Visualizações de páginas da semana passada

TODAS AS POSTAGENS DO BLOG

OBRIGADO PELA VISITA, SEJA BEM VINDO, ESPERO QUE GOSTE, VOLTE SEMPRE.
Loading...

Pesquisar este blog

quarta-feira, 30 de janeiro de 2013

TRANTORNO DO DEFICIT DE ATENÇÃO COM HIPERATIVIDADE (T.D.A.H.)


O Transtorno do Déficit de Atenção com Hiperatividade (TDAH) é uma síndrome caracterizada por desatenção, hiperatividade e impulsividade causando prejuízos a si mesmo e aos outros em pelo menos 2 contextos diferentes (geralmente em casa e na escola/trabalho). Entre 3% e 6% das crianças em fase escolar foram diagnosticadas com este transtorno.Entre 30 a 50% dos casos persistem até a idade adulta . Sua causa, o diagnóstico, sua utilização para justificar mal desempenho acadêmico e o grande número de tratamentos desnecessários com Anfetaminas geram polêmica desde a década de 70 . Na classificação internacional de doenças da O.M.S. mais recente (CID-10) é classificado como um Transtorno Hipercinético.
Dennis o pimentinha é o tipico caso de T.D.A.H., toda sua impulsividade é causada por esse distúrbio, que o torna insuportavel.
O transtorno se caracteriza por frequente comportamento de desatenção, inquietude e impulsividade, em pelo menos três contextos diferentes (casa, creche, escola, trabalho...). O Dicionário de Saúde Mental atual (D.S.M. IV) subdivide o TDAH em três tipos:
Toda essa interatividade, expôe á criança a sérios riscos de acidentes graves.
  • TDAH com predomínio de sintomas de desatenção;
  • TDAH com predomínio de sintomas de hiperatividade/impulsividade e;
  • TDAH combinado.
Em ingles, também é chamado de ADHD, as iniciais de Attention Deficit / Hyperactivity Disorder
Á criança tem muita dificuldade em aprender o básico e tem muita facilidade em aprender tudo aquilo que não deve aprender.
Na decada de 80, a partir de novas investigações, passou-se a ressaltar aspectos cognitivos da definição de sindrome, principalmente o déficit de atenção e a impulsividade ou falta de controle, considerando-se, além disso, que a atividade motora excessiva é resultado do alcance reduzido da atenção da criança e da mudança contínua de objetivos e metas a que é submetida. É um transtorno reconhecido pela O.M.S.(Organização Mundial da Saúde), tendo inclusive em muitos paises, lei de proteção, assistência e ajuda tanto aos que têm este transtorno ou distúrbios quanto aos seus familiares. Há muita controvérsia sobre o assunto. Há especialistas que defendem o uso de medicamentos e outros que acham que o indivíduo deve aprender a lidar com ele sem a utilização de medicamentos.
O que pode parecer normal na infância, é um distúrbio muito serio, que pode modificar o carater de uma criança, fazendo que ela não tenha noção do certo e o errado.
Segundo a O,M,S e a Associação Psiquiátrica Americana o TDAH é um transtorno psiquiátrico que tem como características básicas a desatenção, a agitação (hiperatividade) e a impulsividade, podendo levar a dificuldades emocionais, de relacionamento, bem como a baixo desempenho escolar e outros problemas de sude mental. Embora a criança hiperativa tenha muitas vezes uma inteligência normal ou acima da média, o estado é caracterizado por problemas de aprendizado e comportamento. Os professores e pais da criança hiperativa devem saber lidar com a falta de atenção, impulsividade, instabilidade emocional e hiperativa incontrolável da criança.
É necessário toda atenção dos pais nessa fase, para que á criança não assimile esse mal, sendo que os mesmos devem disciplinar os atos errados para que não se crie um pequeno monstro, que acha poder tudo.
A criança com Déficit de Atenção muitas vezes se sente isolada e segregada dos colegas, mas não entende por que é tão diferente. Fica perturbada com suas próprias incapacidades. Sem conseguir concluir as tarefas normais de uma criança na escola, no playground ou em casa, a criança hiperativa pode sofrer de estresse, tristeza e baixa auto-estima.

