Visualizações de páginas da semana passada

TODAS AS POSTAGENS DO BLOG

OBRIGADO PELA VISITA, SEJA BEM VINDO, ESPERO QUE GOSTE, VOLTE SEMPRE.
Loading...

Pesquisar este blog

sábado, 27 de junho de 2015

JAMES WEST.

Abertura da serie de TV, que fez 
muito sucesso na decada de 60.
Á locomotiva e também lar dos 
agentes do governo americano.
Faroeste ou Espionagem? Talvez tenha sido essa a questão que o produtor Michael Garrison tenha feito a si próprio analisando o gênero western, que havia vendido como água na TV americana na década de 50 e na primeira metade da década de 60. Isso em contraste com a "Bondmania" que assolava o mundo após a produção de "007 Contra Goldfinger", em 1964. Foi pensando num gênero que já havia vendido muito e em outro que estava mais do que na moda, que Garrison pensou em fazer uma mescla colocando  literalmente James Bond em cima de um cavalo.
Paul Newman era o ator preferido
 para fazer á seria, mas foi trocado
 por Robert Conrad, tudo porque 
Newman era um ator muito caro.
 Para tanto, procurou por Hunt Stomberg, chefe de programação da Rede CBS e tentou convencê-lo sobre a viabilidade do projeto. Elaborar uma mescla de gêneros tão distintos entre si não era uma tarefa fácil. Fazer um novo James Bond televisivo estava fora de cogitação, já que a rede NBC exibia desde setembro de 1964, com grande sucesso no ano de 1965, O Agente da UNCLE, primeiro seguidor de 007 na TV.
James juntamente com seu parceiro inseparável, o mestre 
dos disfarces Artemus 
Gordon(Ross Martin)
Disfarçado em viajante escocês...
Bandido renegado... 
Magnata americano...
Coronel Yankee...
Um reverendo em pleno velho oeste...
Sheik da Arabia...
E o terrível pistoleiro e gatilho
 mais rapido de todo oeste 
Relâmpago Mc Coy.
Garrison pensou num personagem que após a guerra civil se reportasse diretamente ao Presidente Grant. Os nomes pensados para o herói foram Jim West, Sam South, Tom East e Hal North. O grande problema em princípio foi achar roteiristas que conseguissem misturar faroeste e espionagem, tendo em vista que esses profissionais eram especialistas e quem escrevia um gênero, não conseguia escrever outro. Havia um detalhe que incomodava: James Bond encontrava-se com seu chefe "M", que orientava sobre a missão a ser executada. 
Cena de um dos diversos tiroteios 
contra os criminosos.
Eles eram dois agentes especiais,
 á serviço direto do presidente Grant.
Reunião com os indios 
Apaches dentro do trem.
Tentaram impedir um assassinato
 mas chegaram um pouco atrasados
O muito que 007 fazia depois era encontrar-se com "Q", o cientista mestre de armas e truques que dava ao herói todo um arsenal de recursos a serem utilizados naquela missão. Fazer isso com James West era impossível pela época em que a série estava baseada. Como fazer o herói se deslocar com freqüência até Washington numa época em que o meio de transporte mais utilizado era um cavalo?
