Visualizações de páginas da semana passada

TODAS AS POSTAGENS DO BLOG

OBRIGADO PELA VISITA, SEJA BEM VINDO, ESPERO QUE GOSTE, VOLTE SEMPRE.
Loading...

Pesquisar este blog

sexta-feira, 30 de setembro de 2016

"CAVALO LOUCO".

A Tropa de Choque da Polícia Militar (PM) invadiu o Centro de Progressão Penitenciária (CPP) de Jardinópolis (SP), no fim da manhã desta quinta-feira (29), para conter o motim organizado na unidade prisional. Dos 200 fugitivos, 100 foram recapturados, segundo reportagem da EPTVSegundo a Secretaria de Administração Penitenciária (SAP), a situação no local já foi controlada e não houve reféns. A rebelião começou por volta das 9h, durante a revista de rotina, e não há informações de feridos. Os presos atearam fogo em colchões de um dos pavilhões do presídio, derrubaram uma grade de quatro metros de altura e fugiram a pé pela Rodovia Cândido Portinari.  Segundo a Polícia Militar, alguns dos fugitivos se esconderam no meio de canaviais, às margens da via. Durante a manhã, os fugitivos foram recapturados no meio da plantação de cana-de-açúcar e alguns se entregaram. 
Penitenciaria de Jardinópolis
 de regime semi aberto.
Um dos presos sendo perseguido pelos
 agentes prisionais e a policia militar.
Os presos foram apreendidos e levados em viaturas da PM, caminhonetes e ambulâncias de volta para a unidade prisional. Os fugitivos recapturados foram colocados no pátio da unidade prisional para contagem e o CPP passam por uma varredura. Segundo a Secretaria de Administração Penitenciária, outros presos foram encaminhados para a unidade de Ribeirão Preto (SP). No início da tarde, familiares dos presos começaram a chegar ao presídio para acompanhar a situação no local. O Centro de Progressão Penitenciária (CPP) de Jardinópolis\SP tem capacidade para 1.080 presos em regime semiaberto e atualmente abrigava 1.864 detidos. De acordo com o Corpo dos Bombeiros, alguns dos presos também fugiram pelo Rio Pardo. Viaturas da corporação de Ribeirão Preto se deslocaram até a unidade prisional para ajudar no combate às chamas e realizar buscas no rio.
Os presos queimaram colchoes e incendiaram
 grande parte dos locais de trabalho.
Os presos realizaram uma fuga em 
massa denominada de "cavalo louco".
 Viaturas da Força Tática da Polícia Militar e o helicóptero Águia também foram ao local para dar apoio e ajudar a controlar o motim e recapturar os fugitivos. Uma situação bastante previsível, haja vista que o regime penitenciário de semi aberto, ao qual teoricamente deveria ser exclusivo daquele sentenciado que ja teria cumprido boa parte de sua sentença total, e ja estaria praticamente com um pé na rua, e em pouquíssimo tempo ja estaria em liberdade plena. Porem a situação não é bem essa, pois encontram-se infiltrados nesses regimes muito criminosos de altíssima periculosidade, e com condenações ainda pendentes, e sabem que a qualquer momento eles irão retornar ao regime fechado devido a essas condenações pendentes.
Os fugitivos atearam fogo aos 
canaviais que circundam a região.
Os presos recapturados passaram por
 uma contagem e encaminhados a 
outros presídios da região.
E por isso iniciam esses tumultos para conseguirem se evadirem, é uma situação bastante grave, pois, nessas ações danosas ao estado, muitos daqueles sentenciados que realmente estão em real merecimento, acabam por serem confundidos nessas ações e sendo prejudicados retornando ao regime fechado. Não é necessário ser nenhum grande entendido para se perceber isso,  porque um sentenciado que praticamente ja estaria nas ruas iria provocar uma rebelião no presidio de semi aberto? Caberia a justiça criar mecanismos mais rígidos de fiscalização judicial, e se beneficiar somente aqueles sentenciados realmente merecedores, e aqueles outros que estiverem no tempo do beneficio, mas também tiverem futuras condenações, deveriam ficar em regimes especiais de observação, para que essas situações não voltassem  a  acontecer.
Fonte G1 Noticias.

quinta-feira, 29 de setembro de 2016

TESTE DA MALDADE.

