Visualizações de páginas da semana passada

TODAS AS POSTAGENS DO BLOG

OBRIGADO PELA VISITA, SEJA BEM VINDO, ESPERO QUE GOSTE, VOLTE SEMPRE.
Loading...

Pesquisar este blog

quarta-feira, 29 de janeiro de 2014

ANALFABETISMO EM PLENA ERA DO COMPUTADOR!

Relatório vê avanços no acesso ao ensino entre a população mais pobre, elogia o Fundeb como uma política de sucesso e diz que a solução dos problemas passa pela valorização dos professores.Nenhum dos seis objetivos estabelecidos pela Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (Unesco) será cumprido globalmente até 2015, segundo o Relatório de Monitoramento Global Educação para Todos. O levantamento, que será divulgado nesta quarta-feira (29/01) em Brasília e em Adis Abeba, na Etiópia, aponta que 250 milhões de crianças não conseguiram aprender o básico na escola primária e que um quarto da população jovem do mundo não é capaz sequer de ler parte de uma frase.
As boas condições das salas de
 aulas também são um fator muito 
determinante para a qualidade do ensino.
Apontado diversas vezes como exemplo positivo, o Brasil conseguiu atingir as metas de "educação primária universal" e "habilidade de jovens e adultos", mas ainda precisa avançar para melhorar a qualidade do ensino e diminuir os índices de analfabetismo. Treze milhões de brasileiros não sabem ler nem escrever, o que faz do Brasil o oitavo país com maior número de analfabetos."O grande nó crítico do país é a qualidade da educação, especialmente em relação ao aprendizado. O aluno está na sala de aula, mas não aprende". É uma exclusão intra-escolar: 22% dos alunos saem da escola sem capacidades elementares de leitura e 39% não têm conhecimentos básicos de matemática.
O ensino basico introduz o aluno no mundo do saber.
 De qualquer maneira, não podemos negar os grandes avanços que o Brasil apresentou, afirma Maria Rebeca Otero, coordenadora de educação da Unesco no Brasil. O Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação (Fundeb) é visto como uma política de sucesso. O relatório diz que o fundo aumentou em 20% a frequência escolar entre as crianças mais pobres e elevou o número de matrículas, especialmente no norte do país. "O Fundeb é tido como um exemplo para o mundo, mas devemos destacar que a gestão dos recursos ainda é muito deficitária", avalia Otero.
Ensino caótico, automaticamente 
aprendizado também caótico.
A Unesco critica o fato de as políticas sociais e educacionais não reduzirem a disparidade de investimento por aluno no país. Em 2009, o Estado gastou 611 dólares por aluno do ensino primário na região Nordeste, metade do que é investido em um estudante do Sudeste. O mínimo de gasto para uma educação adequada seria 971 dólares por aluno, diz a publicação. Valorização dos professores O relatório, intitulado Ensinar e aprender: atingindo a qualidade para todos, destaca que cerca de 10% do gasto na educação infantil no mundo é perdido devido às falhas no sistema de ensino. A crise global do aprendizado custa aos governos 129 bilhões de dólares por ano. "No estágio atual, os países simplesmente não podem reduzir o investimento em educação", ressalta o texto.
É bastante enfadonho se usar
 um aparelho de celular, e não
 saber ler nem escrever!
A Unesco conclui que a valorização dos professores pode mudar esse cenário e faz um alerta aos governos para que ofereçam melhores condições de trabalho a esses profissionais. "É preciso atrair melhores candidatos e preencher as vagas. Eles precisam ser treinados para entender as necessidades das crianças e também ser valorizados, com melhores salários e planos de carreira", diz Otero. O especialista em políticas públicas de educação Erasto Fortes, membro do Conselho Nacional de Educação, afirma que o governo deve se comprometer a construir uma política nacional de formação de professores e oferecer programas de especialização, como prevê o Plano Nacional de Educação (P.N.E.). 
A localização das salas de aulas 
também influenciam em  muito
 no aprendizado das crianças.
"O piso salarial, que é muito baixo, também precisa corresponder à média paga a outros profissionais que tenham o nível de formação de ensino superior. Ainda assim, estados e municípios têm recorrido à Justiça para fazer com que essa lei não tenha vigência, em função de dificuldades orçamentárias", critica.De acordo com a Unesco, será necessário recrutar 5,2 milhões de professores em todo o mundo até 2015.O Brasil está sem um Plano Nacional de Educação desde 2011. O primeiro, aprovado em 2001, teve vigência de dez anos. O novo texto que tramita no Congresso Nacional estabelece 21 metas para aprimorar a educação no país. "O problema principal a ser considerado é o prazo. O Congresso ainda não cumpriu com sua competência de aprovação do plano e precisa ser mais ágil", considera Fortes.
Ha de-se elogiar o heroísmo e amor
 de alguns professores que praticamente 
sem salários, e que trabalham em
 lugares insalubres ao máximo.
O PNE foi aprovado no Senado em dezembro de 2013, mas, como houve modificações, o texto voltou para a Câmara dos Deputados. A nova versão é alvo de críticas de movimentos de educação, que veem um tom "privatista" nas mudanças. Como exemplo do impacto do novo texto aprovado pelos senadores, o especialista em financiamento da educação José Marcelino de Rezende Pinto explica que o Fies, que permite ao estudante financiar as mensalidades das instituições privadas, e o Prouni, que oferece bolsas de estudo em universidades particulares, seriam considerados gastos públicos. "É muito pior, porque infla o gasto e considera todos os repasses ao setor privado como gasto público. É o velho artifício de incrementar o gasto educacional", diz.
O ensino básico ainda é o grande
 carro chefe do ensino infantil.
O coordenador geral da Campanha Nacional pelo Direito à Educação, Daniel Cara, teme que o PNE não seja aprovado na Câmara antes das eleições, em outubro. "Durante todo o processo, o governo federal tentou protelar a votação. Se a pressão das eleições não fizer com o que o governo aprove o plano, o debate pode ficar para 2015 ou 2016. É um momento muito delicado", avalia. Pressionado pelos protestos de junho do ano passado, o Congresso Nacional aprovou em setembro a destinação de 75% dos royalties do petróleo para a educação. Para Marcelino, os recursos não serão suficientes para bancar a elevação de 10% do PIB para gastos em educação, como prevê o P.N.E..
Sem duvida que a tecnologia é um 
grande caminho para a facilitação do
 ensino básico, mas também pode
 minar aos poucos o ensino tradicional.
No relatório, a Unesco estabelece que o mínimo a ser investido é 6% do PIB. De acordo com a entidade, o Brasil destina 5,9%. Segundo Marcelino, esse parâmetro internacional não pode servir de comparação. "Países ricos gastam cerca de 6% do PIB, mas o montante deles é muito maior. O que deve ser analisado é o gasto por aluno. Os Estados Unidos, por exemplo, investem seis vezes mais do que o Brasil", diz. O especialista argumenta que, para cumprir a meta de 10% do PIB para educação, o Congresso deverá fazer um grande esforço orçamentário. "O próprio ministro da Educação, Aloísio Mercadante, admitiu que os royalties não seriam suficientes. Agora, tudo depende da batalha dos deputados. Só o petróleo não dá. Acho que o exemplo da Copa é interessante: quando se precisa de dinheiro, ele aparece."
Fonte Unesco.

