Visualizações de páginas da semana passada

TODAS AS POSTAGENS DO BLOG

OBRIGADO PELA VISITA, SEJA BEM VINDO, ESPERO QUE GOSTE, VOLTE SEMPRE.
Loading...

Pesquisar este blog

terça-feira, 2 de fevereiro de 2016

CANCER SOCIAL.

A pequena cidade de Centralina (MG), com seus 10 mil habitantes e localizada a 669 quilômetros de Belo Horizonte, vive um situação inusitada: todos os seus nove vereadores foram presos preventivamente suspeitos de corrupção. Eles são investigados pelo Gaeco (Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado) de Uberlândia acusados de desvio de dinheiro público.Segundo a investigação, todos os nove vereadores eleitos para legislatura que termina este ano fraudaram notas fiscais para justificar recebimento de diárias de viagens que nunca foram feitas.
Uma cidade agradável e que não
 merece os políticos que tem.
A camara Municipal vazia e a cadeia 
"lotada",esse é o sinal da
 corrupção em nosso pais.
Quatro deles foram presos na semana passada, na primeira etapa da investigação que recebeu o nome de "Viagem Fantasma" e renunciaram aos cargos. Os quatro, entre eles o presidente da Câmara Municipal, Eurípides Batista Ferreira, o Baianinho (Pros), o primeiro secretário, Hélio Matias (PSL), Carla Rúbia (Solidariedade) e Roneslei do Carmo Soares (PR), foram ouvidos e soltos um dia após a prisão. Agora cumprem prisão domiciliar. Os outros cinco: o vice-presidente da Casa, Ismael Pereira Peres (PT), o 2º secretário Rodrigo Lucas (Solidariedade), Wandriene Ferreira de Moura (PR), Sônia Martins de Medeiros Rosa (PP) e Cleison Vieira (PDT), foram detidos na manhã desta quinta-feira (28) durante a segunda etapa da operação.
Os nove vereadores presos e que poderão voltar futuramente
 se a população deixar.
Pessoas que assumem seus cargos
 com o puro intuito em enriquecerem
 as custas do suor do trabalhador.
Os cinco serão encaminhados para o presídio Professor Jacy de Assis em Uberlândia (537 quilômetros de Belo Horizonte). Além dos vereadores, um ex-servidor da Câmara Municipal e um ex-vereador, que hoje atua como advogado, também foram presos na operação. Outros 12 mandados de busca e apreensão foram cumpridos.Segundo o Ministério Público, os suspeitos cometeram associação criminosa, peculato, falsidade ideológica e lavagem de dinheiro. Dizer o que de uma situação dessas? Isso é a prova cabal de que são necessárias mudanças no poder legislativo municipal, estadual e federal, pois a grande parte dos políticos brasileiros. Ja entra no poder com o puro intuito em enriquecer ilicitamente as custas do suor do trabalhador, e depois de eleitos eles conseguem poderes absolutos, aos quais lhes concedem seus próprios aumentos de salários, eles mesmo se julgam, e em certas ocasiões formam grupos ao qual so votam seus próprios interesses particulares e a população que se dane. 
A corrupção é o primeiro item de 
preocupação do povo brasileiro, que
 ja não suporta mais tanta roubalheira!
Parabens ao GAECO e ao Ministério Publico
 que estão fazendo a sua parte e acabando
com a farra desses marginais
 de colarinho branco.
Temos que acabar com esse poder excessivo, ninguém pode em um estado de democracia, possuir tantos poderes. Imagine se um trabalhador normal pudesse aumentar os seus próprios salários, e trabalhar quando quisesse? No caso citado acima é uma vergonha politica, alias mais uma, onde politicos oportunistas, se elegem apenas para lesar o erario publico sem nenhum remorso ou vergonha na cara, cadeia para essa gente é pouco, a corrupção aquela mesma que faz com que pessoas morram por falta de um atendimento especifico, deveria ser punida severamente. Agora tem um detalhe, alguns deles renunciaram aos seus mandatos ou seja possuem todos os seus direitos politicos em dia e daqui a pouco quando a poeira abaixar ele novamente poderão se candidatarem novamente e agora cabe a população fazer a sua parte e não se esquecer desses marginais oportunistas.
Fonte Uol Noticias.
Postar um comentário