Foi para responder a essa indagação que criou-se então o personagem Artemus Gordon. Ele traria detalhes para "West" sobre a missão a ser executada e um arsenal de recursos que o mesmo teria à disposição em cada empreitada. Com o passar do tempo, o personagem de Artemus passou a trabalhar em tempo integral, assumindo a característica de mestre dos disfarces.
As cenas ficavam gravadas em 
desenhos das partes do filme.
 Quando surgiu James West foi um choque: um cowboy de calça justa e sapato com salto falso, que escondia explosivos e armas. O herói repetia a abordagem de James Bond, só que num oeste cheio de mistério e aventura. Seu parceiro era um cavalheiro por excelência. Artemus Gordon era uma espécie de Dr. Watson de um Sherlock Holmes galã, que tinha um andar de quem caminha com botas apertadas. O charme da série foi logo identificado pelo grande público, colocando-a entre as 20 mais vistas na temporada 1965/66 com uma média de 22 pontos na audiência (nenhuma das três temporadas posteriores atingiu novamente essa marca). 
Eles moravam dentro de um
 luxuoso vagão de trem.
James West, uma das series 
de maior sucesso de todos os 
tempos da TV americana!
Cada título de episódio possuía o termo "The Night" (assim como em O Agente da UNCLE cada título de episódio possuía o termo "Affair"). Antes de cada comercial a cena é congelada com a imagem, se transformando num story-board. O que mais impressiona era a audácia dos produtores em misturar engenhocas mecânicas num tempo em que aquilo não existia.
Ross Martin, nascido na Polonia em
 22 de Março de 1920, faleceu em 
03 de Julho de 1981 de um infarto
 fulminante, enquanto jogava
 uma partida de tenis.
Ao contrário do que muitos possam pensar, James West não acabou por problemas de queda de audiência. Em verdade, o governo americano estava iniciando uma campanha contra a violência na televisão e James West foi a bola da vez. Os assassinatos de Robert Kennedy e do líder negro Martin Luther King eram os ícones desse movimento. A ordem era diminuir cenas de luta, não utilizar instrumentos cortantes, não quebrar cadeiras nas costas de ninguém e usar revólver só em último caso, evitando–se ao máximo matar quem quer que fosse. 
Robert Conrad, nascido em 01
 de Março de 1929, em Chicago 
Illinois, ficou em atividade até 
2002, quando se aposentou e 
hoje com 86 anos, morando na 
California onde vive  com sua
 atual esposa Lavelda Fann.
Com cenas perigosas feitas na base da coreografia o seriado perdia muito. Para piorar de vez a situação, Robert Conrad machucou seriamente o joelho durante uma seqüência de luta do episódio "The Night of The Cossacks" (Os Cossacos) e saiu do estúdio diretamente para o hospital, levado numa ambulância. Após esse acontecimento e com toda a campanha feita pelo governo americano a rede CBS, decidiu cancelar o programa. 
Fonte Retrô TV