segunda-feira, 27 de janeiro de 2014

KISS, UM ANO DEPOIS!

Um ano após o incêndio na Boate Kiss, a dor das famílias que perderam seus filhos, irmãos, primos e sobrinhos na tragédia, aos poucos, dá lugar à revolta. Membros da Associação dos Familiares de Vítimas e Sobreviventes da Tragédia de Santa Maria (A.V.T.S.M.) se dizem desamparados pelas instituições públicas, não poupando críticas ao prefeito de Santa Maria (R.S.), Cezar Schirmer (P.M.D.B.), aos vereadores e nem mesmo ao Ministério Público. Nós, cidadãos, que pagamos por toda essa estrutura de governo para proteger a gente, somos tão carentes disso. Chega no final, é como se você tivesse aquele pai para te proteger e ele não te protege. 
Um lugar que seria para a 
diversão e o lazer de diversos jovens,
 mas que se transformou em puro terror! 
Então eu, como cidadão, e várias famílias que sofreram isso, nós sentimos a incompetência dos governos: munícipio, Estado e governo federal. É um sentimento de abandono, como se fosse aquele filho abandonado, você não tem para quem gritar, para quem reclamar, queixa-se Sérgio da Silva, integrante do conselho diretor da A.T.S.M. e pai do jovem Augusto Sérgio, que morreu no incêndio, aos 20 anos. Militar da reserva, Sérgio se mudou na década de 80 do Rio de Janeiro para Santa Maria, onde se casou e teve dois filhos. 
Um ano depois, so restaram as 
saudades e a imensa revolta pela 
impunidade e o descaso das autoridades.
Oriundo de uma família pobre, de sete irmãos, diz ter aprendido com o pai a sentir orgulho da pátria, característica que reforçou quando entrou para o Exército. A morte do filho primogênito no ano passado, porém, acabou por abalar essa confiança depositada nas instituições do País. "Quando eu passei para a área militar, fortaleceu mais aquele amor à pátria, de valorizar as entidades, aquela coisa toda. Só que é uma utopia. Chega no final, você vê que parece que nada funciona. Neste momento, o meu sentimento é esse", diz, desolado. "Nós estamos sofrendo um momento no País de uma descrença total nas autoridades. O cidadão de bem está sendo destruído, ninguém está tomando uma posição."
Toda essa tragedia facilmente seria 
evitada se houvesse seriedade das
 autoridades publicas na liberação dos 
alvarás de funcionamento desses locais. 
Infelizmente essa situação de abandono e descaso pelas autoridades publicas tem sido a cara do Brasil nos últimos tempos, onde casos e mais casos comprovados de crimes que poderiam facilmente terem sido evitados, mas que pelo descaso publico, ocorreram e as autoridades publicas ficam um empurrando para o outro e ninguém quer se responsabilizar pelas tragedias que por causa disso acontecem. E o pior de tudo isso é que também a nossa justiça da época do zagaia, não consegue punir ninguém, por estar hiper ultrapassada em seus diversos artigos penais.
Silhuetas pintadas, representam 
os 242 mortos na tragedia da Kiss.
Parece que nada é capaz de comover
 as nossa autoridades publicas, que 
continuam inertes frente as tragedias!
Um ano depois e praticamente tudo esta como no inicio, e  todos aqueles que são os responsáveis diretos por toda essa tragedia anunciada, estão respondendo os inquéritos em liberdade, e com certeza nenhum deles ira para uma cadeia, pois para a justiça, mesmo essas pessoas terem participado da morte de nada mais nada menos 242 pessoas, pela fraqueza de nossa lei criminal, eles mesmo que sejam responsabilizados e condenados,  dificilmente irão para uma prisão, e se caso forem, em bem pouco tempo estarão novamente nas ruas, pois a banalização da vida humana, torna-se evidente, e não comove o poder publico,  que permite uma serie impressionantes de atenuantes ao acusado, e de uma forma cínica e cruel, se esquece da vitima e seus familiares, tornando suas dores ainda muito maiores.