A maioria das pessoas é incapaz de entender como uma personalidade antisocial e criminosa, tal como a de um "serial killer" (assassino serial), é possível, em um ser humano como nós. Não são apenas os assassinos seriais, mas uma grande proporção de criminosos violentos em nossa sociedade (em torno de 25% dos prisioneiros) mostram muitas características do que a psiquiatria chama de "sociopatia", um termo melhor e mais preciso do que psicopatia. 
Uma experiencia muito interessante
 sobre a maldade humana.
A DSM-IV, o importante manual de diagnóstico usado por psicólogos e psiquiatras, define um distúrbio mais geral, denominado mais apropriadamente, "distúrbio da personalidade antisocial" (D.P.A.) e lista suas principais características, que podem ser facilmente reconhecidas em indivíduos afetados. A Organização Mundial de Saúde também definiu sociopatia em sua classificação de doenças C.I.D.-10 usando o termo "distúrbio da personalidade dissocial".
O Dr Jerry Burger e o ator Eli Roth,
 observam os resultados.
Os sociopatas são caracterizados pelo desprezo pelas obrigações sociais e por uma falta de consideração com os sentimentos dos outros. Eles exibem egocentrismo patológico, emoções superficiais, falta de auto-percepção, pobre controle da impulsividade (incluindo baixa tolerância para frustração e limiar baixo para descarga de agressão), irresponsabilidade, falta de empatia com outros seres humanos e ausência de remorso, ansiedade e sentimento de culpa em relação ao seu comportamento anti-social.
Cinquenta anos depois apurou-se que 
o mal é um componente do ser humano.
 Eles são geralmente cínicos, manipuladores, incapazes de manter uma relação e de amar. Eles mentem sem qualquer vergonha, roubam, abusam, trapaceiam, negligenciam suas famílias e parentes, e colocam em risco suas vidas e a de outras pessoas. O pesquisador canadense Robert Hare, um dos maiores especialistas do mundo em sociopatia criminosa, os caracteriza como "predadores intra-espécies" que usam charme, manipulação, intimidação e violência para controlar os outros e para satisfazer suas próprias necessidades. 
A manipulação realizada pelo orientador, 
faz com que as pessoas continuem torturando 
o suposto participante do outro lado.
Em sua falta de consciência e de sentimento pelos outros, eles tomam friamente aquilo que querem, violando as normas sociais sem o menor senso de culpa ou
arrependimentoSe voce pegar um criminoso desse bem crueis que mataram pessoas friamente, aqueles seriais Killers,  frios e calculistas, que não sentem o minimo de piedade de suas vitimas indefesas, e também não sentem o minimo remorso dos seus atos insanos e inexplicáveis, e coloca-los em uma devida maquina, seria uma maquina especifica para medir toda maldade humana.
Homens e mulheres, em se tratando do 
quesito maldade são muito iguais.
E também realizar o mesmo procedimento com pessoas normais, os resultados seriam os mais imprevisíveis de todos, nesses resultados, se apurou que 65% das pessoas tidas normais, teriam predisposições para trabalhar em campos de concentrações nazistas, ou seja a maioria dessas pessoas avaliadas pelo teste, possuem uma maldade interior, que pode ser despertada por algum tipo de motivação, e no caso do teste essa mesma maldade foi despertada pela manipulação.
As pessoas mesmo com as dores 
do outro, continuavam apertando 
os botões da maquina.
Ou seja toda aquela maldade interior, foi despertada pela ordem recebida de alguém, isso demostrou que á maldade existe e esta adormecida, e desperta através de um incentivo, uma provocação, uma brincadeira, uma pequena discussão, ou seja um fator extra que venha causar uma súbita modificação no comportamento psico-humano, mas isso é exclusivo de cada pessoa, cada um tem um "ponto diferente de ebulição" esse experimento foi realizado nos E.U.A. em 1958, envolvendo 1000 pessoas e repetido novamente em 2011, sendo os resultados quase idênticos.
Existe um algo interno desconhecido
 ate por voce mesmo!
E basicamente consiste em colocar em uma sala fechada um ator, (mas as pessoas do teste não  sabem que ele é um ator), e cada um dos estudados senta-se a frente de uma maquina cheia de botões, que ligam uma corrente elétrica que vai de 30 a 450 volts, e do outro esta uma pessoa, que responde uma pergunta, e quando essa pessoa erra a resposta o participante aperta um botão na maquina, e  ao fazer isso o ator da um grito como se estivesse sentindo o choque, mas na verdade ele apenas representa isso.
O neuro cientista, James Fallon, afirmou
 que o cérebro do psicopata é diferente 
do cérebro das pessoas normais.
Mas o participante não sabe e pensa que realmente a pessoa levara um choque dado por ele, o grande divisor de águas esta na voltagem de 155 volts, onde o participante ao acionar o botão, do outro lado o suposto outro participante (ator), além do grito começa a implorar para que o teste seja interrompido, as pessoas com isso ate querem parar mas a intervenção manipulatória do pesquisador impede isso e as pessoas mesmo com a suposta dor do outro continuam apertando os botões e dando-lhe choques, e tiveram pessoas que ate riram dos choques aplicados.
A mente humana realmente é uma caixinha de surpresas.
As regras ate permitem que o teste seja interrompido a qualquer momento, mas com a intervenção manipulatória do pesquisador, não permite, isso demostra também á propensão de alguns para a dor alheia, explica o fato de um acidente fatal com corpos expostos, e a grande quantidade de pessoas que deixam seus afazeres para ficarem ali olhando para aquela cena de horror. E também demostra claramente que o mal existe e esta dentro de cada um, em doses diferenciadas, mas que pode despertar com apenas uma pequena pitada de adrenalina ou algo que possa expô-lo.
Fonte Discovery Channel.

