Visualizações de páginas da semana passada

TODAS AS POSTAGENS DO BLOG

OBRIGADO PELA VISITA, SEJA BEM VINDO, ESPERO QUE GOSTE, VOLTE SEMPRE.
Loading...

Pesquisar este blog

sexta-feira, 2 de junho de 2017

VITIMA DE UM MONSTRO!

Ele estava agitado, desorientado e agressivo e foi atendido pela psiquiatra de plantão. O jovem tentou se jogar da maca quando soube que ficaria internado. De acordo com o jornal “O Globo”, no prontuário, a médica afirmou que Andreas estava sujo, com os cabelos compridos e com as roupas rasgadas, tinha múltiplos ferimentos pelo corpo e seus sintomas eram condizentes com “abuso de substâncias ilícitas”. Andreas estava preocupado com uma medalha dourada em que se lia o sobrenome Richthofen, retirado de sua posse para evitar que ele se ferisse com o objeto. Segundo a Prefeitura, no dia anterior, Richthofen havia sido abordado na região da Cracolândia por equipes da Secretaria Municipal da Saúde. A ele, foram oferecidos cuidados e tratamento médico, mas o rapaz recusou.  
Uma família tipicamente normal até
 o demônio Suzane mostrar suas garras!
Andreas desde o principio se mostrou
 bastante arrasado com a morte dos pais.
Richthofen estaria frequentando a Cracolândia. O local seria usado por ele como ponto de abastecimento, para compra de drogas, de acordo com fontes oficiais. Ao ser detido nesta terça por policiais. Andreas Richthofen estava completamente desorientado e falou que estaria agindo sob ordens de um “imperador”. Triste demais essa situação causada por uma pessoa insana, má, homicida e egoísta, ou seja a irmã desse jovem, Suzane Von Richthofen, que sem duvida alguma é a principal responsável agora pela situação caótica vivida pelo seu irmão. Ao qual demostra claramente não ter assimilado os efeitos avassaladores causados pela irmã que no ano de 2002, precisamente no dia 31 de Outubro, juntamente com o seu namoradinho monstro Daniel  e seu irmão Cristian Cravinhos. 
E muito diferente da irmã assassina, que 
em apenas alguns dias da tragedia
 realizaria um festão na mansão
 dos pais mortos!
Imaginem o que deve passar na cabeça 
desse jovem que como todos nesse pais,
 foi vitima por duas vezes, e sofreu mais
 ainda ao ver a criminosa sair rindo
pela porta da frente da cadeia!
Agora quem entre nós conseguiria assimilar um crime brutal desses, ter o pai e a mãe trucidados dentro de sua própria casa, com as cabeças esfaceladas com os  miolos espalhados pelo quarto, e se descobrir que o responsável por essa barbárie foi aquela que deveria zelar por eles e nunca trucida-los dessa forma terrível! Ou seja a propria irmã. Imaginem como deve estar a cabeça desse jovem, que tinha uma vida confortável, uma família "perfeita" e que em apenas alguns momentos tudo foi destruído e jogado ao léu por sua irmã demônio. Agora como todas as pessoas que vivenciaram esse terrível crime através das noticias, e ficaram extremamente chocadas, agora imagine ele que presenciou tudo isso ao vivo e a cores. Foi um choque emocional descomunal recebido pelo jovem que agora lhe esta causando efeitos devastadores em sua mente, e o levando a virar um trapo humano, frequentando lugares estagnados e putrefactos como a cracolândia e usar drogas para tentar fugir de toda essa lembrança do passado. 
Uma tragedia que ainda causa 
estragos passados ja alguns anos.
Andreas Richthofen, que sofreu com os crimes
 de sua irmã monstro, hoje sofre novamente
 em não conseguir se ver livre das terríveis
e torturantes lembranças do passado.
Ora não é nem preciso ser psiquiatra para se saber o quanto essa situação mexeu com sua cabeça. Somente a bondosa justiça brasileira entende que o demônio Suzane Richthofen não é um monstro e que merece todas as regalias previstas em lei, como sair de indultos da cela pra visitar os pais (que ela exterminou). Quem sabe seja isso que revolta ainda mais o jovem que amaldiçoou a irmã pelo seu crime, e que comemorou quando ela foi condenada, mas que agora se sente indignado como as demais pessoas com o tratamento vip dado a ela pela justiça brasileira, ao qual ate agora ninguém consegue entender como uma pessoa que mata o pai e a mãe,  consegue receber da justiça um beneficio de saidinha temporária para visita-los em seus respectivos dias. Finalizando esse raciocínio um crime desses com total exposição de violência e premeditação, facilmente teria uma condenação bastante rígida, como uma sentença de prisão perpetua ou ate pena de morte.
Fonte Isto é.
Postar um comentário