Critérios Diagnósticos (CID-10 F90)

Para se diagnosticar um caso de TDAH é necessário que o individuo em questão apresente pelo menos seis dos sintomas de desatenção e/ou seis dos sintomas de hiperatividade; além disso os sintomas devem manifestar-se em pelo menos dois ambientes diferentes e por um período superior a seis meses.
Com predomínio de desatenção
Caso seis (ou mais) dos seguintes sintomas de desatenção persistiram por pelo menos 6 meses, em grau mal-adaptativo e inconsistente com o nível de desenvolvimento.
Somente os pais podem montar uma família feliz, onde á observação sempre sera um fator fundamental, para o diagnostico precoce desse mal pediátrico
  1. Freqüentemente deixa de prestar atenção a detalhes ou comete erros por descuido em atividades escolares, de trabalho ou outras
  2. Com freqüência tem dificuldades para manter a atenção em tarefas ou atividades lúdicas
  3. Com freqüência parece não escutar quando lhe dirigem a palavra
  4. Com freqüência não segue instruções e não termina seus deveres escolares, tarefas domésticas ou deveres profissionais (não devido a comportamento de oposição ou incapacidade de compreender instruções)
  5. Com freqüência tem dificuldade para organizar tarefas e atividades
  6. Com freqüência evita, antipatiza ou reluta a envolver-se em tarefas que exijam esforço mental constante (como tarefas escolares ou deveres de casa)
  7. Com freqüência perde coisas necessárias para tarefas ou atividades (por ex., brinquedos, tarefas escolares, lápis, livros ou outros materiais)
  8. É facilmente distraído por estímulos alheios à tarefa
  9. Com freqüência apresenta esquecimento em atividades diárias

"VERSATILIDADES"


Um motoqueiro levando sua família para passear de moto pela cidade "confortavelmente"...
Não sobrou nenhum espaço para o capacete...
Air bags naturais, projetados especificamente para motos...
Quem disse que moto não tem estepes, essa tem dois...
Uma maneira muito técnica de olhar para trás, sem virar á cabeça...
Quem disse que tubarão não anda de moto...
Se depender dele á cerveja não vai esquentar...
Um novo modelo de carreta de duas rodas...
Combate á incêndio em duas rodas...
Esse é o tipico caixeiro viajante...
Não é escada mas pode levar para o céu, literalmente...
Pelos menos o peixe esta usando o cinto...
Ás flores são para o velório de alguem... mas de quem será? 
Exemplo de ambientalista, leva á arvore para passear pela cidade...
O mais novo cinto de segurança para motos...
Não tem como não rir de todas essas situações bisonhas, por incrível que possa parecer, se voce andar um pouco pelo mundão, aliás nem precisa ir muito longe, voce vai ver cada aberração impressionante, uma vez eu vi uma reportagem, de um motoqueiro peruano, que fazia mudanças em cima da moto, e no nordeste brasileiro especificamente no estado do Piaui, praticamente não existe nenhum tipo de fiscalização de transito, e é normal os motoqueiros pilotarem sem capacete, com cargas e excesso de passageiros em cima da moto, inclusive trafegando com crianças recém nascidas, sem nenhum cuidado,  todos sabem dos riscos e das causas então cada cabeça uma sentença.

QUANDO NINGUÉM CUIDA... O MUNDO ADOTA!

