Visualizações de páginas da semana passada

TODAS AS POSTAGENS DO BLOG

OBRIGADO PELA VISITA, SEJA BEM VINDO, ESPERO QUE GOSTE, VOLTE SEMPRE.
Loading...

Pesquisar este blog

quarta-feira, 24 de agosto de 2016

PICHADORES ASSASSINOS!

A Justiça decretou a prisão temporária de Adolfo Gabriel de Souza, de 38 anos, suspeito de integrar o grupo de pichadores que espancou até a morte o dentista Wellinton Silva, na madrugada do sábado (6), na Zona Norte de São Paulo.  Segundo o SPTV, ele é dono do carro que os pichadores usavam na noite do crime. Adolfo já tem passagem pela polícia pelo crime de roubo. O suspeito não havia sido localizado pela polícia até as 12h desta terça-feira (9) e é considerado foragido. A prisão temporária é de 30 dias. Conforme apurou a reportagem do SPTV, a mãe e o irmão dele estiveram no 33º Distrito Policial, em Pirituba, no fim da tarde desta segunda (8)  a delegacia é a responsável pela investigação do caso. Lá, os familiares disseram que o homem não voltou para casa.
Adolfo Gabriel de Souza, um 
dos assassinos do dentista e 
que se encontra foragido.
Muitos desses sem vergonhas são 
adultos e pais de famílias, que 
deixam suas famílias em casa
 e saem para fazerem isso!
Na Favela de Heliópolis, desde o final de semana, quando o crime aconteceu.
A Polícia Civil ainda investiga quem são os outros quatro homens que aparecem nas imagens registradas pelas câmeras de segurança. Investigadores esperam que as pichações nas paredes da casa, que costumam ser exclusivas de um indivíduo ou de um grupo de pichadores, possam levar à identificação dos suspeitos. O dentista Wellinton Silva, de 39 anos, foi espancado e assassinado por um grupo de pichadores na madrugada de sábado, na Zona Norte de São Paulo, segundo o Bom Dia São Paulo. Câmeras de segurança mostram quando cinco pichadores chegam à casa do dentista e de seu pai, Manuel Silva, às 2h18, com garrafas de bebida e latas de spray. 
Os lugares mais difíceis são os 
preferidos por essa gangue de 
vagabundos que teem isso como um troféu.
Correr riscos de vida para eles não é 
nada, desde que consigam
 sujar alguma coisa.
Às 2h20, começam a pichar o muro da casa e durante cinco minutos picham, bebem e conversam. Pouco depois, os cinco entram em um carro e saem. Na sequência, Manuel abre o portão e sai de casa com um objeto na mão, que parece um facão, olha o muro e começa a andar pela rua em busca dos pichadores. O filho dele, Wellington, também foi ver o que estava acontecendo e conversa com o pai, que está do outro lado da rua. As imagens não mostram, mas segundo a família, Manuel encontrou os pichadores, houve briga e o filho foi em socorro ao pai. “Meu marido só atravessou e desceu. Mas meu filho não podia também ter ido”, disse a mãe da vítima.
O dentista Welinton Silva foi massacrado 
por um bando de covardes cruéis!
Seu pai também foi muito agredido 
e devido aos graves ferimentos no 
braço, os médicos tiveram que amputa-lo.
Ainda segundo parentes e amigos ouvidos pelo Bom Dia São Paulo, Wellington era calmo e avesso a discussões, mas quando saiu na calçada para proteger o pai, virou o alvo do grupo. Ele foi agredido com pauladas e pedradas e chegou a ser arrastado por uma escadaria. Ele não resistiu aos ferimentos e morreu.“Por que eles fizeram isso com meu filho, Eles me desmaiaram. Teve alguma discussão? Alguma coisa? Muito mínima, mínima. Partiram para cima”, afirmou Manuel. Terrível tragedia que facilmente poderia ter sido evitada se não houvesse tanta ingenuidade das vitimas, que saíram a rua e foram afrontar os marginais. Com esse tipo de gente que anda pelas madrugadas destruindo os patrimônios alheios, não tem conversa. Pois geralmente estão bêbados e drogados, e quando flagrados em suas ações.
No Rio de Janeiro a algum tempo atras um 
casal de pichadores foi pintado de
 preto e expulso da praia, pelos
 mesmos terem pichado uma
 paisagem natural.
A Guarda Municipal flagrou um
 elemento pichando o muro
 e o obrigou a limpar tudo.
A justiça deveria pegar pesado com essa gente inútil, e quando flagrados, deveriam serem obrigados a limparem o bairro inteiro onde picharam!
Partem mesmo para cima das pessoas, pois são marginais que não teem nada a perder.  Entende-se ate a revolta dos moradores que em certos lugares viciados desse tipo de ação, acabam de re-pintarem seus muros, e logo vem uns vagabundos desses e sujam tudo de novo. Sem duvida alguma isso é muito revoltante, mas nunca se deve querer enfrenta-los. Para que outras tragedias como essa  não se repitam.  Esses pichadores são viciados nesse tipo de ação criminosa e o fazem com muito gosto, aproveitando-se da banalidade de suas punições que geralmente enquadram-se em crime ambiental punível com pena de tres meses a 1 ano de cadeia, onde o elemento nunca fica preso. Então eles deitam e rolam a vontade. Ate o dia em que encontrarem alguém bem armado e bem louco que os façam limparem suas sujeiras com a língua.
Fonte G1 Noticias.
Postar um comentário