Visualizações de páginas da semana passada

TODAS AS POSTAGENS DO BLOG

OBRIGADO PELA VISITA, SEJA BEM VINDO, ESPERO QUE GOSTE, VOLTE SEMPRE.
Loading...

Pesquisar este blog

sexta-feira, 30 de março de 2012

BALAIO DE GATOS.

Vi hoje uma noticia no jornal A Folha de São Paulo dizendo que a policia civil de São Paulo mesmo com a decisão do STJ, de apenas considerar os exames clínicos e do etiometro (bafometro), e desconsiderando os outros fatores, como testemunhas, e comportamental do motorista, ira abrir inquéritos e prender os supostos motoristas que estejam embriagados.
Quem não deve não teme, como provou 
a jovem Juliana que tinha zero
 de alcool no halito, ótimo exemplo.
Essa historia ainda vai dar muito pano para a manga, com certeza, pois essa determinação da policia civil, vai de encontro com uma deliberação federal, do STJ, que  diz outra coisa muito diferente, que apenas haverá indiciamento apos comprovação pelo exame clinico e pelo etiometro, então haverá com certeza um bombardeio de prisões e em consequência disto também um bombardeio de alvarás de solturas.
Enquanto que o técnico da seleção brasileira
 de futebol Mano Meneses, deu um
 péssimo exemplo essa semana ao
 recusar passar pelo bafometro.
Criando um choque sem precedentes entre as autoridades publicas, tudo isso simplesmente porque os nossos nobres parlamentares, não se comovem nem um pouquinho com as constantes mortes ocorridas e ocasionadas por motoristas alcoolizados irresponsáveis, que mesmo estando em alto estado de torpeza, ainda saem pelas ruas como loucos, logicamente aproveitando dessa lei que é muito fraca na verdade.
Enquanto esse assunto não é levado 
a serio, pessoas inocentes morrem 
a todo momento nas cidades do pais.
Era só os mesmos se reunirem em regime de urgência e votarem uma das muitas leis sobre esse assunto que estão ha muito tempo engavetadas no Congresso Nacional, pois se a vida humana não é considerada como urgência então o que pode ser considerado urgência? A policia esta com toda a razão em agir assim, pois ninguém mais esta suportando esse mar de impunidade que em termos políticos é muito fácil de se resolver (logicamente quando existe o interesse).
Segundo a O.N.U., o Brasil é o quinto pais
colocado no ranking dos acidentes
 de transito no mundo, sendo grande parte 
disso por causa dos motoristas alcoolizados.
Enquanto isso não é votado e colocado em pratica, todos os dias temos noticias de mortes nas mesmas condições, causadas por motoristas embriagados, que saem rindo por não serem obrigados a produzirem provas contra si mesmos, em não utilizarem os etiometros, ao meu ver a maior prova de todas sera a vitima de um acidente, e não seria necessário se criar toda essa celeuma em cima disso.
E também os incontáveis casos de 
pessoas que ficam presas pelo resto
 da vida em uma cadeira ou uma cama, 
devido aos acidentes provocados 
pelos irresponsáveis.
Em países mais avançados, existem testes específicos para esse tipo de situação e que são utilizados em grande escala, e nem é preciso o uso do etiometro, são testes que apontam e qualificam a coordenação motora do motorista e são obrigatórios, e aplicados pelas autoridades de transito e os policiais, e possuem uma alta credibilidade perante os tribunais, porque também não se implantar esses testes aqui no Brasil, e se evitaria todo esse entrave burocrático e a perda de vidas humanas preciosas.

quinta-feira, 29 de março de 2012

CHOCANTE AO EXTREMO.

