Visualizações de páginas da semana passada

TODAS AS POSTAGENS DO BLOG

OBRIGADO PELA VISITA, SEJA BEM VINDO, ESPERO QUE GOSTE, VOLTE SEMPRE.
Loading...

Pesquisar este blog

sábado, 28 de fevereiro de 2015

SR SPOCK.

Leonard Nimoy teve a carreira marcada por seu papel como o lógico alienígena meio-humano, meio-vulcano Mr. Spock, de Jornada nas Estrelas/Star Trek, mas também atuou como diretor, roteirista, compositor, poeta e fotógrafo. Nascido em Boston, em 1931, filho de pais judeus originários da Ucrânia, Nimoy começou a atuar ainda quando criança. Sua carreira profissional, iniciada na década de 1950, foi marcada por muitos filmes B e participação em vários seriados famosos do período, como BonanzaDragnetAlém da ImaginaçãoOs intocáveisQuinta dimensãoPerry Mason, GunsmokeO Agente da U.N.C.L.E. Agente 86.
Sr Spock, um simpático extraterrestre
 que cativou a todos com sua energia.
Sua grande oportunidade veio em 1966, quando foi escolhido pelo criador de Star Trek, Gene Roddenberry, para viver o emblemático Mr. Spock  a princípio, um personagem coadjuvante, um alienígena de tom diabólico e misterioso. Ator sensível, Nimoy logo percebeu que o personagem  que muitos colegas consideravam um risco para qualquer carreira séria  era uma dádiva. Dedicou-se a compor um personagem complexo e cheio de nuances psicológicas, que pouco tinha a ver com os arquétipos da ficção científica. De simples coadjuvante, o Spock de Nimoy virou um dos protagonistas da série e ganhou uma legião de fãs.
Leonard Nimoy interpretou tão bem
 o personagem que era dificil 
saber quem era quem.
 Pelo personagem, Nimoy recebeu três indicações ao Emmy, o Oscar da TV americana. Nimoy anunciou a doença ao público em 2014 e a atribuiu a anos de tabagismo, vício que havia abandonado já há mais de 30 anos. Ele foi hospitalizado no início da semana. O fato de ter sido fumante por anos sempre debilitou sua saúde e Nimoy sempre enfrentou problemas respiratórios. Em um entrevista ao talk show de seu colega e amigo pessoal, William Shatner (o capitão Kirk), Nimoy também surpreendeu os fãs ao revelar seu alcoolismo, um problema que surgiu basicamente na época em que gravava Star Trek, e com o qual lutou durante anos até que, finalmente, conseguiu se recuperar.
A tripulação da Enterprise fizeram
 muito sucesso nos anos 60 e
 ate hoje são lembrados.
Ora falar desse brilhante ator e de seu personagem Sr Spock, é algo de fora de serie, pois ele interpretou tão bem esse personagem que praticamente os dois formam um unico ser, e  nunca serão esquecidos, para quem teve o privilegio de acompanhar os capítulos subsequentes da serie televisiva Jornada nas Estrelas dos anos 60, pode conhecer profundamente esse ser vindo de um planeta distante mas que se considerava um terraqueo como todos nos. São muitas as recordações maravilhosas desse personagem que fica difícil ate de escolher-moas uma para citar.
Com o grande amigo Willian Shatner
 (capitão Kirk), em um evento 
comemorativo de jornadas das estrelas.
Agora eu relembro de um capitulo fantástico quando o capitão Kirk, se encontrou com os senhores do universo, e foi desafiado por eles a um duelo, ao qual estaria em jogo todo o futuro do planeta Terra, e o adversário a enfrentar o capitão seria nada mais do que um poderoso ser do planeta Orion, um reptiliano meio homem meio réptil, mas muito poderoso de uma força descomunal. Então o capitão Kirk não tendo muita opção resolveu aceitar esse desafio, mas foi impedido pelo Sr Spock que ja conhecia aquele ser, e sabia que o comandante não tinha nenhuma chance.
Leonard Nimoy sofria de um mal
 respiratório ao qual foi acentuado
 devido muito tempo de tabagismo.
Foi então que ele Spock se candidatou para enfrentar a fera, mesmo não sendo terráqueo, mas como um legitimo terraqueo, a todo custo o capitão Kirk aceitou essa situação e então permitiu que o Sr Spock "se sacrificasse" por nossa humanidade, sim sacrificasse mesmo pois o outro ser   era descomunal, muito forte e poderoso, e então os dois combatentes foram deixados sozinhos em um planeta neutro, ao qual a fera perseguia o Sr Spock que não tendo muita opção apenas fugia, mas aquela situação não iria durar para sempre e uma hora ou outra a fera reptiliana iria encontrar o Sr Spock, e dai no mano a mano ele seria destruido.
Sem duvida a primeira versão de
 Jornadas nas estrelas continua
 ainda sendo a melhor de todas.
Spock sabia muito bem disso e em sua vasta perspicacia e inteligencia foi procurando uma saida estratégica enquanto se escondia da fera, foi dai então que ele percebeu que o solo daquele planeta era vulcânico e então ele começou a procurar vestígios de enxofre e magnésio, e logo então encontrou e começou a trabalha-lo manualmente, e conseguiu extrair polvora negra, a mais potente e perigosa, pronto ele ja tinha alguma coisa para se defender, mas precisava de muito mais para vencer a fera, precisava de uma arma de verdade e procurando encontrou um tronco de arvore petrificado e oco, ele então com a polvora e o tronco oco, projetou um canhão, mas precisava do projetil, e ele então colocou pedras no tronco.
Leonard Nimoy nascido a 26 de
 Março de 1931, falecido 27
 de Fevereiro de 2015.
Uma saudação tipica que marcou
 gerações em todo o mundo e 
quem sabe em todo o universo.

