Visualizações de páginas da semana passada

TODAS AS POSTAGENS DO BLOG

OBRIGADO PELA VISITA, SEJA BEM VINDO, ESPERO QUE GOSTE, VOLTE SEMPRE.
Loading...

Pesquisar este blog

quarta-feira, 1 de fevereiro de 2017

CICLO VICIOSO.

Um tempo atras eu estava no centro da cidade, e vi um aglomerado de pessoas, cheguei mais próximo para ver do que se tratava, é nada mais era do que uma cena da mais corriqueira, daquelas que não impressionam mais ninguém, um elemento havia acabado de furtar á bolsa de uma senhora, e em sua fuga deu de cara com dois P.M.s de bicicletas, que logo o detiveram.
O policiamento de bikes, é muito 
eficiente e pega os malas de surpresa.
Aquilo que parecia uma situação totalmente controlável, acabou se transformando em uma verdadeiro malabarismo pelos policiais da ocorrência, aconteceu de tudo, pessoas foram chegando e á situação foi ficando complicada, os dois P.M.s solicitaram reforços pois alguns populares ameaçavam o suspeito de linchamento, logo chegou uma viatura e mais uma e logo tudo ali estava fervendo de policiais.
Não existe disciplina á altura para o 
menor infrator, por isso eles 
deitam e rolam a vontade!
O menor infrator não pode atacar as pessoas, e ter isso como normal, é necessário implantar em sua mente filosofia de vida, dos valores e das obrigações, das responsabilidades, e das penalidades pelos seus crimes, disciplina-lo para á sociedade.
Verifiquei á chegada de um sargento  conhecido e pude observar toda conversação envolvendo os integrantes das guarnições motorizadas e ciclistas.
O interessante de tudo isso foi que fizeram até torcida, parecia um circo ao céu aberto, pessoas totalmente alheias ao movimento, sem saber da realidade do ocorrido, diziam palavras contrarias ao trabalho da policia, e pedindo para que á mesma soltasse o garoto infrator.
Esses menores roubam, assaltam, matam,
 mas ai do policial se ele relar um dedo num
 desses! Ele estará na roça mesmo!
 Enquanto que outras queriam porque queriam linchar o garoto. O sargento comandante da ocorrência, verdadeiramente não sabia o que fazer,  se levasse o menor para uma delegacia, com essa lei que protege os criminosos menores, com certeza ele seria liberado pelo delegado de plantão e nada aconteceria, não poderia libera-lo pois havia uma vitima e testemunhas do ocorrido.
As motos-viaturas também são muito
 eficientes no combate ao crime.
Policia prende o ladrão e evita um 
linchamento, em resumo a policia defende
 o cidadão e também protege o criminoso. 
Passar á mão na cabeça desses menores infratores nunca ira resolver esse terrível mal, isso apenas ira contribuir para criar uma sensação de infinita impunidade, formando com isso monstros cruéis, que tratam um pai de familia e o seu semelhante como lixo.
Foi então que um dos policiais se lembrou do glorioso Conselho Tutelar, agora sim á situação estava resolvida disse um dos policiais.Vamos ligar para o Conselho Tutelar e passar-mos á bola pra eles e fim de papo. É á cara deles resolverem isso! Foi uma , duas, tres, quatro, e infinitas ligações e ninguém responsável por essa entidade tida como cuidadora dos menores infratores apareceu, prometeram enviar um conselheiro tutelar e ficou só na conversa fiada.
Esse estatuto possui muitos benefícios e poucas obrigações, tem que ser redigido, á nível de primeiro mundo, mostrar ao menor infrator que toda á vida humana é preciosa, e não incentiva-lo á reincidir em seus crimes.
Nisso os ânimos foram ficando mais acirrados, e não houve outra alternativa aos P.M.s a não ser apresentarem o menor ao delegado de plantão que mesmo tendo o mesmo preso em flagrante delito com testemunha e vitima comparecendo ao D.P., não teve muito o que fazer, graças a esse estatuto que considera o menor inimputável e desqualifica o seu crime por mais grave e violento que ele seja, criando com isso um monstro descontrolável, que se considera intocável e coitadinho.
Em muitos países do mundo o menor
 criminoso responde como adulto, e vai 
para á cadeia sem conversa fiada.
Nota o menor foi flagrado furtando uma senhora e pessoas totalmente ignorantes, sem saber do real ocorrido, o defendiam, e o exaltavam, como se ele fosse o herói e á policia fosse vilã. E por isso que as coisas estão como estão, pessoas tomam á frente sem terem nenhuma preocupação com á verdade dos fatos ofuscando com isso á autoridade policial, uns querem linchar o suspeito, outros querem linchar á policia, e assim vamos caminhando nesse mar de absurdos.
Postar um comentário