Fonte Jornal do Brasil.

domingo, 26 de janeiro de 2014

MILAGRE!

Uma cena terrivel onde a penas um
 milagre seria a definição final!
Câmeras de segurança de um comércio  registraram o momento em que um menino de 5 anos e a avó, de 64, foram atropelados por um carro, na terça-feira (21), em Anápolis, a 55 km de Goiânia. Duas rodas do VW Gol passam sobre a criança, que se levanta e, caminhando, vai ajudar a mulher. Encaminhados ao Hospital de Urgências de Anápolis (Huana), as vítimas passaram por duas séries de exames. Segundo a unidade, o menino recebeu alta médica na noite do mesmo dia. Já a idosa foi liberada às 11 horas desta quarta-feira (22). 
O garoto foi atropelado pelo 
veiculo pelas duas rodas, sendo
 a ultima por cima de sua cabeça.
O atropelamento foi causado por outro acidente, que também é flagrado pelas imagens. Em um cruzamento, um Honda Fit bate em um Chevrolet Celta e, em seguida, colide com o VW Gol, que estava estacionado. Com o impacto da colisão, o carro atingido atropelou a idosa e o neto. A dupla caminhava pela rua e, ao ver que o VW Gol foi atingido, tentou subir para a calçada. No entanto, eles não foram rápidos o suficiente e foram atropelados. Pessoas que passavam pela rua ajudaram as vítimas. 
Os motoristas que se envolveram no acidente reclamam da falta de sinalização do local. Segundo o condutor do Celta, o Honda Fit trafegava em alta velocidade. 
João Pedro do Nascimento, sofreu
 um acidente gravissimo e saiu ileso.
“Estava correndo muito. Acho que se ele estive de 40km/h, dava para ele ter parado”, afirma o representante  comercial João Birajara Camargo. O motorista que teria causado o acidente nega que trafegava em alta velocidade. “Na hora, não prestei atenção, mas acredito que não estava correndo”, justificou o representante comercial Henrique Araújo. A Secretaria de Trânsito de Anápolis informou que vai sinalizar o trecho até o final da semana.  Para quem acha que estamos sozinhos nesse mundo e não existem os demônios assim também como os anjos, esta ai uma historia para colocar fim a qualquer duvida ainda existente, de que um anjo estava por ali e evitou mais uma grande tragedia. 
Momentos antes do acidente,
 demostram que os dois estavam 
em cima da calçada quando foram atingidos.
Um acidente gravíssimo onde o garoto e a sua avó, foram atropelados pelo veiculo, praticamente nada sofreram a não ser um grande susto, os especialistas, médicos, peritos, e demais profissionais, ficaram de queixo caído com as imagens, e o resultado final, daquilo que para eles seria mais uma tragedia com duas mortes a lamentar, foi uma situação totalmente incomum. Os médicos ao verificarem as radiografias tiradas do menino, não constataram nenhum trauma. e os peritos que ja presenciaram diversos acidentes iguais, disseram ser humanamente impossível isso ter ocorrido sem maiores consequências.
Se esse acidente não tivesse 
sido gravado pelas câmeras, 
ninguem acreditaria nessa historia!
E ao verificar-mos as imagens, podemos perceber que o veiculo Gol, que atropelou os dois, ficou com a sua lataria bastante avariada, dando a entender que o veiculo se chocou com alguma coisa muito mais dura do que a sua própria carroceria reforçada. E por isso foi danificada. Não existem respostas a altura para que-se possa dizer sobre essa situação a não ser a mão poderosa de Deus através dos seus anjos, que estava naquele local e intercedeu a favor da avó e do garoto. Não permitindo que os dois sofressem qualquer dano físico pelas consequências do acidente.
Fonte Globo Noticias.