E conseguiu fazer uma arma, mas não tinha muito tempo,  e seus conhecimentos belicos teriam que estarem corretos pois ele não tinha como testar sua arma e so teria uma chance se desse errado ele estaria morto e a humanidade condenada, foi então que ele preparou o seu canhão artesanal em uma grota estreita onde so passava uma pessoa de cada vez, atraiu o ser para la e deu a vola por cima, e quando ele estava bem proximo ele bateu uma pedra na outra provocando uma faisca que detonou a polvora que acionou o mecanismo rustico mandando as pedras em uma velocidade altíssima atingindo em cheio a fera matando-a instantaneamente, e com isso os senhores do universo perderam e tiveram que esquecer os seus planos sórdidos, graças a imensa sabedoria e inteligencia do Sr spock que arriscou sua vida pelo nosso planeta, a humanidade foi salva.
Fonte ZH Noticias. 

sexta-feira, 27 de fevereiro de 2015

DINHEIRO AO POVO.

Coroado no mes passado, o novo rei da Arabia Saldita, Salman bin Abdul Aziz, decidiu presentar a população do país com a distribuição de bilhões de dólares, por meio de um decreto real. O valor dado aos sauditas pode ser de mais de 32 bilhões de dólares, afirma uma companhia de investimento consultada pelo The New York Times. Segundo o jornal, nenhuma medida do rei foi tão falada quanto os prêmios que ele dá para uma boa parte da população. Uma das doações, por exemplo, foi um bônus de dois meses de  salario para funcionários do governo, soldados, pensionistas e estudantes que dependem do governo (na Arábia Saudita ou em intercâmbio). 
A corrupção rouba desses coitados
 o pouco que eles possuem.
Enfim um politico (monarquista) 
que fala e vive a lingua do povo.

Os sauditas estão gastando bem o dinheiro recebido, diz o New York Times. Alguns compraram novos celulares, bolsas e viagens ao exterior. Outros pagaram dívidas, doaram para a caridade e compraram colares de ouro para suas mães. Alguns homens separaram dinheiro para casar com a primeira, segunda ou terceira mulher. Um saudita estava tão feliz que "cobriu seu filho com notas novas", afirma o jornal. De acordo com o site Vice,  não é a primeira vez que os prêmios generosos acontecem na Arábia Saudita. As doações podem ser usadas em momentos de crise.politica. Segundo o Vice, o rei Abdullah, irmão de Salman que faleceu em 22 de Janeiro,  doou US$ 35 bilhões em 2011 a um fundo social para financiar casamentos, começar negócios e comprar casas. A ação foi vista por muitos como uma tentativa de ganhar apoio diante do movimento da Primavera Arabe.
O lado pobre do mundo não tera 
nenhuma chance enquanto pessoas
 egoístas e corruptas comandarem as nações.
Nada mais do que justo que se faça isso, 
mas aqui no Brasil é diferente a corrupção
 politica possuí seus favoritos na distribuição
 do dinheiro, e o povo não é um deles.


