Visualizações de páginas da semana passada

TODAS AS POSTAGENS DO BLOG

OBRIGADO PELA VISITA, SEJA BEM VINDO, ESPERO QUE GOSTE, VOLTE SEMPRE.
Loading...

Pesquisar este blog

segunda-feira, 8 de fevereiro de 2016

ESPORTE VERSUS SAUDE.

Os atletas que vão competir nos Jogos Olímpicos de 2016 terão que nadar e velejar em águas tão contaminadas por fezes humanas que se arriscarão a contrair alguma doença e não poder concluir as provas, de acordo com uma investigação da Associated Press. Uma análise da qualidade da água encomendada pela AP encontrou níveis perigosamente altos de vírus e bactérias de esgoto humano em locais de competições olímpicas e paralímpicas. Esses resultados alarmaram especialistas internacionais e preocuparam os competidores que treinam no Rio, alguns dos quais já apresentaram febres, vômitos e diarreia.
O esgoto de toda cidade é 
descarregado diretamente no
 mar sem nenhum tipo de tratamento.
Toneladas e mais toneladas de lixo
 são retiradas todos os dias dos
 canais que chegam ao mar.
A poluição extrema das águas é comum no Brasil, onde a maior parte dos esgotos não é tratada e uma grande quantidade de resíduos puros corre por valas abertas até riachos e rios que alimentam os locais das competições aquáticas dos Jogos Olímpicos. Em consequência, os atletas olímpicos quase certamente entrarão em contato com vírus causadores de doenças, que, segundo alguns testes, estão presentes em níveis até 1,7 milhão de vezes acima do que seria considerado alarmante em praias no sul da Califórnia, EUA. Apesar de décadas de promessas oficiais de limpar a sujeira das águas, o fedor de esgoto ainda recebe os turistas que pousam no aeroporto internacional Antônio Carlos Jobim.
As amostras da agua recolhida não 
mentem e os atletas que tiverem 
contato com essa agua contaminada, 
contrairão diversas doenças graves.
Provas olímpicas nesse local
 é o mesmo que se entrar 
dentro de uma fossa serpica.
 Belas praias estão desertas, porque as ondas chegam à areia cheias de uma lama pútrida e, de tempos em tempos, a lagoa olímpica, Rodrigo de Freitas, fica repleta de peixes mortos em decomposição. “O que se tem ali é basicamente esgoto puro,” disse John Griffith, biólogo marinho do instituto independente Southern California Coastal Water Research Project. Griffith examinou os protocolos, metodologia e resultados dos testes da AP. “É água dos banheiros, dos chuveiros e do que as pessoas jogam na pia, tudo misturado, que vai para a água das praias. Isso seria interditado imediatamente se fosse encontrado aqui”, disse ele, referindo-se aos Estados Unidos.
Nem os peixes mais resistentes conseguem
 suportar o nível de poluição das águas.
Se os atletas insistirem em competir
 num lugar putrefacto desses,  
o problema sera todo deles.
O mundo inteiro agora vai ficar sabendo sobre o descaso publico em nossos pais, onde as autoridades publicas arrecadam bilhões e mais bilhões de impostos e não realizam nem um decimo das obras básicas necessárias (eu disse básica, aquelas obras que não podem esperar e fazem parte do cotidiano da população) agora se não realizam as obras obrigatórias, agora imaginem se irão realizar obras de manutenção. É uma vergonha que o mundo inteiro venha saber de todo esse descaso com a cidade e seus moradores, agora os turistas muitas vezes desavisados caem nessas armadilhas, e vem ao pais para passearem e voltam a seu pais de origem carregados de doenças graves. Quando nos brasileiros teremos um governo de verdade, onde pessoas responsáveis e integras, assumam seus cargos e realizem as obras necessárias sem saquearem os cofres publicos?
Fonte G1.
Postar um comentário