sexta-feira, 24 de janeiro de 2014

"BRAÇOS ABERTOS"

A prefeitura de São Paulo disse que a ação da Polícia Civil ontem (23) na região da Cracolândia pode comprometer a Operação Braços Abertos lançado no último dia 14 para atender a dependentes químicos do centro paulistano. Agentes do Departamento Estadual de Prevenção e Repressão ao Narcotráfico (Denarc) usaram balas de borracha e bombas de gás lacrimogêneo contra os usuários de drogas. Funcionários da prefeitura que faziam assistência aos dependentes também foram atingidos. “A prefeitura repudia esse tipo de intervenção, que fez uso de balas de borracha e bombas de efeito moral contra uma multidão formada por trabalhadores, agentes públicos de saúde e assistência e pessoas em situação de rua, miséria, exclusão social e grave dependência química”, ressalta o comunicado divulgado na noite de hoje. A nota destaca ainda que o programa iniciado na semana passada tem como base a não violência. “A prisão de traficantes deve ser feita sem uso desproporcional de força”.
Pessoas ficam o dia inteiro sem
 fazer nada apenas se drogando.

A prefeitura informou que expressou seu posicionamento diretamente ao governo estadual, a qual a Polícia Civil está subordinada. “A administração reafirma seu empenho na solução deste problema da cidade e manifesta sua preocupação com este tipo de incidente, que pode comprometer a continuidade do programa”, diz o comunicado. O programa da prefeitura acolhe dependentes químicos em hotéis da região central e oferece uma bolsa para que eles trabalhem no serviço de limpeza de ruas, calçadas e praças no centro da cidade. Cada usuário recebe um salário mínimo e meio, que inclui os gastos com alimentação, hospedagem, além de R$ 15 por dia de trabalho. Os dependentes foram retirados da favela instalada na Alameda Dino Bueno, na região da Cracolândia.
A cracolândia é o projeto do inferno na terra.
No início de 2012, uma operação policial também tentou retirar os dependentes das ruas do centro paulistano. A operação conjunta da gestão anterior da prefeitura e o governo estadual foi criticada por defensores dos direitos humanos. O Ministério Público chegou a ingressar com uma ação contra o governo do estado alegando que foi usada violência excessiva contra os usuários de drogas. A Justiça acatou o pedido do órgão para que a Polícia Militar fosse proibida de empregar ações “vexatórias, degradantes ou desrespeitosas” contra os dependentes. Muita ingenuidade da prefeitura de São Paulo e seus agentes em sequer imaginar que pessoas que trocaram tudo por um cachimbo de crack, de uma hora para outra se convertam e voltem a serem gente novamente. 
A cracolândia também é o 
retrato da administração publica.
A prefeitura de São Paulo tem o seu objetivo social, que seria passar a mão na cabeças dessa gente, (onde existem muitos traficantes e marginais enrustidos), agora a policia tem o objetivo de identificar os verdadeiros marginais e coloca-los em seus devidos lugares que é a cadeia. Sem duvida alguma que pessoas desajustadas mereçam mais uma oportunidade de voltarem ao convívio social, mas esse desejo tem que partir do interessado, tentar realizar isso sem nenhuma vontade do viciado, por mais que se tente, não ira dar em nada, pois muitos deles ja estão acostumados nessa vida e são escravos do vicio.  O que acontece na cracolândia é vergonhoso, uma vagabundagem explicita, onde ninguém quer nada com nada, a não ser ficar o dia inteiro se drogando. As autoridades publicas sabem disso e permitem que isso permaneça.
Muitos usuários, não tem nenhum 
discernimento sobre os seus atos 
devido ao grande estrago mental 
causado pela droga.
Onde pessoas utilizam-se de drogas, e ficam no meio do lixo e dos ratos, se matando aos poucos, e as autoridades publicas não conseguem resolver essa situação que ja dura décadas. E quando se tenta retira-los com internações compulsórias, logo surge algum especialista em direitos humanos, ou coisa social, alegando que isso é truculência do governo, pois os viciados possuem seus direitos e não devem ser obrigados a se internarem a força, e assim o problema vai crescendo e nunca tem fim. Existe coisa pior do que ver-mos seres humanos se destruindo aos poucos e as vistas de todo mundo, e nós como bom samaritanos que somos, não encontramos soluções para eles. No caso das internações seria interessante que a pessoa viciada procurasse uma ajuda e solicitasse uma internação.
Ao alcançarem esse estagio de destruição, 
apenas as palavras não resolvem.
Legitima ação da policia civil que tirou
 das ruas vários marginais perigosos.
O prefeito de São Paulo, esta 
tentando consertar o inferno!