 Salman bin Abdul Aziz já afirmou várias vezes que seguiria a mesma politica do irmão na parte social. Quem dera aqui em nosso pais tambem fosse assim, muito pelo contrario disso que o rei saudita realiza em seu pais. Aqui no Brasil é muito diferente disso, alem do governo não dar em troca quase nada do basico (que seria obrigatório) as melhorias sociais de uma assistência social que capenga em todos os setores. Alem de não ter nenhuma melhoria substancial que leve uma população a orgulhar-se do seu governo, que  ainda retira dos cidadãos muitos diretos sociais e trabalhistas conseguidos ha decadas, alem do fato que o governo eleito para defender os direitos da população, inverte esses valores e não realiza quase nada, e tambem se mergulha em casos e mais casos de corrupções escandalosa e deslavadas.
É vergonhoso o que esses maus
 administradores publicos fizeram 
com a nossa maior empresa, 
deveriam serem todos presos!
Enquanto essa malas estiverem 
cheias de dinheiro sujo do outro
 lado haverão barrigas vazias pela fome.
 Que destroem sua maiores e mais produtivas empresas como no caso explicito da Petrobras, nesse caso homérico de corrupção que ocorre nesse exato momento em nosso pais. São ditaduras escandalosas disfarçadas em democracia. Isso mesmo pois os ditadores agem dessa forma enquanto o seu povo se empobrece cada vez mais, eles os ditadores se enriquecem com o dinheiro publico e se esbaldam e luxurias e distribuem dinheiro para os seus coligados do mundo inteiro (menos para aqueles que realmente merecem...o povo sofredor) e tambem esses politicos se esquecem, que eles são apenas os empregados do povo ao qual o povo é o grande patrão, e que pode coloca-los no olho da rua por improbidade administrativa a qualquer momento.

Fonte Revista Exame.

quinta-feira, 26 de fevereiro de 2015

TECNOMUNDO.

