Visualizações de páginas da semana passada

TODAS AS POSTAGENS DO BLOG

OBRIGADO PELA VISITA, SEJA BEM VINDO, ESPERO QUE GOSTE, VOLTE SEMPRE.
Loading...

Pesquisar este blog

quinta-feira, 27 de outubro de 2016

NASCER DUAS VEZES.

Nascer costuma ser uma experiência única e irreplicável, mas não foi assim com Lynlee Boemer. A bebê de Lewisville, no Estado do Texas, "veio ao mundo" duas vezes. Primeiro, quando pesava apenas 530 gramas. Ela foi retirada do útero de sua mãe por 20 minutos para uma cirurgia vital após um ultrassom de rotina na 16ª semana de gestação revelar um tumor na sua coluna. Esse tumor, teratoma sacrococcígeo, vinha competindo com o feto por sangue, e elevando seu risco de ter uma falência cardíaca. A mãe de Lynlee, Margaret Boemer, estava esperando gêmeos, mas perdeu um dos bebês no primeiro trimestre de gravidez. Quando veio o diagnóstico do bebê sobrevivente, os médicos recomendaram que ela interrompesse a gestação por completo.
Uma historia pra la de emocionante, 
que demostra toda a importância da
 vida humana e de profissionais de 
verdade que amam o que fazem.
Poucas pessoas no mundo possuem
 o privilegio de nascerem duas vezes.
Porém, havia uma opção: uma arriscada cirurgia que que seria a vida ou morte para a criança. A bebê teria 50% de chances de viver. O tumor e Lynlee tinham quase o mesmo tamanho quando a operação foi realizada, na 23ª semana de gestação."A escolha era entre deixar o tumor fazer o coração dela parar ou dar a ela uma chance de vida", diz Margaret. "Foi uma decisão fácil: escolhemos dar vida a ela." O teratoma sacrococcígeo é o tipo mais comum de tumor encontrado em bebês, segundo o médico Darrel Cass, que fez parte da equipe do Hospital Infantil do Texas que operou Lynlee. Ainda assim, é bastante raro, sendo registrado em um a cada 30 mil a 70 mil nascimentos. Sua causa é desconhecida, e é quatro vezes comum em meninas que em meninos.
Um anjinho que desde cedo ja viu
 as dificuldades da vida, porem desde 
cedo tambem ja demostrou ser vitoriosa.
Os médicos fizeram uma cirurgia
 de alto risco, porem foram bem 
sucedidos e fizeram essa bela criança sorrir.
Cass disse que o tumor de Lynlee era tão grande que foi necessária uma incisão "enorme" para retirá-lo. Em dado momento, o coração da bebê parou de funcionar e um especialista a manteve viva enquanto a maioria do tumor era retirado. Ao fim do procedimento, ela foi colocada de volta no útero de sua mãe. Margaret passou 12 semanas em total repouso, e Lynlee "nasceu pela segunda vez" em 6 de junho, através de uma cirurgia cesariana feita próximo do fim da gravidez. Ela veio ao mundo saudável e pesando 2,4 kg. O nome, Lynlee, é uma homenagem às suas avós. Aos oito dias de vida, teve de ser operada de novo para remover o restante do tumor de seu cóccix. Hoje, está em casa e se recupera muito bem, segundo seu médico.
Lynlee dorme o sono dos inocentes,
 e nem imagina o que a medicina
 conseguiu fazer por ela.
Depois de todo esse drama, hoje
 a família comemora pelo imenso
 sucesso da cirurgia,ao lado 
da pequena Lynlee 
São historias como essa que enchem os nossos corações de orgulho e satisfação, em saber-mos que apesar de todas as negatividades e obstáculos, o nosso mundo tem jeito, basta apenas que deixemos o orgulho, ambição, maldade, de lado e invista-mos no amor. Ao semelhante, essa historia demostra um drama particular de uma criança, porem medicos, aqueles profissionais de saúde extremamente dedicados e atenciosos, teceram um novo rumo a uma historia de vida. E uma criança praticamente condenada, teve uma nova oportunidade de vida e venceu. Provavelmente os médicos nem conheciam essa familia e a criança, mas assim que começaram seus brilhantes trabalhos, então toda aquela discrição inicial, se engrandeceu, e se tornou em uma imensa satisfação, e hoje podemos afirmar que essa família abençoada, cresceu e agora todos fazem parte dessa família vencedora.
Fonte BBC.

quarta-feira, 26 de outubro de 2016

O SER HUMANO É CRUEL!