sexta-feira, 26 de junho de 2015

ISSO É BRASIL.

Após bandidos cercarem policiais federais, atirarem contra a viatura e roubarem um celular de um dos agentes na Vila Itaú, em Contagem, na região metropolitana de Belo Horizonte, a Polícia Militar (PM) conseguiu prender dois suspeitos do crime, apreender uma arma e recuperar o telefone do agente, na tarde desta terça-feira (23)Segundo a corporação, uma viatura da Polícia Federal (PF) chegou ao local, que fica atrás do Itaú Power Shopping, na parte da manhã desta segunda-feira. O objetivo era entregar uma intimação. 
Agentes da policia federal tiveram
 a viatura cercada por marginais 
fortemente armados e 
tiveram que sair correndo.
Bandidos não temem a mais nada, 
e afrontam a tudo e a todos.
Porém, assim que foram percebidos, os policiais foram cercados e recebidos a tiros por homens fortemente armados. Os policiais conseguiram fugir e solicitaram reforço da PM, que imediatamente deslocou diversas viaturas para a região. Entretanto, quando chegaram, os suspeitos já haviam conseguido fugir. "Já na parte da tarde, resolvemos fazer uma operação para dar uma resposta à altura da agressão feita por estes infratores. Com a incursão do Tático Móvel no local, conseguimos fazer a prisão de dois suspeitos, apreender uma arma e recuperar o celular o policial federal", explicou o tenente André Lopes, do 39º º Batalhão. 
Nem a policia consegue mais ser 
repeitada como antigamente, os 
marginais estão cada vez mais folgados!
Os marginais estúpidos 
mexeram com gente errada e
 arrumaram, para a cabeça. 
Um adolescente identificado pelas iniciais E.C.D, de 15 anos, e o maior R.F, de 23, foram detidos em flagrante. Ainda de acordo com o tenente, ambos já são conhecidos da polícia por atuar no tráfico de drogas na região da Vila Itaú.   A ocorrência está sendo registrada no batalhão, em Contagem, e será repassada ainda nesta segunda para a sede da PF em Belo Horizonte, no bairro Gutierrez, na região Oeste da Capital. Em nota, enviada à reportagem de O TEMPO, a Polícia Federal confirmou que houve o tiroteio durante a entrega de uma intimação na Vila da Itaú.Os policiais federais contataram a Superintendência Regional da PF em Minas e tiveram o pronto apoio de cerca de 30 policiais federais. Ainda segundo a nota,  a Polícia Federal contou, na sequência, com o auxílio da Polícia Militar de Minas Gerais e da Polícia Rodoviária Federal em buscas pela região.
Vivemos em um pais perigoso, 
onde a criminalidade da as cartas.
Impressionante o arsenal de armas
 de guerra nas mãos criminosas.
"No início da noite, policiais militares que atuam na região apresentaram dois suspeitos de participação no crime de tentativa de homicídio, sendo um deles menor de idade, o que fez com que a ocorrência fosse encaminhada para a Delegacia Especializada de Proteção à Criança e Adolescentes (DOPCAD)", diz o comunicado. As investigações prosseguirão tanto na PF quanto na Polícia Civil, em cooperação. Agora o que dizer de uma situação dessas? Se nem a própria policia (policia federal amigo) consegue andar tranquilamente pelas ruas sem ser assaltada, agora é o fim da picada mesmo ladrões roubarem policiais em pleno serviço e com a viatura caracterizada, é muita ousadia mesmo, a que ponto nos chegamos nesse pais? Ladroes explodindo caixas eletrônicos a todo momento, invadindo quarteis do exercito para roubarem e agora assaltando uma viatura da policia federal, o que mais  falta para as nossas autoridades publicas enxergarem o caos na nossa segurança publica?
Fonte O Tempo.

quarta-feira, 24 de junho de 2015

MOTOS VOADORAS.