 O mundo tem quase 7 bilhões de habitantes, desse total, mais de 2 bilhões são crianças, e á maior parte dos países concorda que é importante proteger os direitos dessas crianças, onde muitas ainda sofrem com a fome, as doenças e a violência, que por muitas e muitas vezes é produzida dentro da própria morada, com os mais graves problemas sociais, alcoolismo, drogas, violência gratuita de familiares, que tiveram uma infância desgastada por maus tratos e herdaram esses vícios do passado, e como foram criados naquela atmosfera rustica, transferem todo aquele mal aprendizado ás crianças de agora , submetendo-as ás mais terríveis barbaries, muitas vezes indescritíveis.
Algumas crianças do mundo usam brinquedos
 que os adultos chamam de armas!
Mas sem duvida alguma, á maior de todas ás violências contra ás nossas crianças, é á omissão escandalosa dos governos que por incompetência ou mera omissão, desdeixam das mesmas, á um segundo plano, com um estatuto fajuto cheio de brechas que não fiscaliza e em muitos casos deixam ás mesmas jogadas nas ruas delinquindo e parasitando á sociedade em suas vidas errantes, por não haver juridicamente nenhum artigo que estipule o recolhimento das mesmas dessas.
Perde-se toda á infância em troca de uma politica desastrada, assim caminha á humanidade.
Onde uma criança só pode ser internada (só uma pequena comparação, internação não é prisão, mas um lugar decente onde essas crianças desorientadas e perdidas, consigam através deste um caminho decente, e mudem de vida, moralmente e socialmente, saindo das ruas, pois essa é á unica forma delas aprenderem os bons hábitos sociais, nas ruas elas só aprenderão o que não presta, e serão os criminosos do futuro com certeza), acima de 12 anos de idade, isso é se essa criança tiver 8, ou 9 ou 10 anos de idade, sendo ela internada, mas mesmo não tendo para onde ir, e não ter nenhum responsável por elas, não é obrigada á ficar nessa instituição social, e pode sair á hora que quiser. 
joãozinho de 17 anos de idade, perigosíssimo cometeu vários assaltos e furtos, isso vem desde muito cedo, começou com 9 anos de idade.
Como aconteceu com aquele garoto que roubou mais de quinze carros, ele era menor de 12 anos, não podia ficar internado, mais era liberado para ás ruas, onde praticava vários delitos, ele não podia ficar internado, mas podia continuar roubando ás pessoas! E isso dava-lhe mais força, pois em sua mente infantil deturpada ele achava que realizava á coisa correta, pois não era repreendido pelos seus erros, pelos pais que não prestaram nem para lhe ensinar o básico que é respeitar ás coisas alheias, e nem pelo estado de direito que por não possuir nada que legalmente o retirasse das ruas, não como um criminoso, mas como uma criança que necessita urgente de ajuda, sua impunidade apenas ajuda á criar e engordar um pequeno monstro, que uma hora ou outra ira matar alguém, isso infelizmente é apenas questão de tempo.
Em alguns países da Africa, trocam-se ás mochilas escolares por AK47s, muito reais e mortais!
Esse é um atestado de incompetência! Criança não tem querer, muito menos quando estão ao léu da sociedade delinquindo, e vivendo largadas nas ruas! Ora isso é uma barbaridade, o direito de ir e vir é constitucional, mas nesses casos específicos, não se enquadraria á elas, pois, deixar essas crianças nas ruas no meio de tudo o que não presta, ira favorecer o crescimento de mais um marginal para o futuro, sera que ás pessoas entendidas, não enxergam essa grave brecha! O estado tem á obrigação de recolher essas crianças das ruas, e cumprir o seu papel social,  e não fugir da responsabilidade, colocando á culpa no estatuto falho!
Criança precisa de muito amor e carinho, e principalmente de um lar, sair das ruas.