Um homem de 36 anos foi resgatado pela Polícia Civil de São Paulo após passar 20 anos acorrentado em uma pequena casa da própria família no bairro dos Pimentas, em Guarulhos. Segundo informações do jornal 'Folha de S.Paulo', Armando Bezerra de Andrade foi libertado na última quinta-feira (20). Ainda segundo a Folha, o pai e a madrasta da vítima, além do filho dela, não foram detidos. Vizinhos disseram Andrade estudava na escola do bairro e tinha amigos, mas quando tinha entre 16 e 17 anos desapareceu. Testemunhas disseram que os policiais foram até ao local do cárcere após uma suspeita de tráfico de drogas na vizinhança. Após buscas pelos traficantes, os agentes entraram na casa e acharam o rapaz. Ainda segundo a Folha, o homem estava acorrentado a uma cama e com a barba na altura do umbigo e repleta de fezes. Vizinhos suspeitam de que a madrasta, que também é enfermeira, dopava o enteado para acalmá-lo.
Amando Bezerra sentiu na própria 
pele toda a maldade humana, 
vinda de seus próprios parentes! 
Quase duas décadas preso em
 um cubículo imundo, sem 
ter feito nada de errado!
A família de Andrade se mudou no último sábado (22). Segundo a Folha, vizinhos disseram que tentaram impedi-los de sair, mas não conseguiram. Os moradores ainda reclamaram que a família não foi presa. João Batista, jardineiro de 58 anos, mora na vizinhança e falou sobre sua relação com o garoto. "O Armandinho cresceu e vivia sentado aqui na frente da minha casa conversando comigo e com todos os vizinhos. Era bom menino, mesmo quando a madrasta batia nele na frente de todos", disse. Após o sumiço, vizinhos questionavam o pai do garoto, que dizia que ele havia se mudado do local. "Sempre uma história diferente. Mas dizia que ele estava bem", afirmou o jardineiro. Nelson de Jesus, de 30 anos, cresceu com Armando. "Ele amava Nirvana e Charlie Brown Júnior. Nós empinávamos pipa juntos. Foi a última vez que o vi".
A policia civil descobriu essa barbárie 
por acaso, ao investigarem uma 
denuncia de trafico de drogas!
Provavelmente o jovem era dopado dia
 e noite, por isso, ele não tinha nenhuma
 reação ou tentativa de fuga do local!
Um vizinho, que não quis ser identificado, diz não conseguir acreditar que Armando estivesse na região. "Fazíamos churrasco a poucos metros de onde ele estava. Nunca ouvi um pio dele. Creio que a madrasta, que era enfermeira, o mantinha dopado. É muita crueldade, desumano". Isso não é nenhuma historia de ficção cientifica, é a pura realidade social, e a tamanha crueldade de pessoas desprovidas de sentimento humano, de como conseguem serem assim tão más, com um semelhante, e no caso do pai. Que pai é esse que permite seu filho ser torturado por todo esse tempo, e não mover uma palha para finalizar o seu sofrimento? Realmente não da para se entender uma situação dramática como essa. Segundo o apurado o jovem não possuía nenhum distúrbio ou doença (ao qual também não justificaria nenhum tratamento terrível como esse) era um jovem absolutamente normal, que ia a escola, tinha sonhos, tinha uma vida, e que por pura maldade foi esquecido dentro de um comodo imundo.
Não tem como não ficar revoltado
 com uma situação dessas!
Uma tortura sem igual contra um 
semelhante, que perdeu boa parte de
 sua juventude preso como um bicho!
Uma pessoa que passa por uma situação
 dessas sem duvida tera que recomeçar
 do zero absoluto, pois com certeza imensos
 traumas psiquiátricos foram criados!
Agora depois de resgatado desse calvário, o que vai ser dele? E o que vai ser desses tres carrascos, o pai, a madrasta, e o filho da madrasta que em comum acordo realizaram essa barbaridade contra uma pessoa indefesa? A população ficou muito revoltada com essa descoberta e grita por justiça. Mas sem duvida, é mesmo uma situação muito revoltante, e inacreditável que tenha ocorrido em pleno seculo XXI. Pelo grau de maldade utilizada contra o jovem esses tres carrascos, deveriam ficar presos pelo menos o tempo em que o jovem ficou acorrentado, ou seja 17 anos e alguns dias, mas como nos conhecemos a nossa bondosa justiça brasileira, é bem capaz deles nem serem presos, e apesar da imensa crueldade ainda ganharem o direito de responderem a esse processo em liberdade, ao qual dara ainda mais ares de revolta ao caso. Essa situação demostra mais uma vez como certos seres humanos conseguem serem maus e cruéis, e não economizam nem um pouco seus ímpetos de maldade, e o fazem sem nenhum remorso ou complexo de culpa!
Fonte Folha de São Paulo.