Em nosso mundo existem lugares extremos, onde a vida se torna muito difícil  mas o ser humano consegue superar todas essas dificuldades e viver nesses lugares, e se dar muito bem,  isso deve-se ao seu grande extinto de sobrevivência  herdado dos seus antepassados que também encontraram grandes dificuldades de sobrevivência  e superavam tudo e conseguiam ir levando as suas vidas como podiam, pois isso faz parte da natureza humana, ou diríamos faz parte da natureza animal, do extinto de sobrevivência.
O ser humano consegue sobreviver 
em lugares extremos e se 
adapta muito bem a eles.
E provavelmente é esse fator que permite com que a vida se mantenha sempre no planeta, e também o reciclamento natural dos seres, permitindo que os fortes sobrevivam, e assim as novas gerações serão sempre mais fortes do que as do passado, mas também existe um detalhe muito importante sobre essa reciclagem natural, o homem com todo o seu pseudo-poder, consegue com suas constantes invenções e criações, dar uma pitada de transformação a essa natureza compactada, construindo com isso uma metamorfose química que vem aos poucos minando toda a energia de restauração do planeta e também  capaz de destruir a si próprio numa escala assustadora.
A vida humana persiste
 ate em lugares onde o mar
 vira pedra de gelo.
Por mais que o ser humano consiga viver em um ambiente extremamente gelado como é o caso da Sibéria na Russia onde os moradores em certas ocasiões do ano convivem com temperaturas de 50 graus abaixo de zero, uma temperatura capaz de congelar uma pessoa em apenas alguns segundos, e em testes realizados por especialistas  um litro de água foi fervido e jogado no ar e essa mesma água congelou antes de cair ao chão, de tão fria que essa região, então e mesmo assim o ser humano consegue morar e viver nessa região congelante.
Tribos de nômades do deserto, eles 
conseguem tirar aguá de pedra 
literalmente falando.
Também  no deserto, onde a vida é quase impossível pelas imensas variações extremas  do clima, onde durante o dia, pode-se facilmente chegar aos 50 graus de calor, e enquanto que a noite essa mesma se inverte e pode chegar a 20 graus abaixo de zero, e os animais que vivem nessa região são os mais venenosos, e os mais resistentes que se tem conhecimento, mas para um ser humano tona-se quase impossível de-se sobreviver nesse local, mas mesmo assim existem algumas aldeias de pessoas nômades  que vão de um lado ao outro e conseguem retirar daquele ambiente inóspito algum algum alimento, e conhecem oásis de aguá e terra boa.
Moradores da Sibéria enfrentam
 temperaturas de até 50 
graus abaixo de zero.
Pessoas da Sibéria convivem
 com temperaturas 
altamente congelantes.
Futuramente com as constantes devastações da nossa natureza, fauna e flora, o homem terá que procurar um lugar para viver, e desde ja ir cevando o mesmo, para que possa então escapar dessa destruição causada por si mesmo, e não sera nenhuma novidade se em algum lugar no tempo, o ser humano criar um acampamento em um planeta do sistema solar para te-lo como um lar, sonda-se muito sobre a Lua e os planetas mais próximos, Marte e Vênus, e com certeza se isso realmente ocorrer, o homem terá grande capacidade de conseguir sobreviver nesses ambientes sem nenhuma dificuldade.
Ate no espaço o homem possui 
os seus meios de sobrevivência.
E com uma tecnologia de ponta, terá alimentos compactados, desidratados e concentrados, que lhe dará uma alimentação regrada e suficiente, e em todas essas viagens espaciais desde a época do primeiro voo espacial feito pelo russo Yuri Gagaryn, o homem tem se dado muito bem nesse fator de alimentação, naquela época os seus alimentos eram todos concentrados e muito nutritivos, e estavam embalados em tubos como os tubos de pasta dental, mas nos dias de hoje a tecnologia alimentar sofreu mudanças muito expressivas, sendo utilizado o processo de liofilização, onde o alimento é congelado a uma temperatura de 40 graus negativos, e todo o seu liquido é retirado no processo de sublimação, dando-lhes maior durabilidade, e deixando-os como uma gelatina, isso para que não se quebrem ou soltem migalhas, pois em um lugar onde não exite nada para se retirar alimentos, tudo o que se possui deve ser economizado ao máximo.
Fonte Tecnomundo e Ciência.

terça-feira, 24 de fevereiro de 2015

CAFE FILOSÓFICO.