O repórter presenciou toda a 
maldade de um ser humano.
Tem muita gente que fica bajulando criminoso, achando que bandido é tudo bonzinho, para aquelas pessoas que acham que todo criminoso é recuperável,  e merece ter mais uma oportunidade e mais uma chance, inclusive muitos da imprensa que por muitas vezes, quando ocorre um crime com uma arma ponto 40, a primeira coisa que eles dizem é que esse calibre é especifico das policias,  dando a entender que deve ter policial envolvido, eu gostaria que essas pessoas vissem esse vídeo.
Ponto 40, realmente é o calibre utilizado
 pelas policias, mas não é exclusividade delas!
Que demostra a que ponto chega a crueldade de um marginal, que nem um pouco preocupado com nada, nem com cadeia, nem com punição, nem com imprensa, nem com absolutamente nada, e na frente da câmera da reportagem executa uma pessoa com a maior frieza, sem ter o minimo de remorso de nada. É uma cena chocante mais é necessário que pessoas vejam isso para que talvez mudem um pouco o seu ponto de vista e  suas opiniões referentes  a certos elementos que estão soltos pelas ruas trucidando a sociedade, sejam quem serem ou forem, com toda crueldade jamais imaginada por um ser humano normal. 
Ate um Kalashinikov banhado a ouro!
Esta cada vez mais difícil o estado 
enfrentar o crime de igual para igual!
Maldosamente as vezes a imprensa divulga sobre o calibre especifico das policias PT 40, e insinuando da participação daquele que dedica sua vida pelo bem estar de toda sociedade, é logico que existem alguns desvirtuados, mas a maioria são pais de família e trabalhadores honestos, e quando dessa insinuação, eu queria apenas ressaltar que alguns profissionais da mídia estão mal-informados, pois realmente a ponto 40, é um calibre utilizado pelas policias, mas não é tão especifico assim, pois nas "bocadas da vida", qualquer ladrãozinho pé de chinelo possui uma dessas ou até muito mais potente do que essa.
Antigamente o criminoso cometia seus crimes escondido, mas hoje em dia ele faz questão 
de aparecer na TV, porque sera isso?
O repórter da TV  sentiu na pele o terror que esses elementos produzem diariamente, essa cena foi apenas uma pequena dose de todo esse terror, se o elemento faz isso na frente de todo mundo e na frente de uma câmera de TV,  imagine então o que 
 esse mesmo deve realizar na surdina, onde ninguém ve nada, é muito duro assistir uma cena dessas, mais é necessário, para que talvez isso abra os olhos de algumas pessoas que pensam que o mundo é maravilhoso e as pessoas são todas boazinhas e todo mundo vai para o céu.
O repórter viu a morte bem de perto literalmente. 
O elemento realiza essa crueldade e não esta nem um pouco preocupado, pois ele sabe que não poderá ficar mais do que trinta anos na cadeia, mesmo tendo sido um crime com requintes altíssimos de crueldade,  e perversidade, para á lei atual ninguém pode ficar mais do que trinta anos numa cadeia, mesmo fazendo o que ele fez na frente das câmeras, então o que vai se fazer, infelizmente não ha o que se fazer, enquanto essa regra perdurar, os criminosos não serão punidos como realmente deveriam ser.

domingo, 25 de março de 2012

CASO DE POLICIA.

 Os casos de assaltos a bancos  na capital de São Paulo, tiveram um acréscimo impressionante neste começo de ano, cerca de 70% em comparação com a mesma época do ano passado, com uma nova modalidade criminosa conhecida como as explosões dos caixas eletrônicos pelos bandidos, e essas ações estão acontecendo praticamente todos os dias, com quadrilhas muito bem organizadas, armadas e com conhecimentos em explosivos.
Aumento substancioso dos assaltos 
a banco em todo pais.
A facilidade que os elementos estão encontrando na obtenção dos explosivos, só e comparada com a facilidade imensa dos mesmos em invadir as agencias e destruírem os caixas com dinheiro, e praticarem seus crimes, o que na verdade esta acontecendo é uma subestimação generalizada sobre o potencial  criminoso, onde algumas empresas mineradoras, estão minimizando a segurança em cima desses produtos explosivos.
Um caminhão com 12 toneladas de 
explosivos, foi roubado e abandonado, 
detalhe ele não possuía nenhum
 tipo de escolta especializada.
Que por muitas vezes ficam armazenados em galpões com uma segurança ridícula, (um senhor aposentado sem nenhuma arma), facilitando com isso a invasão dos meliantes, que roubam grandes quantidades desses produtos e os utilizam em seus roubos, e ações criminosas, outro detalhe também muito importante, é também o transporte desses produtos,  realizados sem nenhum cuidado especial dando praticamente de bandeja para os criminosos muito bem informados.
O exercito realiza os transportes de armamentos e explosivos, com um contingente de guerra, num comboio muito bem escoltado por sentinelas armados ate os dentes, agora não se entende porque certas empresas, realizam esses transportes de explosivos de qualquer maneira.
Operação de guerra no transporte de 
armamentos pelo exercito, e assim 
que tem que ser sempre.
Artefatos explosivos roubados e 
 recuperados pela policia do Parana.
E também o governo não esta nem um pouco preocupado em fiscalizar essas mesmas empresas, e cobrar delas uma melhor segurança sobre esses produtos perigosos,  pois o cidadão comum quando necessita adquirir uma arma de fogo para sua segurança, encontra um milhão e meio de entraves burocráticos para fiscaliza-lo,  agora um caminhão com doze toneladas de explosivos, passeia normalmente pela cidade sem ser incomodado por nenhum órgão publico, e pedindo para ser roubado. Se nenhuma iniciativa for tomada pelos governos estaduais e federal  sobre o real perigo desse armazenamento e transportes inadequados, logo  logo, teremos uma banalização generalizada desses mesmos explosivos que serão no futuro como o são hoje as armas de fogo nas mãos dos bandidos, e qualquer pé de chinelo ao roubar, terá uma banana de dinamite nas mãos.
86 bananas de dinamite recuperadas 
pela policia de São Paulo, mas ainda existe 
muito explosivo nas mãos dos bandidos.
Agora porque tantos crimes em tão pouco tempo? E bem simples, porque criminosos no Brasil não ficam muito tempo presos, e eles saem de uma forma ou de outra e as vezes beneficiados por indultos ridículos, e retornam ao que mais sabem fazer que é a pratica de crimes diversos, como foi o caso do bandido João Carlos Rangel Luiz o Jones, que assassinou o juiz corregedor Machado Dias, ele fora condenado a uma pena ridícula  de 19 anos, mesmo tendo executado uma alta autoridade publica e desses 19, cumpriu apenas seis anos e ja estava com direito de sair para á rua "trabalhar".
Em suas ações criminosas, eles 
destroem o prédio inteiro, não 
estão nem ai com nada!
E também do conhecido caso do assassinato de um policial militar e do ferimento grave de outro em uma boate no centro de São Paulo, Adelson Aparecido Thomas o Parana, cumpriu 12 anos de cadeia por trafico de drogas, estava em liberdade condicional, isso como um premio pela sua suposta regeneração, grande engano ele estava como um predador apenas esperando por uma vitima para trucidar,  ele cometeu os crimes, e nem se preocupou com câmeras filmando, ou de dezenas de testemunhas,  porque ele se acha o tal, e não tem um minimo de medo da sua punição, se houvessem realizados exames pisiquicos-criminológicos nele, sua periculosidade seria observada e ele não teria executado um pai de família e aleijado o outro.
O S.T.F. e o S.T.J., se posicionaram favoráveis a elaboração dos exames criminológicos, e brevemente teremos novidades a respeito disso.
 Dele ter baleado os PMs, é apenas um detalhe, pois ele poderia ter atingido qualquer pessoa que trombasse com ele nas ruas, ele queria apenas um pequeno pretexto para matar alguém, pra ele a vida humana não tem valor algum.  esse é um tipo de elemento que deve ficar o resto de sua vida dentro de uma cadeia, sem piedade. E um dos elementos que o ajudaram a cometer esse crime dando-lhe fuga, foi reconhecido e esta respondendo o processo em liberdade, não da para entender que em pleno seculo XXI aqui no Brasil, criminosos da mais alta periculosidade fiquem soltos, beneficiados por leis ultrapassadas e ridículas, e expondo o cidadão á bestas humanas sem coração.
Se nada for realizado imediatamente,
 logo qualquer ladrão de galinha vai 
estar assaltando utilizando de uma dinamite.
Quando um elemento da mais alta periculosidade, comete um crime contra um juiz de direito,  e em pouco tempo, vai para as ruas, e outro (cumplice) que participa de um crime grave e  cruel contra duas pessoas(sendo agentes públicos), ganha o direito de  responder em liberdade, então não se deve esperar que mais ninguém fique preso, pois mesmo com todo esse grau de barbárie e crueldade, violência, os elementos não ficaram presos então quem ficara preso?

