Visualizações de páginas da semana passada

TODAS AS POSTAGENS DO BLOG

OBRIGADO PELA VISITA, SEJA BEM VINDO, ESPERO QUE GOSTE, VOLTE SEMPRE.
Loading...

Pesquisar este blog

domingo, 23 de outubro de 2016

GUERRA, SOMBRA E AGUA FRESCA.

Guerra, Sombra e Água Fresca, seriado 
dos anos 1960 Da esquerda para a direita, 
Sgto. Chultz, Coronel Hogan e o
 impagável coronel Klink

Guerra, Sombra e Água Fresca.

Dentro de um campo de prisioneiros nazistas, oficiais aliados mantém uma grande base de operações, dando apoio a combatentes e cumprindo arriscadas missões de sabotagem e espionagem por trás das linhas inimigas. Usam uma grande rede de túneis (inspirada no filme The Great Escape) Á grande fuga e contatam o comando aliado através do rádio.O comandante do campo nazista é o incompetente Coronel Klink, o qual os prisioneiros ajudam a manter-se no cargo evitando registro de fugas. Além de Klink existe ainda o obeso sargento Schultz, que sabe ou desconfia das operações dos prisioneiros, mas que nada conta em função de todo tipo de suborno, chantagem ou enganação. Os alemães temem serem mandados para a "Frente Russa" (Eastern Front), terror que frequentemente os prisioneiros usam para conseguir seus objetivos.
O sargento chultz era um boneco
 nas mãos dos prisioneiros, e por 
isso era o mais engraçado de
 todos, lembrando em muito o
 Sargento Garcia do Zorro.
O líder e mentor intelectual 
do grupo de prisioneiros 
é o Coronel  Hogan. 
Guerra. Palavra que nos causa apreensão sempre que mencionada. Conflitos sem sentido ocorrem mundo afora e parece que a humanidade nunca aprende. Se uma coisa só traz morte, destruição e sofrimento, por que ela continua se repetindo?
Uma série cômica que se passa durante a Segunda Guerra Mundial, produzida entre 1965 e 1971, é que realmente merecia ser reprisada. Batizada no Brasil de Guerra, Sombra e Água Fresca (excelente adaptação do título original, Hogan`s Heroes [em português, Os Heróis de Hogan]), foi exibida por aqui pela Bandeirantes.
Eles viviam fazendo planos
 de fuga,mas verdade mesmo
 ninguem queria fugir.
Esse seriado trazia a tona parte da trágica 
historia vivida pelos condenados nos 
campos de prisioneiros, mas de uma 
forma bem hilariante.
Ja imaginou um prisioneiro inimigo 
confraternizando com seu algoz 
perseguidor, a serie mostrava isso!
Quem tem mais de trinta anos ou um 
pouco mais se lembra dessa serie
de Tv fantástica dos fabulosos anos 60.
Seus 168 episódios de meia hora narravam, com muito bom humor, as peripécias de um grupo de prisioneiros no Campo 13. A equipe comandada pelo Coronel Robert Hogan (Bob Crane [1929-1978]) era formada pelos Sargentos James (Ivan) "Kinch" Kinchloe (Ivan Dixon) e Andrew Carter (Larry Hovis) e pelos soldados Louis LeBeau (Robert Clary) e Peter Newkirk (Richard Dawson). O Sargento Richard Baker (Kenneth Washinghton) entrou na última temporada, substituindo o Sargento Kinchloe.
Mesmo sendo prisioneiro o Coronel 
Hogan, tinha muita habilidade em
 conversar com os soldados alemães, 
e invertia as situações, e as vezes
 ate parecia ser um deles.
Eles se passavam por prisioneiros de guerra, mas na verdade eram agentes secretos a serviço dos Aliados. Suas missões incluíam sabotagem, fuga de prisioneiros e até seqüestro de cientistas. O mais divertido é que tudo era feito “debaixo do nariz” do responsável pelo campo de prisioneiros alemão, o Coronel Wilhelm Klink (Werner Klemperer), que era auxiliado (ou não) pelo atrapalhado Sargento Hans Schultz (John Banner). Schultz era aquele típico personagem que ficava “em cima do muro” e que nunca via nem sabia de nada, ficando apavorado com ameaças de ser enviado para a frente russa. 
O hilariante Coronel Hogan (Bob Crane) 
ao lado do atrapalhado Sgt 
Schutz (John  Banner).

A  Gestapo procurando sempre
aviadores e paraquedistas  inimigos no front!
Que caiam no colo dos nazistas, e o que seria muito terrível na historia real, nessa serie, tudo acabava em uma grande festa.
Quem assistiu a série também vai se lembrar das belas secretárias do Coronel Klink, Helga (Cynthia Lynn, que participou apenas da primeira temporada) e Hilda (Sigrid Valdis, que entrou em seu lugar e ficou até o fim da série). 
Ao contrario das guerras tradicionais,
 esse tanque disparava muitos
 risos, ao invés das balas!
m1-abrams-lirp
Guerra, Sombra e Água Fresca foi cancelada pela CBS por causa de uma mudança na diretoria da emissora. Ainda fazia bastante sucesso quando foi tirada do ar. O encerramento da série foi o início da decadência do ator Bob Crane, que passou a se dedicar cada vez ao seu hobby de fazer vídeos caseiros pornográficos. Foi encontrado assassinado em um quarto de motel em 1978. Triste fim para o ator que trouxe tanta alegria com seu personagem. 
Robert E. Crane (Bob Crane), faleceu 
no auge de sua brilhante carreira.
Robert E.Crane, morto 
misteriosamente em 1978, céticos 
chegaram á dizer que sua morte teria  
haver com seu trabalho na serie 
de Tv, Hogans Heroes (Guerra sombra 
e agua fresca), que satirizava o nazismo, 
e por isso teria sido morto por simpatizantes 
desta causa.
Fonte CNN.
Postar um comentário