Buscando ampliar sua inserção social por meio de iniciativas culturais, a CPFL Energia instituiu, em 2003, a CPFL Cultura, um amplo programa cultural que promove reflexões sobre os desafios e oportunidades da contemporaneidade. Nascia, assim, na cidade de Campinas, um espaço de reflexão sobre o mundo, o tempo, a ciência, o homem, a mulher, a política e todos os aspectos da vida contemporânea. A programação começou com o Café Filosófico CPFL, ponto de encontro dos mais renomados intelectuais com os mais diversos públicos, onde se organizam teorias e onde informações são transformadas em conhecimento.
Dr Alexandre Kalache, trouxe 
a tona toda a motivação das
 pessoas da terceira idade.
Um otimo programa que 
debate as situações mais 
corriqueiras, por profissionais
 da mais alta competencia.
A partir da filosofia e da psicanálise, conceitos elaborados por personalidades como Freud, Jung, Lacan, Winnicott, Sócrates, Platão, Descartes, Schopenhauer, Nietzsche, Spinoza, Deleuze e outros são trazidos para o nosso tempo por especialistas como Maria Rita Kehl, Carlos Byington, Flávio Gikovate, Jorge Forbes, Renato Janine Ribeiro e Oswaldo Giacóia. Todos buscam iluminar o caos contemporâneo e trazer material para pensar nossos afetos e conflitos.Hoje a CPFL Cultura não é apenas um espaço, mas um conceito. Ao comemorar cinco anos de encontros, em 2008, tendo realizado debates, saraus, exposições, cinema e performances teatrais para mais de 400 mil frequentadores.
Assuntos generalizados tratados
 por profissionais experts nos
 assuntos discutidos.
O psicanalista Dr Flavio 
Gikovate, deu uma verdeira aula
 sobre psicanalise comportamental.
 Sua programação é descentralizada e chega a mais seis cidades da área de atuação da CPFL Energia: Bauru, Caxias do Sul, Santos, São Paulo, Sorocaba e Ribeirão Preto.Os encontros realizados em Campinas e São Paulo são gravados e dão origem a dois programas que figuram na grade de exibição da TV Cultura e de TVs educativas por todo o Brasil: Café Filosófico e Invenção do Contemporâneo.A CPFL Cultura prima pela multiplicidade, o diálogo e a diferença e, desta maneira, busca cruzar as fronteiras dos públicos, das disciplinas e das visões de mundo para refletir, experienciar e inventar o contemporâneo.
A belissima Adriana Couto
 apresenta os assuntos e 
os palestrantes do dia.
O filosofo Luiz Felipe Ponde, 
destacou a grande proximidade
 entre a luxuria e a libertinagem.
Todas as atividades realizadas pela CPFL Cultura são gratuitas. A programação é aberta a todas as correntes de pensamento, sem predominância de nenhuma ideologia, a fim de contribuir para o aproveitamento das possibilidades do tempo presente e planejamento futuro. Sustentabilidade e responsabilidade corporativa fazem parte da estratégia da CPFL Energia. Além de agir para promover e disseminar a cultura no País, a empresa incorpora o desenvolvimento sustentável e inclusivo em sua visão e em suas atividades. A CPFL Cultura é um dos principais programas de responsabilidade corporativa da empresa e a elaboração de seu conteúdo contribui para o desenvolvimento de modelos mais sustentáveis e inclusivos de desenvolvimento.
Fonte Instituto CPFL.

domingo, 22 de fevereiro de 2015

BOSQUE DOS SUICIDAS.