Outra coisa, além delas estarem vivendo num mundo podre, elas também estão expostas a todo tipo de violência, chuva, frio, fome, que se encontram nas ruas, e todo mundo sabe muito bem disso, deixa-las abandonadas nas ruas, não é fazer nenhum bem, muito pelo contrario isso sera uma  crueldade sem limites, contra essas e contra á sociedadeSe você fizer a conta dos direitos que deixam de ser cumpridos nessas situações, vai entender por que a pobreza é por si só tão grave, o mundo tem muita gente pobre: duas a cada dez pessoas têm menos de 2 reais por dia para viver.A maior parte das crianças pobres está em países da África. 
Ás crianças serão o futuro do mundo por 
isso devemos investir alto nelas.
E por um outro lado, no mundo inteiro existe um descaso em prol das crianças, que bem cedo ja estão nas frentes de batalha, com armamentos pesados, e como soldados mirins, defendendo um ideal politico, que não possui nenhuma fronteira de razão social, apenas impôem-se isso e fim de papo, e á grande desculpa para isso são ás guerras, essas crianças aprendem muito cedo o valor irrisório da vida, e seus brinquedos são os fuzis e ás metralhadoras, mas todos reais, nunca tiveram uma infância digna, e crescerão com á violência estampada em seus rostinhos e borbulhando em seu sangue.
Existe pior crueldade e desumanidade do que
 deixar uma criança ao relento das ruas?
Pode-se culpar á pobreza por essas violências infantis, pois genealogicamente, á grande parte dessas crianças vive em extrema pobreza, sim até que em parte poderia-se afirmar isso, mas não é só á pobreza, que martiriza essas populações, num contexto mais definido, poderíamos citar varias situações que agiriam como um chamariz, puxando essas crianças como um poderoso eletro-imã, á educação, crenças religiosas, fanatismo de todas ás especies, abandono dos pais e dos governos, e falta de amor e de carinho, enfim, são situações básicas, mas quando deixadas a um segundo plano produzem um resultado tenebroso e cruel.
Mas o que fazer?
Mostrar ás falhas é relativamente facil, mas mostrar ás soluções ai á coisa muda de figura, mas para se resolver todo esse problema social universal, é necessário que o homem de hoje pare um pouco e pense que um dia ele também foi uma criança, e que essas crianças de hoje um dia crescerão e serão homens formados, prontos para assumirem responsabilidades plenas, então o estado deve ter como principio fundamental, um investimento em cima dessa criança, com leis serias, e estatutos que funcionem de verdade, como ja disse acima, o estado tem á obrigação de recolher todas essas crianças das ruas, dando-lhes um lar digno, alimentação, estudo, civismo, profissão, e o principal de tudo amor e carinho, ás vezes com ligeira austeridade, e sem passar á mão em suas cabeças quando elas cometerem erros.
Crianças abandonadas estão expostas ás 
diversas bestas cruéis.
 E  para isso criar-se-ia um mecanismo legal que dê amparo jurídico a esse procedimento, para nós que possuímos um olhar clinico de vida, é triste saber que uma criança abandonada hoje nas ruas, se tornara um criminoso no futuro, ou morrera precocemente ou então cairá no fundo de uma cadeia também precocemente, é de cortar o coração saber disso e que nada foi feito para mudar essa triste historia. Agora nos países em guerra o que vai se fazer, poderia-se dizer-se acabar-se com ás guerras, mas acontece que existem países no mundo que estão eternamente em guerra, essa é uma terrível cultura de violência que esta encalacrada em suas naturezas humanas e sociais, e ás crianças vão nascendo e vão vivendo nesse meio torpe e hiper contagioso, á unica solução sera que um dia esses adultos descubram que o mundo que eles destruíram pertencia ás crianças que eles não foram.

