Visualizações de páginas da semana passada

TODAS AS POSTAGENS DO BLOG

OBRIGADO PELA VISITA, SEJA BEM VINDO, ESPERO QUE GOSTE, VOLTE SEMPRE.
Loading...

Pesquisar este blog

quinta-feira, 30 de julho de 2015

INVASORES DA RAZÃO.

As vezes durante a noite eu olho para o céu e fico observando a quantidade de estrelas que existem sobre nós, a olho nu a gente vê apenas uma pequena parcela delas, mas quando  observamos através de um telescópico, dai sim podemos ver essa grandeza maravilhosa que são esses seres luminosos que abrilhantam as noites  escuras, brilhando sem parar, num brilho sui-generis, que faz a mente imaginar que não sejam apenas brilhos por acaso, e que sejam muito mais do que isso, como invasores da nossa razão homo-sapiniana.
A olho nu, quase não se vê nada, apenas 
o planeta Venus como destaque no céu.
Uma estrela é uma grande e luminosa esfera de plasma, mantida íntegra pela gravidade, sendo que,  ao fim de sua vida, uma estrela pode conter também uma proporção de matéria degenerada. A estrela mais próxima da  Terra é o Sol, que é a fonte da maior parte da energia do planeta. Outras estrelas são visíveis da Terra durante a noite, quando não são ofuscadas pela luz do Sol ou bloqueadas por fenômenos atmosféricos. Historicamente, as estrelas mais importantes da esfera celeste foram agrupadas em constelações e asterismos, e as estrelas mais brilhantes ganharam nomes próprios. Extensos catalagos de estrelas foram compostos pelos astrônomos, o que permite a existência de designações padronizadas.
Agora por um telescopio, podemos 
verificar toda sua grandeza e quantidade.
E por um outro lado, se pelo menos 1% de todas essas estrelas que brilham no céu, forem planetas, ja imaginou a quantidade de vida que possam existir em todo o universo, os cientistas discutem sobre essa possibilidade a muito tempo, e ate agora so ficaram na teoria da hipótese, pois as distancias do nosso planeta das estrelas é uma distancia muito grande para alcançar-mos,  se uma dessas estrelas morrer hoje, só iremos perceber isso daqui quatro anos, quando o seu brilho desaparecer, as diversas sondas enviadas pelo espaço, ja conseguiram constatar partículas de vida em alguns planetas do nosso sistema solar, mas seria uma vida muito microscópica, nada parecida com o ser humano.
E quem sabe os cometas sejam teleguiados
 espiões, de alguma civilização avançada 
do infinito do universo.
Mas quem é capaz de afirmar com toda certeza que não existam vidas inteligentes em planetas distantes e desconhecidos, essa é uma utopia que persegue o ser humano, são perguntas que estão e ainda ficarão por muito tempo sem resposta, isso traz  a tona a certeza que o ser humano apesar de todas as suas conquistas materiais, em vista do universo todo, não passa de uma simples partícula, de energia, e quanto mais estuda e aprende, nada  sabe, pois não é capaz de decifrar esses imensos mistérios que o cerca, e apesar do seu mundo ser gigantesco, mas em vista de todo o cosmo, não passa de um simples grãozinho de areia.
Quem sabe um dia o homem consiga 
alcança-las, mas não com essas 
antiguidades voadoras!
E agora o que fazer quanto a isso, na minha sincera opinião, não resta fazer nada, apenas olhar para o céu a noite e deslumbrar esse magnifico espetáculo que se faz presente todos os dias ou melhor todas as noites, um espetáculo lindo e cheio de mistérios  que a mente humana não consegue decifrar, e o certo disso é que esse espetáculo brilhante foi feito exclusivamente pra você que é um sonhador como eu sou, e imagina em cada estrela que brilha no céu um pingo de muita esperança, uma esperança que não se vê em lugar nenhum.
Como uma caneta elas riscam o ceu, como
 se ele fosse um imenso quadro negro.
E quando passam aquelas estrelas cadentes cortando o céu com sua energia, dizem  quando isso acontecer, basta fazer um pedido que ele sera realizado, mas eu vejo isso como se fosse uma mensagem do cosmo  quando você esta ali presente e meditando sobre alguma coisa, e de repente surge aquilo no céu e desaparece num piscar de olhos, tão rápido como apareceu, e nesse momento parece que você sai fora do ar, e tudo aquilo que era preocupação, como por encanto some, e você fica muito mais leve, como se tivesse sido abduzido por uma energia estranha, é fantástica essa sensação, talvez seja sua pureza, ou sua grandeza cósmica, ou sua intensidade karmica, ou seja sua uma pequena passagem dimensional, quem pode explicar isso? Muitas estrelas cadentes cairão do céu e o homem ainda continuara pensando que são apenas pequenas pedras perdidas do universo, e quem sabe um dia, conseguira decifrar esse grande mistério.
Fonte BBC.
Postar um comentário