Também conhecida como Mar de Árvores, é uma  floresta de 35 km 2,  situada na base noroeste do monte Fuji no Japão. A floresta contém um grande número de rochas e cavernas de gelo, alguns dos quais são pontos turísticos  populares. Devido à densidade das árvores, que bloqueiam o vento, e à ausência de vida selvagem, Aokigahara é conhecida por ser estranhamente silenciosa. Contam-se muitas lendas acerca da floresta. Algumas delas a relacionam com demônios e espíritos malignos característicos da mitologia japonesa e é conhecida por ser um local comum de suicídios. No ano de 2010, 54 pessoas completaram o ato na floresta, apesar de numerosas mensagens, em japonês e inglês , para que as pessoas reconsiderassem suas ações. Em média, são encontrados cem corpos por ano, alguns em avançado estado de putrefação ou até mesmo somente seus esqueletos.
Esse bosque sinistro fica aos 
pés do belíssimo Monte Fuji.
O brasileiro Luiz Henrique Pelissaro esteve dias 2 e 3 de janeiro de 2010 percorrendo toda a extensão da floresta, e pôde comprovar que o lugar é realmente assustador. Diversos vídeos foram gravados, e poderão ser vistos no documentário que será lançado em fevereiro próximo, com muitas novidades, verdades e mitos sobre o tenebroso bosque. O solo da floresta é principalmente composto por rocha vulcanica, sendo difícil penetrá-la com ferramentas manuais, como pás. Existem diversas trilhas não oficiais que são geralmente usadas para a "caça ao corpo"que acontece com certa regularidade feita por voluntários locais. Nos últimos anos, excursionistas e turistas começaram a marcar os caminhos por fita plástica de modo a poder encontrar novamente a mesma trilha, existe também a hipótese de isso ser feito por suicidas indecisos, que avançam para trilhas secundárias pensando em cometer o ato. 
Uma energia altamente negativa e
 consumidora toma conta desse lugar maldito!
Um lugar misterioso, silencioso ao
 extremo, sendo um bosque imenso, mas
 parece não possuir nenhuma vida animal.
Embora os oficiais as removam de tempos em tempos, para evitar o depósito de lixo na floresta, muitos turistas continuam deixando-as nas árvores. Grande parte das marcações encontra-se espalhada por todo o primeiro quilômetro da floresta, passando pelas trilhas que levam aos pontos turísticos, como a Caverna de Gelo e a Caverna do Vento. Depois desses pontos, a floresta está mais próxima da sua condição original, com poucas trilhas e sem sinais óbvios da presença de pessoas.A floresta é um lugar comum de suicídios, considerado o mais comum do Japão e o segundo do mundo, atrás apenas da ponte Golden Gate, em San Francisco. As estatísticas variam, no período anterior a 1988, ocorriam cerca de 30 suicídios cada ano. Os números aumentaram desde então.
O enforcamento, muito utilizado
 pelos suicidas do local.
Parece mais uma cena de 
filme de terror, mas é muito real.
Nem todos os suicidas conseguiram 
o seu intento, mas alegam terem sido 
dominados por uma força que os induzia a isso.
Um mistério que desafia a mente
 humana a tentar decifra-lo.
Em 2002, 78 corpos foram encontrados dentro da floresta, batendo o recorde que até então acontecera no ano de 1998, quando 73 corpos foram encontrados. Em 2003, o número chegou a 100, quando deixou de ser divulgado pelo governo na tentativa de diminuir a relação da floresta com o suicídio, outras referências de entidades não ligadas ao governo e dados informais continuaram a existir. Em 2004, 108 pessoas se mataram na floresta. Em 2010, 247 tentaram suicídio, mas apenas 54 completaram o ato. O mês de maior número de suicídios no Japão é março, o fim do ano fiscal  no país.O alto índice de suicídios chamou a atenção das autoridades japonesas, que colocaram avisos em japonês e inglês desencorajando o ato. 
O que sobrou das pessoas alem dos restos humanos.
A policia japonesa, espalhou placas 
pelo bosque, para tentar evitar os suicídios.
"Caça ao Corpo" consiste em um pequeno exército formado por policiais, voluntários e jornalistas que buscam por corpos na floresta, é realizada desde 1970.A popularidade da floresta como lugar de suicídios surgiu em 1960, na novela , de Seicho Matsumoto, que termina com dois amantes cometendo suicídio na floresta. Porém, os relatos de suicídio na floresta precedem da publicação da novela, e o lugar há muito tempo era associado à morte. Talvez ele seja praticado na floresta desde o século XIX. A floresta é supostamente assombrada pelos fantasmas daqueles que morreram.Interessantíssimo que possa existir em nosso mundo um lugar mistico e ao mesmo tempo tão sinistro como esse bosque, mas se for-mos contar todos os lugares misteriosos que existem em nosso planeta,  (O Triangulo das Bermudas, As Piramides de Gizé, A Ilha de Pascoa, Os Monumentos de Nascar e mais de uma centena de lugares pelo mundo inteiro).
Seria esse local um tipo de portal, 
que levaria a uma dimensão desconhecida?
Ficaríamos frustrados por não possuir-mos as respostas necessárias que venham a explica-los a altura, todas essas construções e lugares misteriosos, são específicos que possuem uma concentração altíssima de energia e um campo magnético inexplicável, que pode atuar intensamente sobre o corpo humano e também sobre qualquer aparelho eletro-eletrônico construído pelo homem. Cientistas munidos de aparelhagem de ultima geração, sensores computadorizados radares Doplers,  GPSs,  etc, adentraram ao interior da piramide de Quéops para realizarem diversos estudos e monitoramentos. E saíram frustrados, pois ao entrarem ao interior da piramide os aparelhos misteriosamente se apagaram, nenhum aparelho funcionou, só vindo a funcionarem novamente  do lado de fora da mesma.
Fonte Wikipedia.

sexta-feira, 20 de fevereiro de 2015

AUTO CONTROLE SEMPRE.

