Visualizações de páginas da semana passada

TODAS AS POSTAGENS DO BLOG

OBRIGADO PELA VISITA, SEJA BEM VINDO, ESPERO QUE GOSTE, VOLTE SEMPRE.
Loading...

Pesquisar este blog

domingo, 20 de dezembro de 2015

GOLPE VERMELHO!

Desde que a palavra impeachment voltou ao imaginário político brasileiro, dado o alto nível das improbidades que vão sendo reveladas, o PT e seus porta-vozes têm se esforçado para emplacar o velho discurso do “golpe em andamento”Basta observar com atenção o noticiário. Quanto mais são expostos os meios ilegítimos usados pelo PT para conquistar e se sustentar no poder, mais ilegitimidade o partido e seus militantes enxergam na imprensa, nas ruas, nos críticos e nos adversários. Essa projeção reativa do outro, no jargão psicanalítico, é um mecanismo de defesa. Sigmund Freud, que a incluiu no grupo das patologias.
O Supremo Tribunal Federal acabou
 de rasgar a nossa "soberana" Constituição
 ao criar novas regras sobre a votação
 do impeachment de Dilma.
A mesma lei utilizada para cassar Collor
 agora os Ministros do Supremo entendem
 que não funciona, então deveriam devolver 
o mandato ao presidente cassado no passado!
Registrou que ela é ineficaz pois leva o sujeito a falsificar a percepção da realidade e a criar uma ideia deformada do mundo. Não surpreende que André Singer, na edição da Folha do último sábado, tenha acusado a oposição de flertar com um “golpe branco”. Isto é, de buscar brecha na lei que lhe abrisse o caminho ao poder. Como se não fosse exatamente essa a razão pela qual o Partido dos Trabalhadores tem sido incriminado. André Singer faz cortina de fumaça com o impeachment. Ele sabe que a grande ilegitimidade desmascarada pela operação Lava Jato é a forma como a presidente Dilma Rousseff ascendeu ao poder.
Somente os piores ditadores passam
 por cima das leis e fazem suas proprias
 leis para se manterem no poder!
O pais é uma so voz a favor da
 saida de um governo que não 
acrescenta nada de bom ao pais.
Alicerçada na fraude, no dolo, na mentira e no desprezo à lei e à Justiça. Sem patrimônio político próprio, sem liderança que a respaldasse para a tarefa, sem autoridade ou controle sobre as práticas do partido, Dilma Rousseff emprestou seu rosto e seu nome para um projeto de poder, como agora se sabe, nutrido pelo desvio, a transgressão das leis. Ela poderia ser vítima, se não fosse beneficiária dos esquemas operados. André Singer sabe disso. Por isso marca posição e já adianta que crimes passados não podem cassar ninguém. Raras vezes a condescendência com o desvio foi tão desavergonhada. 
Enquanto os nossos "poderosos lideres" 
disputam para se saber quem é o mais
 sujo, o pais esta a deriva rumo ao
 naufrágio econômico total.
Não afundamos ainda, portanto ainda
 estamos vivos e respirando, mas essa gente corrupta, irresponsável e 
danosa, tem que sair imediatamente!
Ao contrário do que diz André Singer, o golpe em andamento não é branco. O golpe contra a democracia, contra o bolso do contribuinte e a boa-fé dos eleitores brasileiros é vermelho. O PT fraudou o jogo, enganou a Justiça e obteve vantagens eleitorais para fabricar Dilma Rousseff como mandatária da Nação. Ao endossar o projeto político atual, gestado no caldo de cultura do governo de que foi porta-voz, André Singer ajuda a deseducar um pouco mais nossa ainda frágil cultura democrática. A mensagem que fica é a de que há ladrões do bem e roubos acima de qualquer censura. Enquanto os brasileiros trabalham, pagam seus impostos e se esforçam para dar exemplo aos filhos do que é certo e justo, intelectuais como Singer, domesticados pelo poder, se esforçam pela legitimação dos atos corruptos. É psicose ideológica em estágio crítico.
Fonte PSDB.
Postar um comentário