regina , Agora tambem Arantes 
do Nascimento, demostra orgulhosa a 
vitoria conseguida a duras penas na justiça.
O primeiro grande fato marcante ocorrido com Pelé, foi o surgimento de uma moça (Sandra Regina Machado Felinto), que alegava ser filha dele, em um relacionamento do passado quando Pelé ainda não era tão conhecido, e devido a moça possuir grandes semelhanças com ele, foi renegada como filha, e ate mesmo depois do exame de DNA, que comprovou ser a moça filha dele mesmo, ele ainda continuou renegando-a, quem sabe com medo de ter que dividir sua portentosa fortuna com ela e seus outros familiares, e nesse caso a justiça reconheceu ser  Sandra filha legitima do rei Pelé, e autorizou a moça a usar o seu sobrenome "Arantes do Nascimento".
Os filhos de Sandra, netos do
 rei Pelé,  assistiram de camarote 
essa batalha entre pai e filha.
Se era pelo fato da divisão da volumosa herança do rei Pelé que fez com que o mesmo desprezasse e renegasse a moça como filha, ele se deu muito mal literalmente  falando,  porque Sandra era casada com um grande empresario de Santos Ozeas Silvas Felinto, e tambem era vereadora na cidade, (e deixando bem claro de não necessitar de nenhuma esmola) alem do fato da moça ser evangélica pentecostal e assídua, ao qual deixa os interesses materiais para um segundo ou terceiro plano, dando maior interesse aos bens emocionais e aos laços familiares.
Sandra mostrou ao "todo poderoso" rei Pelé, 
como se vence uma batalha fora dos campos.
Quem saiba a doença e a morte precoce da moça, tenha advindo não do seu terrivel mal contraído (câncer mamário), mas sim de uma situação ainda muito mais complexa e delicada  ao ser humano, a carência de afeto, ou o reconhecimento natural paterno ou materno, quem saiba quando o rei Pelé em sua extrema arrogância  e  egoismo, como majestade do esporte, ao renegar um pouco de amor e carinho a uma filha legitima no começo de uma doença, ao qual queria apenas ser chamada de filha por um pai que ela considerava ser mesmo um rei, mas devido a sua recusa em reconhecer essa situação e pensando apenas em seus bens materiais, deixou-o cego a ponto de acabar de matar a moça cruelmente aos poucos com esse gesto mesquinho e cruel. 
Uma ardua batalha realizada contra o proprio 
pai que minou aos poucos toda a sua 
resistencia em combater a terrivel doença.
Pelé não teve coragem de comparecer 
ao velório da filha e mandou uma
 coroa de flores...Tarde demais...
E todo aquele dinheiro que o rei Pelé teve medo de perder com a filha legitima, ele agora nesse momento ja gastou centenas de vezes mais com o filho marginal, e gastara ainda muito mais em tentar beneficia-lo perante a justiça dos homens. Quem sabe seja isso algum tipo de Karma espiritual, onde uma pessoa paga em vida por algo de ruim feito a outra pessoa no passado, se for ou não for, agora com certeza o rei Pelé esta sentindo direto na pele, como doi uma saudade, e que o dinheiro e o poder não é nada em nossa  rapidissima vida terrena. Ele teve a oportunidade de reconhecer uma filha legitima que viveria pouquíssimo tempo, e dar a ela todo carinho e amor de pai que ela estava necessitando naquele momento crucial, e realizar uma otima ação humana,  apenas isso... E nada mais do que isso...Mas ao contrario disso, ele cruelmente renegou a moça ate o final ate a sua morte. Agora ele novamente tem a oportunidade de fazer o mesmo,  a diferença é que ele agora não vai poder mais renegar um filho legitimo. O Sr Edson Arantes do Nascimento, Pelé, como esportista e como futebolista é nota 10, agora ele como cidadão e pessoa humana, sua nota é 0.
Fonte Ig Noticias.

sexta-feira, 24 de fevereiro de 2017

SEM REFERENCIAS.