SE CONDENOU DE VEZ.

Em liberdade provisoria desde Fevereiro deste ano, o técnico  
Guilherme Raymo Longo, acusado de matar o menino Joaquim
 Pontes Marques em 2013,  está desaparecido da casa dos
 pais desde a noite de sexta-feira (23). Segundo reportagem 
da EPTV, Longo avisou em carta que fugiria. Por determinação
 judicial, o padrasto de Joaquim não pode se afastar do 
endereço depois das 22h, nem aos finais de semana, sem
 autorização. Ao deixar a penitenciária de Tremembé, Longo 
se comprometeu a cumprir as ordens para responder ao
 processo em liberdade. O advogado dele, Antônio Carlos
 de Oliveira, confirmou que o acusado não retornou 
à casa dos pais no horário previsto.
Um sorriso infantil e inocente exterminado
 por um monstro cruel e covarde!
O garoto parecia ser um empecilho na relação 
entre o casal e quem sabe por causa disso
 Guilherme teria resolvido dar fim nele.
O promotor do caso, Marcus Túlio Nicolino, informou 
que na segunda-feira (26) a polícia deve procurar por 
Longo, que pode ser preso se não estiver em Ribeirão.
 Segundo reportagem da EPTV, antes de desaparecer,
 Longo deixou uma carta em que afirma que contaria 
a verdade sobre o caso. Ele explica que teria feito um 
acordo para receber dinheiro, que não foi pago, e por isso
 teve que fugir. O recado surpreendeu os pais do 
técnico de TI, que também confirmaram que o filho 
não voltou pra casa, mas não falaram sobre o conteúdo 
do texto. "Deixou a carta, é o que eu tenho para falar, 
não posso falar. Nós não sabemos. Veio um desespero 
nele, sei lá", comentou o pai Dimas Longo.
Devido as varias contradições do 
padrasto a policia teve que prende-lo 
como principal suspeito do crime.
Durante as reconstituições do crime 
a policia teve que proteger o elemento
 para que ele não fosse linchado
 pela população revoltada!
O advogado do padrasto do menino Joaquim, Antônio 
Carlos de Oliveira, afirmou que não teve acesso ao 
conteúdo da carta e que vai esperar até segunda-feira 
para tomar providências, caso Longo não volte para casa.
 "Nós vamos esperar para ver se vamos ter alguma
 notícia do mesmo, e aí sim eu posso esclarecer
 alguns detalhes e as consequências que podem advir",
comentou a defesa do acusado. Oliveira também afirmou
 que Longo se apresenta à Justiça com frequência, 
conforme determinação. "Em todos os meses ele 
compareceu regularmente ao poder judiciário para 
informar as suas atividades e o endereço que
 o mesmo estava residindo", comentou.
O olhar frio e cruel do elemento tipico 
de demônios e dos piores criminosos 
reconhecidos, praticamente o condenam.
Crimes contra inocentes e indefesos choca
 ate mesmo os piores criminosos que 
condenam a morte automaticamente
 esse tipo de criminoso!
De acordo com a determinação, ele deverá comparecer
 até o dia 10 de cada mês ao cartório para justificar suas
 atividades, se comprometer a não mudar de endereço 
ou deixar Ribeirão Preto sem prévia autorização judicial
 e ainda a pernoitar na residência em que mora, podendo 
se ausentar do local somente para trabalho, entre 6h e 22h.
O corpo de Joaquim foi encontrado no Rio Pardo em novembro 
de 2013, cinco dias após o desaparecimento de sua casa 
em Ribeirão Preto. A Polícia Civil concluiu que o padrasto
 matou o menino com alta dose de insulina e jogou o corpo
 em um córrego próximo à residência da família. Guilherme
