Visualizações de páginas da semana passada

TODAS AS POSTAGENS DO BLOG

OBRIGADO PELA VISITA, SEJA BEM VINDO, ESPERO QUE GOSTE, VOLTE SEMPRE.
Loading...

Pesquisar este blog

sábado, 19 de setembro de 2015

DECADÊNCIA DE UM SER.

Na década de 1980, Jan-Michael Vincent era um dos atores mais bem pagos da TV americana. Astro de Águia de Fogo, série criada por Don Bellisario (NCIS), que surgiu na esteira do sucesso de Trovão Azul, Vincent não conseguiu conviver com o sucesso. Para aqueles que acompanham as séries americanas há mais tempo, muitas vezes é difícil ‘reencontrar’ os atores de sua infância. Isto porque, em alguns casos, o abuso do álcool, das drogas e do fumo já são visíveis. O choque é maior quando não acompanhamos a passagem de tempo dessas pessoas. A imagem que temos deles é aquela que foi congelada no tempo e, em muitos casos, reve-los após anos afastados do público chega a ser um choque.
Jan-Michael Vincent, tinha o maior 
cache do cinema, e tinha tudo para
 se tornar um mega astro de Hollywood.
Uma grande revelação surgida nas 
praias de Miami Beach, mas que não
 foi muito longe devido ao alcoolismo.
 Este é o caso de Vincent, o ex-sufirsta que virou ator.Depois e uma trajetória bem sucedida no circuito de participações especiais, e alguns sucessos de bilheteria, como Assassino a Preço Fixo e Big Wednesday, Vincent conheceu a fama e o reconhecimento da crítica quando integrou o elenco da bela minissérie Sangue, Suor e Lágrimas/Wind os War, em 1983. A receptividade da minissérie o levou a estrelar Águia de Fogo, série na qual ele interpretou Stringfellow Hawk, piloto que rouba o protótipo de um avançado helicóptero de guerra, projetado por uma agência secreta do governo. Sendo o único capaz de pilotá-lo, String faz um acordo com a agência: localizar seu irmão desaparecido no Vietnã em troca do aparelho. 
Uma serie de tv de muito sucesso
 nos anos 80, nos EUA e tambem em
 grande parte do mundo inclusive o Brasil.
Chegou a contracenar com 
grandes astros de Hollywood, 
em varias grandes produções. 
Enquanto isso, ele concorda em realizar missões secretas para o governo utilizando o Águia de Fogo, que é mantido escondido em uma montanha. Os problemas de Vincent com o álcool se agravaram nesta época. Ainda em dezembro de 1983, quando era conhecido por Sangue, Suor e Lágrimas, o ator foi detido por dirigir embriagado. Para escapar da cadeia, ele concordou em se internar em uma clínica de reabilitação. No ano seguinte, quando já estrelava Águia de Fogo, ele se envolveu em diversas brigas de bar. A rede CBS cancelou a série ao final da terceira temporada, mas ela foi resgatada pelo canal USA, que reformulou o elenco e o enredo, produzindo a quarta e última temporada. 
Alex Cord (Arcanjo), o grande lider  e 
mentor de branco e com tapa olho,
Jean Bruce Scott, (Caitlin O´Shannessy)
a moça da equipe, Ernest Borgnine, (Dominic Santini) piloto mais experiente, e Jan-Michael Vincent, (Hawke) o az da pilotagem.
Uma equipe de especialistas 
prontos para tudo o que vier.
Vincent, que aparece no primeiro episódio da versão USA, foi substituído por Barry Van Dyke, filho de Dick Van Dyke. Ele interpretou o irmão de String que, localizado no Vietnã, assume o controle do Águia de Fogo e passa a realizar missões com o helicóptero. Após seu afastamento da série, Vincent passou a trabalhar em filmes de baixo orçamento e fazer participações especiais aqui e ali. Neste meio tempo, seus problemas com a bebida aumentaram, bem como os processos abertos contra ele, os quais vão desde multa de trânsito até a condenações por violência doméstica. Sua segunda ex-esposa tem, até hoje, uma ordem judicial para mantê-lo afastado dela. Sua carreira entrou em declínio, levando-o a se afastar da indústria do entretenimento em meados dos anos 2000.
Jan-Michael Vincent, jogou uma carreira promissora para o ar, devido
 aos vícios de drogas e alcool.
E hoje não é nem sombra do passado, 
e como  seu personagem da serie
 Hawke, vive sozinho e desolado, 
A decadência de um homem que
 teve um belo caminho, mas preferiu
 os atalhos imprevisíveis da vida.
Ernest Bognine, foi seu tutor e padrinho
 que fez de tudo para mante-lo na ativa,
 mas os vícios foram mais fortes.

No final da década de 1990, o ator se envolveu em um acidente de trânsito que comprometeu permanentemente suas pregas vocais. O ator sofreu um novo acidente em 2008, que também deixou algumas sequelas. Em 2012, uma infecção causada por complicações de doença arterial periférica levou o ator a passar por uma cirurgia que amputou parte de sua perna direita. Hoje, aos 70 anos de idade, Vincent usa uma prótese e, por vezes, uma cadeira de rodas para se locomover. Devendo impostos e tendo que pagar pelo tratamento médico, ele luta para manter sua casa no Mississípi. Em 2000, o ator se casou com Patricia Ann, que conheceu na época em que Águia de Fogo era produzida. Ela é sua terceira esposa. Ele ainda tem uma filha, Amber, que aos 41 anos de idade não quer manter nenhum contato com o pai.
Fonte CBS TV.
Postar um comentário