Mas acontece que a maioria desses viciados ja estão em um estado degradante de saúde, e suas mentes não funcionam, e por isso nunca que eles irão pedir ajuda, agora a assistência social da prefeitura, deve perceber isso, e retira-los das ruas a força com uma internação compulsória sim,  tudo devidamente legalizado e autorizado pela justiça, pois não existe crueldade nenhuma em agir desta forma, a crueldade esta em se verificar essas pessoas se destruindo e não se fazer nada para tentar ajuda-los, agora tem hora que só a conversa não ajuda, e outros meios devem ser utilizados. Agora o prefeito Haddad culpar a policia por essa operação e alegar que a mesma não o avisou anteriormente, ele deve estar sonhando, pois se ele não sabe que no meio dos frequentadores viciados da cracolândia, também estão enrustidos diversos marginais perigosíssimos, ao qual não podem ficar nas ruas. e para o sucesso de uma operação dessas, é sigilo absoluto.
Fonte Diario de Pernambuco.

quarta-feira, 22 de janeiro de 2014

MENTE VAZIA... OFICINA DO DIABO!

Usando cartolina, cola e muita criatividade, detentos do presídio de Quixeramobim (a 232 km de Fortaleza) conseguiram montar uma arma de papelão. A semelhança com uma arma real impressionou os agentes penitenciários e policiais que apreenderam o objeto no presídio da cidade, no último sábado (18)."Eles usaram cartolina verde e cola que têm para fazer artesanato. A perfeição é incrível. Até o tambor girava. Trabalho de artista. Se ela fosse pintada, enganava qualquer um, rendia qualquer agente, que abriria tudo", disse o soldado da Polícia Militar Felipe Souza, que participou da apreensão.
A ociosidade nas prisões permite
 diversas condições ilícitas.
Segundo Souza, um dos agentes que fazia a segurança no local, no sábado, percebeu que um dos presos dava a entender que estava armado e acionou a PM."Esse policial viu que era uma arma verde, como se fosse de plástico, desconfiou e pediu apoio. Chegamos lá e fizemos a busca, e a arma foi localizada. Ninguém assumiu a autoria, e não conseguimos identificar o artista", disse Souza. O PM contou ainda que a arma estava abandonada na cela quando foi encontrada.
Quando das revistas realizadas, são 
encontradas variedades de armas artesanais.
"Na hora que a gente foi  dar a geral, eles perceberam que era por causa disso e jogaram ela (a arma falsa) antes da entrada. Possivelmente iriam pintar e planejavam usar em uma fuga, ou entregar para alguém fora", disse.Além da arma de papelão, dois chips de celulares foram apreendidos durante a busca na cela. Um simulacro perfeito onde com certeza seria utilizado em alguma tentativa de fuga isolada ou em massa. Mas para quem trabalha com sentenciados, isso não é nenhuma novidade. Os presos ficam todas 24 horas do dia pensando em algo de ruim. E são muito pacientes para esperarem o momento certo para agirem.
Um simulacro feito por um ladrão, 
que engana qualquer pessoa.
Naquela horrenda rebelião da extinta penitenciaria da Ilha Anchieta em 1952,  quando os presos rebelados colocaram pra fora todo o mal que eles guardavam, foi exatamente assim mesmo, pois antes desta, houvera um pequeno movimento em 1950, quando alguns presos se rebelaram, e foram contidos pelos guardas, e eles com um calculismo e frieza acima do normal, ficaram 2 anos arquitetando uma outra rebelião, e para isso eles foram ganhando a confiança dos guardas, com comportamentos irrepreensíveis, "muito bonzinhos" , mas na verdade é que eles ja tinham tudo em mente, só esperando o momento certo.
Agora entre verdadeira ou falsa, 
é sempre melhor não arriscar, e 
nunca reagir a uma abordagem criminosa.
Agora vendo esse simulacro, eu me lembro de um fato ocorrido nas dependências da Policia Federal em 1998, quando um preso conseguiu render um agente federal, utilizando-se de um simulacro feito de sabão e fita isolante, o preso era o perigosíssimo sequestrador e assaltante de bancos Marcelo Borelli, um dos lideres daquele assalto ao avião da Tam ocorrido em São Jose dos Campos em 1996, esse Marcelo Borelli, era o armeiro da quadrilha, onde naquela epoca ele conseguira 6 fuzis de guerra russos AK 47,  para a ação criminosa no avião. Agora os presos irão fazer isso a vida inteira, pois isso é uma maneira de tentar um caminho mais rapido de sairem da cadeia, e não medirão esforços para conseguirem esse intento.
Fonte Uol Noticias.

