Visualizações de páginas da semana passada

TODAS AS POSTAGENS DO BLOG

OBRIGADO PELA VISITA, SEJA BEM VINDO, ESPERO QUE GOSTE, VOLTE SEMPRE.
Loading...

Pesquisar este blog

segunda-feira, 5 de dezembro de 2016

DEEM UMA CHANCE A PAZ.

Mark David Chapman, é um prisioneiro americano cumprindo uma sentença de prisão perpetua, por ter cometido um crime banal, em New York na noite de 08 de Dezembro de 1980, onde nessa noite ele em uma premeditação comprovada, e realizada nos minimos detalhes, fez com que ele seguisse sua vitima, e anotasse todos os seus passos desde a sua saida de casa, retorno e tudo referente a ela, se tornou um espião obsecado. Sabendo de tudo que lhe interessava sobre sua vitima, então  nessa data descrita, se aproximou da mesma, e sem lhe dar a minima oportunidade de defesa.
John Lennon atendeu seu algoz assassino, 
dando-lhe um autografo, e ao virar-se
 foi covardemente atingido com 
cinco tiros nas costas pelo mesmo.
Logo apos ter sido muito bem atendido pela vitima, e quando a mesma se encontrava de costas para o mesmo, caminhando para entrar em sua residencia, o portentoso e sinistro edificio Dakota, ele sacou de um revolver calibre 38, e desferiu cinco tiros nas costas da vitima, que caiu no chão e ficou agonizando, esse foi um dos crimes mais revoltantes do seculo, pois a vitma desse psicopata assassino nada mais era do que um dos  maiores genios musicais de todos os tempos John Lennon. Foi um fato que marcou a historia mundial, pela banalidade do crime, de um elemento alucinado, e cometido contra um cidadão tido e conhecido pelas suas diversas campanhas em prol da paz mundial.
John Lennon andava normalmente pelas
 ruas, sem guarda-costas, e nem se preocupava 
com a violencia que um dia iria ataca-lo.
Atraves de suas musicas, suas mensagens e tambem de suas participações em diversos movimentos em favor da paz universal, e que foi vitima de uma mesma violencia que ele combatia, e por um elemento que era um dos seus fãs, mas que em sua psicopatia transloucada, acabou por colocar fim em uma historia de um homem, de uma forma muito tragica e revoltante. Sua sentença previa, uma pena de prisão perpetua, mas com possibilidade de uma prisão condicional quando houvesse completado vinte anos dessa pena. Em 2000, quando então ja preso por vinte anos, teve o direito de solicitar a prisão condicional, e uma junta psiquiatrica, medica, juridica, se formou e resolveu que ele ainda não possuia todas as condições plenas de uma vida em convivio com a sociedade.
Um elemento que comete um crime covarde, 
cruel e banal como esse, não deve ter o direito
 de voltar ao convivio social, nunca mais!
 E pela primeira vez foi lhe negada a prisão condicional. E de la pra ca, ja foram sete tentativas de sair da prisão pela porta da frente mais a justiça americana muito rigida com criminosos crueis, atraves dos meios legais de exames criminologicos, psicologicos e psiquiatricos, não permitiu que isso ocorresse, pois juridicamente, entende-se que "sua libertação neste momento, afetaria de maneira importante o respeito pela vida humana, e tenderia a banalizar essa tragica perda, desse seu crime atroz, cometido por uma frieza, calculismo e violencia premeditada, sem dar a minima chance de defesa a vitima".Ele durante os tramites legais do seu processo, alegou ter cometido esse crime, por estar ouvindo vozes, que o incitavam a realizar o crime. Seu mais recente pedido foi feito no dia 23 de Agosto de 2012, onde após uma video-conferencia, lhe foi negado pela setima vez por unanimidade pelos jurados.
Yoko Ono companheira inseparavel estava 
com John no dia de sua morte em
 frente ao edifico Dakota.
