Visualizações de páginas da semana passada

TODAS AS POSTAGENS DO BLOG

OBRIGADO PELA VISITA, SEJA BEM VINDO, ESPERO QUE GOSTE, VOLTE SEMPRE.
Loading...

Pesquisar este blog

sexta-feira, 2 de setembro de 2016

RESUMO DA OPERA.

Quatro pessoas de uma mesma família foram encontradas mortas, na manhã desta segunda-feira, no Condomínio Pedra de Itaúna, na Avenida Prefeito Dulcídio Cardoso, na Barra da Tijuca, Zona Oeste do Rio. Segundo as primeiras informações, os corpos de Nabor Coutinho de Oliveira Junior, de 43 anos, e dos dois filhos, Henrique, de 10, e Arthur, de 6, estavam no pátio. O pai teria se atirado da janela com os corpos das crianças, que teriam sido mortas a golpes de marreta. A ferramenta foi encontrada no quarto do apartamento. Já a mulher, identificada como Laís Khouri, de 48 anos, estava morta no apartamento onde todos viviam, no 18º andar do Edifício Lagoa Azul. 
Local onde ocorreu esse tragico crime familiar.
Uma família aparentemente normal, mas 
que escondia um grande segredo trágico.
Ela teria sido esfaqueada enquanto dormia, informou o 31º BPM (Recreio dos Bandeirantes). O corpo foi encontrado na cama. Vizinhos contaram a policiais que foram ao local depois de terem ouvido muita gritaria no apartamento da família por volta das 6h30m. No apartamento foi recolhida uma carta que teria sido escrita por Nabor. Nela, são relatados problemas no trabalho e financeiros. Em um trecho, é citada uma incerteza em relação ao plano de saúde. A carta foi encaminhada para perícia, que determinará se a letra é mesmo de Nabor.
“Me preocupa muito deixar minha família na mão.
 As duas crianças que foram jogadas 
do 18 andar depois de serem
 agredidas a marretadas!
A faca utilizada no crime, ainda
 suja de sangue das vitimas!
Sempre coloquei eles à frente de tudo ante essa decisão arriscada para ganhar mais. Mas está claro para mim que está insustentável e não vou conseguir levar adiante. Não vamos ter mais renda e não vou ter como sustentar a família”.“Sinto um desgosto profundo por ter falhado com tanta força, por deixar todos na mão. Mas melhor acabar com tudo isso logo e evitar o sofrimento de todos”“Ainda não conseguimos contratar o novo plano de saúde. Com o histórico médico de Láis e de Arthur, será que aprovam? Será que não vai ficar super caro?”.No perfil de Nabor no Facebook consta que seu último emprego foi na Tim. A assessoria de imprensa da empresa de telefonia informou que ele se desligou da firma em julho, por vontade própria, para assumir uma função em outra companhia.
Os policiais tentam decifrar o mistério
 que ocasionou essa grande
 tragedia familiar.
Um belo lugar que agora ficou marcado
 por esses crimes terríveis
 para todo o sempre.
Em uma carta encontrada no apartamento, há relatos de desespero. Em um dos trechos está escrito: "Sinto um desgosto profundo por ter falhado com tanta força, por deixar todos na mão mas, melhor acabar com tudo logo e evitar o sofrimento de todos”. A carta foi encaminhada à perícia para confirmar se foi escrita por Nabor. De acordo com o delegado titular da Delegacia de Homicídios, Fabio Cardoso, a polícia não descarta nenhuma linha de investigação, mas uma delas é que o caso pode ter sido um homicídio seguido de suicídio. "O que se sabe é que a mulher da vítima estava com cortes no pescoço, morta na cama. Os dois filhos e o homem estavam caídos no vão da piscina. As informações iniciais obtidas no local do crime apontam uma suspeita inicial de que ele teria matado a mulher com golpes de faca, jogado as duas crianças e depois se jogado. Mas não descartamos outras linhas", explicou o delegado.
Mas uma vez a mente humana se mostrou
 imprevisível e macabra, quem poderia
 imaginar que uma pessoa aparentemente 
normal poderia realizar tamanha crueldade?
A carta deixada pelo homem pode ser
 a comprovação de  triplos 
homicídios seguidos de suicídio.
De acordo com uma vizinha que mora na cobertura do prédio, ela estava em casa com o marido quando escutaram barulhos que pareciam de tiros e gritaria, por volta das 6h30. Ela relatou que a impressão é que as crianças foram jogadas vivas pela janela e a rede de proteção do apartamento estava rasgada. O prédio tem 23 andares. Segundo um outro vizinho do condomínio, a família era bem estruturada e os meninos, Henrique e Arthur, estudavam na mesma escola que seus filhos, a Escola Parque, mas que não eram da mesma turma. Os Bombeiros foram acionados às 6h40, mas, ao chegarem no local, as vítimas já estavam mortas. Policiais Militares do 31º BPM também foram acionados para o local. De acordo com informações da Delegacia de Homicídios da Capital, as investigações estão em andamento para apurar as circunstâncias do crime. Uma perícia também foi realizada no local e a polícia está investigando o caso para apurar detalhadamente o fato.⁠⁠⁠⁠
Uma carta deixada no local pode ajudar
 a policia a esclarecer esse caso macabro.
Imagem horrível dois corpos caídos
 próximos a piscina do edifício!
Grande mistério para a policia decifrar agora, mas para quem possui alguma sabedoria de vida , na verdade não existe nenhum mistério nesse caso, onde o patriarca aquele encarregado de cuidar da segurança e integridade da família se viu acuado por circunstancias financeiras, e não enxergou nenhuma saída prospera, e achou-se no direito de acabar com tudo ceifando as vidas de inocentes, e em sua demência momentânea, achou ser esse o caminho ideal, por sua imensa frustração em sentir-se um fracassado. Tendo como solução priori, a liquidação total de sua família. Resumindo isso tudo, faltou Deus nesse lar, pois se todas aquelas pessoas desempregadas e com dificuldades, do pais e do mundo, resolverem assassinar suas famílias por causa disso, o ser humano entrara em extinção. Os problemas surgem, para que o homem tenha sabedoria plena para soluciona-los, nada é fácil na vida, e se assim o fosse não se teria nenhuma graça. Agora se tentar resolver uma situação absolutamente normal e corriqueira dessa forma bestial, vai contra todos os mandamentos sagrados e a propria natureza humana. Os problemas foram feitos para serem resolvidos, e a vida foi feita para ser vivida.
Fonte Polemica Paraiba.
Postar um comentário