Visualizações de páginas da semana passada

TODAS AS POSTAGENS DO BLOG

OBRIGADO PELA VISITA, SEJA BEM VINDO, ESPERO QUE GOSTE, VOLTE SEMPRE.
Loading...

Pesquisar este blog

segunda-feira, 16 de janeiro de 2017

FABRICA DE MONSTROS!

Ontem quando eu assistia esse fantástico filme "Invocação do Mal" de James Wan, que narra a historia real do casal Ed e Lorraine Warren, dois especialistas em demonologia e clarividência, desde os anos 60, respeitados mundialmente por diversos trabalhos de exorcismos e palestras nessa area. Pois bem, esse casal investigou aquela celebre historia ocorrida no ano de 1974 na cidade de Amityville, onde um jovem de 23 anos de idade Ronald de Feo Jr, assassinou a família inteira com um rifle Marlin 336, 0,35 milímetros, bem próximo do calibre 38, porem de alta potencia, devido ser uma arma longa,  quando todos ainda dormiam. Pois bem, segundo o apurado ate hoje, ele teve ajuda de cúmplices do alem, para realizar esse terrível crime.
Momento em que Ronald de Feo foi 
preso pela policia apos uma sequencia
 de assassinatos contra a propria família.
Retirada dos corpos das vitimas do
 caso Amityville, que chocaram 
os EUA, e o mundo. 
Segundo ele mesmo afirmou e ainda afirma ate hoje, o demonio praticamente o obrigou a assassinar a família inteira, falando em seus ouvidos dia e noite sem parar, ate chegar o fatídico dia de 13 de Novembro de 1974, que para muitas pessoas impressionistas, não era uma Sexta Feira 13,  e sim uma Quarta Feira 13. Como que numa lavagem cerebral, tirando a vontade propria da pessoa e infiltrando algo maligno em sua mente, capaz de modificar sua conduta e faze-lo teoricamente cometer esses assassinatos. Ora a defesa de Ronald de Feo se apegou  com unhas e dentes nessa possibilidade fantasmagórica (pois nada tinham a acrescentar a defesa alem disso e do fato de demencia). Pois teoricamente uma familia inteira havia sido dizimada, e o filho mais velho era  um suspeito em potencial, mas  era um réu confesso dos crimes, e o unico que sobrara apara contar historia. 
Ronald de Feo hoje com 65 anos, 
onde a maioria de sua vida esteve
 atras das grades e vai morrer na prisão.
Ronald de Feo ate hoje alega não ser o
 culpado pelas mortes de sua família 
ele diz que a unica coisa que fez foi 
apertar o gatilho da arma.
Porem com uma versão do outro mundo para sua finalização. Ora acredite quem quiser que o demônio e seus discípulos do mal, foram os cúmplices desse múltiplo assassinato, e que por causa disso o réu mereceria uma penalização mais branda, por ter sido apenas o finalizador do crime, sendo que os mentores de tudo foram os seres de outro mundo, que o assediaram ao maximo, fazendo, com que ele saísse do seu estado normal de conduta e postura, e cometesse essa bestialidade familiar. Ora tenham a santa paciência para uma coisa dessas! Bom se foi o demônio ou não que induziu Ronald de Feo a cometer esses brutais assassinatos, para a justiça americana não importava, o que importa é que ele foi o único que sobrou da família, tinha traços e respingos de sangue em suas roupas, e o principal de tudo.
Acredite se quiser, mas teve 
gente idiota e mal informada que
 pediu autografo a esse monstro!
Grande parte da nossa mídia foi
 a culpada por tentar  transformar 
esse demônio em santo e heroi!
Ele confessou todas as ações com grande riqueza de detalhes, ao qual somente mesmo o autor poderia descrever. E apenas essas provas, juntadas a confissão, ja seriam suficientes para o colocarem-no pelo resto de sua vida errante  na cadeia, fato que ocorreu no ano de 1975, ele foi julgado e considerado culpado pelos crimes e condenado a seis sentenças consecutivas de 25 anos sem direito a condicional. Totalizando 150 anos de prisão, ao qual se transformaria em uma sentença de prisão perpetua, pois nos Estados Unidos não existe essa aberração jurídica, a tal de progressão de pena, inventada aqui no Brasil para favorecer os criminosos da pior especie e esvaziar as cadeias, portanto ele se vivesse 150 anos, teria que vive-los preso e enjaulado como uma besta humana nociva a sociedade todos esses miseráveis 150 anos.