Motos flutuantes parecidas com as vistas na franquia "Star Wars" podem estar à disposição do exército dos Estados Unidos em pouco tempo. O Departamento de Defesa norte-americano fechou recentemente um acordo com engenheiros norte-americanos e britânicos para a construção das motos, chamadas de hoverbikes. Os protótipos lembram os equipamentos usados por Luke Skywalker e a princesa Léa na floresta de Endor no filme "O Retorno do Jedi".Os veículos teriam uma funcionalidade parecida à dos helicópteros, mas superariam algumas limitações antigas desta tecnologia. As motos poderão ser usadas tanto para operações militares como de emergências, de acordo com a agência de notícias Reuters.
Uma turbina invertida ao inves da 
 lateral fica embaixo do veiculo.
Funciona no mesmo esquema
 dos helicópteros, mas sua 
aerodinâmica é bem mais simples.
"O Departamento de Defesa está interessado nesta tecnologia porque ela pode desempenhar inúmeras funções", disse Mark Butkiewicz, que trabalha para a Survice, uma empresa americana que está desenvolvendo as motos. "Pode transportar tropas em um terreno difícil ou levar suprimentos e resolver problemas de logística".Grant Stapleton da empresa britânica Malloy Aeronáutica explicou à Reuters as vantagens das motos sobre os helicópteros tradicionais: "Ele pode chegar em lugares que um helicóptero regular não conseguiria, e custa muito menos para usar. E é consideravelmente mais seguro. Se você topar com alguma coisa, não vai causar um acidente ou causar qualquer dano".
Um veiculo que poderá pousar em 
qualquer terreno, muito diferente das
 demais aeronaves que necessitam 
de lugares apropriados para o pouso.
Um veiculo vindo diretamente da ficção
 cientifica dos filmes da saga Star Wars.
Esta notícia vai deixar contentes muitos fãs da Guerra das Estrelas por todo o mundo, pois alem dos americanos tambem uma equipa na Grã-Bretanha desenvolveu um protótipo de uma máquina muito semelhante, a que chamaram “motion-quadcopter” ou hoverbike, que se parece em tudo com a moto voadora que vemos no filme “O Regresso de Jedi”.Os engenheiros da Malloy, empresa que desenvolveu o engenho, acreditam que o futuro das máquinas voadoras poderão passar por aqui.“Passámos de duas para quatro hélices, porque a tecnologia evoluiu de tal forma que usar agora quatro motores é mais eficiente e mais barato, comparando com a altura em que começamos os desenhos, ainda com duas hélices”, conta Chris Malloy, criador da hoverbike.
Veiculo hibrido que pode se
 transformar de um pequeno helicóptero
 em uma moto ou um veiculo de tres rodas.
Helicoptero americano Apache, muito
 potente e com grande autonomia de voo.
Essa ideia das motos voadoras, 
surgiu dos pequenos drones 
controlados por controle remoto.
Malloy e a equipa fizeram primeiro um modelo, à escala de um terço. Depois dos testes, perceberam que este era um drone muito mais avançado que todos os outros no mercado. Começaram assim a vender este modelo, para angariar dinheiro para construir a versão pilotada. Para Malloy, “a vantagem da hoverbike sobre os helicópteros é que pode passar por entre as árvores com segurança. Bater com a pá de um helicóptero pode ser fatal."Aqui, eliminamos esse risco, porque protegemos as pás do solo e de outros obstáculos. O helicóptero é complexo, enquanto a hoverbike é simples. Do ponto de vista da complexidade, a hoverbike é mais segura. É robusta e está desenhada para voar em situações que seriam difíceis para um helicóptero”.O fato de ser prática e barata, em comparação com o helicóptero, fazem com que a hoverbike possa vir a ter usos que vão da agricultura às operações de salvamento. Esse projeto não tem nada do outro mundo, é uma helice ou um conjunto de helices muito potentes que funcionam como uma turbina voltada para o chão, dando com isso a força motriz necessária para a movimentação, agora para voar bem alto se faz necessário muita energia, quanto mais energia, maior a altura.
Fonte Uol Noticias.

DANO.