 Longo foi indiciado por homicídio triplamente qualificado.
Algumas mulheres insatisfeitas com 
seus maridos os achando os piores 
do mundo se separam, e conhecem 
outros mil vezes piores do que o 
ex-marido e os colocam  dentro de 
suas casas junto dos filhos e dai o 
demônio assume,  e faz o resto.
O corpinho da criança foi encontrado
 a 150 quilômetros de distancia
 de sua casa, levado pelo rio.
 Um laudo do IML emitido na época da morte do garoto 
apontou ausência de água no organismo, o que 
descartaria a suspeita de afogamento, mas não identificou 
outras substâncias. Em liberdade, a mãe do menino, 
Natália Mignone Ponte, é acusada de ter sido omissa em 
relação à segurança do filho, por saber que Longo era 
agressivo e havia voltado a usar drogas na época da 
morte do garoto. Preso em Tremembé desde janeiro de
 2014, o padrasto conseguiu por unanimidade um habeas
 corpus da 1ª Câmara Criminal do TJ-SP, que considerou 
excessivo o prazo do processo. Todas as testemunhas 
do caso já foram ouvidas pela Justiça, que deve 
definir agora se o caso vai a júri popular.
As vezes os piores assassinos estão 
dentro das residencias e levados
 pelos proprios moradores.
Reconstituição perfeita da policia 
deu nome ao criminoso que 
estava bem perto.
Nenhuma novidade nessa situação, para quem teve 
a coragem de ceifar a vida de uma criança indefesa,
 o elemento pode fazer qualquer coisa ruim, apenas 
a bondosa justiça brasileira acredita que esse ele é
bonzinho, respeitador das leis e da vida e que iria 
cumprir uma determinação judicial, e que merece uma 
nova oportunidade na vida, o fato bom dessa historia
 é que se haviam ainda  duvidas pendentes sobre a sua
 autoria nesse crime bárbaro, agora praticamente ele
 assinou a sua sentença de culpa, e basta agora a policia
 recaptura-lo e recoloca-lo novamente no lugar que ele
 merece ficar que é uma cela fria de cadeia, se bem 
que ele estava preso em uma penitenciaria "light" 
como se dizem o C.O.C. em Tremembé. 
Com esse desaparecimento praticamente
 aquele que era suspeito se
 condenou de vez.
Mais uma vez a justiça acreditou em um
 criminoso e ele demostrou quem 
verdadeiramente é, e assim 
caminha a a humanidade.
Um local reconhecido como seguro, onde são
 encaminhados geralmente ex-funcionários
 públicos, policiais, agentes penitenciáriosjuízespolíticos
  etc, e em comparação com as demais penitenciarias do
 pais esse lugar é um "mamão com açúcar", muito mais 
do que um frio e cruel criminoso desses mereceria, mas
 devido o seu crime realizado contra uma criança 
indefesa, ser altamente condenável ate mesmo pelos piores
 criminosos, que abominam esse tipo de criminoso, e possuem
 dentro das cadeias sentenças severas para  esse tipo de crime, 
onde geralmente são torturados e mortos,  quando caem junto
 da massa carceraria, isso mesmo, os sentenciados detestam 
certos tipos de criminosos, e teem para eles surpresas
 terríveis! Pois se ele não tivesse sido colocado nesse C.O.C. 
de Tremembé, com certeza ja estaria morto.
Fonte G1 Noticias.

terça-feira, 27 de setembro de 2016

O HOMEM E AS FERAS.

Há pouco mais de 10 anos atrás, Kevin, formado em fisiologia humana, deixou de trabalhar com pré e pós-operatórios de pacientes humanos para se dedicar aos felinos. Segundo ele, o que desencadeou a decisão foi que ele chegou a conclusão de que podia confiar muito mais em um leão do que em alguém da mesma espécie.

