Visualizações de páginas da semana passada

TODAS AS POSTAGENS DO BLOG

OBRIGADO PELA VISITA, SEJA BEM VINDO, ESPERO QUE GOSTE, VOLTE SEMPRE.
Loading...

Pesquisar este blog

sábado, 23 de abril de 2016

CICLOVIA DA MORTE!

Um trecho da ciclovia Tim Maia, inaugurada em janeiro, no bairro de São Conrado, no Rio de Janeiro, desabou na manhã desta quinta-feira (21). Dois homens morreram, segundo o Corpo de Bombeiros. As buscas por uma possível terceira vítima foram encerradas no começo da noite. Segundo o Corpo de Bombeiros, os trabalhos serão retomados nesta sexta (22) em horário ainda não determinado. A princípio, não há risco de novos desabamentos, mas as equipes da prefeitura, do Corpo de Bombeiros e da Concremat, construtora responsável pela obra, estavam analisando a estrutura. O secretário de Governo da Prefeitura do Rio, Pedro Paulo, foi ao local após o acidente e disse que fortes ondas levantaram a estrutura e possivelmente causaram a queda. Ouvido pelo UOL, Mauro Viegas Filho, presidente da Concremat.
Somente no Brasil uma obra
 construída a peso de ouro 
desaba em menos de 100 dias!
Se essa é a obra citada como carro 
chefe para as Olimpíadas, pelo 
governo do RJ, o que podemos
 então esperar das demais obras? 
 Disse que a empresa enviou uma equipe ao local para ajudar no socorro das vítimas e vistoriar a estrutura, mas não tinha ainda nenhuma posição oficial sobre falhas que possam ter causado o acidente, apenas a informação de que ondas altas teriam empurrado a laje para cima e gerado o desabamento. O consórcio Contemat/Concrejato, responsável pela obra da ciclovia, informou em nota que "vai trabalhar incessantemente até que sejam conhecidas as causas do acidente". Segundo o comunicado, "as prioridades neste momento são garantir o atendimento às vítimas e a seus familiares e dar início à apuração acerca das causas do acidente". 
Gastaram uma fortuna para a realização
 da ciclovia, sendo que parece que a 
mesma foi colada com super bonder!
Esta é a prova registrada do mau
 uso do dinheiro publico e da 
incompetência publica no RJ!
A empresa diz ainda que "segue todos os protocolos e normas de segurança, utilizando-se das mais modernas técnicas e equipamentos de construção", e que venceu licitação cujo processo "foi supervisionado pelos órgãos de fiscalização competentes."Em nota, o prefeito do Rio, Eduardo Paes (PMDB), disse lamentar profundamente o acidente e se solidarizar com as famílias das vítimas. Paes estava em viagem para a Grécia, onde participaria, em Atenas, da cerimônia de passagem da tocha olímpica. "É imperdoável o que aconteceu, já determinei a apuração imediata dos fatos e estou voltando para o Brasil para acompanhar de perto" disse o prefeito, que deixou o Rio na noite de quarta (20). A Prefeitura do Rio informou em nota que técnicos do município estão desde cedo no local.
Engenheiros do CREA, bem antes do 
 acidente, ja tinham reprovado a obra devido 
diversas falhas conjunturais estratégicas!
Um projeto sofisticado e caro,
 mas que desprezou a força 
tremenda do mar e das marés!
Pessoas desavisadas foram levadas
 a uma armadilha cruel e fatal!
 O resultado da vistoria realizada pela Fundação Geo-Rio para apurar as causas do acidente será divulgado assim que concluído, disse o comunicado. De acordo com a nota oficial, os reparos serão executados pela empresa responsável pela construção, sem ônus adicionais ao município, já que a ciclovia ainda está na garantia de obra. A Avenida Niemeyer permanece interditada ao tráfego. Como uma administração publica pode explicar uma obra paga a peso de ouro R$ 45.000 000,00 (quarenta e cinco milhões de reais)e que em menos de 100 dias desmorone? O engenheiro chefe que assinou o projeto deveria ser preso por incompetência e homicido, pois devido a sua incapacidade técnica, pessoas inocentes e desavisadas morreram nesse acidente trágico e fatal! O Brasil não pode ficar assistindo esses  descasos com a vida humana seguidos,  e tratar isso simplesmente como fatalidade, foi muito mais do que simples fatalidade foi uma tragedia anunciada e um crime anunciado, se liberar uma obra sem qualidade técnica nenhuma!

Fonte Uol Noticias.

Postar um comentário