Osman escalando  paredão Lovers Leap na California em incriveis 4 minutos e 25 segundos, um record fantastico, detalhe esse paredão tem 120 metros de altura, e que levaria cerca de quatro horas para ser vencido por um escalador normal.
Uma façanha que ficou registrada 
eternamente para a historia, Dan 
Osmand no Lovers leap.
 Osman vivia sozinho num sepulcral, estúdio quente a 200 metros da margem do Lago Tahoe. A cama, sofá, cadeira e mesa na sala principal abutted como peças de um quebra-cabeça. Ao longo de uma parede havia uma bancada em camadas com a escalada de hardware: dispositivos de came, calços, mosquetões, machados de gelo, raquetes, crampons, um capacete vermelho. Uma corda estava enrolada em um torno. Encostado um amplificador de guitarra elétrica era um-e-amarelo mochila vermelha, um protótipo do projeto de Osman The North Face, um fabricante de equipamento ao ar livre proeminente. 
Ele adorava os grandes desafios das 
alturas, e fazia tudo naturalmente sem
 nenhum tipo de equipamento de segurança.
Dois snowboards inclinou-se no canto perto da porta. Havia uma televisão pequena e uma ampla colecção de vídeos de escalada. Sete ou oito livros estava em uma mesa de cabeceira, todos eles preocupados com a história do Japão e dos samurais, incluindo um romance épico sobre a vida de Musashi, James Clavell's Shogun , e A Espada Samurai - Um Manual .Fotografias de Osman filha, Emma, ​​de oito anos (agora vivendo com sua mãe), eram visíveis de todos os ângulos no apartamento. Nas paredes havia cartazes, um saldo de bandas de heavy metal - especialmente Metallica - e escaladores de diversos tipos de terreno. Duas vezes aparecendo foi Lynn Hill, um alpinista inovador trabalhando agora no topo da sua forma. Osman citados Hill, juntamente com o alpinista proeminentes e fotógrafo Jay Smith, Wolfgang Güllich e solista do lendário John Bachar, como exemplos.
Quando escalava o Lover´s leap na California
Em sua última entrevista Osman diz de sua filha: "Ela é o fato mais importante da minha vida. Nada mais chega perto."Com seu sorriso habitual, ele também admite, "Eu preciso dar um descanso aos meus anjos da guarda. Eles estão a trabalhar horas extraordinárias que me mantém vivo, por isso é hora de colocar os meus brinquedos fora por algum tempo."Por telefone Osman convence o Parque de Assistência para deixá-lo recuperar suas cordas e equipamento de fora da Torre de Pisa.  passeios com pára-quedista e escalador Miles Daisher, para Yosemite. Eles fizeram á caminhada e rumaram até cordas fixas na rota de descida "chaminé" e começaram a arrumar todo o equipamento. 
Não tem como falar de alpinismo sem
 falar em Dan Osman!
Osman vê todos os seus cabos, equipado e pronto para um salto,  ele não consegue resistir.  Limpa seu acampamento no dia seguinte, então decide tentar um salto ainda maior naquela noite. Ele calcula que, ao transferir seu ponto de decolagem para o norte, o declive mais acentuado no dedo do pé da Torre Inclinada lhe dará mais espaço para queda. Ele quer criar um outro novo recorde. Até agora as cordas mais se destacaram na neve, chuva e sol por mais de um mês, e realizaram mais de vinte saltos entre Dan e seus amigos. Mas as cordas eram novas no início deste esforço, e os valores que Dan considerava seguros, haviam se desgastado com ás constantes temperaturas baixas e os ventos fortes.
Dano desafiava a lei da gravidade 
realizando feitos inacreditáveis nas alturas.
Dan Osman era um especialista em alpinismo
 e sabia tudo sobre os equipamentos,
mas sua ansiedade em saltar acabou por vence-lo. 
Ele prolonga a linha de salto de 75 pés para garantir um novo recorde, e convida seus amigos em seu telefone celular para dizer que ele está decolando. Logo após seis horas na escuridão final de novembro, ele lança. É o culminar de todos os seus anos de experimentação e desenvolvimento de equipamentos e técnica. Com a forma perfeita, ele sobe até o rosto, rastreamento de distância da rocha. Down ele mergulha, revelando a pressa de queda livre, seu farol socos um ponto de luz através da escuridão. Como de costume, as sombras abaixo apressam-se para encontrá-lo, como ele sente a pressão crescente da corda que snugs seu chicote e começa a retardar sua queda. Sua corrida para baixo quase começa a se transformar em um balanço, quando a corda explode em ou perto do último nó do salto de linha. Agora em queda livre total Osman hurtles através do ar, com 180 metros de linha solta ainda amarrado à cintura. Ele bate em uma árvore, chicotes e salta entre os galhos, em seguida, volta-se para o chão. Do alto de um amigo da Torre Inclinada de Osman, Daisher, grita de novo e de novo, mas não há resposta, apenas o eco de sua vóz pelos abismos de Yosemite ressoavam.
Suas duas paixões as alturas e sua filha Emma.
 Daisher corre para baixo as linhas de rap e busca através da floresta escura. Ele encontra o corpo de Osman deitado no chão, intacto, mas não há pulso.
amigo de Osman, Mihai Constantinescu, chega naquela noite e mantém uma vigília pelo corpo. Ele diz: "Os ramos foram espalhados por toda parte, alguns até três centímetros de diâmetro. Dano(como era chamado pelos amigos) parecia quase pacífico com os olhos quase fechados e as mãos cuidadosamente dobradas em um quadril."Como se o seu corpo fosse ajeitado daquela forma", não havia mais vida nenhuma nele, mais aquele olhar de satisfação saia do seu rosto inerte.Como á dizer: estou indo  agora, mais realizei tudo o que eu quis e desejei na vida.
Fonte BBC.

terça-feira, 23 de junho de 2015

"EM BUSCA DO CRIME PERFEITO".

