Visualizações de páginas da semana passada

TODAS AS POSTAGENS DO BLOG

OBRIGADO PELA VISITA, SEJA BEM VINDO, ESPERO QUE GOSTE, VOLTE SEMPRE.
Loading...

Pesquisar este blog

segunda-feira, 25 de julho de 2016

AUTOQUÍRIA.

Suicídio, é o ato intencional de matar a si mesmo, sua causa mais comum é um transtorno mental que pode incluir depressão, transtorno bipolar, esquizofrenia, alcoolismo e abuso de drogas. Dificuldades financeiras e/ou emocionais também desempenham um fator significativo.Preocupante, mais de um milhão de pessoas cometem suicídio a cada ano, tornando-se esta a décima causa de morte no mundo. Trata-se de uma das principais causas de morte entre adolescentes e adultos com menos de 35 anos de idade.Entretanto, há uma estimativa de 10 a 20 milhões de tentativas de suicídios não-fatais a cada ano em todo o mundo.
Este poderá ser o maior passo
 de uma vida, mais também
 poderá ser o ultimo!
As interpretações acerca do suicídio tem sido vistas pela ampla vista cultural em temas existenciais como religião, filosofia, psicologia, honra e o sentido da vida . Albert Camus escreveu certa vez: "O suicídio é a grande questão filosófica de nosso tempo, decidir se a vida merece ou não ser vivida é responder a uma pergunta fundamental da filosofia."As religiões abraâmicas, por exemplo, consideram o suicídio uma ofensa contra Deus devido à crença religiosa na santidade de vida. No ocidente, foi muitas vezes considerado como um crime grave. 
Á vida é uma dadiva maravilhosa de Deus.
Por outro lado, durante a era dos samurais no Japão, o seppuku era respeitado como uma forma de expiação do fracasso ou como uma forma de protesto. No seculo XX, o suicídio sob a forma de autoimolação tem sido usado como uma forma de protestar, enquanto que na forma de Kamikase e de atentados suicidas como uma tática militar ou terrorista. O Sati é uma prática funerária hindu no qual a viuva se auto-imola na pira funerária do marido, quer voluntariamente ou por pressão da famílias e/ou das leis do país.
Os Samurais tinham essa 
pratica, para tentar escapar 
da desonra de uma derrota.
O suicídio medicamente assistido(Eutanasia, ou o "direito de morrer") é uma questão ética atualmente muito controversa que envolve um determinado paciente que esteja com uma doença terminal, ou em dor extrema, que tenha uma qualidade de vida muito mínima através de sua lesão ou doença. Para alguns, o auto sacrifício geralmente não é considerado suicídio, uma vez que o objetivo não é matar a si mesmo mas salvar outrem.No mundo ocidental, os homens morrem muito mais frequentemente por meio de suicídio do que as mulheres, embora as mulheres tentam o suicídio com mais freqüência. Alguns médicos acreditam que isso decorre do fato de que os homens são mais propensos a acabar com suas vidas através de meios eficazes de violência, principalmente quando as mulheres usam métodos mais lentos, como consumo excessivo de medicamentos.
Á densa neblina não ficara
 para sempre, por tras dela
 um lindo raiar do sol.
Á auto destruição ou suicídio, é contra todos os mandamentos de Deus e as leis da natureza, não existe nada no mundo que não possa ser resolvido, não assumir responsabilidade diante de um problema, é um gesto de uma infantilidade insana, pois as dificuldades serão naturalmente solucionadas e á vida podera ja não mais existir. O suicida age como se fosse impulsionado por uma força maligna, que não o deixa raciocinar, e essa mesma força.
Á dificuldade de viver nunca sera maior 
do que á necessidade de-se viver.
 Vai aumentando deixando-o ainda mais decidido á realizar o seu intento destrutivo,  é fato comprovado que o suicida tem essa ideia fixa na mente até milésimos de segundo antes de realizar, e depois disso ele se arrepende, mais dai ja é tarde demais para voltar atras, e aqueles que totalmente desvirtuados de razão, tentam-no, mais não conseguem seu intento a gosto, e ficam deformados e deficientes pelo resto da vida, eram pessoas fisicamente perfeitas, mas depois dessa decisão inconcebível, ficam deformados pelo resto da vida, no corpo e na alma, pense nisso, antes que seja tarde.
Fonte BBC.
Postar um comentário