DANO.

Osman escalando  paredão Lovers Leap na California em incriveis 4 minutos e 25 segundos, um record fantastico, detalhe esse paredão tem 120 metros de altura, e que levaria cerca de quatro horas para ser vencido por um escalador normal.
Uma façanha que ficou registrada 
eternamente para a historia, Dan 
Osmand no Lovers leap.
 Osman vivia sozinho num sepulcral, estúdio quente a 200 metros da margem do Lago Tahoe. A cama, sofá, cadeira e mesa na sala principal abutted como peças de um quebra-cabeça. Ao longo de uma parede havia uma bancada em camadas com a escalada de hardware: dispositivos de came, calços, mosquetões, machados de gelo, raquetes, crampons, um capacete vermelho. Uma corda estava enrolada em um torno. Encostado um amplificador de guitarra elétrica era um-e-amarelo mochila vermelha, um protótipo do projeto de Osman The North Face, um fabricante de equipamento ao ar livre proeminente. 
Ele adorava os grandes desafios das alturas

Dois snowboards inclinou-se no canto perto da porta. Havia uma televisão pequena e uma ampla colecção de vídeos de escalada. Sete ou oito livros estava em uma mesa de cabeceira, todos eles preocupados com a história do Japão e dos samurais, incluindo um romance épico sobre a vida de Musashi, James Clavell's Shogun , e A Espada Samurai - Um Manual .Fotografias de Osman filha, Emma, ​​de oito anos (agora vivendo com sua mãe), eram visíveis de todos os ângulos no apartamento. Nas paredes havia cartazes, um saldo de bandas de heavy metal - especialmente Metallica - e escaladores de diversos tipos de terreno. Duas vezes aparecendo foi Lynn Hill, um alpinista inovador trabalhando agora no topo da sua forma. Osman citados Hill, juntamente com o alpinista proeminentes e fotógrafo Jay Smith, Wolfgang Güllich e solista do lendário John Bachar, como exemplos.
Quando escalava o Lover´s leap na California

Em sua última entrevista Osman diz de sua filha: "Ela é o fato mais importante da minha vida. Nada mais chega perto."Com seu sorriso habitual, ele também admite, "Eu preciso dar um descanso aos meus anjos da guarda. Eles estão a trabalhar horas extraordinárias que me mantém vivo, por isso é hora de colocar os meus brinquedos fora por algum tempo."
Por telefone Osman convence o Parque de Assistência para deixá-lo recuperar suas cordas e equipamento de fora da Torre de Pisa.  passeios com pára-quedista e escalador Miles Daisher, para Yosemite. Eles fizeram á caminhada e rumaram até cordas fixas na rota de descida "chaminé" e começaram a arrumar todo o equipamento. 

Não tem como falar de alpinismo sem
 falar em Dan Osman!
Osman vê todos os seus cabos, equipado e pronto para um salto,  ele não consegue resistir.  Limpa seu acampamento no dia seguinte, então decide tentar um salto ainda maior naquela noite. Ele calcula que, ao transferir seu ponto de decolagem para o norte, o declive mais acentuado no dedo do pé da Torre Inclinada lhe dará mais espaço para queda. Ele quer criar um outro novo recorde. Até agora as cordas mais se destacaram na neve, chuva e sol por mais de um mês, e realizaram mais de vinte saltos entre Dan e seus amigos. Mas as cordas eram novas no início deste esforço, e os valores que Dan considerava seguros, haviam se desgastado com ás constantes temperaturas baixas e os ventos fortes.
Dano desafiava a lei da gravidade 
realizando feitos inacreditáveis nas alturas.
Dan Osman era um especialista em alpinismo
 e sabia tudo sobre os equipamentos,
mas sua ansiedade em saltar acabou por vence-lo. 

Ele prolonga a linha de salto de 75 pés para garantir um novo recorde, e convida seus amigos em seu telefone celular para dizer que ele está decolando. Logo após seis horas na escuridão final de novembro, ele lança. É o culminar de todos os seus anos de experimentação e desenvolvimento de equipamentos e técnica. Com a forma perfeita, ele sobe até o rosto, rastreamento de distância da rocha. Down ele mergulha, revelando a pressa de queda livre, seu farol socos um ponto de luz através da escuridão.