A Polícia Civil prendeu a mulher do executivo Luiz Eduardo de Almeida Barreto e o suposto amante dela nesta quarta-feira (3). Os dois são suspeitos de mandar matar o diretor comercial de 49 anos, assassinado a tiros na segunda-feira (1º), em uma travessa da Avenida Engenheiro Luiz Carlos Berrini, no Brooklin, Zona Sul de São Paulo. Para a polícia, Eliana Freitas Barreto e Marcos Fábio Zeitunsian, ambos de 46 anos, contrataram Eliezer Aragão da Silva para matar Barreto. Eliezer, de 46 anos, havia saído recentemente da prisão e estava em liberdade condicional. Segundo a polícia, Eliana pediu um empréstimo no banco no valor de R$ 7 mil e transferiu o dinheiro para a conta de Marcos. O amante, por sua vez, teria pagado R$ 3 mil para Eliezer matar o executivo. A Justiça decretou prisão temporária de Eliana e Marcos por 30 dias. 
O que parecia ser um casamento dos 
sonhos, escondia uma trama diabólica.
A mulher e o amante foram indiciados e podem responder por crime de homicídio. Eliezer, além de indiciado por homicídio, também vai responder pelo roubo, mesmo tendo sido simulado para encobrir a intenção real de assassinato. De acordo com as investigações, Luiz Eduardo teria ainda um seguro de vida de R$ 500 mil, e Eliana pretendia usar o dinheiro para montar uma loja para o amante em Guaratinguetá. A mulher da vítima foi presa na manhã desta quarta ao ir até a delegacia para prestar depoimento. Ela estava acompanhada do pai e do cunhado e teria confessado o crime. Marcos foi preso no apartamento onde mora, em Santana, Zona Norte de São Paulo, também pela manhã.
Uma mulher fria, calculista e cruel,
 que não pensou nem um pouco nas
 consequências desse crime!
Luiz Eduardo e Eliana estavam juntos há 30 anos e moravam em Aparecida, no interior de SP, com os dois filhos, de 15 e 17 anos. Eliana e Marcos se conheceram há 13 anos, quando tiveram um caso. Há dois anos eles se reencontraram, e desde então a mulher mantinha a relação extraconjugal. A polícia chegou até Marcos analisando imagens de câmera de segurança da região onde ocorreu o crime. Elas mostraram ele conversando com o Eliezer e apontando quem era o empresário para o executor. Ao analisarem o Facebook de Marcos, os investigadores tiveram uma surpresa ao ver que ele era amigo da mulher da vítima na rede social. "Uma coisa que chamou a nossa atenção foi que, ao identificarmos o Facebook do Marcos, a gente viu que ela (Eliana) era amiga dele no Facebook. Isso causou estranheza", disse o delegado titular do 96º DP (Brooklin), Anderson Pires Gianpaoli.
O corpo do empresario ficou estatelado
 no chão como um monte de lixo!
No celular de Marcos, a polícia encontrou fotos íntimas dele com Eliana. "Em nenhum momento eles negaram (o caso) que a prova é muito robusta. Há vídeo e fotos íntimas do casal no celular do Marcos", disse o delegado.Segundo a polícia, Eliana e Marcos se conheceram em um semáforo em São Paulo há 13 anos e depois se separaram. Há dois anos, eles se reencontraram pelo Facebook e retomaram o relacionamento. Segundo os investigadores, o amante se encontrava com a esposa da vítima nos intervalos de aula dela, em Aparecida, onde Marcos passou a ficar durante a semana bancado por Eliana. Enquanto isso, Luiz Carlos passava a semana em São Paulo trabalhando. "O Eliezer já sabia que executaria esse crime. Quando ele saiu, ele conheceu o Marcos e eles arquitetaram o crime. Nas ultimas três semanas, o Eliezer e o Marcos vieram aqui na região da Berrini e, com as informações passadas pela esposa, como endereço, carro que o Luiz Eduardo usava, foi feito um levantamento da rotina da vítima", afirmou o delegado titular do 96º DP.
Uma pessoa que tinha tudo, e que  jogou
 fora, e agora vai ficar por muito tempo 
em uma cela fria e imunda, de uma cadeia!