Não podemos tratar criminosos frios e cruéis 
como "vitimas da sociedade" quem 
defende essa tese absurda, deveria 
ser internado em um hospício!
Não resta nenhuma duvida de que Ronald De
 Feo foi o autor dos horrendos crimes contra
 a sua própria família, e a justiça nunca 
pode amolecer com criminosos 
cruéis como acontece no Brasil!
 So para se ter uma ideia da gravidade dessa situação chamada progressão de sentença, se fosse aqui no Brasil, Ronald de Feo se vivesse os 150 anos, ele estaria fora da prisão a muito tempo antes disso, ou seja, ele cumprindo os 30 anos que a justiça cita como o máximo possível de punição a um condenado cumprir. Entendam como funciona essa aberração, no Brasil ninguém pode ficar preso por mais de 30 anos, independente do crime que tenha cometido, pois a justiça considera essa sentença ser uma tortura ao condenado. E em momento algum a justiça cita dos riscos de-se colocar novamente nas ruas um elemento que por 30 anos,  que apenas respirou e vivenciou cadeia por todo esse seu tempo de vida inutil. No ano de 1997, precisamente no dia 26 de Agosto, João Acacio Pereira da Costa, o conhecido bandido da luz vermelha.
Suzane Richthofen participou diretamente 
na morte dos pais e ja esta praticamente
 com os pés na rua, parece que 
no Brasil o crime compensa!
So para ser uma ideia o primeiro Jack estripador
 de 1888 que nunca foi descoberta a sua 
identidade, se por acaso aparecesse hoje
 ele iria para a cadeia, não tem nada desse
 negocio de prescrição de crimes, houve
 um crime, houve uma vitima e o 
criminoso deve ser punido!
Foi liberado e colocado novamente as ruas depois de ter cumprido rigorosamente os 30 anos que a justiça previa, sendo que a sua sentença total por todos os seus crimes era de 351 anos de prisão ou seja tinha cumprido apenas  um pouco mais de 10% do total de sua sentença. Pois bem para os genios e bondosos da nossa justiça, recolocaram novamente esse demônio nas ruas e em Janeiro de 1998, apenas 4 meses de sua liberdade, ele foi morto por uma pessoa com um tiro de espingarda, quando tentava estuprar uma senhora idosa. Esta na cara que isso iria acontecer somente a justiça muito bondosa com as feras não percebeu isso! Agora voltando ao caso de Feo, o que a população americana diria e faria, se por acaso esse monstro assassino que eliminou toda a familia, recebesse um indulto do dia das crianças, para visitar a irmã morta por ele, do dia dos pais para visitar o pai tambem morto por ele, e do dia das mães tambem morta por ele? 
Ninguem quer transformar a justiça
 em objetos de tortura, mas tambem
 não podemos permitir que criminosos 
da pior especie sejam beneficiados
 por leis fajutas a todo momento!
Em países mais evoluídos do que o nosso, são utilizados diversos meios de penas capitais 
como a pena de morte, como forma de 
controlar a violência, pode ser que os 
números não diminuam, porem um tal
 criminoso condenado a ela, jamais 
reincidira em outro crime.
Foi o que aconteceu com a matricida e patricida Suzane Richthofen. Que juntamente com o namoradinho demônio Daniel e o ex-cunhado Cristian Cravinhos, se uniram e planejaram e executaram os crimes contra o casal Richthofen no ano de 2002 em plena madrugada do dia das bruxas (muito sugestiva essa data) . Esfacelando as cabeças deles a golpes de barra de ferro. Esse crime chocou toda a população, porem algo que ainda chocou muito mais foi o comportamento da justiça brasileira ou seja a patética e  bondosa justiça brasileira perante esses assassinos crueis e indignos de pena. Os dois irmãos cúmplices Daniel foi condenado também a 39 anos de prisão e seu irmão Cristian Cravinhos foi condenado a 38 anos, mas a muito tempo ja estão de novo nas ruas beneficiados por uma lei fraca e ridícula, desde 2013 os mesmo ganharam o direito de migrarem do regime fechado para o regime de semi aberto. 