segunda-feira, 20 de janeiro de 2014

"PAIS DE PRIMEIRO MUNDO"

Voltando a essa historia do tal "rolezinho", algumas pessoas estão fazendo uma imensa polemica em cima disso, devido o governo não estar tendo pulso para tratar esse assunto  como deveria, pelo simples fato de estar sendo considerada apenas o que consta no artigo quinto de nossa constituição soberana, sobre o ir e vir  e a liberdade de expressão de pessoas, e não se estar considerando as demais situações sequenciais como vandalismos, depredações, roubos, furtos etc. Apenas o tal rolezinho, que é sinônimo de um pequeno passeio, nada demais ha a acrescentar, mas a partir de que ocorram atos descontrolados que venham a prejudicar a segurança e o lazer das  demais pessoas, então algo deve-se ser feito em detrimento a essas.
Essa situação também faz parte da 
educação, onde não se ensinam os
 princípios básicos de filosofia e
 disciplina humana.
O que barra a atuação do governo, é que não existe nenhuma artigo penal referente a isso, pois como citam alguns entendidos, o rolezinho por si só, constitui um direito de-se ir e vir, portanto não ha muito o que-se fazer, mas como estão havendo situações "extraordinárias", não pode o poder publico ficar em cima do muro apenas observando tudo sem ação.  Em primeiro lugar o direito de ir e vir realmente é soberano, e as pessoas teem todo o direito de entrarem aos shoppings e passearem a vontade, mas acontece que atras desses  passeios inofensivos, estão ocorrendo uma sequencia assustadora de muita baderna e destruição de patrimônio privado.
Grandes tumultos causam descontroles 
e os ladroes aproveitam o momento!
Ter o direito de passear dentro do Shopping é uma coisa muito saudável, mas agora a partir que hajam transtornos e prejuízos a outrem, dai algo tem que ser feito pelo poder publico imediatamente, pois ninguém tem o direito de-se aproveitar de um movimento originalmente pacifico, e utiliza-lo como alavanca para cometer crimes, as vistas das autoridades. O próprio secretario de justiça de São Paulo disse ha alguns dias que o rolezinho não é crime, realmente não é crime, mas o que vem atras dele, dai sim são situações criminosas. Todo mundo sabe que é impossível de-se agradar a todos, (agradar aos donos dos Shoppings Centeres, a população que se utiliza dos mesmo e agradar os manifestantes do rolezinho) então cabe ao poder publico criar uma lei que vinde a proibir qualquer tipo de manifestação publica dentro dos Shoppings Centeres,  pois os mesmos não foram feitos para suportarem esses tipos de situações, e nem possuem segurança adequada para conterem os distúrbios ocasionados depois dos tais "rolezinhos". 
A juventude esta sendo criada e
 educada erradamente, onde tudo que
 eles fazem não sofre nenhuma repreensão!
E outra coisa alguns advogados que estão entrando na justiça favoráveis a realização desses tais rolezinhos, ja que se mostram favoráveis também a baderna generalizada registrada na sequencia, devem ser citados e obrigados a assinarem um termo de responsabilidade sobre todas as condutas adquiridas pelos participantes, e serem obrigados a pagarem todos os prejuízos causados. Não tem que ter muita conversa. O Estado de Direito tem demostrar quem é que manda, e não pode ficar permitindo situações maquiadas de passividade, mas que na verdade são movimentos organizados por marginais, no intuito de cometerem seus crimes. 
Permite-se que os jovens façam de
 tudo sem correção, por isso eles pensam 
que podem fazer tudo o que querem!
Os Shoppings Centeres foram construídos exclusivamente para compras e para o lazer publico,  não foram construídos para nenhum tipo de manifestação de qualquer nível publico. E nunca irão comportar esse tipo de situação, qualquer pessoa entendida ou não, facilmente ira perceber que insistir nisso, com certeza os resultados serão desastrosos, portanto, o Estado de Direito de-ve proibir isso em lei, antes que ocorram situações muito mais graves do que ja estão ocorrendo, e fim de papo.  Se existe algum interesse em se realizar manifestações  publicas, então porque não se realizar isso nas Assembleias, nas Câmaras de Vereadores, no Congresso Nacional,  nas ruas como ocorreram o ano passado.
Alguns participantes dos rolezinhos de hoje, serão os incendiários de ônibus de amanhã!
Ja se falou ate no fechamento dos Shoppings Centeres devido a constância desses movimentos arruaceiros, so faltava isso agora, fecharem os locais de  comercio,  que prestam uma variedade de diversos serviços e também de lazer, e deixarem os arruaceiros sem nenhuma punição! Temos que injetar em nossa filosofia de vida e de administração a idéia evolutiva de primeiro mundo, com regras, leis,  que visem a organização de toda sociedade, sem querer nunca  aguardar a todos, pois como ja disse isso é humanamente impossível!  Agrada-se a maioria da população e o resto usa-se as leis! Essa é  a unica maneira de conseguir-mos relativo sucesso administrativamente. agora ver-mos e perceber-mos situações erradas, e ficarmos em cima dos muros e de braços cruzados sem nenhuma ação,  e ficar-mos passando a mão nas cabeças de quem faz as coisas erradas, so ira fazer tudo ficar cada vez pior.
Fonte Agencia Brasil.