Ainda de acordo com o delegado seccional Jorge Carrasco, o amante teria mentido para o assassino para convencê-lo de executar o crime, dizendo que Luiz Eduardo tinha estuprado uma filha de um amigo dele. Segundo o delegado Anderson Gianpaoli, Marcos e Eliana ainda trocaram mensagens via Whatsapp pouco antes e logo após o crime."O Marcos disse que antes do crime acontecer, ela ligou e perguntou: 'como estamos'? E ele respondeu: 'calma, porque quando acontecer eu vou te avisar'", disse o delegado titular do 96º DP. "Depois que o crime ocorreu, foi dito para ela: 'o veículo foi vendido'. Foi esse o código, que significava que o marido estava morto. Para nós, falando a respeito do perfil dela, acho ela uma pessoa muito fria", completou.
Marcos o amante, deu todo o "serviço" 
policia que rapidamente elucidou esse caso.
Mas uma vez a confirmação de que não existe um crime perfeito, uma trama elaborada e planejada nos minimos detalhes, mas que bastou apenas a prisão do criminoso Eliezer na primeira esquina logo apos o cometimento do crime, para que toda essa historia de terror urbano viesse a tona, pois os policiais descobriram em seu celular a foto da vitima, dando a entender que não se trataria apenas de um latrocinio simples, e que poseria ser algo muito mais grave como assim o foi, e interrogado sobre a foto, o criminoso não perdeu nenhum tempo e rapidamente deu todo o "serviço" a policia, que havia sido contratado por Marcos, e que aparecia em uma filmagem conversando com esse Eliezer, e quando a policia então entrou no Facebook, percebeu que "estranhamente" ele era amigo da esposa da vitima. E levado a delegacia também ja disse tudo o necessário a policia, agora uma cena que ficou mesmo para a historia, foi quando a esposa adultera e assassina, compareceu ao DP.
A mente humana com certeza é 
um imenso mistério a ser decifrado.
para prestar depoimento e antes mesmo de continuar com a sua farsa,  foi desmascarada pela policia que ja tinha todas as informações sobre o crime, e ela ficou com uma tremenda cara de tacho ao ser indagada pelo delegado sobre todo o histórico do crime, o delegado tinha ate uma conversa entre ela e o amante Marcos pelo celular, quando esse ja estava preso em sua presença, e dai não tinha nem como ela negar alguma coisa em sua participação nesse crime. O que deixam os familiares e também todos perplexos, é como uma pessoa aparentemente normal, que tinha um boa vida com o marido, com constantes viagens ao exterior, jantares a luz de velas em restaurantes caríssimosdinheiro a vontade para gastar como quisesse, de repente joga tudo isso para o alto, e troca tudo por uma cela imunda e fria de uma cadeia? E eu mesmo respondo, como sempre tenho feito aqui nesse Blog, sobre o imenso misterio da mente humana, nunca sabemos o que se passa dentro das cabeças das pessoas, e esta ai mas uma comprovação disso, agora temos que destacar as cameras que filmaram o criminoso nitidamente e tambem o brilhante trabalho do delegado Dr Anderson Gianpaoli e toda a sua equipe de investigadores, que conseguiram desmontar essa trama diabólica, e  em tempo record, desvendaram esse crime, e prenderam os criminosos.
Fonte G1 Noticias.