 Uma pergunta muito simples de ser respondida, mas que merece um pouco de vivencia no mundo com suas diversas faces, sim diversas faces, para quem não sabe, esse nosso mundo em que vivemos possui uma infinidades de possibilidades de serem vividas, e você esta dia e noite exposto a elas. Digamos que um dia voce esta em cima, e um dia voce esta em baixo, literalmente dizendo, como o nosso planeta o faz naturalmente.
Quando você sobe alguém
 estará descendo, isso é 
muito natural, ou vice-versa.
Mas vamos la então a essa pergunta:
Se você estivesse viajando em um lugar estranho, deserto e não houvessem muitas possibilidades de escolha, e voce estivesse com sua família dentro de um carro, e de repente , devido ao cansaço da jornada dessa viagem, visse ao,longe uma placa de um estabelecimento, uma pousada, um motel um hotel, isso não vem ao caso, seria um lugar onde  você poderia então dar uma parada com sua família e descansar tranquilamente.
O personagem ficticio Norman Bates,
 demostra claramente a existência
 de um mal interior, muito bem 
camuflado pela sua extrema gentileza.
E ao chegar la um tal Norman Bates que é o dono dessa pousada, viria agradavelmente lhe atender, se mostrando muito educado, atencioso e cortês, e você ficaria ate sem jeito de dizer que não iria ficar ali naquele local aparentemente tão agradável e tendo um proprietário tão prestativo e amigável,  você para não ser grosseiro com aquela pessoa acabaria então por ficar ali apenas por uma noite.
A pergunta, como saber onde esta 
um Norman Bates da vida? A 
resposta ele esta em todo lugar! 
E pode estar agora ao seu lado!
Se voce mesmo sem pesquisar e não conhecesse nada a respeito desse tal Norman Bates, e mesmo com todo  o seu excesso de gentilezas expostas, e mesmo assim voce lhe dissesse um não bem estampado na cara! Olha meu amigo voce esta de parabéns, você seria uma  excessão entre milhares de pessoas que, por muitas e muitas vezes passam por situações idênticas e por acreditarem piamente na bondade humana se deixam iludir por falsas aparências, e não percebem o predador ao seu lado, muito próximo, so esperando a sua hora de agir.
Ninguem tem estampado no
 rosto o seu caráter, e alguns 
casos, boas ações, escondem 
um monstro pervertido e cruel!
So para esclarecer Norman Bates, é o personagem do filme de Alfred Hitchcock, aquele psicopata assassino da sequencia de dois filmes, "Psicose", que realizou uma serie sete assassinatos, começando primeiramente com a própria mãe, foi sentenciado a um manicomio judiciário,depois de algum tempo foi considerado sano, mas como você vai saber disso? Como você vai saber que por trás de uma personalidade tão agradável, exista um verdadeiro demônio cruel e assassino? Não é necessário ser nenhum expert nesse assunto pois geralmente, o psicopata, alias todo criminoso, possui essa característica de demostrar uma aparência muito agradável, e esconder sua verdadeira face demoníaca, e o psicopata muito mais ainda.
Um olhar não denuncia as 
verdadeiras intenções psicopáticas!
Pois se ele demostrasse a primeira vista quem realmente  é, assustaria sua vitima e não conseguiria realizar o seu intento insano, mas o impressionante de tudo isso, é que por algumas vezes a própria vitima colabora com o criminoso, por ingenuidade, desconhecimento ou ate por pura subestimação de perigo, como foi o caso das vitimas do maniaco do parque, que sem conhece-lo, aceitavam seu convite (um convite de um elemento totalmente desconhecido, ao qual acabavam de conhecer) e adentravam a mata fechada com ele, acreditando meramente na sua conversa fiada de tirar fotos para um ensaio de modelo.
As meninas aceitavam o 
convite de um estranho, para
 tirar fotos na mata do parque,
e facilitavam tudo para o criminoso.
E depois que estavam no meio da mata, mesmo que percebessem algo, ja seria muito tarde, pois a essa altura o criminoso ja tinha tudo sobre o seu controle e mostrava as suas garras colocando pra fora todo o seu mal, creio que todos ja devem conhecer o final dessa historia, que poderia em grande parte ter sido evitada, se as pessoas não fossem tão "ingenuas"e subestimassem o mal que se colocou bem ao lado delas, ninguem é absolutamente ou exageradamente bom e agradável a todo momento, e esse é um ardil que funciona como uma terrível arapuca, contra a vitima.
A figura do medico e o
 monstro retrata fielmente
 essa personalidade doentia.
Outro caso bem tipico é de casais que se conhecem, onde o homem, no primeiro estagio do relacionamento apresenta o seu cartão de visitas com lindos buques de flores, geralmente são  rosas bem vermelhas, no segundo estagio chegam então os bombons, e no terceiro estagio, quando a mulher ja esta como uma manteiga derretida, derrete de vez quando escuta ele falar em casamento, com aquela conhecida conversa fiada de sempre. Que ela é a mulher da vida dele, e que foi amor a primeira vista, e que ela é a mulher mais maravilhosa do mundo, pronto não precisa mais nada, só um pequeno lembrete, hoje em dia ninguem mais quer saber de casamento, principalmente quando ja são pessoas experientes de vida (raríssimas excessões).
No começo tudo são flores, 
mas mesmo as flores 
murcham com o tempo.
Então essa conversa de casamento e pura balela, pois nesse caso as vezes existem pensões, filhos de ambos os lados, e a mulher perde a pensão, com um novo casamento, essa conversa,  é de quem tem uma mente muito pequena, mas infelizmente ainda tem gente que acredita nisso e cai igual patinho na lagoa.
Então consumadas os três estágios principais da conquista, dai então ja praticamente com tudo dominado, chega a quarta fase, onde o tudo aquilo que era lindo e maravilhoso, passa por uma metamorfose total, irrestrita e radical, é a conhecida fase das "pauladas", acabaram as flores acabaram os bombons e o casamento...O casamento...É melhor não! É isso mesmo, acabou toda a magia, e agora é paulada pra tudo quanto é lado, e assim caminha a humanidade.
Fonte Readers Digest.

