Visualizações de páginas da semana passada

TODAS AS POSTAGENS DO BLOG

OBRIGADO PELA VISITA, SEJA BEM VINDO, ESPERO QUE GOSTE, VOLTE SEMPRE.
Loading...

Pesquisar este blog

sexta-feira, 5 de dezembro de 2014

PRESO PAGANDO DIARIA NAS PRISÕES.

O governo holandês decidiu seguir o exemplo da Dinamarca e da Alemanha e quer impor uma diária de € 16 (16 Euros ou um pouco mais de 50 reais por dia)  a presidiários. O projeto de lei resulta dos acordos feitos pela atual coalizão governista, formada por liberais de direita e social-democratas, e tem dois objetivos principais: obrigar o criminosos a assumir o custo e de suas ações e economizar € 65 milhões em despesas de judiciais e policiais. O procurador-geral e o conselho da Magistratura, entre outros órgãos consultivos, analisam a proposta, que será enviada ao Parlamento neste ano. O pagamento idealizado pelo Departamento de Justiça será aplicado a pessoas detidas em instituições psiquiátricas vinculadas ao departamento de detenções e aos pais de crianças colocadas em centros de reinserção social.
O preso não pode nem de longe
 imaginar que a cadeia é a sua 
casa, para que ele não reincida.
As cadeias holandesas nem de
 longe se parecem com as cadeias
 brasileiras, la as celas parecem um escritório.

 Entende-se que o prisioneiro é parte da sociedade. Se ele comete um crime, é obrigado a contribuir para a despesa que causa. Suas ações não devem ser pagas, a partir do ponto de vista econômico, apenas pelo resto dos cidadãos - disse o porta-voz da Justiça holandesa Johan van Opstel. Atualmente, a Holanda tem espaço para 12 mil detentos, que passam, em média, três meses na prisão. Cada cela, com capacidade para até duas pessoas - em alguns edifícios mais antigos pode chegar a seis - equivale a um gasto de 200 euros por dia. O plano oficial é para cobrar cerca de 11.680 euros por preso. A divida não podera ser cancelada, quem tem dinheiro, começa a paga-la imediatamente. Se não tiver dinheiro, podera paga-la por tempo indeterminado. Por exemplo, quando tiver um salario ganho em um serviço honesto, mas so sera cobrado o equivalente a sentença de 2 anos de reclusão. Mesmo quando as penas são mais longas, esclarece Van Opstel.
Celas com no maximo dois detentos,
 facilitam a vigilancia e o controle interno.
Para não prejudicar a reinserção social, os pagamentos poderão ser feitos em parcelas.Embora atualmente sobrem celas na Holanda, o aumento da população carcerária nos anos 1990 forçou o governo a construir novas prisões. Dentre 29 unidades existentes, algumas estão fechadas devido ao decréscimo nas taxas de criminalidade, "como no resto da União Europeia", segundo a Justiça.
O ministro da Justiça do país, o liberal Ivo Opstelten, também já apresentou outra lei semelhante, em que atribui ao condenado uma parte dos custos das investigações policiais, processos judiciais e assistência às vítimas. Muito interessante esse sistema, pois a despesa com presos pelo estado é colossal e quase sem nenhum retorno devido aos altos índices de reincidência criminosa.
Agora aqui no Brasil o sistema penitenciário
 é empurrado com abarriga faz tempo, 
ninguem do governo, quer nada com nada.
Na Holanda,  segurança é feita com muita 
tranquilidade pelos agentes prisionais,
 sem nenhum contato com os presos.
E o estado não pode ficar a vida inteira financiando e refinanciando gente que não quer nada com nada, eles tem que sentir na pele que a cadeia não é um hotel ou um recanto de ferias, é um lugar onde ele ficara confinado para pagar uma divida contraída com toda a sociedade, portanto as suas despesas naturais devem ser pagas. É inconsebivel o que acontece no Brasil onde pessoas são atiradas em lugares sem nenhuma condição estrutural e fisica, e são confinados ali apenas para se isolarem da sociedade, as vistas do poder publico que apenas empurra com a barriga a vida inteira, financiando a vagabundagem explicita, e não so isso também agora os criminosos, (devido a ausencia do estado), transformaram as prisões em quarteis generais de suas quadrilhas, onde através de aparelhos celulares, comandam o crime e dão golpes e diversas pessoas,  de dentro das prisões.
Um ambiente que nem de longe se
 parece com uma cadeia brasileira.
Uma otima ideia, cobrar a estadia do 
preso nas cadeias, mas tem que 
ser um ambiente com condições de vivencia.
Isso tudo tem que acabar, porque o governo brasileiro extremamente paternalista com criminosos, não copia esse modelo prisional da Holanda e começa a cobrar estadia dos sentenciados que pagariam isso com trabalhos forçados, porque na verdade os criminosos devem ter horror de uma prisão e atraves disto nunca mais voltarem para uma delas, mas por incrivel que possa parecer, eles teem as cadeias como suas casas de veraneio, não sofrem nem um pouco, e por isso a tendencia desses criminosos é de sempre retornarem as mesmas. Agora se implantasse trabalhos forçados nessas prisões, os marginais teriam horror pela cadeia, porque esses marginais não gostam de trabalhar, eles gostam de ter tudo facil e sem nenhum esforço. Agora tambem nem se comparam os modelos prisionais holandeses e os modelos prisionais brasileiros, um é o inverso do outro, la na Holanda se administra com seriedade esse assunto, enquanto que aqui no Brasil, empurra-se com a barriga a vida inteira.
Fonte O Globo.
Postar um comentário