Visualizações de páginas da semana passada

TODAS AS POSTAGENS DO BLOG

OBRIGADO PELA VISITA, SEJA BEM VINDO, ESPERO QUE GOSTE, VOLTE SEMPRE.
Loading...

Pesquisar este blog

terça-feira, 19 de abril de 2011

EFEITO CASCATA


Isso é uma verdadeira guerra!
Olhem os armamentos dos bandidos!
Tirar as armas da população é facil!
Tem que tirar as armas dos criminosos!
E tira-los das ruas urgente!

REFERENDO NO BRASIL SOBRE O DESARMAMENTO EM 2005
Esse cartaz é muito delicadissimo com essas cores e essa florzinha,
 que não comovem ninguem, na verdade as coisas 
são muito mais piores do que parecem ser!

referendo sobre a proibição da comercialização de armas de fogo e munições, ocorrido no Brasil a 23 de outubro de 2005, não permitiu que o artigo 35 do Estatuto do Desarmamento (Lei 10826 de 23 de dezembro de 2003) entrasse em vigor. Tal artigo apresentava a seguinte redação: "art. 35 - É proibida a comercialização de arma de fogo e munição em todo o território nacional, salvo para as entidades previstas no art. 6º desta Lei".
O referendo estava previsto e tinha, inclusive, data marcada no próprio Estatuto do Desarmamento. Pela gravidade do assunto, a necessidade de submeter o artigo 35 a um referendo já havia sido constatada durante o projeto e desenvolvimento da lei. A sua realização foi promulgada pelo Senado Federal a 7 de julho de 2005 pelo decreto legislativo n° 780. No artigo 2º deste decreto ficava estipulado que a consulta popular seria feita com a seguinte questão: "O comércio de armas de fogo e munição deve ser proibido no Brasil?". Os eleitores puderam optar pela resposta "sim" ou "não", pelo voto em branco ou pelo voto nulo. O resultado final foi de 59.109.265 votos rejeitando a proposta (63,94%), enquanto 33.333.045 votaram pelo "sim" (36,06%).
Os calibres utilizados pelo criminoso 
da escola são ultrapassados, existem
 armas muito mais potentes e destrutivas 
espalhadas pelo pais, sendo utilizadas 
pelos criminosos a todo instante!
Essa tentativa de embutir na cabeça das pessoas que á grande culpada pela violencia nas cidades são as armas de fogo, não surtiu o efeito desejado pelo governo, porque diversas e diversas armas de fogo foram recolhidas com essa campanha, mas á criminalidade mesmo assim continuou muito alta, isso porque os criminosos não atenderam esse clamor publico, e não entregaram as suas armas.
Ja pensou se esse elemento estivesse utilizando uma sub-metralhadora dessas, apreendida pela P.M.em Ponta Porã/PR, uma sub-metralhadora automatica Lugger calibre 9 milimetros com tres carregadores intactos com capacidade de 40 munições cada um, á tragedia seria muito maior do que foi!
 Á relação entre entre geração de violencia e o seu crescimento é algo bem mais amplo do que possa se imaginar, teoricamente quem usa arma de fogo em nosso pais? 
São as forças armadas e as policias, devidamente autorizadas pela constituição vigente,  e por um outro lado os criminosos, que utilizam armamentos até muito mais sofisticados do que o proprio estado de direito, sendo da parte deles uma clandestinidade e uma afronta explicita ao estado de direito, em atitudes foras da lei. 
Essa frase resume tudo, á impunidade

devido as leis super ultrapassadas!

Eles utilizam dessas armas não para deixarem as mesmas na parede como enfeite, e nem muito menos para entregarem-nas em troca de miseros R$ 300,00 (trezentos reais), se alguem não sabe o que bandido faz com as armas eu vou tentar explicar isso agora nesse humilde Blog. 
Bandido usa suas armas para afrontar o estado de direito, assaltar, roubar, matar, (inclusive matar policiais) 

Na campanha passada, quem verdadeiramente entregou sua arma, foi o cidadão comum, que tendo uma dessas vinda até de uma herança familiar, e que para ele não serviria de nada, (é logico que nessa situação ele em sua dificuldade diaria, compraria um botijão de gas, uma misturinha para á familia e até daria para realizar uma pequena compra com esses 300 reais). 

