Visualizações de páginas da semana passada

TODAS AS POSTAGENS DO BLOG

OBRIGADO PELA VISITA, SEJA BEM VINDO, ESPERO QUE GOSTE, VOLTE SEMPRE.
Loading...

Pesquisar este blog

segunda-feira, 14 de dezembro de 2015

VIOLÊNCIA GRATUITA.

O médico agredido durante uma festa na Cidade Universitária da USP, em São Paulo, morreu na madrugada deste sábado (12) na capital paulista. Benício Orlando Saraiva Filho Leão, 39 anos, ex-aluno da Faculdade de Medicina da USP, foi atacado na última sexta-feira (4).Leão não resistiu aos ferimentos. Ele foi agredido com uma pedrada na cabeça e desde o dia do crime estava na UTI do Hospital das Clínicas, segundo a Folha Online. Câmeras registraram o momento em que o médico foi cercado e agredido por um grupo. O médico estava em seu carro, um Fiat Punto, na rua da Reitoria. Ele esbarrou em uma bicicleta que estava mal estacionada na mesma via. Logo depois, o médico parou o carro. 
O jovem medico não resistiu 
aos gravíssimos ferimentos e 
faleceu Sabado de madrugada.
Os médicos tentaram de tudo para
 mante-lo vivo, mas seguidas paradas
 cardio-respiratorias dificultaram tudo.
Duas pessoas se aproximam dele. O médico desceu do carro com uma barra de ferro, o que gerou confusão. Mais pessoas se aproximam e um dos jovens atirou uma pedra no médico, que cai no chão e continua a ser agredido. Um dos homens entra no carro e rouba uma mochila da vítima em seguida.Em nota, a USP afirmou que o médico participou de uma festa tradicional, a "Quinta e Breja", que acontece perto da Escola de Comunicação e Artes (ECA). A universidade lamentou o fato e afirma que o ex-aluno foi "covardemente espancado".
As câmeras de monitoramento 
filmaram toda a ação covarde
 e cruel dos marginais.
Mas uma vitima da extrema 
violência daquela região. 
Faz tempo que o campus e imediações da Usp se tornaram um antro criminoso, onde ocorrem crimes de todos os tipos, e esse é mais um caso para somar com os demais ja ocorridos. As imagens demostraram a covardia e selvageria dos criminosos, que devido a uma pequena encostada do veiculo do jovem em uma bicicleta, foi o suficiente para causar uma fúria transloucada nos elementos, que cercaram a vitima que ainda tentou se defender possivelmente com uma chave de fenda, mas foi chutado e agredido de todos os lados, e um dos elementos atirou uma enorme pedra que passou raspando a sua cabeça.
A policia tem feito suas rondas nas
 imediações e dentro do campus...
...Mas tudo isso fica difícil quando 
muitos estudantes se comportam
 de maneira suspeita e ilicita.
E num movimento de  escapar daquela situação tentou chegar próximo ao portão de entrada da Usp, e quando nesse exato momento foi atingido violentamente por outra enorme pedra na região temporal, causando-lhe um ferimento gravíssimo ao qual provocou a sua morte uma semana depois. A policia nas primeiras investigações realizadas suspeita da ação de flanelinhas clandestinos que sempre são vistos naquela area. Agora o que deu para se perceber nitidamente é que o elemento que atirou a pedra no medico, o fez com a mão esquerda, portanto é uma pessoa canhota, e agora a policia juntando as informações colhidas no local fatalmente chegara aos autores desse crime barbaro em um tempo relativamente rapido.
Fonte Ig Noticias.
Até o momento, ninguém foi preso pelo crime
Postar um comentário