Visualizações de páginas da semana passada

TODAS AS POSTAGENS DO BLOG

OBRIGADO PELA VISITA, SEJA BEM VINDO, ESPERO QUE GOSTE, VOLTE SEMPRE.
Loading...

Pesquisar este blog

sábado, 9 de maio de 2015

GAROTO DENTRO DE MALA.

Uma jovem de 19 anos tentou cruzar uma fronteira na Espanha com um menino escondido dentro da mala, afirmou nesta quinta-feira (7) o jornal "El País".nervosismo da mulher, identificada apenas como Fátima E. Y., despertou a atenção dos agentes da Guarda Civil no enclave espanhol de Ceuta. "Pensávamos que levava drogas", disse um dos agentes ao jornal. Ao passar a mala pela esteira de segurança, porém, os agentes viram uma criança encolhida lá dentro."Me chamo Abou", disse, em francês, o menino de oito anos de idade, escondido entre uma porção de roupas.
Os policias imaginavam se
 tratar de trafico de drogas 
devido ao nervosismo da mulher.
Mais foram surpreendidos com
 a imagem de uma criança 
encolhida dentro da mala.
Originário da Costa do Marfim, Abou seria levado para o pai, segundo a mulher. Ele foi examinado pela Cruz Vermelha no local e passava bem. Fátima quis passar sem colocar a mala na esteira do scanner. Mas sua atitude levantou suspeita nos guardas que controlaram sua bagagem. “Pensávamos que ela levava drogas”, reconhece um deles. Mas não podiam imaginar a imagem que apareceria na tela segundos mais tarde: “Uma figura humana se encolhia no interior da mala”. A surpresa foi ainda maior quando, ao abri-la, Abou levantou a cabeça entre um punhado de roupas: “Je m’appelle Abou”, disse em francês. Era meio-dia da quarta-feira.
Uma mala hermeticamente 
fechada que causaria a morte
 por sufocamento da criança se ela
 ficasse por muito tempo ali dentro!
Fatima a mulher, transportava 
a mala e causou suspeita ao se
 desviar da esteira do scanner.
Sua pele é negra como o ébano e sua constituição física é magra. É originário da Costa do Marfim. “Estava muito assustado”. Não conhecia Fátima, sua portadora, “uma jovem que teria sido paga apenas para servir de correio”, suspeitam os agentes da fronteira. Ela não quis fazer declarações. A mala não tinha respiradouros. Apesar disso, o pequeno, que quase não conseguia falar, não apresentava sintomas de asfixia. Foi atendido pelo pessoal da Cruz Vermelha. Asseguraram que “não sofria nenhuma carência”. E posteriormente foi posto à disposição da Promotoria de Menores da Cidade autonoma. Fátima foi presa e nesta quinta-feira terá de ir ao tribunal para dar explicações ao juiz. 
Uma forma inusitada de viajar
 sem pagar passagem que vai 
custar muito caro aos viajantes.
Pessoas mortas em malas se tornou
 rotina no noticiário policial, mas
 uma pessoa viva, imagino ser 
a primeira vez que isso acontece.
Não irá sozinha, uma hora e meia depois de Abou abrir seus enormes olhos diante dos guardas, chega ao controle um homem “de traços sub-arianos”. Os agentes lhe pedem documentos. É da Costa de Marfim. A.O. são suas iniciais. Tem 42 anos “e parece que é dos que chegaram às Canárias em um bote”. Desmantelou ali mesmo. “Estava convencido de que o filho tinha passado”. Disse somente que queria levá-lo consigo às Canárias. Não quis declarar  mais nada. Está preso. Hoje terá de responder às perguntas de um juiz de Ceuta porque é suspeito do delito de tráfico de pessoas, já que “é possível que estivesse pagando a garota para que entrasse com seu filho na Espanha dentro de sua mala”.
Fonte BBC.
Postar um comentário