MIMETISMO.

A camuflagem é um recurso resultante da ação da seleção natural sobre uma determinada espécie, empregado por inúmeras espécies para se protegerem dos seus predadores. Uma das mais amplas e variadas adaptações é a camuflagem natural, a habilidade de um animal esconder-se de predador ou presa.A camuflagem pode ocorrer pela cor, forma ou tipo de cobertura do animal. É difícil, por exemplo, discernir um veado novo entre as folhagens, devido à cor parda e às pintas escuras. 
A mariposa fica praticamente 
 invisível no meio das folhas secas.
Como o objetivo final da camuflagem é esconder o animal de outros, a fisiologia e o comportamento de seus predadores ou de suas presas é altamente significante. Um animal não desenvolverá nenhuma camuflagem que não o ajude a sobreviver, então nem todos os animais misturam-se em seu meio ambiente da mesma maneira. Por exemplo, não há sentido em um animal replicar a cor de seu meio ambiente se o seu principal predador for insensível às cores. O fator mais importante é o meio ambiente.
A serpente fica escondida esperando por uma presa.
Há duas maneiras pelas quais os animais produzem cores diferentes. Uma é por meio dos bio-cromos, que são pigmentos naturais microscópicos presentes no corpo de um animal que produzem cores quimicamente. Sua maquiagem química é tanta que eles absorvem algumas cores da luz e refletem outras. A cor aparente de um pigmento é a combinação de todos os comprimentos de ondas de luz visíveis que são refletidas por esse pigmento.Os animais podem também produzir cores através de estruturas físicas microscópicas. 
A onça pintada se confunde com as cores da floresta.
Os seus olhos podem ser movidos independentemente para qualquer direção, o que lhe confere aparência curiosa. Quando um camaleão vê uma presa, pode fixá-la com um olho e utilizar o outro para verificar se não há predadores nas redondezas. O encefalo do camaleão recebe duas imagens separadas, que tem de associar. À medida que se aproxima da presa, o camaleão fixa nela ambos os olhos para poder fazer pontaria.Os olhos são recobertos por uma pálpebra que deixa livre apenas uma pequena área circular no centro, que corresponde à íris e a pupila.
O linguado desaparece no meio da areia do fundo.
Sua pele possui bastante queratina, o que apresenta uma série de vantagens (em especial, a resistência). Mas essa característica faz com que o camaleão precise fazer a "muda" de pele durante seu crescimento (a pele antiga descama, dando lugar a outra), assim como fazem as serpentes e outros lagartos . O Camaleão é uma espécie rara para algumas pessoas, certas pessoas duvidam da existência deles. Em países como a Espanha o camaleão é bem vindo e também muito conhecido, onde muitas pessoas os adotam como animais de estimação.
O inseto mais parece uma folha do que um animal.