terça-feira, 25 de outubro de 2016

FALSOS PROFETAS.

O Tribunal de Justiça do Rio Grande do Sul por meio de decisão da 9ª Câmara Cível condenou a Igreja Mundial do Poder de Deus a devolver a doação de 7. 000 reais feita por um fiel idoso que diz ter sido convencido pelos pastores de que seria curado do câncer que sofria nos cultos evangélicos. Segundo decisão publicada em 18 de Outubro, os valores foram corrigidos desde 2013, quando a doação foi feita, e o idoso irá receber cerca de 20. 000 reais. Na decisão, os desembargadores relataram que o fiel "largou o tratamento médico e suspendeu a medicação acreditando na palavra dos pastores, ou seja, de que ficaria curado. Quando verificou que sua saúde estava extremamente fragilizada, percebeu ter sido ludibriado. Disse que a lavagem cerebral” foi tamanha que somente retornou ao tratamento diante da pressão da equipe médica e de seus familiares"
A igreja Mundial pertencente ao 
apostolo Valdemiro Santiago, foi 
condenada a devolver a doação.
A cura do câncer baseia-se em
 tratamentos longos, torturantes e 
caríssimos, onde nem sempre se 
obtem sucesso total na cura.
A igreja, em sua defesa, alegou que a doação foi feita por livre espontânea vontade do fiel e que não houve coação. A decisão foi tomada em segunda instância depois de a Vara Judicial da Comarca de Nova Petrópolis ter julgado a ação improcedente. Para saber se a oferta feita a uma igreja se deu sob coação moral, o juiz tem de levar em conta o sexo, a idade, a condição, a saúde e o temperamento do doador, bem como todas as circunstâncias que influenciaram no ato de doação. Com base nesse fundamento, expresso no artigo 152 do Código Civil, a maioria dos integrantes da 9ª Câmara Cível do Tribunal de Justiça do Rio Grande do Sul anulou doação feita por um aposentado com câncer à Igreja Mundial do Poder de Deus, liderada pelo apóstolo Valdemiro Santiago. Com a decisão, o autor receberá de volta R$ 7 mil  valor equivalente a sete meses de pensão , corrigidos desde junho de 2013.
Hipnotismos utilizados por certos
 falsos discípulos, tornam a mente 
humana bastante vulnerável.
Os dízimos das igrejas são normais, 
porem a extorsão mediante lavagem
 cerebral, torna-se um crime repugnante!
O aposentado ajuizou ação anulatória de doação  feita por meio de depósito bancário  cumulada com pedido de indenização por danos morais contra a igreja, no valor de R$ 20 mil, por ter sido iludido na sua boa-fé, já que a promessa de cura não se concretizou. A igreja, no entanto, alegou que a doação foi feita de livre e espontânea vontade, inexistindo qualquer vício no ato de liberalidade. Também negou a prática de coação de qualquer natureza, afirmando que a doença do autor não causou redução de suas faculdade mentais. No primeiro grau, a Vara Judicial da Comarca de Nova Petrópolis julgou os pedidos improcedentes. O juiz Franklin de Oliveira Netto disse que a prova apresentada não foi capaz de eliminar a dúvida sobre a existência de coação moral ou ardil na transferência do dinheiro para a igreja. E também porque não foram arroladas testemunhas no processo. Em suma, o julgador não viu prova de qualquer ato ou fato praticado pela ré que levasse à nulidade da doação.