 Como de costume, as sombras abaixo apressam-se para encontrá-lo, como ele sente a pressão crescente da corda que snugs seu chicote e começa a retardar sua queda. Sua corrida para baixo quase começa a se transformar em um balanço, quando a corda explode em ou perto do último nó do salto de linha. Agora em queda livre total Osman hurtles através do ar, com 180 metros de linha solta ainda amarrado à cintura. Ele bate em uma árvore, chicotes e salta entre os galhos, em seguida, volta-se para o chão. Do alto de um amigo da Torre Inclinada de Osman, Daisher, grita de novo e de novo, mas não há resposta, apenas o eco de sua vóz pelos abismos de Yosemite ressoavam.

Suas duas paixões as alturas e sua filha Emma.
 Daisher corre para baixo as linhas de rap e busca através da floresta escura. Ele encontra o corpo de Osman deitado no chão, intacto, mas não há pulso.
amigo de Osman, Mihai Constantinescu, chega naquela noite e mantém uma vigília pelo corpo. Ele diz: "Os ramos foram espalhados por toda parte, alguns até três centímetros de diâmetro. Dano(como era chamado pelos amigos) parecia quase pacífico com os olhos quase fechados e as mãos cuidadosamente dobradas em um quadril."Como se o seu corpo fosse ajeitado daquela forma", não havia mais vida nenhuma nele, mais aquele olhar de satisfação saia do seu rosto inerte.Como á dizer: estou indo  agora, mais realizei tudo o que eu quis e desejei na vida.
Fonte BBC.

OLHO POR OLHO DENTE POR DENTE.