E ele só podera apelar novamente em uma audiencia marcada para o mes de Agosto de 2014, mas com certeza tambem lhe sera negada novamente, pois as autoridades e as leis americanas, são rigorosissimas contra esses tipos de crimes e criminosos, e valorizam a vida humana ao maximo, não dando tréla de forma alguma aos criminosos crueis, colocando-os em seus devidos lugares, que é um confinamento bem longo, distante do convivio social, e sem nehuma regalia, em respeito a dor das familias das vitimas pela perda, e tambem em resposta dura contra aqueles que não possuem um minimo de respeito pela vida humana preciosa. Agora isso ocorre com todo mundo, não é porque o fato foi com o John Lennon que existe o rigor. Funciona de forma geral, pois toda vida humana, merece respeito e dignidade, e o ser humano não possue o direito de tirar uma dessas por iniciativa propria e não responder adequadamente por isso.
Em 1969, o casal fez junto no Canada, 
uma campanha para a paz mundial, e ficaram 
varios dias em uma cama num hotel em Montreaux.
Eu gostaria que o nosso pais tambem fosse assim, onde criminosos crueis, parasitas sociais, que cometessem crimes, tambem fossem duramente interpelados pelas leis, sem nenhum tipo de beneficio, indultos, e que sentissem na pela todo o mal que cometeram! Por isso o nosso codigo penal necessita urgente de uma reforma geral, não para que se realize uma vingança contra os criminosos, mais que se dê, mais valor a preciosa vida humana, e a dor das familias que ficam sofrendo por todas as suas vidas, pela perda insubstituivel de seus entes queridos. A vida humana é uma dadiva divina de Deus, e  somente ele pode tira-la. Se esse crime estivesse ocorrido aqui no Brasil, esse demonio cruel, com certeza ja estaria solto nas ruas a muito tempo, beneficiado com uma serie de indultos vergonhosos.
John Lennon e os Beatles, com suas musicas
 e atitudes, realizaram uma verdadeira 
revolução no mundo inteiro, e suas
 musicas e mensagens serão eternas.
Criados apenas para favorecerem a vida dos criminosos, mas que é uma ofensa a dignidade humana e uma crueldade contra os familiares das vitimas,  que sofrem novamente ao verem aqueles que lhes tiraram seus bens mais preciosos, e que nunca mais irão tornar a reve-los mais em contrapartida, irão ver o criminoso solto nas ruas como se não houvesse feito nada, tivesse exterminado apenas um cachorro, ou um animal sem valor. Eu relembro um caso vergonhoso ocorrido em Caçapava, onde um elemento japones, juntamente com sua mãe e irmã, arrumaram "uns caras" para matarem o proprio pai, e conseguiram esse intento,  fato consumado, que foi descoberto pela policia, isso foi em 2003, onde ele confessou o crime e foi preso por ter conspirado na morte do proprio pai, e no ano de 2008.
 Maria Kasumi Harada, a esposa e 
uma das assassinas de Kazu Harada.
 Ele foi agraciado por bom comportamento, a ter o direito de sair no indulto, agora sabe qual foi esse indulto?Acredite se quiser! Ele foi agraciado pela "generosíssima justiça brasileira", a sair da cadeia,  no indulto do dia dos pais! E passar o dia dos pais com o seu pai! Olha só "que beleza"! Ele matou o pai, foi preso, (e no decorrer do cumprimento de sua sentença mediocre para um tipo de crime desses) e ganhou como premio por sua "belissima" conduta, o direito de visitar o pai que ele havia assassinado junto com outros marginais! Durma-se com um barulho desses! 
Quem achar que isso é piada, é só acessar o Google e pesquisar o nome "George Alexandre Harada"japones que matou o pai em Caçapava SP, que vai sair essa historia fantastica, que apesar deles terem cometido contra um proprio ente,  no caso o proprio  pai, sem lhe dar nenhuma chance de defesa, hoje todos eles ja estão nas ruas, menos a esposa Maria Kasumi Harada, que faleceu em 2008.
Fonte G1.
Postar um comentário