Estas estruturas agem como prismas, refletindo e espalhando luz visível. Dessa maneira, uma certa combinação de cores é refletida. Os ursos polares, por exemplo, realmente têm a pele preta, mas parecem brancos por terem pelos translúcidos. Quando a luz brilha em seus pêlos, cada pêlo curva um pouquinho. Isto rebate a luz ao redor, fazendo então com que parte dela incida sobre a superfície da pele do urso polar e o resto da luz seja refletida, produzindo a coloração branca. Em alguns animais, os dois tipos de coloração são combinadas.
O camaleão assimila as cores do lugar, 
tornando-se assim, quase invisível.
Por exemplo, repteis, anfíbios e peixes com coloração verde normalmente têm uma camada de pele com pigmento amarelo e uma camada de pele que espalha a luz para refletir uma cor azul. Combinadas, estas camadas de pele produzem o verde.Camuflagem é muito comum na natureza; encontra-se em algum grau na maioria das espécies. Mas não é muito comum para um animal ser capaz de mudar sua coloração para combinar com um meio ambiente em mudança. 
Alguns polvos alem de conseguirem 
assumir varias formas no seu corpo,
 também podem assumir varias cores.
Porém, alguns animais desenvolveram essa a habilidade de mudar de cor, na maioria das vezes por causa da troca de estações. O habitat de um animal pode estar todo verde e marrom no verão, mas no inverno estará todo branco de neve, e a sua camuflagem marrom que funcionava perfeitamente agora o torna um alvo fácil. Por isso, alguns animais, como a raposa do artigo e a lebre-artica mudam sua pelagem na troca de estações. Penas e pêlos em animais são como cabelos e unhas dos humanos - são, na verdade, tecido morto. Estão presos ao animal, mas como não estão vivos, o animal não pode fazer nada para alterar sua composição. Consequentemente, um pássaro ou um mamífero tem que produzir uma pelagem ou penas completamente novas para mudar de cor.
O tigre se confunde totalmente com a vegetação.
Alguns animais, assim como várias espécies de sepias (molusco da classe Cephalopoda - a mesma de lulas e polvos), podem manipular seus cromatoforos para a troca total da cor de sua pele. Estes animais possuem uma coleção de cromatóforos e cada um deles contém um pigmento singular. Um cromatóforo simples pode estar envolto por um músculo que pode contrair ou expandir. Quando o músculo da sépia se contrai, todos os pigmentos são empurrados para a parte superior do cromatóforo. No topo, a célula fica achatada dentro de um disco largo. 
O urutu cruzeiro, passa desapercebido
 em meio a vegetação.
Quando o músculo relaxa, a célula retorna ao seu formato natural de um pequeno pingo. Este pingo é muito difícil de ser visto porque a parte larga do disco constringe a célula. Constringindo os cromatóforos com um determinado pigmento e relaxando todos os outros com outros pigmentos, o animal pode trocar toda a cor do seu corpo num piscar de olhos.
Fonte National Geografic.

segunda-feira, 20 de fevereiro de 2017

JOGANDO CONTRA O PATRIMÔNIO.