No Brasil se houvesse um restruturamento em todo sistema penitenciário e judiciário, para se diluir essa regressão de pena, pois alguns criminosos são irrecuperáveis por natureza e devem ser tratados com maior atenção e rigor pelas leis atuantes!
O sistema penitenciário brasileiro a muito 
tempo esta falido e jogado as traças, como
 administrar uma penitenciaria tida como 
de segurança máxima onde vários detentos
 se utilizam de aparelhos celulares para
 controlarem suas quadrilhas e darem
 golpes nas pessoas nas ruas?
Alem dela ter sido condenada a uma sentença ridícula de 39 anos, essa mesma ainda foi fragmentada por essa tal de progressão de pena. E aqueles 39 anos que ja seriam poucos pela imensidade da crueldade de um criminoso voltada contra os próprios pais, de um ser com total desprezo pela vida humana,  daqueles 39 anos, devido ter cumprido 1/6 da pena, ela com 12 anos cumpridos ja ganhou o direito de regredir de regime, saindo do regime fechado, para o regime de semi aberto, ao qual tem o direito de sair para trabalhar, e voltar a noite para a prisão, (seria como se ela estivesse em sua propria casa), e tambem possui outros direitos mais, como o que aconteceu na proximidade dos dias das mães quando ela recebeu "merecidamente da bondosa justiça brasileira" o direito de sair juntamente com varias outras sentenciadas e sentenciados. Agora pasmem para essa aberração, ela recebeu da justiça brasileira como premio o beneficio de sair no dia das mães para visitar a mãe que ela e seus cúmplices diabólicos exterminaram!
Superpopulação carceraria é um problema mundial, 
porem em países sérios existe um trabalho 
mais visado em isolação do criminoso 
da sociedade do que em sua recuperação.
Flagrante da policia em ladrão roubando com uma tornozeleira, a justiça brasileira acredita que 
todo ser humano é recuperável, grande 
engano, a maioria dos criminosos  reincidem
 novamente em crimes, por isso deveriam 
receber um tratamento todo especial
 dessa mesma justiça.
 Como explicar uma aberração dessas? E como ja era previsto para uma criminosa de alto grau de perversidade e maquiavelismo, sua saida foi antecipada devido ela ter repassado o endereço errado a justiça. Fato so descoberto porque a Rede Globo foi entrevista-la no endereço entregue pela justiça e não a encontrando, denunciou o fato, agora segundo a propria justiça, devido essa falta grave de tentativa de burla da vigilância ela seria severamente punida ao qual não lhe seria permitida uma outra saida. Coisa nenhuma, referente a sua burla da vigilancia, segundo a justiça ela não teve nenhuma culpa (imagina ela ser culpada de alguma coisa, ela é  tão boazinha a unica coisa que ela fez de ruim foi matar o pai e a mãe, so isso) e a considerou inocente nesse caso e com isso ela pôde sair nas vésperas do Natal e passar o Natal e Ano Novo nas ruas "porque merece". Então é assim que funciona a nossa justiça, é patética uma situação dessas! Por causa disso e de outros casos berrantes, que somos reconhecidos mundialmente como o pais da impunidade e um dos países mais violentos do mundo! Agora ate entende-se o lado da justiça em puni-la pela sua tentativa de burlar o sistema, ora para quem matou pai e mãe, e foi agraciada com uma centena de benefícios e direitos, agora para que puni-la  apenas por ela ter burlado a segurança?
Fonte Wikipedia.
Postar um comentário