Visualizações de páginas da semana passada

TODAS AS POSTAGENS DO BLOG

OBRIGADO PELA VISITA, SEJA BEM VINDO, ESPERO QUE GOSTE, VOLTE SEMPRE.
Loading...

Pesquisar este blog

sábado, 20 de dezembro de 2014

PIXOTE.

Alguém se lembra daquele filme Pixote realizado nos anos 80 pelo cineasta Hector Babenco, pois bem revendo toda a historia desse filme podemos então verificar como funciona o sarcasmo do ser humano, desses dai que ficam a vida inteira bajulando vagabundos e marginais. Nessa situação essas mesmas pessoas conseguiram realizar duas façanhas totalmente inversas uma da outra, e ate seriam merecedores de parabéns pela grandeza de uma delas, a primeira,  a retirada das ruas problemáticas um garoto também de uma vida muito problemática nesse caso o próprio pixote.
Fernando Ramos da Silva so
 teve importância enquanto era 
um marginal, mas quando resolveu
 mudar de vida então foi desprezado.
Encenado pelo ator da vida real Fernando Ramos da Silva, que alem de viver no filme um trombadinha ladrão de bolsas, ele fazia isso em sua vida real, então juntou-se o "útil ao agradável" ao contratarem uma pessoa que nem precisaria ler os scripts das cenas para poder realiza-las pois ele ja tinha isso decorado em sua vida diaria. E com um pouco de ajustes então teria-se um ator de verdade, com pouquíssimos investimentos e com lucros avassaladores em um tempo relativamente curto. Ora como citei acima, sem duvida quem realiza tal ação social, tirando da marginalidade uma pessoa que teria tudo para escrever sua vida de uma maneira muito triste.
O filme traz a tona a realidade
cruel das ruas, onde a vida 
humana não vale nada!
Ao qual se resumiria em uma abreviação desta por uma morte violenta vinda do próprio "enredo" natural dessa convivência em um mundo violento, ao qual so poderia ser superada por uma também abreviação de sua liberdade através de uma prisão, ao qual então teria-se sua juventude perdida e mofando no fundo de uma cadeia imunda dessas que nos vemos por ai a todo momento pelas inúmeras reportagens dos jornais em nosso pais, pois bem a essas pessoas que ajudaram a retirasse futuro marginal das ruas daria-se os parabéns, se essas mesmas pessoas que fizeram esse gesto de altíssima nobreza, também não em contrapartida a todo esse bom gesto.
Direitos humanos em nosso pais 
é sinônimo de inversão de valores,
 onde fecham-se os olhos para muitas coisas.
Realizassem um outro gesto muito reprovável, pois nessa ansia voluptuosa em tirar esse jovem da malandragem ao qual vivia, e para isso brigaram com o mundo, com as regras sociais e também com as perspectivas, e conseguiram tudo a contento, enfim então  fazer aquele pau todo torto, que teoricamente e historicamente, não teria mais jeito ou salvação e seu final seria o pior possível, mas essas pessoas "maravilhosas" conseguiram dobrar essa hipótese e através disto conseguiram modificar um ser humano irrecuperável, dar-lhe nova vida, molda-lo e criar nele novas expectativas de um mundo melhor, seria muito bom demais se realmente isso fosse a verdade a ser escrita hoje aqui nesse Blog, mas a verdade é bem outra.
A expectativa de vida futura de um
 criminoso é bem resumida ou vida
 abreviada, ou então se mofar em
 uma cadeia imunda e super lotada!
Pois aquelas mesmas pessoas que deram o seu sangue para tirar das ruas aquele menor infrator e enveredando para o mundo do crime, e fizeram isso como muita audácia e determinação e louvor, mas um pouco apos terem conseguido isso, deram-se por satisfeitos, e toda aquela atenção dedicada a aquele projeto de marginal, assim que esse mesmo projeto de marginal resolveu mesmo aceitar o convite para mudar de vida, essas mesmas pessoas então viraram-lhe as costas, e ele vindo da extrema pobreza, sem nenhuma estrutura social ao qual pudesse se apegar, não teve mais onde se escorar, e aquele pequeno passo, ficou apenas em um pequeno passo, não haveriam mais outros passos a frente, pois exatamente em 25 de Agosto de 1987, ao retornar a aquela vida medonha novamente, devido as portas da vida nova terem-se fechado, fugindo de um assalto mal sucedido, foi perseguido por policiais da ROTA, morreu com oito tiros.
A iniciativa dos governos em investimentos
 e mudanças nesse setor, é muito próximo
 do zero, onde empurra-se com 
a barriga a vida inteira!
Para se resumir essa historia podemos facilmente verificar que esse garoto, teve toda assistência e o atendimento necessário enquanto era um marginal, porem depois que resolveu mudar de vida e se tornar uma pessoa do bem, instantaneamente foi abandonado por todos aqueles que adoram aparecer na mídia se fingindo de bonzinhos e protetores de bandidos, (ou seja sua importância so existiu quando ele era um pseudo marginal) mas que fazem isso hipocritamente, apenas com o interesses próprios em se engrandecerem profissionalmente sem se preocuparem nem um pouco com as demais pessoas, e vemos isso hoje claramente com essas pessoas defensoras de marginais, que o fazem com todo o impeto,  sendo que ao mesmo tempo  menosprezam as vitimas desses mesmos marginais, e as demais pessoas de bem. Uma inversão de valores cruel, que massacra as pessoas de bem, e exalta a marginalidade aos extremos.
Fonte Wikipedia.

Postar um comentário