Tentativas de fugir do sagrado voto 
de pobreza e transformar os templos
 religiosos em antros de corrupção,
 fogem totalmente da doutrina cristã
 pregada por Jesus Cristo!
Quando nem os médicos nos melhores
 hospitais conseguem curar certas 
doenças, o verdadeiro Deus
 faz isso com muita facilidade,
 e sem cobrar nada, alias pede 
apenas fidelidade e amor.
‘‘Sequer é possível afirmar a existência de templo ou qualquer filial da igreja ré nesta comarca. Em nenhum momento, o acionante (autor da ação) informou onde ocorriam os cultos, tampouco quem seriam os pastores que promoveram o engodo. Referiu ter sido influenciado quando assistia a programas de televisão, cujo teor não é conhecido’’, escreveu na sentença. O relator da Apelação na corte, desembargador Tasso Soares Delabary, concordou com a sentença, por não identificar coação moral (grave e irresistível ameaça, física ou não, contra alguém) que impedisse o livre-arbítrio. Ou seja, não constatou violência psicológica que causasse medo no autor e influenciasse a sua vontade. ‘‘Destarte, embora seja sensível à situação pessoal do autor, portador de neoplasia maligna, bem como não desconheça de certas práticas reprováveis adotadas por alguns lideres espirituais para a captação de recursos paras os templos religiosos, não havendo um mínimo de prova de vício de consentimento e nem de abuso de direito, inviável o pleito indenizatório postulado’’, lamentou no voto.
Jesus Cristo andava pelas ruas com
 a maior simplicidade, e abominava 
os palácios suntuosos utilizados
 hoje em seu nome e de sua fé.
Não existe dinheiro no mundo 
capaz de comprar um milagre, esse 
da-se apenas pela fé e pelo extremo amor.
Em Matheus capitulo 24 e versiculo 11, 
a santa palavra de Deus cita sabiamente
 sobre as aparições desses falsos profetas,
 "E surgirão muitos falsos profetas... 
e enganarão muitos."
O desembargador Carlos Eduardo Richinitti abriu a divergência e foi seguido pela maioria do colegiado. A seu ver, quando a fé se mistura com dinheiro, como na ação analisada, não se está tratando apenas de opção religiosa. O correto é examinar o assunto como negócio jurídico e, nesse sentido, analisar as circunstâncias que envolvem cada caso. Ora se utilizar de meio explicitamente criminoso de extorsão mediante a vulnerabilidade da vitima (deficiente fisica e mentalmente devido uma doença altamente corrosiva e mutilante) é muito mais do que um simples crime de extorsão, é muito mais do que isso, é vilipendiar os verdadeiros preceitos da fé cristã, traindo todos os desígnios de Jesus Cristo e comercializando a religião, como mais um meio de-se arrecadar dinheiro. Um grave crime contra a fé cristã, contra Jesus Cristo e contra um semelhante mórbido e indefeso. Olha esse tipo de ação se compara aos piores predadores e aos carniceiros que se alimentam dos fracos e mortos. E lembrando-se sempre que o verdadeiro senhor da fé e de tudo Jesus Cristo, realizava diversos milagres e não cobrava nada por eles, e as pessoas devem abrir seus olhos para esses tipos de falsos profetas que enriquecem, as custas do sofrimento alheio.
Fonte Conjur.

