Visualizações de páginas da semana passada

TODAS AS POSTAGENS DO BLOG

OBRIGADO PELA VISITA, SEJA BEM VINDO, ESPERO QUE GOSTE, VOLTE SEMPRE.
Loading...

Pesquisar este blog

sexta-feira, 6 de janeiro de 2017

GUERRA DE FACÇÕES.

Video feito pelos próprios 
presos no momento em que 
decapitavam os inimigos!
Os detentos da Família do Norte fizeram pelo menos quatro vídeos com celulares mostrando os corpos de seus desafetos do Primeiro Comando da Capital (PCC) e de outras vítimas da rebelião que deixou 56 mortos no Complexo Penitenciário Anísio Jobim (Compaj), em Manaus. Com até 3 minutos de duração, os vídeos são acompanhados pela narração dos bandidos, chamando as vítimas de "nego safado" e "canalha". A maioria está com a cabeça cortada ou gravemente mutilada.
O inferno veio a tona dentro da 
penitenciaria de Manaus!
Imenso alvoroço em Frente ao 
presidio rebelado de Manaus.
De acordo com Christino, a primeira facção que adotou a prática de cortar a cabeça dos desafetos foi o PCC. "Foi uma das lideranças, o preso Jonas Mateus, que começou com isso. Ele era açougueiro."No caminho para consolidar seu monopólio nas cadeias paulistas, o PCC decapitou em 1999, durante uma rebelião na Casa de Custódia de Taubaté, os presos Max Luis Gusmão de Oliveira, o Dentinho, Ademar dos Santos, o Da Fé, e Antonio Carlos dos Santos, o Bicho Feio, fundadores da facção rival CRBC. Uma das cabeças foi atirada nos pés do magistrado que negociava o fim da rebelião. Esse é o segundo maior massacre em presídios, em número de mortes, na história do Brasil, atrás apenas do ocorrido no Carandiru, em São Paulo, em 1992, quando 111 presos foram mortos. A entrada no presídio se deu após negociação.  Os reféns foram liberados e neste momento o Batalhão de Choque faz a avaliação final.
O Ministro da Justiça Alexandre
 de Moraes, e o governador de Manaus
 Jose de Melo, batem cabeça sobre 
a situação que poderia ter sido evitada.
Presos amotinados incendiaram 
vários setores da penitenciaria,
 causando ainda mais caos!
Essa entrada é decorrente da nossa negociação. O governador (José Melo) está acompanhando o passo a passo disso. Os reféns foram liberados agora, às 7h, nós fizemos a contenção do semiaberto e agora pouco entramos no regime fechado disse. Para Fontes o estopim da crise foi o narcotráfico: Os interesses são sempre ligados ao narcotráfico. Infelizmente em outros estados já ocorreu isso. Nós entendemos, o governo do estado do Amazonas e principalmente o governador José Melo, que isso é um problema do governo federal, um problema de todos e não só do Amazonasm que implica toda a sociedade. Nós hoje e ontem vivemos mais um capítulo dessa disputa pelo tráfico de substâncias entorpecentes  destacou.
A rebelião, segundo informações preliminares dão conta de uma briga interna entre duas facções.
Fotos tiradas pelos próprios presos 
demostram todo o armamento que 
eles possuíam dentro da prisão.
Atenção imagens fortes, não recomendável a pessoas sensíveis!
Corpos mutilados e destroçados, 
recolhidos no rescaldo dessa rebelião!
A grande verdade é que o sistema penitenciário brasileiro a muito tempo esta falido, é um grande deposito de lixo humano escancarado, onde ninguém em sã consciência tem coragem de assumi-lo e mudar tudo. Mudar tudo sim pois é um sistema carcerário totalmente errado, onde não existe a minima condição de um criminoso se regenerar verdadeiramente, pois os administradores gerenciam-no a muito tempo apenas empurrando com a barriga. E tambem não é segredo para ninguem que o crime organizado é que manda nas penitenciarias. Esse pcc mesmo surgiu no ano de 1994 na Casa de Custodia  de Taubate, onde os considerados piores criminosos de São Paulo e do pais, ficavam nessa prisão no temido Anexo da Custodia. Que na epoca era a prisão mais segura do pais sem registrar nenhuma fuga em muitos anos, e onde o regime diferenciado fazia os criminosos tremerem de medo.
Funcionários do I.M.L., recolhendo 
partes dos corpos dos detentos
 mortos na rebelião de Manaus!
Essas tres cabeças cortadas pertencem
 a rivais do p.c.c., que os decapitou
 em uma violenta rebelião em 
Araraquara/SP em 2010.
Nessa epoca os piores criminosos juntos no Anexo, então criaram essa facção pcc, mas o governo de São Paulo sempre soube dessa facção pois os Asps (Agentes Prisionais) perceberam isso, ao recolherem faixas, cartazes dos presos e ate estatutos sobre a facção, e preocupados comunicaram aos chefes que então comunicaram aos seus superiores. E alguns desses superiores resolveram chamar os agentes de mentirosos, vagabundos e agitadores, alegando que essa conversa de pcc era tudo conversa fiada dos agentes. E que tudo era ficção e invenção da cabeça deles. Se naquela epoca esses administradores de meia tigela tivessem ouvido as vozes dos profissionais que convivem diretamente com esses criminosos, e que não estavam brincando, com certeza teria- se eliminado o mal pela raiz. 
Nessa guerra de facções não existe 
nenhuma piedade contra o inimigo!
Nessa hora  os presos do chamado " setor
 de seguro" , estupradores, pedófilos, 
alcaguetas (x9), também sofrem nas 
mãos dos demais presos, que são
 torturados e mortos sem piedade!
Mas preferiram ao inves de "abrirem guerra" contra os presos, resolveram ignorarem as informações importantes e abrirem guerra contra os agentes. E deu nisso dai que todos podem ver hoje, uma facção criminosa que ja tomou conta de todas as prisões de São Paulo, do Sul, Sudeste, Norte e ate ja ultrapassaram as nossas fronteiras, chegando ja a outros paises. E que cresce a cada dia mais e mais. Agora dois detalhes impressionantes nessa historia dessa rebelião de Manaus, a primeira é que a marca registrada do pcc, é a degola de seus inimigos, ou seja eles matam e cortam as cabeças dos inimigos e expõem-nas, (esse pcc não é nada santinho não, eles cansaram de fazer isso contra outros rivais dentro das prisões em São Paulo) Mas que agora esse veneno foi tomado por eles mesmos, pois a outra facção inimiga se utilizou disso contra eles. O outro detalhe é que a demora na identificação dos mortos se da por causa disso, pois todos os mortos tiveram suas cabeças cortadas, e dai ate se encontrar o corpo e a cabeça certa é como (sem redundância) um quebra cabeças sinistro.
Fonte O Globo.
Postar um comentário