O Supremo Tribunal Federal (STF) decidiu hoje (16) que presos em situações degradantes têm direito a indenização em dinheiro por danos morais. Por unanimidade, a Corte entendeu que a superlotação e o encarceramento desumano geram responsabilidade do Estado em reparar os danos sofridos pelos detentos pelo descumprimento do princípio constitucional da dignidade da pessoa humana.
A questão foi decidida no caso de um preso que ganhou o direito de receber R$ 2 mil em danos morais após passar 20 anos em um presídio em Corumbá (MS). Atualmente, ele cumpre liberdade condicional. Os ministros Luís Roberto Barroso, Edson Fachin, Rosa Weber, Luiz Fux, Dias Toffoli, Gilmar Mendes, Celso de Mello e a presidente do STF, Cármen Lúcia, votaram a favor do pagamento da indenização. 
Ao invés do STF punir os administradores
 públicos por prevaricação, preferiu 
inventar uma maneira nova de 
beneficiar os criminosos.
Presos custam caro ao pais, e mante-los 
em condições humanas cabe ao Estado 
de Direito que não cumpre essa função. 
Houve divergência apenas em relação ao pagamento dos danos morais para o caso julgado. Apesar de também entender que a indenização é devida, Barroso entendeu que o pagamento em dinheiro não é a forma adequada para indenização e sugeriu a compensação por meio da remição (redução da pena) na proporção de um a três dias de desconto na pena a cada sete dias que o detento passar preso inadequadamente. Para Barroso, a indenização pecuniária agravaria a situação fiscal dos estados.
“A indenização pecuniária não tem como funcionar bem. É ruim do ponto de vista fiscal, é ruim para o preso e é ruim para o sistema prisional. É ruim para o preso porque ele recebe R$ 2 mil e continua preso no mesmo lugar, nas mesmas condições”, argumentou Barroso.
É difícil entender essa situação, sera que 
deveria-mos então alugar hotéis 5 estrelas
 e mandar todos os presos para la?
Agora o STF  com essa decisão absurda, 
abriu um precedente para que  as vitimas
 desses marginais também exijam na
 justiça indenizações por danos 
generalizados sofridos.
O Brasil é o único pais do mundo onde
 marginal comete crime, vai para a cadeia 
e depois recebe indenização da justiça!
O ministro Luiz Fux concordou com Barroso e afirmou que a situação dos presídios contraria a Constituição, o que torna as condenações penas cruéis. “A forma como os presos são tratados, as condições das prisões brasileiras implicam numa visão inequívoca de que as penas impostas no Brasil são cruéis”, disse. O ministro Marco Aurélio votou a favor do pagamento da indenização em dinheiro e disse que o Estado deve cuidar da dignidade do preso e de sua integridade física. “É hora de o Estado acordar para essa situação e perceber que a Constituição Federal precisa ser observada tal como se contém". A indenização é módica tendo em conta os prejuízos sofridos pelo recorrente (preso).
No Brasil o preso ja possui o auxilio reclusão,
 agora indenização por maus tratos.
E do jeito que esta futuramente os presos 
tambem terão carteira assinada como 
"profissionais do crime" e também 
aposentadoria por tempo de cadeia.
 Em Manaus, juízes transferiram vários 
presos, sob a alegação deles estarem 
sofrendo riscos de vida, ora a cadeia so
tem marginais, é logico e natural 
que existem riscos de vida. 
Cármen Lúcia também votou a favor do pagamento da indenização pecuniária e destacou em seu voto as visitas que tem feito a presídios do país como presidente do Conselho Nacional de Justiça (CNJ). Em uma das inspeções, a ministra disse que encontrou presas grávidas que foram algemadas na hora do parto. Segundo Cármen Lúcia, a falta de cumprimento da lei em relação aos direitos dos detentos também gera casos de corrupção no sistema prisional. “O que se tem no Brasil decorre de outro fator, que ao visitar essas penitenciárias a gente tem uma noção grave, é da corrupção que há nestes lugares. Troca-se a saída de alguém que não tenha direito por algum benefício. A situação é bem mais grave do que possa parecer, de não cumprimento da Lei de Execução Penal”, afirmou a ministra.
Fonte Agencia Brasil.

sábado, 18 de fevereiro de 2017

MORTE AGENDADA.

