Visualizações de páginas da semana passada

TODAS AS POSTAGENS DO BLOG

OBRIGADO PELA VISITA, SEJA BEM VINDO, ESPERO QUE GOSTE, VOLTE SEMPRE.
Loading...

Pesquisar este blog

sexta-feira, 2 de outubro de 2015

ATIRADOR DO OREGON.

Pelo menos dez pessoas morreram após um ataque de um homem armado nesta quinta-feira (1º) na Universidade Comunitária Umpqa, na cidade de Roseburg, no Oregon, Estado no noroeste dos Estados Unidos, incluindo o atirador. Os primeiros relatos da polícia citaram pelo menos 15 mortos e outros 20 feridos. Já a Procuradoria do Estado chegou a confirmar 13 mortos. O xerife de Douglas County, John Hanlin, no entanto, confirmou dez mortos e sete feridos. "Chegamos e encontramos vários feridos em várias salas de aula. As autoridades se encontram no local e o atirador foi neutralizado", afirmou Ray Shoufler, do departamento de bombeiros de Douglas County. Segundo ele,  11 pessoas foram transportadas a um hospital próximo duas delas morreram.  O hospital Mercy Medical Center confirmou ter recebido nove pacientes da universidade. 
Repete-se novamente o caso
 de um atirador louco matando 
pessoas inocentes em escola.
Vitimas e mais vitimas saiam nas
 ambulâncias a todo momento
O xerife de Douglas County, confirmou em entrevista coletiva ter recebido o primeiro telefonema às 10h38 da manhã informando sobre um atirador na Umpqua Community College. Policiais confirmaram que ele foi encontrado perto das salas de aula de um dos prédios e morto em uma troca de tiros. A identidade do homem não foi revelada, e autoridades investigam o envolvimento de mais pessoas. A governadora de Oregon, Kate Brown, afirmou que a prioridade é o atendimento aos feridos e a segurança do campus. Fontes consultadas pelo canal de TV CNN afirmaram que quatro armas foram encontradas. O campus permanece fechado desde o ataque. Os alunos que não estão feridos foram levados de ônibus para um recinto de feiras em Douglas County, onde encontrariam amigos e parentes. Agentes da Agência de Álcool, Tabaco, Armas de Fogo e Explosivos (ATF, na sigla em inglês) se encontram no local na busca por explosivos, armas de fogo e munição previamente.
Imenso desespero das famílias 
a procura de noticias sobre seus entes.
A morte se aproximou dos estudantes 
da universidade do Oregon.
O porta-voz da polícia estadual do Oregon, Bill Fugate, havia indicado que o suspeito, identificado como um homem, tinha sido detido e se encontra sob custódia. Lorie Andrews, 57, mora na rua do campus e estava em sua varanda quando ouviu os tiros. Segundo ela, pelo menos 20 ambulancias e 75 viaturas da polícia foram até o local minutos após o incidente. O presidente dos EUA, Barack Obama, foi informado do tiroteio por sua assessora de segurança nacional e contra o terrorismo, Lisa Monaco. "A questão sobre os passos sensíveis que podem ser dados para proteger nossas comunidades da violência por armas de fogo continua sendo uma prioridade para esta Administração", disse Josh Earnest, porta-voz de Obama, em sua entrevista coletiva diária. A Umpqua Community College é uma faculdade que tem 3.330 estudantes em tempo integral e 16 mil em tempo parcial. 
A policia da cidade rapidamente
 isolou o local e invadiu o prédio 
executando o elemento em sua reação.
Barack Obama insiste em um 
controle mais rigido sobre o
 porte de armas no pais.
 De acordo com a imprensa local, este é o 45º tiroteio em instituições de ensino nos EUA em 2015. Roseburg é uma cidade com 22 mil habitantes, localizada a aproximadamente 290 km de Portland, a maior cidade de Oregon. Tiroteios são muito comuns em escolas e universidades nos Estados Unidos um deles ocorreu em uma escola em Dakota do Sul na quarta-feira, deixando um ferido, enquanto um outro no início de setembro, em uma universidade em Sacramento, fez um morto e dois feridos.Um jovem de 20 anos assassinou 26 pessoas, incluindo 20 crianças, na escola Sandy Hook em Newtown (Connecticut), em 14 de dezembro de 2012. Em 16 de abril de 2007, um estudante de 23 anos de origem coreana matou 32 pessoas antes de cometer suicídio no campus da universidade de Virginia Tech, Blacksburg (Virgínia). Este foi o pior massacre na história do país em tempos de paz.Bastou novamente a repetição de um massacre nos EUA, para que esses defensores ferrenhos do desarmamento aqui no Brasil ja comecem com os seus discursos demagógicos. 
Durante a noite houveram varias
 homenagens as vitimas do atirador.
A segurança da universidade falhou
 ao permitir a entrada no predio de
 uma pessoa desconhecida do local.
Citando do perigo de-se possuir uma arma em uma residencia. Ora cada coisa em seu devido lugar, não tem nem como comparar o Brasil com os Estados Unidos, primeiramente la a constituição americana permite o porte de armas legal ao cidadão, onde em alguns estados pode-se ate comprar um Colt Ar 15 ou uma bazuca pelo correio, desde que se possua documentos e ficha limpa na justiça, mas também suas leis são pesadíssimas, o assalto a mão armada recai em uma pena de prisão perpetua, e quem utilizar arma para atacar alguem que não seja em legitima defesa pega de 20 a 30 anos de cadeia, apenas em sacar a mesma em publico. Quando que um ladrão se atreveria a entrar em uma casa onde o morador poderia possuir um AR 15 ou uma bazuca? Mas é nunca! Bem diferente daqui onde os marginais sabem com grande certeza de que a maioria das pessoas não possui nenhuma arma em casa devido a proibição e as dificuldades em se adquirir uma dessas.
Mas uma vez a triste historia tragica
 se repete e vidas inocentes
 são desperdiçadas.
Imensa alegria de um pai ao reencontrar
 a filha viva, que escapou da tragedia.
 Cada cidadão tem o direito a sua auto defesa, e ja que o governo brasileiro não faz a sua parte protegendo-o e prendendo os marginais, então a quem recorrer? Agora voltando novamente ao caso de Oregon, la nos EUA todos sabem dessa imensa "facilidade" em se adquirir uma arma de fogo e tambem da propensão  de alguns psicopatas de realizarem esses atos transloucados, (pois vira e mexe aparece um desses matando pessoas inocentes em massa) então como se explicar um elemento estranho daquela universidade, foi autorizado a entrar sem nenhum cuidado especifico da segurança em revista-lo ou acompanha-lo, o elemento portava 4 armas de fogo escondidas. Ora é dar muita sopa ao azar. Ja que esses casos se repetem com muita constância no pais, as escolas e universidades deveriam obrigatoriamente possuírem portas com detectores de metais,  e uma segurança muito mais apurada, agora desarmar a população inteira por causa de casos isolados de violência, não é a solução mais indicada.
 Fonte Uol Noticias.
Postar um comentário