Existe um tópico de trânsito que trata dos cuidados antecipados, que se pode prever, para evitar acidentes. Como foi dito, por mais que você siga as regras de trânsito e bom senso, está sujeito a encontrar alguém que não seja tão responsável pelo caminho. O ato de prever atitudes de outros motoristas e as condições do ambiente é chamado de Direção Defensiva. Um motorista defensivo cuida de si e se previne de possíveis imprudências de outras pessoas. Dessa forma se podem evitar acidentes.
Com todas essas modernidades eletrônicas
e parafernálias mecânicas, não serão 
suficientes se o motorista não 
respeitar as leis de transito.
interior kia cadenza 2011
Dirija sempre na velocidade que as condições da pista e do ambiente permitir. Lembre-se que o limite de velocidade nas vias do seu bairro é 30km/h. Nas ruas um pouco mais movimentadas é 60km/h e nas rodovias 110km/h. Mas se está chovendo forte, por exemplo, reduza a velocidade nas rodovias para 80km/h para evitar acidentes. Essa redução é necessária porque na chuva o carro demora muito mais para frear. Outra atitude essencial para a direção defensiva é manter uma distância segura do veículo à sua frente. Talvez uma das maiores causas de acidentes venha deste fator. Se você grudar na traseira do carro da frente provavelmente não sobrará tempo para frenagem quando o outro frear.
Os painéis dos carros modernos
 parecem controles de aviões.
interior kia cadenza 2011
Seu carro também atende às leis da física. NUNCA entre demasiadamente rápido em uma curva. Nas curvas o peso do seu carro é jogado para as rodas de fora da curva. Muitos acidentes acontecem porque os motoristas acham que o carro não vai escapar na curva. Mas contra as leis da física não se pode lutar. O correto em uma curva é reduzir a velocidade antes, e quando entrar na curva, vá acelerando aos poucos para manter a aderência dos pneus no solo. Sempre que você se deparar com uma situação de acidente na pista, pare para ajudar. Existe uma lei que obriga as pessoas a pararem para ajudar às outras. Mas atenção com a sua segurança: causar outro acidente só vai piorar a situação.A sua primeira atitude deve ser a de sinalizar o local. Pare seu carro onde não haja perigo, e ANTES de checar se existem vítimas certifique-se de colocar triângulo de sinalização, ou na falta deste, galhos, pneus ou outros objetos numa distância em que os motoristas que estão vindo possam ver com antecedência que existe um acidente na pista.
Equipamentos obrigatórios de
 segurança fundamentais.
 No Japão, o uso do cinto de segurança no banco de trás não é obrigatório. E por conta disso, principalmente em colisões frontais, motorista e carona de lá têm cinco vezes mais chances de morrer em acidentes. Os doutores afirmam que 80% dos casos de morte dos ocupantes do banco da frente em automóveis em que havia passageiros "soltos" atrás teriam sido evitados se estes últimos estivessem "presos". Na hora do impacto, quem viaja no banco traseiro é arremessado contra o encosto do banco da frente, fazendo uma pressão que pode chegar a centenas de quilos e tornando a ação do cinto, airbag ou o que quer que seja insuficiente (ou até agravante).
Á alegria de uma familia pode se
 transformar em muita tristeza se não houver atenção com á segurança.
No Brasil, o uso do cinto de segurança no banco traseiro é obrigatório – embora pouco respeitado. No caso de crianças, é um direito delas que os adultos têm que respeitar  embora, nas vans escolares, por exemplo, seja comum ver os pequenos viajando sem afivelar o cinto. No caso dos maiores, é questão de respeito à própria vida e à de quem viaja no banco da frente. Acho que, em lugar de importar padrões educativos, está na hora de criarmos os nossos próprios exemplos.
Á diferença entre á vida e á morte
 esta em simplesmente se usar o
 equipamento de segurança,
 nesse caso o cinto. 
Acidentes são fatos muitas
 vezes  previsíveis 
e evitáveis.
Todo acidente tem uma causa e quase sempre poderia ser evitado. Em casa, no trabalho, no trânsito, no lazer, dois fatores determinam, isolada ou combinadamente, qualquer acidente: uma condição insegura e um ato inseguro. Por detrás de ambos estão os erros humanos que se sucedem em cadeia e são causadores de pequenos acidentes como de grandes catástrofes.
Os acidentes acontecem
 as vezes em locais tidos 
como improváveis.
A análise do acidente nos levará à conclusão que ele poderia ser evitado. Há causas psicológicas sempre presentes em qualquer acidente: a pressa, a desatenção, a falta de treinamento, o desinteresse pelo que se realiza. No caso das crianças, as suas mentes estão em formação e os adultos que delas cuidam têm que suprir as falhas mencionadas, muitas vezes existentes neles próprios. Neste sentido, o treinamento e o policiamento são sempre recomendáveis.
Como o motorista conseguiu
 deixar o carro assim, é um
 verdadeiro misterio.
A desatenção é um estado de torpor psicológico, de ausência, que nos faz estar em muitos outros lugares distantes daquele em que nos encontramos, desviando o foco de nossa inteligência daquilo que estamos realizando. Essa ausência mental é causadora de muitos acidentes. É necessário cultivar o hábito da atenção no que se faz para evitar pequenos e grandes transtornos que se chamam acidentes.Um instante de desatenção poderá nos tirar a própria vida ao atravessar uma via pública ou dirigir falando em um celular.
O veiculo auto-motor é 
uma maquina muito potente,
 e qualquer discuido...
E de onde provém a desatenção? Qual a sua causa?