domingo, 23 de outubro de 2016

GUERRA, SOMBRA E AGUA FRESCA.

Guerra, Sombra e Água Fresca, seriado 
dos anos 1960 Da esquerda para a direita, 
Sgto. Chultz, Coronel Hogan e o
 impagável coronel Klink

Guerra, Sombra e Água Fresca.

Dentro de um campo de prisioneiros nazistas, oficiais aliados mantém uma grande base de operações, dando apoio a combatentes e cumprindo arriscadas missões de sabotagem e espionagem por trás das linhas inimigas. Usam uma grande rede de túneis (inspirada no filme The Great Escape) Á grande fuga e contatam o comando aliado através do rádio.O comandante do campo nazista é o incompetente Coronel Klink, o qual os prisioneiros ajudam a manter-se no cargo evitando registro de fugas. Além de Klink existe ainda o obeso sargento Schultz, que sabe ou desconfia das operações dos prisioneiros, mas que nada conta em função de todo tipo de suborno, chantagem ou enganação. Os alemães temem serem mandados para a "Frente Russa" (Eastern Front), terror que frequentemente os prisioneiros usam para conseguir seus objetivos.
O sargento chultz era um boneco
 nas mãos dos prisioneiros, e por 
isso era o mais engraçado de
 todos, lembrando em muito o
 Sargento Garcia do Zorro.
O líder e mentor intelectual 
do grupo de prisioneiros 
é o Coronel  Hogan. 
Guerra. Palavra que nos causa apreensão sempre que mencionada. Conflitos sem sentido ocorrem mundo afora e parece que a humanidade nunca aprende. Se uma coisa só traz morte, destruição e sofrimento, por que ela continua se repetindo?
Uma série cômica que se passa durante a Segunda Guerra Mundial, produzida entre 1965 e 1971, é que realmente merecia ser reprisada. Batizada no Brasil de Guerra, Sombra e Água Fresca (excelente adaptação do título original, Hogan`s Heroes [em português, Os Heróis de Hogan]), foi exibida por aqui pela Bandeirantes.
Eles viviam fazendo planos
 de fuga,mas verdade mesmo
 ninguem queria fugir.
Esse seriado trazia a tona parte da trágica 
historia vivida pelos condenados nos 
campos de prisioneiros, mas de uma 
forma bem hilariante.
Ja imaginou um prisioneiro inimigo 
confraternizando com seu algoz 
perseguidor, a serie mostrava isso!
Quem tem mais de trinta anos ou um 
pouco mais se lembra dessa serie
de Tv fantástica dos fabulosos anos 60.
Seus 168 episódios de meia hora narravam, com muito bom humor, as peripécias de um grupo de prisioneiros no Campo 13. A equipe comandada pelo Coronel Robert Hogan (Bob Crane [1929-1978]) era formada pelos Sargentos James (Ivan) "Kinch" Kinchloe (Ivan Dixon) e Andrew Carter (Larry Hovis) e pelos soldados Louis LeBeau (Robert Clary) e Peter Newkirk (Richard Dawson). O Sargento Richard Baker (Kenneth Washinghton) entrou na última temporada, substituindo o Sargento Kinchloe.
Mesmo sendo prisioneiro o Coronel 
Hogan, tinha muita habilidade em
 conversar com os soldados alemães, 
e invertia as situações, e as vezes
 ate parecia ser um deles.
Eles se passavam por prisioneiros de guerra, mas na verdade eram agentes secretos a serviço dos Aliados. Suas missões incluíam sabotagem, fuga de prisioneiros e até seqüestro de cientistas. O mais divertido é que tudo era feito “debaixo do nariz” do responsável pelo campo de prisioneiros alemão, o Coronel Wilhelm Klink (Werner Klemperer), que era auxiliado (ou não) pelo atrapalhado Sargento Hans Schultz (John Banner). Schultz era aquele típico personagem que ficava “em cima do muro” e que nunca via nem sabia de nada, ficando apavorado com ameaças de ser enviado para a frente russa. 
O hilariante Coronel Hogan (Bob Crane) 
ao lado do atrapalhado Sgt 
Schutz (John  Banner).

A  Gestapo procurando sempre
aviadores e paraquedistas  inimigos no front!
Que caiam no colo dos nazistas, e o que seria muito terrível na historia real, nessa serie, tudo acabava em uma grande festa.
Quem assistiu a série também vai se lembrar das belas secretárias do Coronel Klink, Helga (Cynthia Lynn, que participou apenas da primeira temporada) e Hilda (Sigrid Valdis, que entrou em seu lugar e ficou até o fim da série). 
Ao contrario das guerras tradicionais,
 esse tanque disparava muitos
 risos, ao invés das balas!
m1-abrams-lirp
Guerra, Sombra e Água Fresca foi cancelada pela CBS por causa de uma mudança na diretoria da emissora. Ainda fazia bastante sucesso quando foi tirada do ar. O encerramento da série foi o início da decadência do ator Bob Crane, que passou a se dedicar cada vez ao seu hobby de fazer vídeos caseiros pornográficos. Foi encontrado assassinado em um quarto de motel em 1978. Triste fim para o ator que trouxe tanta alegria com seu personagem. 
Robert E. Crane (Bob Crane), faleceu 
no auge de sua brilhante carreira.
Robert E.Crane, morto 
misteriosamente em 1978, céticos 
chegaram á dizer que sua morte teria  
haver com seu trabalho na serie 
de Tv, Hogans Heroes (Guerra sombra 
e agua fresca), que satirizava o nazismo, 
e por isso teria sido morto por simpatizantes 
desta causa.
Fonte CNN.

quinta-feira, 20 de outubro de 2016

TRABALHO DE FORMIGAS.

