Visualizações de páginas da semana passada

TODAS AS POSTAGENS DO BLOG

OBRIGADO PELA VISITA, SEJA BEM VINDO, ESPERO QUE GOSTE, VOLTE SEMPRE.
Loading...

Pesquisar este blog

quarta-feira, 6 de abril de 2016

TÉCNICA DE DESCOBRIR MENTIROSOS.

A linguagem corporal é uma forma de comunicação não verbal. Abrange principalmente gestos, posturas, expressões faciais, movimento dos olhos e proximidade entre locutor e interlocutor (Proxemica) Contribuem para o estudo da Linguagem Corporal a Cinesiologia,  ciência que analisa o movimento do corpo humano, a Paralinguagem, a PNL, Programação Neuro Linguistica a Neurociencia, a Psicologia, a  Proxemica e Oratoria. Os primeiros estudos científicos sobre linguagem corporal foram feitos por Charles Darwin e publicadas no livro “A expressão das emoções em homens e animais”. Darwin defendia que os mamíferos demonstravam suas emoções através de expressões faciais.
O mentiroso patologico pode 
causar transtornos irreversíveis 
toda uma sociedade ativa.
A linguagem corporal foi uma das primeiras formas de comunicação humana e continua sendo uma das mais fortes e expressivas. A Linguagem corporal vem sendo utilizada a milhões de anos e está relacionada principalmente ao sistema límbico (mesencefalo), a segunda estrutura mais primitiva do nosso cérebro. O surgimento da linguagem verbal há mais de 40.000 anos e da escrita, há 4.000 anos só foram possíveis com o desenvolvimento de uma complexa estrutura cerebral denominada de neocortex. Como seres humanos, podemos escolher palavras, criar imagens, fazer abstrações e mentir utilizando sobretudo o neocortex, porém o sistema limbico, responsável pelos sentimentos, envia impulsos elétricos ao corpo, gerando expressões e movimentos, muitas vezes sem nos darmos conta deles.
 A mentira tambem é um tipo de tortura 
exequível, ao qual as classes menos 
abastadas sempre serão prejudicadas.
A linguagem corporal pode se manifestar estimulada também pela parte mais antiga e primitiva do cérebro, o sistema reptiliano. Essa estrutura, localizada no talo cerebral, controla as funções corporais e regula nossas necessidades de sobrevivência: batimento cardíacos, respiração, digestão e reprodução. Em resumo um mentiroso patologico, por mais que tente passar uma impressão de sinceridade, ele automaticamente é traido pelos seus gestos corporais e pequenos impulsos faciais e trejeitos, tics nervosos etc, que são impulsos involuntarios, surgindo sem que a pessoa tenha controle sobre os mesmos. E agora voce pode perguntar: E o conhecido poligrafo, ou popularmente conhecido como detector de mentiras, é 100% confiavel?
Segundo o Dr Cal Lightman, uma pessoa
 normal conta tres mentiras em um
 espaço de dez minutos.
Negativo, pois o poligrafo pode detectar a culpa, mais não pode detectar o crime, ou não pode especificar essa culpa, que pode estar vindo de uma outra causa presa no sub-consciente, e que devido a grande pressão emocional causada no momento da utilização do aparelho, surge a tona,  causando com isso uma falsa impressão de culpabilidade. Toda essa sistematica é muito bem utilizada na serie de TV "Lie To Me", onde um cientista-psicologo Dr Cal Lightman (Tim Roth) altamente especializado em linguagem corporal e micro-expressões faciais,  dono de uma empresa de psicologia aplicada, onde ele juntamente com sua equipe, trabalha independentemente e prestando serviços ao F.B.I., Alem de detectar fraudes em assuntos, Lightman e sua equipe tambem usam varias taticas de entrevistas,  interrogatorios e declarações, para obterem as informações uteis e necessarias. 
Em cada sentimento ou emoção, 
automaticamente o corpo humano
 emite um impulso involuntario.
E não pela força, eles usam linhas cuidadosas de interrogatório, declarações provocativas, teatralidade e doses saudáveis ​​de engano da sua parte. No episódio piloto da série, Lightman está falando com um homem que se recusa a falar em tudo, e é capaz de discernir a informação vital, conversando com ele e avaliando a reação dele a cada declaração. Esta abordagem também é levada em vários outros episódios com resultados surpreendentes. Não é de hoje que as autoridades policiais americanas, se utilizam de meios "extras" ao normal, para solucionarem alguns crimes arquivados por insuficiência de provas.
Criminosos "poderosos" abriam 
suas as bocas, e iam para na cadeia.
Em alguns casos foram utilizados mediuns visionarios na resolução de casos tidos como insoluveis e tambem nas decadas de 70. O F.B.I., se utilizou de técnicas de leituras labiais para identificar de longe, conversas realizadas por mafiosos, ao qual foram de grande utilidade na identificação dos mesmos e que ajudaram em muito na localização de grandes areas dominadas por estes, e tambem em centenas de prisões de elementos pertencentes a mafia, e tambem a outras quadrilhas de criminosos que atuavam livremente pelo pais inteiro, e devido as suas organizações e periculosidades,   o monitoramento so poderia ser realizado a distancia. 
Fonte BBC
Postar um comentário