MENOS UM.

A ministra da Cultura Marta Suplicy foi condenada por improbidade administrativa pela Justiça de São Paulo e perdeu seus direitos políticos por três anos. Ela também terá que pagar uma multa no valor de cinco vezes o valor do salário que a ministra recebia quando era prefeita de São Paulo (2001-2005), valor que deve ser atualizado até a data de pagamento. A decisão foi tomada pelo juiz Alexandre Jorge Carneiro da Cunha Filho, da 1ª Vara da Fazenda Pública.
Um politico que ao invés de possuir
 soluções para os problemas sociais, 
debocha do sofrimento alheio, não 
merece exercer nenhum cargo publico!
Marta Suplicy quando da citação da 
frase "Relaxa e Goza", não demostrou nenhum constrangimento ou respeito, 
mesmo estando em rede nacional.
Segundo a decisão, Marta também foi “proibida de contratar com o Poder Público ou receber benefícios ou incentivos fiscais ou creditícios, direta ou indiretamente, ainda que por intermédio de pessoa jurídica da qual seja sócia majoritária. A proibição também tem validade de três anos".A decisão foi tomada no último dia 9 de janeiro e publicada no Diário da Justiça do Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo do dia 10 de janeiro.O juiz acatou uma denúncia do Ministério Público que moveu um ação de improbidade administrativa com a justificativa de que houve direcionamento para a contratação do Grupo de Trabalho e Pesquisa em Orientação Sexual (GTPOS), que foi contratado sem licitação.
Os políticos brasileiros se atacam, se ofendem, se 
acusam, mais na verdade eles se amam.
Também foi condenada Maria Aparecida Perez, que era secretaria de Educação de Marta Suplicy na prefeitura de São Paulo. Maria Aparecida recebeu as mesmas penas que a ministra da Cultura. O GTPOS foi condenado a pagar multa civil de 10% do contrato original firmado com a prefeitura de São Paulo (R$ 373.119,19, em 2002), valor que deve ser atualizado e proibição de contratar com o Poder Público ou receber benefícios ou incentivos fiscais por três anos.
Suas condutas que deveriam ser voltadas
 a população, se desviam e causam 
grandes transtornos administrativos e sociais.
A decisão cabe recurso. Otima essa noticia, políticos deve nivel devem ser banidos do cenário politico para sempre, pelas suas ausências administrativas e tambem pelo desprezo pelo cidadão e pelo dinheiro publico. Antes das eleições eles são uma coisa, mas acabou a eleição, e quando eleitos eles mudam de uma forma impressionante, esquecem tudo o que prometeram, e fazem tudo com interesse proprio,  a Ex-prefeita Marta Suplicy,  aquela mesma, que em plena crise dos aeroportos no pais, em imenso descaso e falta de respeito, disse em entrevista ao vivo por diversas emissoras de Tv, a frase "Relaxa e Goza", em relação aos atrasos ocorridos pelas empresas prestadoras de serviços aereos.
Fonte Agencia Brasil.

quinta-feira, 16 de janeiro de 2014

SEM MEIAS PALAVRAS.

