Visualizações de páginas da semana passada

TODAS AS POSTAGENS DO BLOG

OBRIGADO PELA VISITA, SEJA BEM VINDO, ESPERO QUE GOSTE, VOLTE SEMPRE.
Loading...

Pesquisar este blog

domingo, 27 de novembro de 2016

FATAMORGANA.

Durante séculos, os marinheiros em alto-mar supostamente viam tudo, desde navios fantasmas até monstros marinhos, sereias e inclusive as lendárias Ninfas do Mar que seduziam marinheiros para a morte. Mas alguns desses contos de fadas podem ser explicados pela luz da física, através da temperatura e pela forma como o nosso cérebro processa a visão. O Fatamorgana é uma rara e complexa forma de miragem que pode ser vista tanto na terra como na água. Ao contrário da mais familiar miragem conhecida da água no deserto, o Fatamorgana é uma formação de miragem superior, onde pode fazer com que objetos, como navios e até mesmo cidades, pareçam flutuar no ar. Ocorre normalmente devido a uma inversão térmica.
Uma imagem segundo estudiosos, 
não existe e seria apenas
 mera ilusão de otica.

Uma miragem mais sofisticada que 
consegue enganar o cérebro 
humano e deixa-lo confuso.
 Objetos que se encontrem no horizonte como, por exemplo, ilhas, barcos ou icebergues, adquirem uma aparência alargada e elevada, similar aos “castelos de contos de fadas”. A Fata Morgana mais célebre é a que se produz no Estreito de Messina, entre a Calábria e a Sicília. Com tempo calmo, a separação regular entre o ar quente e o ar frio (mais denso) perto da superfície terrestre pode atuar como uma lente refratante, produzindo uma imagem invertida, sobre a qual a imagem distante parece flutuar. Os efeitos FataMorgana costumam ser visíveis de manhã, depois de uma noite fria. É comum pelas manhãs nos mares árticos, com o mar muito calmo, e é habitual nas superfícies geladas da Antártida. 
Uma cidade sobre as nuvens em um
 lugar onde ela nunca deveria estar.
Muito complexa essa situação, e
 apenas as explicações cientificas 
não respondem todas as duvidas.
Os efeitos de Fata Morgana são miragens ditas superiores, diferentes das miragens inferiores, que são mais comuns e criam a ilusão de lagos de água distantes nos desertos ou em estradas com o asfalto muito quente. De acordo com um artigo da wired.com,r  essa ilusão de otica é criada quando a camada mais densa de ar na superficie reflete a imagem de um objeto distante e baixo. Mas o nosso cerebro ainda consegue ver objetos, como se eles efletissem a luz vinda de um caminho em linha reta, de modo que o objeto pareça ser maior do que 
na verdade é, muitas vezes, flutuando no ar. A famosa lenda do “Holandês Voador” poderia ter começado quando os marinheiros testemunharam o Efeito Fatamorgana. 
Marinheiros experientes afirmam terem
 visto em alto mar cidades inteiras.
E em meio as nuvens eis que foram 
avistadas prédios, edifícios, torres, 
e ninguém entendeu mais nada.

Segundo os teóricos da conspiração, poderia ser uma rachadura no espaço tempo  que estaria propiciando a transposição de imagens vindas de uma outra dimensão paralela, pois existe a possibilidade de estar-mos vivendo em paralelo com varias outras dimensões, ocupando cada uma delas uma frequencia no espaço tempo diferente uma da outra, que poderia serem deslocadas de seu local de origem atraves de uma pequena fissura em seus compartimentos nucleares. São varias e diferenciadas hipoteses para essa situação porem nenhuma delas reflete uma resposta conveniente.
  Todos esses avistamentos poderiam
ser gigantescas naves mães reais.
Sem duvida uma teoria polemica que
 ira colocar ainda muito mais
 lenha a essa fogueira.

A verdade é que os cientistas ainda

 não conseguiram chegar a uma 
conclusão solida sobre esse assunto.


A sonda russa Phobus II destruída, 
conseguiu imagens de 
uma aeronave em forma de agulha
 gigantesca patrulhando o espaço
 do planeta Marte, em 1988.

 A miragem deveria estar bem longe de qem gravou, e então foi usado um potente zoom na câmera. Isso explicaria porque a miragem parece tão alta. Outra miragem apareceu na China no dia 12 de Outubro. E dessa vez foi tirada somente uma foto, sem video, do fenomeno ocorrido no céu na provincia de Jiangxi. Nela podemos ver outra cidade fantasma com sua propria  paisagem arquitetonica. De acordo com as testemunhas a miragem ficou visivel durante 30 minutos. Agora segundo tambem os teoricos dos astronautas do passado, o que ocorreu na China na provincia de Jiangxi, não foi uma fatamorgana, e sim o avistamento real de uma astronave estraterrestre gigantesca conhecida como nave mãe. E chegaram  a essa conclusão devido em um passado recente terem sido avistadas e registradas em fotos e videos, no espaço precisamente proximo ao planeta Marte, uma dessas de tamanho descomunal, cerca de 15 quilometros de comprimento e 2,5 quilometros de largura, que destruiu as duas sondas russas Phobus I e II, e tambem consta o avistamento de uma nave colossal sobre o espaço chileno em 1992 com 450 quilometros de diametro, o tamanho extao de uma pequena cidade, dessas avistada no céu de Jiangxi. Então seria esse o misterio, cada vez mais extraordinario e misterioso de verdade.
Fonte BBC.
Postar um comentário