A busca por moléculas naturais capazes de combater doenças em seres humanos sempre foi um trabalho "de formiguinha" da ciência, envolvendo a coleta, isolamento e análise de milhares de compostos de plantas, animais e micróbios da natureza, que precisam ser testados, um a um, sobre uma grande variedade de alvos terapêuticos. No caso de um novo projeto de pesquisa anunciado ontem, porém, essa expressão ganha sentido literal. Cientistas do Brasil e dos Estados Unidos vão, literalmente, enfiar a mão em formigueiros e coletar formigas por todo o País em busca de novas moléculas capazes de destruir fungos, parasitas e, quem sabe, até células cancerígenas. 
Uma colonia de formigas pode conter bilhões
 de fungos diversificados, que podem ser 
utilizados vastamente pela medicina.
Na verdade as formigas não se
 alimentam das folhas como se imaginava.
Não nos insetos propriamente ditos, mas nas bactérias que vivem sobre suas carapaças e impedem que suas colônias subterrâneas sejam contaminadas por fungos nocivos à sua sobrevivência. O projeto foi aprovado "com louvor" num edital conjunto dos Institutos Nacionais de Saúde dos Estados Unidos (NIH) e da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (Fapesp), cujo resultado foi anunciado ontem pelo presidente do NIH, Francis Collins, em sua primeira visita ao Brasil. O projeto está previsto para durar cinco anos, e o valor de financiamento ainda não foi divulgado oficialmente pelas instituições. Mônica Tallarico Pupo, da Faculdade de Ciências Farmacêuticas da Universidade de São Paulo (USP) em Ribeirão Preto, é a pesquisadora principal do lado brasileiro. 
E  se alimentam dos fungos que elas
 cultivam nessas mesmas folhas.
Jon Clardy, de Harvard, lidera pelo lado americano.A meta, segundo Mônica, é isolar cerca de 500 linhagens de bactérias simbiontes de formigas por ano, para serem testadas contra fungos infecciosos (que atacam, principalmente, pacientes com sistema imunológico comprometido), parasitas tropicais (em especial, os da doença de Chagas e leishmaniose) e células tumorais."Vamos começar pelas formigas agricultoras", diz ela, que já desenvolve um projeto semelhante, de menor escala, com formigas saúvas. Agora, serão coletadas amostras de várias espécies, de biomas brasileiros: Amazônia, Cerrado, Mata Atlântica e Caatinga.Fazendeiras. O termo "agricultoras" refere-se ao fato de essas formigas cultivarem "plantações" de fungos dentro de seus formigueiros. Os pedaços de folhas que elas carregam para dentro das colônias não é alimento para elas, mas para os fungos  que, por sua vez, são o verdadeiro alimento das formigas.
Ate a terrível molécula do cânceresta sendo
 combatida com enzimas encontradas
 em fungos cultivados pelas formigas.
Como todo bom agricultor, as formigas não querem que suas plantações sejam contaminadas por pragas  neste caso, fungos oportunistas, que não servem de alimento para elas. E quem evita que elas carreguem esporos desses fungos para dentro dos formigueiros são bactérias que vivem em suas carapaças e destroem rapidamente esses organismos. A meta dos cientistas é estudar essas bactérias e descobrir as moléculas que elas usam para destruir os fungos. Feito isso, a esperança é que algumas dessas moléculas sirvam como base para o desenvolvimento de novos fármacos. 
Uma arma biológica com grandes
 esperanças na cura de diversas doenças.
A rainha das formigas sauva, espalha seus
 ovos por toda parte, criando novos 
formigueiros e novas colonias.
A vantagem com relação a projetos semelhantes, que buscam moléculas com ação farmacológica na biodiversidade, é que a "triagem inicial de bactérias já foi feita pelas formigas", aponta Mônica. Collins falou com entusiasmo do projeto nesta quinta-feira, 22, na Fapesp. "Não é uma ideia incrível?", disse. "Uma série de compostos completamente novos poderá emergir dessa pesquisa." O projeto recebeu a melhor nota entre todos que foram submetidos ao NIH no edital. As grandes descobertas cientificas comprovadamente se iniciam atraves dos pequenos seres, sem duvida essa é uma afirmação muito realista sobre a imensa funcionalidade biológica dos micro-organismos, que utilizados corretamente pela comunidade cientifica, nos trarão imensas realizações medicinais no cambate a diversas doenças tidas e conhecidas como  incuráveis.
Fonte MSN Estadão.