O Vaticano disse nesta quinta-feira que não há desculpas para o abuso sexual de crianças por membros do clero, na primeira reunião do Comitê da ONU para os Direitos da Criança sobre o tema com participação de membros da Santa Sé.
O encontro acontece em meio à investigação das Nações Unidas sobre a suspeita de violação da Declaração Universal dos Direitos da Criança pelo clero. O Vaticano é acusado de encobrir o escândalo de abuso sexual por padres que teria ocorrido em países como Estados Unidos, Irlanda e México.
Na sessão desta quinta, o representante do Vaticano na ONU, monsenhor Silvano Tomasi, disse que existem abusadores em todas as profissões do mundo, incluído o clero. "Encontram-se abusadores nas profissões mais respeitadas do mundo e, mais lamentavelmente, entre membros do clero e profissionais da igreja", disse.
Ele ainda afirmou que esses crimes nunca devem ser justificados, independente se ocorram "em casa, nas escolas, nas atividades esportivas ou nas organizações e estruturas religiosas". O monsenhor prometeu a ajuda da Santa Sé, que, segundo ele, se dispôs a receber sugestões sobre como coibir a prática.
O crime de pedofilia deve ser punido
 com muita severidade, sem atenuantes.
No entanto, criticou a comissão por ter acusado a Igreja Católica de obstruir a investigação."A crítica de que está tentando interferir, obstruir, não se sustenta. Pelo contrário, queremos que haja transparência e que a Igreja siga seu curso", disse, em entrevista à rádio Vaticano. Esta é a primeira vez que o Vaticano se manifesta publicamente nas Nações Unidas sobre o assunto. No mês passado, a Santa Sé se negou a dar mais informações sobre os procedimentos canônicos que estão sendo efetuados para punir os sacerdotes envolvidos em abuso sexual. Sobre o assunto, Tomasi afirmou que não era obrigação da Cúria entregar os dados devido às diferenças entre os direitos laico e canônico. Para a responsável pela comissão da ONU, Sara Oviedo, é necessário que a Igreja Católica dê o exemplo. "Os castigos aplicados nunca parecem refletir a gravidade dos fatos", disse.
Papa Francisco esta levantando a
 imagem desgastada da igreja
 catolica por falsos profetas.
Os primeiros casos de sacerdotes que abusaram de crianças e adolescentes foram denunciados primeiro nos Estados Unidos no início dos anos 2000. Em seguida, envolveram as Igrejas de vários países da Europa, sobretudo da Irlanda, onde foram registrados milhares de abusos. A Igreja da América Latina também conheceu uma série de escândalos. O mais famoso foi o do fundador mexicano do movimento conservador dos Legionários de Cristo, Marcial Maciel, também culpado de abusos sexuais. Em maio de 2011, a Congregação para a Doutrina da Fé, encarregada das denúncias, deu o prazo de um ano às conferências episcopais do mundo para a adoção de diretrizes contra a pedofilia, incluindo a colaboração com a Justiça civil.
Não deve existir perdão para quem
 se atrever a cometer um crime desses!
Em abril, o papa Francisco pediu uma "atuação decisiva" para eliminar os abusos sexuais dos religiosos e garantir que os responsáveis sejam punidos. Três meses depois, assinou um decreto que aumenta a punição a prostituição, violência sexual, pedofilia e posse de pornografia. Em dezembro, criou uma comissão destinada a investigar os crimes sexuais cometidos pelo clero. Nesta quinta, ele disse que a Igreja Católica deve se envergonhar pelo número de escândalos que aconteceram no clero.
"Os responsáveis (pelos escândalos) tinham uma posição na Igreja, uma posição de poder e também de comodidade, mas não com a palavra de Deus".  Eu sou um profundo admirador do Papa Francisco pela sua imensa humildade e tambem pelo seu modo direto de resolver questões polemicas, que ate o momento não vem passando a mão na cabeça de ninguém,  pois é inadmissível um dito servo de Deus, trair sua devoção e o seu juramento sagrado, e cometer crimes e se esconder atras da Bíblia Sagrada, quem pratica crimes, nunca deve ser acobertado, deve ser julgado, condenado e preso, doa a quem doer.
Fonte A Folha de São Paulo.