Visualizações de páginas da semana passada

TODAS AS POSTAGENS DO BLOG

OBRIGADO PELA VISITA, SEJA BEM VINDO, ESPERO QUE GOSTE, VOLTE SEMPRE.
Loading...

Pesquisar este blog

quarta-feira, 24 de dezembro de 2014

JUIZADO DE MENORES.

No meu tempo de criança existia uma instituição responsável pelo comissariado dos menores de idade, era uma instituição muito respeitada e bem diferente do que existe hoje em nosso pais. Era uma equipe que se utilizava de um camburão preto e branco igualzinho da policia civil, e eles circulavam pela cidade inteira em busca de menores que estivessem perambulando pelas ruas. E eles recolhiam mesmo e levavam para a delegacia e chamavam os pais e davam uma dura neles por permitirem as crianças sozinhas nas ruas. E a gente tinha muito medo deles, (não por estar-mos fazendo algo de errado, pois o errado era uma criança estar sozinha nas ruas)devido a varias historias conhecidas de que eles eram muito maus (impunham respeito) e quando via-mos aquela viatura preta e branca gelava o sangue, porque na verdade eles não eram nenhuma outra instituição diferenciada como hoje em dia onde criaram-se os conselhos tutelares que são órgãos praticamente autônomos e somente em casos especiais trabalham conjuntamente com as policias. 
Na época da ditadura militar não existiam essas vergonhosas cracolândias que
 existem hoje nas cidades! Simplesmente
 porque o governo era muito disciplinador, 
mas hoje o governo permite tudo o 
que não presta e não tem pulso!
Aquela viatura Rural preta e branca
 arrepiava a gente de medo.
Naquela época o juizado de menores não era uma instituição autônoma como hoje, era um ramal da policia, ou seja era uma equipe de policiais especializados apenas na busca e guarda dos menores de idade, como acontece hoje com a  DIJU a delegacia da infância e da juventude, se bem que essa delegacia não sai apreendendo os menores, eles apenas são levados a essa para serem sindicatos pela autoridade policial. Porque não se volta novamente a criarem essas equipes de policiais especializados na infância e juventude como era antigamente? Pois automaticamente se haveria a autoridade e o poder de policia com esses agentes, ao contrario do que acontece com os conselhos tutelares de hoje, que praticamente não impoem nenhum respeito, por não possuírem esse poder de policia institucionalizado. Porque naquela epoca não se viam menores de idade circulando pelas ruas, diferentemente dos dias de hoje onde alem de varios menores de idade estarem circulando pelas ruas, eles ainda em alguns locais específicos fazem uso de  drogas e alcool descaradamente na vista de todos e cometem crimes.
Um pais que permite que seus jovens
 se destruam nos vícios das drogas,
 não tera um futuro digno.
Os menores de idade de hoje principalmente
 os criminosos, se acham donos da situação
 por culpa da omissão do Estado de Direito.
Sabe quando que naquela epoca um menor de idade ficava andando pelas ruas sozinho, mas nunca! Agora hoje em dia ve se isso a todo momento e em todos os lugares. E também parece que criaram esse ECA (Estatuto da Criança e do Adolescente), para não terem que fazer nada, pois encheram esses menores de direitos e não lhe impuseram nenhuma responsabilidade civil e criminal. Assim nunca conseguiremos reduzir a criminalidade, pois não estamos realizando isso na fase aurea da vida que é a juventude. Pois as policias ficaram com suas mãos totalmente amarradas, pois apreendem um menor criminoso de altíssima periculosidade reconhecida pela policia, mas que ao chegar no conselho tutelar, a autoridade enxerga isso de outra forma e libera esse mesmo menor perigoso para as ruas novamente. Porque o elemento criminoso seja da idade que for possui essa característica de maquiar os seus comportamentos, quando estão praticando crimes eles são violentíssimos e crueis, mas quando estão apreendidos, dai eles mudam os seus comportamentos.
Drogas de todos os tipos circulam
 pelas ruas das cidades a todo momento!
Por culpa da própria justiça, usuários
 usam drogas na frente das pessoas
 sem se importarem com nada.
 E se fazem passar por "anjinhos" e se dizem arrependidos e em certas ocasiões chegam ate a chorar para tentarem burlar a justiça,  e aquelas pessoas leigas no assunto policia caem igual patinho, e por isso em muitas ocasiões eles conseguem esse intento. Mas quando soltos nas ruas novamente dai aquele demônio que estava enrustido, volta novamente a cena, e coitadas das vitimas que caírem em suas mãos.
Ate algumas pessoas poderão dizer, mas naquela epoca havia a tal ditadura militar que era muito rigorosa com o comportamento das pessoas, e eu digo que isso não teve nada haver com a ditadura militar, o que havia das autoridades do passado era um grande interesse em educar e disciplinar a juventude, pois um menor de idade não pode sair pelas ruas e ficar perambulando como um adulto, um menor de idade não pode fazer o que bem quer e não ser repreendido por isso. Tem que haver a disciplinação, e o melhor momento para isso se faz na juventude, agora deixar um desses menores de idade andando pelas ruas sozinho, e fazer o que bem entender, estaremos apenas criando um monstro que futuramente ira nos atacar. Ora isso é sabedoria de vida.
Criança de uns 8 anos, caida
 desmaiada na calçada, pelo 
uso excessivo de cola de sapateiro.
A apreensão de drogas nas
 cidades é impressionante, são 
toneladas todos os dias.
E cumpre-se tambem lembrar que naquela epoca não existia a quantidade de drogas e de traficantes que existem hoje, onde o que mais se via era o cigarro normal e no máximo um vidrinho de lança perfume, onde a maconha era raríssima e muito bem escondida,  mas hoje em dia as cidades estão perdidas, em todas as esquinas existe um traficante de drogas agindo livremente, e os usuários  usam drogas livremente nas ruas (e agora favorecidos pela desqualificação do pequeno porte de drogas pela nossa justiça)e agora uma dessas crianças que o estado criminalmente despreza, poderá ser alcançado por um desses traficantes e se tornar em mais um criminoso. Pois as expectativas são infinitas que isso venha a acontecer, pois não se percebe nenhuma intenção das nossas autoridades publicas em se mudar isso! Não queremos ser cruéis a ponto de trancar-mos um menor de idade em uma cadeia, mas também não podemos ser omissos ao ponto de ver-mos esse ciclo vicioso se formar na nossa cara e não fazer-mos nada para impedir sua desenvoltura.
Fonte Wikipedia.
Postar um comentário