Visualizações de páginas da semana passada

TODAS AS POSTAGENS DO BLOG

OBRIGADO PELA VISITA, SEJA BEM VINDO, ESPERO QUE GOSTE, VOLTE SEMPRE.
Loading...

Pesquisar este blog

sábado, 14 de maio de 2016

O LADO NEGRO DO PARAISO.

Paris  no estado do Mayne U.S.A., uma cidadezinha muito pacata e tranquila tipica de interior, daquelas que todo mundo sonha em morar algum dia para repousar e descansar sem nenhuma preocupação com o mundo exterior, mas que foi brutalmente despertada por um acontecimento inusitado que deixaria toda população perplexa. Um crime múltiplo onde no minimo três pessoas foram alem de mortas e também esquartejadas  jogadas no meio do mato, e cobertas por uma lona azul, sendo que junto delas também haviam os corpos esquartejados de três cães.
Jullie Bullard,de 65 anos, foi executada por 
uma pessoa que ela mal conhecia.
Ao serem levantadas as identidades das vitimas, a policia ao primeiro instante suspeitava ser o caseiro da pensão James Whitehurst, um senhor de 50 anos de idade o autor desses crimes, pelo fato dele ter desaparecido do local, mas essas suspeitas foram deixadas de lado quando foi levantado que o mesmo era uma pessoa muito debilitada fisicamente, tendo os seus movimentos muito dificultados por uma doença infantil, e que havia deixado diversas sequelas, e ele tinha muita dificuldade em andar e caminhar, e não teria condições plenas de praticar e depois ainda transportar os corpos para o lugar onde foram encontrados.
Selby Bullard de 30 anos, a filha foi morta porque
 viu muito sangue no quarto de sua mãe.
Mas ele estava desaparecido! Sera que ele também seria mais uma vitima desse terrível criminoso? Perguntas que ressoavam e e não tinham nenhuma resposta pois não havia nada que pudesse levar ao autor desse crime horrendo. Mas tudo começou a ser esclarecido quando a policia novamente intimou as pessoas que haviam encontrado os corpos no mato, ou seja Susan e Charles Nielsen, um casal de moradores da cidade  vizinha de Sunday River, e  que encontraram os corpos por acaso quando estavam visitando o filho, Chrystian C. Nielsen,  um cozinheiro, que havia acabado de arrumar um emprego na pensão das vitimas.
Cynthia Beason de 43 anos, foi morta
 porque estava junto com a amiga no 
momento de sua morte.
O casal respondeu as perguntas normalmente, mas quando foi a vez do filho Chrystian, as coisas começaram a ficar estranhas e aparecer, ele com uma tranquilidade acima do normal (tipico dos psicopatas assassinos) respondeu todas as perguntas, mas só não conseguiu explicar porque a dona da pensão (Jullie Bullard de 65 anos de idade, uma senhora viúva e que havia investido todo o seu dinheiro naquela pousada e começar uma nova vida junto com sua filha Selby e Cynthia Benson de 43 anos uma amiga da filha), que mal o conhecia, o havia deixado como responsável da administração da pensão.
Esse demônio matou o caseiro 
James Whitehurst, só porque sentia
 um grande desejo em matar alguém.
E depois de um interrogatório mais intenso, ele com toda sua frieza jamais vista em um ser humano, acabou por confessar os crimes, dizendo que primeiramente havia executado o caseiro da pensão com um tiro de revolver 38 na cabeça, cortou o mesmo em pedaços com um machado e depois envolveu o mesmo em pedaços de madeira e ateou fogo, ele disse que ha algum tempo estava com uma vontade louca de matar alguém e como não gostou do caseiro desde o inicio, o convidou para pescar, e enquanto ele estava distraído, deu-lhe um tiro pelas costas na nuca,  e depois arrastou o corpo até uma clareira, cortou o mesmo com um machado, jogou madeira em cima e ateou fogo, e ficou olhando até sumir tudo, só restando cinzas do corpo.
Um crime que ficara para sempre 
na lembrança dos moradores 
dessa cidade "pacata".
Agora os outros crimes ocorreram porque, ao retornar a pensão ele imaginou que a dona iria sentia a falta do caseiro, e logo ligaria o fato de que ele fora visto pela ultima vez junto com o mesmo, e para que isso não ocorresse, ele resolveu então executar também a dona da pensão, dando-lhe um tiro a queima-roupa na testa, arrastou o corpo ate a entrada, onde colocou o mesmo sobre um carrinho de mão, e o levou até a mata, retornando em seguida para limpar o local, e quando estava limpando o mesmo, eis que a filha Selby juntamente com a amiga Cynthia chegaram, e notaram muita bagunça na entrada.
Nos E.U.A. criminosos cruéis, são 
condenados severamente e nunca mais 
poderão sair as ruas, como no caso de 
Charles Manson, que em 1967, matou a 
atriz e modelo Sharon Tate, num ritual 
satânico, e nunca mais sairá da cadeia.
E ao subirem ao quarto, deram de cara com o elemento ainda limpando o sangue, a moça perguntou a ele se o mesmo havia matado a sua mãe, e ela não teve nem tempo de ouvir sua resposta, pois foi atingida com um tiro no rosto, a amiga tentou correr e também foi atingida com disparos mortais, ele então pegou os corpos e os transportou com o carrinho de mão até o local onde estava o corpo da senhora, e chegando la ele resolveu ainda corta-los em pedaços, sendo que dessa vez ele utilizou de uma moto-serra, no final ele ainda teve muito sangue frio para matar e também esquartejar os três cães da senhora.
Certas pessoas devem ser banidas 
para sempre do convívio social 
devido as suas altíssimas periculosidades.
Ele fez isso alegando que os cães poderiam fuçar no mato e encontrarem os corpos das vitimas. O que fez esse crime ser descoberto rapidamente foi o fato inesperado dos pais do assassino que vieram de uma outra cidade vizinha, para conhecer o lugar onde ele estava trabalhando, e chegaram de surpresa, não dando tempo dele sumir com os corpos, e sua mãe andando pela propriedade acabou por perceber o rastro de sangue que pensou ela ser de algum animal ferido, e seu pai resolveu averiguar, e chegando na mata acabou por encontrar os corpos sob a lona azul.
Ele só escapou da pena de morte porque 
no estado do Maine, foi abolida essa sentença.
Imediatamente o pai chamou a policia que chegou e isolou toda a área  e logo as vitimas foram identificadas, assim como os cães que pertenciam a senhora, ele em toda sua mente criminosa e cruel, não contava ser entregue pelos próprios pais, que na verdade acharam que o filho ao ter arrumado um emprego estivesse querendo uma melhoria para sua vida e nunca imaginaram ser ele a pessoa capaz de realizar tal brutalidade contra uma pessoa, e cometer isso por absolutamente nada, apenas por sentir vontade em matar alguém como no primeiro crime. Chrystian Nielsen por esses por essa sequencia terrível de crimes banais, foi sentenciado a quatro penas de prisão perpetua sem possibilidade de condicional, e ficara o resto da vida dentro de uma prisão pelo seu total desprezo pela vida humana.
Fonte BBC.
Postar um comentário