Visualizações de páginas da semana passada

TODAS AS POSTAGENS DO BLOG

OBRIGADO PELA VISITA, SEJA BEM VINDO, ESPERO QUE GOSTE, VOLTE SEMPRE.
Loading...

Pesquisar este blog

quinta-feira, 12 de novembro de 2015

MAR DE LAMA.

O Corpo de Bombeiros de Minas Gerais procura seis moradores de Bento Rodrigues, distrito de Mariana, na Região Central de Minas Gerais, que estão desaparecidos desde quinta-feira (5), quando o rompimento de duas barragens da mineradora Samarco destruiu 158 das 180 casas do vilarejo. Mais cedo, a assessoria do Corpo de Bombeiros que está em Mariana havia informado que eram 10 pessoas desaparecidas. A informação foi retificada às 13h30. Segundo os bombeiros, pessoas que estavam desaparecidas foram localizadas em abrigos, pois havia várias listas de desaparecidos. O prefeito de Mariana, Duarte Júnior, confirmou ao G1 que seis moradores de Bento Rodrigues estão desaparecidos, três crianças, uma pessoa idosa e dois jovens. 
Um mar de lama se desloca para a
 cidade engolindo tudo a sua frente.
A marca escura no prédio da igreja
 demostra a altura em que chegou a lama.
São eles: Emanuele Vitória, de 5 anos, Maria Elisa Lucas, de 60 anos, Thiago Damasceno Santos, de 7 anos, Mariana da Silva Santos, de 21 anos, Ana Clara dos Santos Souza, de 4 anos,  e Bruno dos Santos Souza, de 29 anos. Além dos moradores, as equipes buscam ainda 13 funcionários da empresa mineradora Samarco, que não foram localizados. São eles:  Samuel Viana Albino, Valdemir Aparecido Leandro, Ailton Martins dos Santos, Claudemir Elias dos Santos, Edinaldo Oliveira de Assis, Sileno Narkievicius de Lima, Daniel Altamiro de Carvalho, Vando Maurício dos Santos, Pedro Paulino Lopes, Mateus Marcio Fernandes, Marcos Aurélio Pereira Moura, Edmirson José Pessoa e Marcos Xavier.Depois que a lama baixou, só 22 residências estavam de pé. 
A lama invadiu a cidade inteira e cobriu
 tudo com sua força descomunal.
A imagem depois da tragedia era 
desconsoladora, praticamente
 a cidade desapareceu.
Centenas de pessoas seguem desabrigadas. Uma morte foi confirmada até este sábado. Os bombeiros trabalharam deste sexta-feira para mapear o cenário da região de Bento Rodrigues, tentando saber onde estava cada casa. Com um mapa da região, os militares mapearam a cidade em quadrantes de 30 metros, para facilitar a localização das vítimas. Ao menos 40 bombeiros estão trabalhando na lama neste sábado (7) e três tratores auxiliam nos trabalhos, dando condições para que eles cheguem até pessoas ilhadas. A força-tarefa reúne, além de bombeiros de Belo Horizonte, Itabirito e Ouro Preto, integrantes da Defesa Civil e do Exército, e chega a 200 homens.O rompimento das barragens de Fundão e Santarém liberou 62 milhões de metros cúbicos de rejeitos, que inundaram o distrito de Bento Rodrigues. 
Os veículos que não foram arrastados, 
foram coberto pela força da  lama.
Mas uma tragedia anunciada onde as 
autoridades publicas não fiscalizaram 
e permitiram que tudo isso ocorresse!
Ainda não há nenhuma informação sobre o que provocou o estrago. A morte já confirmada é de Claudio Fiuza, de 40 anos, empregado de uma empresa terceirizada da Samarco e que teve um mal súbito quando as barragens romperam. Um corpo foi encontrado em Rio Doce, a 100 km das barragens, mas ainda não foi confirmado se é mais uma vítima do acidente. Agora vai começar aquela reconhecida historia do "empurra pra la", onde ninguém vai assumir nada e todos jogarão a culpa nos outros, ou seja como sempre acontece em nosso pais uma tragedia anunciada onde não foram tomadas as medidas necessárias de prevenção e que todos sabiam fatalmente levaria a isso, mas que as empresas responsáveis não fizeram as obras e os órgãos públicos como prefeitura, defesa social, Ibama e bombeiros, não fiscalizaram como deveriam, e deu no que deu, ah chegaram ate o ponto de ja dizerem que a causa dessa tragedia foi um terremoto ocorrido la na Cochinchina de 2 graus na escala Richter, isso é Brasil.
Fonte G1 Noticias.
Postar um comentário