Visualizações de páginas da semana passada

TODAS AS POSTAGENS DO BLOG

OBRIGADO PELA VISITA, SEJA BEM VINDO, ESPERO QUE GOSTE, VOLTE SEMPRE.
Loading...

Pesquisar este blog

quarta-feira, 24 de junho de 2015

MOTOS VOADORAS.

Motos flutuantes parecidas com as vistas na franquia "Star Wars" podem estar à disposição do exército dos Estados Unidos em pouco tempo. O Departamento de Defesa norte-americano fechou recentemente um acordo com engenheiros norte-americanos e britânicos para a construção das motos, chamadas de hoverbikes. Os protótipos lembram os equipamentos usados por Luke Skywalker e a princesa Léa na floresta de Endor no filme "O Retorno do Jedi".Os veículos teriam uma funcionalidade parecida à dos helicópteros, mas superariam algumas limitações antigas desta tecnologia. As motos poderão ser usadas tanto para operações militares como de emergências, de acordo com a agência de notícias Reuters.
Uma turbina invertida ao inves da 
 lateral fica embaixo do veiculo.
Funciona no mesmo esquema
 dos helicópteros, mas sua 
aerodinâmica é bem mais simples.
"O Departamento de Defesa está interessado nesta tecnologia porque ela pode desempenhar inúmeras funções", disse Mark Butkiewicz, que trabalha para a Survice, uma empresa americana que está desenvolvendo as motos. "Pode transportar tropas em um terreno difícil ou levar suprimentos e resolver problemas de logística".Grant Stapleton da empresa britânica Malloy Aeronáutica explicou à Reuters as vantagens das motos sobre os helicópteros tradicionais: "Ele pode chegar em lugares que um helicóptero regular não conseguiria, e custa muito menos para usar. E é consideravelmente mais seguro. Se você topar com alguma coisa, não vai causar um acidente ou causar qualquer dano".
Um veiculo que poderá pousar em 
qualquer terreno, muito diferente das
 demais aeronaves que necessitam 
de lugares apropriados para o pouso.
Um veiculo vindo diretamente da ficção
 cientifica dos filmes da saga Star Wars.
Esta notícia vai deixar contentes muitos fãs da Guerra das Estrelas por todo o mundo, pois alem dos americanos tambem uma equipa na Grã-Bretanha desenvolveu um protótipo de uma máquina muito semelhante, a que chamaram “motion-quadcopter” ou hoverbike, que se parece em tudo com a moto voadora que vemos no filme “O Regresso de Jedi”.Os engenheiros da Malloy, empresa que desenvolveu o engenho, acreditam que o futuro das máquinas voadoras poderão passar por aqui.“Passámos de duas para quatro hélices, porque a tecnologia evoluiu de tal forma que usar agora quatro motores é mais eficiente e mais barato, comparando com a altura em que começamos os desenhos, ainda com duas hélices”, conta Chris Malloy, criador da hoverbike.
Veiculo hibrido que pode se
 transformar de um pequeno helicóptero
 em uma moto ou um veiculo de tres rodas.
Helicoptero americano Apache, muito
 potente e com grande autonomia de voo.
Essa ideia das motos voadoras, 
surgiu dos pequenos drones 
controlados por controle remoto.
Malloy e a equipa fizeram primeiro um modelo, à escala de um terço. Depois dos testes, perceberam que este era um drone muito mais avançado que todos os outros no mercado. Começaram assim a vender este modelo, para angariar dinheiro para construir a versão pilotada. Para Malloy, “a vantagem da hoverbike sobre os helicópteros é que pode passar por entre as árvores com segurança. Bater com a pá de um helicóptero pode ser fatal."Aqui, eliminamos esse risco, porque protegemos as pás do solo e de outros obstáculos. O helicóptero é complexo, enquanto a hoverbike é simples. Do ponto de vista da complexidade, a hoverbike é mais segura. É robusta e está desenhada para voar em situações que seriam difíceis para um helicóptero”.O fato de ser prática e barata, em comparação com o helicóptero, fazem com que a hoverbike possa vir a ter usos que vão da agricultura às operações de salvamento. Esse projeto não tem nada do outro mundo, é uma helice ou um conjunto de helices muito potentes que funcionam como uma turbina voltada para o chão, dando com isso a força motriz necessária para a movimentação, agora para voar bem alto se faz necessário muita energia, quanto mais energia, maior a altura.
Fonte Uol Noticias.
Postar um comentário