São causas desta propensão a ociosidade mental, o hábito de perder-se em abstrações estéreis e a falta de uma idéia clara a respeito da responsabilidade que incumbe na condução da vida. (González Pecotche) Todos vivem muito apressados, pressionados por compromissos e horários, numa louca e absurda carreira que chega a comprometer a saúde física e psicológica. 
Uma maneira muito estranha 
de se estacionar um veiculo!
Ao fazer tudo apressadamente, desesperadamente, a qualidade do que se realiza fica muito comprometida; a correria leva ao automatismo, à desatenção, ao desprezo pelos detalhes que mereceriam um olhar mais detido, mais cuidadoso. É como se as pessoas corressem, constantemente, atrás de um futuro que não chega nunca; como se almejassem um final sobre o qual se precipitassem sem saber, ao certo, qual seria esse fim.
Uma nova e estranha 
especie de peixe...
A pressa é uma doença dos tempos modernos causadora de muitos erros, acidentes e desentendimentos; uma espécie de urticária psicológica que atormenta a todos, tornando as pessoas desatentas, esquecidas, ineficazes. Leva-nos a falar demais, correr demais e ser superficial demais.
Agora uma seqüencia de tres fotos, 
que seriam absolutamente 
normais se não fosse ...
A pressa é uma fuga, uma incomoda hóspede psicológica, uma incompreensão, uma falta de conhecimento. Por detrás dela há um defeito ou deficiência psicológica que se chama impaciência, uma doença moderna que danifica o sistema nervoso humano. O impaciente é um escravo do tempo; deste tempo fantasmagórico que nada tem a ver com o autêntico, que tão freqüentemente o homem dissipa em banalidades, justamente por desconhecer o seu real valor, escreveu o pensador González Pecotche.
Um choque entre um corcelzinho 
pra lá de velho e uma poderosa Ferrari. 
 E sugere que quem padeça dessa doença se exercite no cultivo da paciência inteligente e ativa, a que além de infundir serenidade torna o homem compreensivo, permitindo-lhe pensar com utilidade e proveito, e estar atento às suas necessidades e deveres durante todo o tempo, curto ou largo, que abarque a espera. Em síntese, saber esperar é o mesmo que saber viver, desde que a espera não seja a passiva que sempre nos faz sofrer.
O fato engraçado dessa história é 
que o motorista da Ferrari estava
 muito tranqüilo, enquanto que o 
motorista do corcel estava 
desesperado e gritava sem parar:
Agora cada um paga o seu!
Detalhe

Criado em agosto de 1959 pelo engenheiro sueco Nils Bohlin, da Volvo, o cinto de segurança de três pontos é considerado até hoje uma das inovações mais importantes em segurança veicular de todos os tempos. A invenção foi disponibilizada gratuitamente a outros fabricantes de carros pela Volvo, que enviou Bohlin para diversas partes do mundo para difundir a importância da adoção do cinto de segurança. 

Fonte Seleçõs Readers Diggest.