A ‘lei de talião’ era a lei que imperava no Velho Testamento, do olho por olho’, do ‘dente por dente’, da ‘mão por mão’, do ‘ por ’, recomendada por Jeová ao seu povoem relação aos ‘inimigos’. Ou seja, se um do povo perdesse um dedo, significava que eles iriam cobrar do inimigo, cortando-lhe o dedo, se perdesse um olho, fariam o mesmo ao inimigo, e assim por diante.
Com os Dez Mandamentos Sagrados, 
á lei de talião ficou em segundo plano.
 Chegando Josué, como líder rumo à terra prometida, a comandar verdadeiros extermínios de adversários, sem  apiedar-se de crianças, mulheres e idosos. Essa famigerada lei está registrada em lugares diferentescomo Êxodo Capitulo 21 Versículo 24, Levítico Capitulo 24 Versículo 20, Deuteronômio Capitulo, Versículo 21 e outros versículos da santa  Palavra de Deus.
Parece que o ato da vingança esta encalacrado dentro do ser humano, principalmente quando ele é atacado no seu bem mais precioso.
Por outro lado, convém não nos esquecer-mos também,  que Jesus condenou essa prática de maneira enfática em várias oportunidades. Veja, como exemplo, o texto abaixo.‘Vocês ouviram que foi dito aos antigos: Olho por olho, dente por dente. Eu, porém, digo: não resistam ao perverso, mas a qualquer que o ferir na face direita, volte-lhe também a outra. E ao que quer demandar com você e tirar-lhe a túnica, deixe-lhe também a capa. Se alguém o obrigar a andar uma milha, vá com ele duas.’ (Mateus Capitulo 5, Versículos 21-41).
Nas mortes do primogênitos egipicios, houve incredulidade por parte do Faraó.
De acordo com o relato bíblico, especialmente dos Livros  Sagrados  mencionados, Jeová deu, através de Moisés, as tábuas da Lei com os dez mandamentos e, posteriormente, uma verdadeira legislação para o povo. É  que é mencionada várias vezes a ‘Lei de talião’.Pesquisando sobre o assunto, descobri que ela  tinha sido usada por outro povobem antes da época em que Jeová deu a lei ao povo que caminhava pelo deserto.
Á vingança pode estar escondida 
atras de uma mascara sensível e atraente.
Veja as datas a seguir: Moisés viveu entre o 14° e o 13° seculo antes de Cristo a Ahmose, faraó do Egito da época em que José, do povo hebreu, estava em evidência naquele país, viveu entre de 1570 a 1546 a.C. Porsua vez, Hamurabi foi rei da Babilônia de 1728 a 1686 a.C.  bem antesportantoEste imperador ficou conhecido como grande   guerreiropolítico e legisladorSuas disposições sobre a prática médica”, por exemploassimdeterminavam quanto às punições dos ‘cirurgiões’: “se o médico, tratando o escravo de um plebeu com uma faca e por um severo ferimento lhe causar a morte, deverá pagar escravo por escravo”, ouquando o paciente não era umescravo“se um homem destrói os olhos de outroseu olho deve ser destruído”.
So á justiça comum não serve, algo precisa ser feito imediatamente, para sanar o ego de vingança.
Daí a expressão ‘olho por olhodente por dentemão por mão por ’. há uma diferença entre a aplicação dessa ‘lei’ pelos hebreus e pelos súditos de Hamurabi. No caso destes últimosela se revela como testemunho da preocupação daquele imperador pela vida e bem-estar de seu povo, garantindo a todo homem igual direito à justiça; e, no caso dos judeusera utilizada como prática de guerra.Provavelmente foi aos babilônios que Jesus se referiu quando mencionou o ‘olho por olhodente por dente’ no sermão do monte.
Como seria bom descobrir o inimigo a tempo.
Você já deve ter percebido pela mídia que os judeus, como bons observadores das leis do Velho Testamento, continuam aplicando essa abominável lei em relação ao povo palestino. Por exemplo, alguns palestinos mais exaltados pegam algumas pedras ou coquetéis molotov e atiram contra os judeus, eles imediatamente acionam a ‘lei de talião’ e mandam seus tanques de guerra, que mais parecem dinossauros, contra os infelizes que, é óbvio, têm que fugir ou morrer (e eles preferem morrer).É fácil concluir que essa prática nunca poderá levar a uma paz no Oriente Médio, pelo contrário, incita a violência e a destruição.
Essa filosofia sempre foi aplicada por isso esses povos sempre conviveram em guerras.
Poderíamos até argumentar que na marcha do povo hebreu, sob o comando de Josué, fosse necessário ir dizimando e aniquilando todos que tentassem obstruir ou dificultar a sua caminhada em direção à terra prometida. Mas era como a própria Bíblia diz ‘homem contra homem, espada contra espada’, numa luta aparentemente equilibrada.Hoje, há uma ‘pequena’ diferença: são tanques contra homens, metralhadoras contra pedras, helicópteros contra fundas, num desequilíbrio assustador.
Um estuprador que violentava mulheres e crianças indefesas teve um fim trágico nas mãos dos familiares de suas vitimas.
Agora quem pensar que esse procedimento abominável de vingança ao semelhante, sem dar-lhe á oportunidade universal da defesa, constituindo com isso numa insana vingança desproporcional com ás próprias mãos, é coisa do passado e dos povos orientais, asiáticos e africanos, (que á utilizam ainda nos dias de hoje para sanar os seus ímpetos violentos, e como desculpa para tal, citam desta lei),  engana-se redondamente, pois essa particularidade ocorre diariamente nos grandes centros, logicamente sem nenhum aval de nenhum governo, em uma pura e instintiva reação humana bestial a um ataque ou á uma ameaça vinda de um outro ser que venha tentar contra sua integridade ou dos seus entes. Teoricamente essa lei teria seu fundamento básico na destruição dos seus inimigos, mas como verdadeiramente saber quem é o seu inimigo?
Á ultima ceia exemplo clássico da 
existência do inimigo oculto.
Pois as vezes ele esta bem próximo, senta na mesma mesa, se alimenta do mesmo pão e se mostra muito atencioso e cortez, como o foi Judas Escariotes com Jesus Cristo, e ele muitas vezes ele usa  á palavra de sabedoria e á usa em seu favorecimento, para encantar suas vitimas, e torna-la submissível e confiante, quando então ele mostra suas garras e suas verdadeiras intenções criminosas.