Visualizações de páginas da semana passada

TODAS AS POSTAGENS DO BLOG

OBRIGADO PELA VISITA, SEJA BEM VINDO, ESPERO QUE GOSTE, VOLTE SEMPRE.
Loading...

Pesquisar este blog

sábado, 4 de junho de 2016

O LADO ERRADO DA VIDA.

A Polícia Militar (PM) matou um menor de idade suspeito de furtar um carro durante suposto confronto na noite de quinta-feira (2) na Zona Sul de São Paulo. O garoto de 10 anos foi baleado e morreu. Um menino de 11 anos que estava dentro do veículo foi detido por suspeita de participar do furto e do tiroteio. De acordo com o Bom Dia São Paulo, uma arma calibre 38 foi apreendida. Ainda segundo o Bom Dia SP, a versão dos policiais militares para o explicar o que aconteceu é a de que eles estavam patrulhando a Rua José Ramon Urtiza, na Vila Andrade, por volta das 19h, quando viram um veículo furtado ocupado por duas pessoas.
A mãe perdeu todo o controle sobre
  o filho que acabou seguindo
 para o lado errado da vida.
Crianças que cometem crimes no 
Brasil é a coisa mais normal do 
mundo, pois não existe interesse 
das autoridades publicas em 
disciplinar essas crianças a altura.
De acordo com os policias, durante o acompanhamento da viatura da PM ao carro furtado, um dos garotos que conduzia o veículo perdeu o controle e bateu em um ônibus. Em seguida, os policiais disseram que foram recebidos a tiros pelos menores quando iam fazer a abordagem ao carro roubado. No revide, o garoto de 10 anos foi atingido e morreu. O menino de 11 anos acabou detido e apreendido. Segundo a polícia, ele portava uma arma. O caso seria registrado no 89º Distrito Policial, no Portal do Morumbi, mas acabou levado para o Departamento Estadual de Homicídios e de Proteção à Pessoa (DHPP) pelo fato de envolver policiais. 
Menores cometem seus crimes a luz
 da impunidade, e apenas fazem um
 estagio para uma vida criminosa futura.
Não existe disciplina a altura, para
 esses menores criminosos, e por isso
 eles ficam cada vez mais violentos!
Segundo policiais civis ouvidos, o garoto de 11 anos confessou que ele e o comparsa se conheciam e pretendiam assaltar um edifício, mas desistiram após verem um carro com o vidro aberto. Então decidiram furtar o automóvel. A polícia também informou que o menino admitiu que ele e o colega atiraram contra os policiais. Como é menor de idade, o menino de 11 anos acabou liberado do DHPP na companhia da mãe. A idade mínima de internação na Fundação Casa é de 12 anos. A Fundação aplica medidas socio educativas para menores infratores.Sem gravar entrevista, a mãe do menino disse à equipe de reportagem que não consegue controlar o filho. A mulher já teria passagem pela polícia. O pai do garoto está preso. O dono do veículo furtado foi localizado pela polícia.
Com essa omissão desleixadaestamos
 apenas criando mais criminosos para 
um futuro cada vez mais violento!
Um pais serio não pode permitir 
que suas crianças se destruam no
 uso de drogas e na vida criminosa!
Essa situação de menores de idade cometendo crimes não é nenhuma novidade e não impressiona a mais ninguém, faz muito tempo que isso ocorre, e pelo andar da carruagem tão cedo não teremos uma solução digna para essa situação escabrosa. A delinquência infantil alcança altos índices, e não tem limites na questão violência. Pois os nossos administradores públicos não visualizam longe uma solução para esse mal, pois acreditam piamente que essas "crianças" não são criminosos e não querem enxergar esse mal, e ao invés de intervirem e tirarem esses pseudos marginais das ruas, eles preferem fingir que são apenas crianças que não sabem o que fazem. E isso apenas vai dando cada vez mais força a esses projetos de criminosos. 
A policia fica de mãos atadas diante 
de tanta impunidade causada pela 
omissão de nossas autoridades publicas!
Essa impunidade apenas faz esses menores
 criarem ainda mais gosto pela vida 
criminosa, e eles debocham de todos
 sabendo que nunca serão atingidos
 por essas  leis bondosas!
Que vão crescendo e percebendo que são intocáveis pela nossa lei. Agora mesmo, um dos garotos  ter confessado que estava armado e que atirou nos policiais, ao invés de ter sido interditado pela justiça, ele foi liberado, pois nossa jurisdição criminal não preve a internação de menores de 11 anos pois o minimo para uma internação é 12 anos. Ora se ele tem 11 anos mais apresenta um comportamento acima do normal e com uma violência estereotipada, e por onde seus pais não conseguem mais domina-lo e coloca-lo na linha, caberia então ao Estado de Direito assumir essa responsabilidade. Mas não, o Estado de direito foge dessa responsabilidade e permite que esse menino sem nenhuma instrução de vida social, continue fazendo tudo errado e sem ser disciplinado. E com essa omissão vergonhosa do Estado, com certeza ele se tornara um marginal de primeira grandeza, e se não foi morto agora pela policia, futuramente o sera, ou pior ainda do que isso, matar pessoas inocentes. Infelizmente é assim que funciona a justiça no Brasil.
Fonte G1 noticias.
Postar um comentário