Agora o criminoso de carreira em sua mente diabolica, essa mesma arma poderia lhe fartar de milhares de reais durante um mes, com suas ações criminosas migratorias.

Policial executado por criminosos, nota recebeu um tiro de fuzil 7.62, que é capaz de atravessar  facilmente uma parede de tijolos, e não existe colete balistico que segure esse projétil!

Novamente agora veêm algumas pessoas do governo, devido á tragedia ocorrida na escola Tasso da Silveira, onde ocorreram aqueles crimes horrendos, onde variavelmente até seria considerado um crime isolado, se não fossem pelas armas de fogo compradas com á maior facilidade pelo criminoso em qualquer boca das cidades, porque o bandido não compra arma em lojas e nem espera sair o seu porte obrigatorio, sendo que aquelas armas são consideradas pelo proprio crime como de calibres ultrapassados, eram uma de calibre 32 e á outra de calibre 38, hoje em dia o crime esta utilizando de pistolas de ultima geração, semi e automáticas, sub-metralhadoras, fuzis de guerra etc, essas todas produtos de contrabando, agora um detalhe quem ninguém ainda citou são as armas artesanais que não entram em nenhuma pesquisa, o crime organizado possui tecnologia suficiente para á construção de armas artesanais de primeiríssima qualidade, ou sera que os especialistas de segurança publica desconhecem esse detalhe?
Num passado recente foram apreendidas algumas armas artesanais, idênticas ás originais, sub-metralhadoras e pistolas que funcionavam muito bem e disparavam rajadas impressionantes, e também granadas e bombas artesanais, como os criminosos possuem tecnologia para fabricação das drogas eles também possuem tecnologia para fabricação de armas, isso esta mais do que na cara, e o impressionante de tudo isso é que ainda ficam pessoas  subestimando o potencial criminoso, como a dizer deles serem incapazes de fazer tal coisa!
E nisso eles vão ganhando espaço e tempo para se armarem e se "frutificarem"pelo pais.
Ao invés de se perder tempo de novo com essa campanha do desarmamento.
O Congresso Nacional possui total soberania para votar uma reforma judiciaria, é só se dar prioridade para esse projeto de maxima utilidade publica, e pronto!

Porque então não se promover um referendo popular sobre á reforma judiciaria, da criação de leis que realmente deêm segurança ao cidadão contribuinte, que nos dias de hoje é punido duas vezes, pelo crime a que passou e depois ao ver o criminoso sair pela porta da frente da cadeia dando risada da cara de todo mundo.

De-se aumentar á pena maxima de 30 para 50 anos, reduzir á maioridade penal para 16 anos, de-se minimizar essas saidinhas absurdas de criminosos que não teêm á minima condição de estarem em liberdade plena, leis de transito onde motoristas embriagados desrespeitam as normas, cometem crimes barbaros e recebem uma punição edruxula.
Á piramide inversa diz corretamente da inversão dos valores e da inoperancia das leis( Fonte Serendipidade Blog)

Deve-se acabar com essa bajulação absurda em cima de vagabundos e infratores das leis, que não produzem nada de bom, que geram violencia e que não respeitam nada e ninguém, e atraves disto, de-se valorizar o cidadão contribuinte que paga todos os seus impostos em dia e não consegue ter o minimo de paz e sossego nem em sua propria
residência.
 Ninguem aguenta mais viver nas cidades, exposto á uma serie de situações aterradoras de violência, tudo isso ocorre porque á criminalidade não tem mais medo da justiça nem das suas leis, são muitos benefícios e poucas obrigações dos condenados, á justiça brasileira tem por obrigação  proteger o cidadão de bem, e excluir severamente todos aqueles que causarem danos para á sociedade ativa.
Postar um comentário