Visualizações de páginas da semana passada

TODAS AS POSTAGENS DO BLOG

OBRIGADO PELA VISITA, SEJA BEM VINDO, ESPERO QUE GOSTE, VOLTE SEMPRE.
Loading...

Pesquisar este blog

quarta-feira, 1 de julho de 2015

SENSAÇÃO MORBIDA.

O hospital disse em nota que foi aberta uma investigação interna para apurar como tais registros foram vazados.Os funcionários da Clínica Oeste, que gravaram um vídeo da preparação do corpo do cantor Cristiano Araújo para seu funeral, que aconteceu entre a noite da última quarta-feira e manhã dessa quinta, serão demitidos por justa causa. As imagens geraram revolta nos fãs, que reclamaram na página do Facebook da empresa.No vídeo, é possível ver o corpo do sertanejo sobre uma maca sendo manipulado por um homem com máscara cirúrgica e um uniforme, onde se lê a palavra “tanato estética”, que é prática de preparação de um morto para seu enterro. O trabalho é filmado por uma outra mulher, que seria auxiliar no serviço.
Momento da prisão de um dos 
autores das terríveis 
imagens pela policia federal.
Os funcionários cometeram grave
 crime de vilipendio de cadaver, 
ao filmarem, fotografarem e
 publicarem as imagens na internet.
 Na sequência, com a câmera em mãos, ela diz: “Ai, eu tenho que filmar de cá para não pegar o …”. Depois, a mulher muda de ângulo e mostra o homem que manipula o cadáver de Cristiano. “Dá um tchau aí. Não mesmo”, brinca ela, aos risos, com o funcionário, que não responde. Em seguida, a mulher mostra o próprio rosto. Em nota enviada à imprensa, o estabelecimento informou que “repudia com veemência o ato dos dois funcionários que, de maneira mórbida, gravaram e divulgaram tais imagens”.“Em virtude dos últimos acontecimentos envolvendo a divulgação de imagens do corpo do cantor Cristiano Araújo, a Clínica Oeste vem a público informar que repudia com veemência o ato dos dois funcionários que, de maneira mórbida, gravaram e divulgaram tais imagens". 
O jipe Rang Hover ficou totalmente
 destruído pelo acidente 
que vitimou o casal.
Um veiculo muito forte, mas que não 
suportou toda a violencia do acidente.
A clínica tem como procedimento orientar sua equipe que, inclusive, assina regulamento interno de trabalho e Ordem de Serviço de Segurança e Medicina do Trabalho individual para cada caso, documentos estes que proíbem que toda e qualquer etapa do trabalho desenvolvido na empresa seja gravado, fotografado e, principalmente, divulgado. Diante do erro cometido por dois funcionários de seu quadro profissional, a clínica informa que não é conivente com este tipo de conduta e que já tomou as providências legais para efetuar as demissões por justa causa. "A Clínica Oeste existe há quatro anos e reitera seu compromisso com a ética, a transparência, o zelo pela prestação do serviço e o respeito às famílias, e se solidariza com todos os que, como ela, repudiam tal ato”.
Ele havia saido de um show,
 e viajava pela estrada, quando
 ocorreu o acidente tragico.
O trágico acidente vitimou
 o casal, e colocou fim a uma
 imensidade de sonhos dos jovens.
E um outro vídeo vazou também mostrando o atendimento restrito à Emergência do Hospital de Urgências de Goiânia (Hugo). O hospital disse em nota que foi aberta uma investigação interna para apurar como tais registros foram vazados.
“Diante das imagens, a unidade informa que, imediatamente, irá instaurar uma investigação para apurar a denúncia e, caso fique comprovado o envolvimento de um de seus colaboradores na produção e divulgação do referido vídeo, será aplicada penalidade condizente com a intolerância a este tipo de conduta dentro do hospital.  O Hugo repudia veementemente qualquer tipo de ato que atente contra a integridade do paciente e a ética profissional. Os valores que norteiam a postura do hospital são contrários às atitudes que exponham ou constranjam pacientes, e vêm sendo disseminados permanentemente entre seus colaboradores”, concluiu o comunicado.
Fonte MSN Noticias.
Postar um comentário