Esse olhar de aço, é capaz de 
congelar de terror ás suas presas.
Kevin passou a trabalhar desde então no Lion Park em Johanesburg na Africa do Sul, onde cuida de cerca de 80 leões adultos, mas o que chama á atenção é que ele desenvolveu um relacionamento peculiar com estes felinos onde simplesmente é aceito em seu meio, como se fosse um deles, á harmonia é tão intensa que ele pode se deitar e rolar com eles, e até brincar na agua (coisa rara para um leão que não gosta muito de agua), como se eles fossem simples bichinhos de pelucia.
Ele também cuida e se relaciona muito bem com outros animais selvagens, leopardos, panteras,  e hienas, mas não deixa de lembrar que os leões são os seus preferidos. Por conta disso ja fez inumeros documentários para á National Geografic e outros canais de TV, alem de varios comerciais para á televisão.
Em sua reserva animal ele também
 possui varias hienas que foram 
criadas desde filhotes por ele.
Kevin consegue manter uma 
boa harmonia com ás feras.
Finalmente, a um homem que é capaz de superar a divisão entre humanos e predadores.Como um behaviorista animal autodidata, Richardson quebrou todas as regras de segurança conhecido para os seres humanos quando se trabalha com estes animais selvagens. Desprezando equívocos comuns que quebrar o espírito de um animal com paus e correntes é a melhor forma de subjugá-los, ele usa amor, compreensão e confiança para desenvolver laços pessoais com eles.Seu método único de conhecer suas personalidades individuais, o que faz cada um deles com raiva, feliz, triste, ou irritada, assim como uma mãe de uma criança entende-lhes causou a aceitá-lo como um de seus próprios dentro do seu cercado.
Os leões convivem tranquilamente
 com Kevin, é como se ele 
também fosse um deles.
Kevin Scott Richardson nasceu em (Lexington, Kentucky,  03 de Outubro de 1972 )  é o fundador e ex-lider da banda musical Backstreet Boys, esteve na banda de março de 1993 a junho de 2006, lançou seis álbuns que venderam mais de noventa milhões de cópias e se apresentou em turnês por vários países nesses treze anos.
Kevin é o terceiro ao fundo na foto.
Kevin sempre demonstrou interesse em todos os tipos de criaturas grandes e pequenas e desde tenra idade em apenas 3, foi criação de grilos debaixo da cama e manter um sapo de estimação chamado "Paddajie".Ele cresceu de um garoto que cuidou de tantos animais que ele foi chamado de "Man The Bird of Orange Grove" em sua cidade natal para um adolescente que dirigia selvagens e, Kevin tem usado sua relação única com estas grandes predadores para fazer documentários e comerciais, enquanto trabalhava no Parque Leão, em Joanesburgo, África do Sul.
 Depois de tantas brincadeiras o 
leão cansado, adormece.
Uma fera que é capaz de matar um bufalo
 com uma simples patada, se torna 
um brinquedo nas mãos do homem.
Ele consegue realizar o que praticamente
 era impossível, conviver no meio dos
 leões, sendo amigos deles,  e faze-los 
 entrar dentro d´agua, isso é 
simplesmente fantastico!
Kevin tem sido envolvido em vários projetos de conservação e também projetos de pesquisa no Delta do Okavango e área Lydenberg e, como resultado produziu outro documentário em preto leopardo chamado In Search of a Legend. As filmagens de trabalho Kevin esteve envolvido ao longo dos anos tem crescido e como resultado, ele se mudou com os animais que ele trabalha com a maior fazenda situada mesmo à saída do Cradle of Human Kind 50 60 km a norte de Joanesburgo, chamado o Reino dos White leão.Ele reside em frente à propriedade onde os animais são mantidos, e trabalha de perto com eles em uma base diária.
Ele brinca com essas feras
 como se eles fossem simples
 gatinhos de estimação.
É aqui que ele tem vindo a trabalhar sobre o longa-metragem dramático chamado White Lion, um projeto em construção durante 4 anos.O filme está prestes a ser lançado no 19 de fevereiro de 2010 na África do Sul e os detalhes da vida de um jovem leão branco ", Letsatsi", que contra todas as probabilidades sobrevive para se tornar o leão adulto branco magnífico que ele nasceu para ser.
Fonte Discovery Channel.