O ator Cauã Reymond interpretou um personagem polêmico na série "Justiça", da TV Globo. Na história, o contador Maurício dá uma injeção letal na mulher Beatriz, a pedido dela, depois que um acidente de carro a deixa tetraplégica. Ele é preso e condenado, o que provavelmente também aconteceria se fosse uma história real, porque a eutanásia é considerada crime de homicídio no Brasil. De acordo com o Código Penal brasileiro, as penas para quem causa a morte de um doente podem variar de dois a seis anos, quando comprovado motivo de piedade, a até 20 anos de prisãoNa eutanásia, alguém, geralmente o médico, provoca a morte de um doente terminal após o consentimento dele ou de parentes, a injeção letal mostrada na série é um exemplo de como fazê-la.
A eutanásia pode acabar com o sofrimento
 nessa vida, mas quem garante que
 acabara com o sofrimento karmico?
Quando nem os médicos acreditam
 na cura, surge então essa alternativa
 nem um pouco ortodoxa e natural.
Já quando o paciente tem sua medicação ou tratamentos suspensos (por já não serem efetivos ou até prejudicarem o paciente), ele opta pela ortotanásia, uma prática não prevista por lei, mas permitida no Brasil por uma resolução do Conselho Federal de Medicina. Ambas as práticas diferem do conceito de suicídio assistido, que é quando o próprio paciente tem autorização de interromper a vida se tiver uma doença incurável, por exemplo Nem todos os países encaram a eutanásia da mesma forma. Holanda, Suíça, Canadá, Colômbia e Estados Unidos, por exemplo, permitem a morte dependendo do caso. Na Bélgica, a eutanásia é permitida desde 2002. Por isso, a atleta belga Marieke Vervoort, 37, chegou a declarar publicamente que pretende. Pedir eutanásia. Ela sofre de uma doença degenerativa progressiva que provoca dores intensas, ataques epiléticos e perda de visão.
A atleta paraolímpica Joos Veroort sofre
 de uma doença degenerativa incurável
e teve o seu pedido de eutanásia aceito
 pela justiça de seus pais a Belgica.
A atleta desistiu de viver e prefere
 morrer e acabar com o sofrimento...
 sera mesmo que não sofrera mais?
Vervoort  aposentou-se após participar dos Jogos Paraolímpicos do Rio de Janeiro e diz que ainda não decidiu quando vai usar o documento que a autoriza legalmente a recorrer à morte assistida. "Você precisa ir a vários médicos, se consultar com psiquiatra, precisa provar que não pode mais viver com isso e que não tem chances de melhorar. Você precisa da assinatura de três diferentes médicos e precisa provar ao psiquiatra que é realmente o que você quer. É muito difícil", explicou ela, recentemente. "Eu tenho uma doença progressiva. Se você me visse anos atrás, eu era capaz de desenhar, de pintar obras incríveis. Eu só enxergo 20%, tenho vários ataques epiléticos. Mas os papéis me dão uma tranquilidade", disse. Mas decisões assim ainda geram inúmeros debates.A primeira questão é: uma pessoa tem direito de pedir para morrer e abreviar seu sofrimento diante de doença incurável?
Uma pessoa de sabedoria plena jamais 
aceitaria esse método de abreviação
 da vida, pois somente o tempo pode
 cessar com todo sofrimento.
A natureza é sabia, e Deus muito
 mais ainda, pois foi ele quem criou
 tudo, e somente ele tem o direito
 de abreviar um tempo e uma vida.
Um assunto bastante polemico e realista, as comunidades medicas se dividem entre a aceitação desse metodo nem um pouco ortodoxo de abreviação da vida humana por meios artificiais, e do outro lado especialistas médicos defendem isso com unhas e dentes, pelo fato do mesmo abreviar o sofrimento do individuo. Comunidades religiosas  condenam essa atitude duramente por ferir os sagrados mandamentos de Deus, ao qual cita a vida humana como uma benção e uma dadiva do todo poderoso Deus, ao qual somente ele tem o direito de retira-la no momento certo. Agora eu como nunca fico em cima de nenhum muro, tenho no meu ponto de vista a seguinte opinião, Deus em seu imenso amor pelas pessoas, nunca deixaria um filho sofrer mais do que o outro, agora quando isso ocorre, no meu ponto de vista, esse trauma vem de vidas passadas, que devem ser finalizadas naturalmente. Como uma divida contraída karmicamente-se falando, e se abreviar isso seria como um calote nessa divida que passaria karmicamente para uma outra vida. Entendo que mesmo em sofrimento a pessoa deve continuar vivendo, para que ela possa encerrar essa divida e voltar em uma outra vida saudável, agora se não fizer isso e abreviar a vida, seu sofrimento nunca tera fim.
Fonte Uol Noticias.