ACREDITE EM SEU SONHO.

Um banda que fez historia no mundo
 musical em plena época áurea dos Beatles.
video 
O grupo foi criado em 1965 pela rede americana N.B.C. para rivalizar com o grupo britânico The Beatles, em plena euforia da beatlemania. Para escolher os futuros astros, os produtores colocaram no jornal um classificado pedindo "quatro loucos entre 17 e 21 anos", o que resultou no aparecimento de 437 candidatos. Tiveram uma serie de tv entre 1966 e 1968 e um longa-metragem para cinema chamado Head.
Mike Nesmith, Peter Tork, Mick Dolens 
e David Jones The monkees.
 No Brasil: "Os Monkees estão soltos".Bert Schneider e Bob Rafelson queriam criar uma série de tv com 4 jovens musicos em 1965 e eles precisavam de 4 perfis diferentes: Mike Nesmith, um músico ligado em country/folk music e excelente compositor, Peter Tork, o homem dos mil instrumentos, Micky Dolenz, um jovem ator/cantor que quando criança, tinha estrelado uma série para a TV (exibida no Brasil) chamada "O Menino do Circo". O quarto Monkee, Davy Jones, já tinha sido contratado pelo estúdio um pouco antes, quando o grupo de teatro com o qual tinha vindo para os EUA apresentou-se na Broadway, com a peça "Oliver". Mas, mesmo assim, ele participou dos testes.
Eles fisicamente lembravam em muito os Beatles.
Gravaram diversos álbuns, no início somente como cantores, já que músicos de estúdio eram contratados pela gravadora. Mas cansados de tanto controle, conseguiram produzir um álbum autoral em 1967, o antológico Headquarters e, nesse mesmo ano, o seriado conquistou o prêmio Emmy de melhor série cômica. Várias turnês e concertos foram realizados e a cada lançamento de LP, a banda conquistava mais e mais fãs. Mike e Peter chegaram a deixar a banda, sendo substituídos brevemente pela dupla Boyce & Hart, os compositores de vários dos hits da banda.
David Jones no auge da carreira
 quando o projeto, virou realidade.
 Peter voltaria depois, mas Mike somente gravaria com a banda uma última vez em 1995, ocasião do lançamento de Just Us, um álbum inteiramente composto e produzido pelo quarteto. Alguns shows com a formação original marcaram o lançamento de Just Us e, após isso, somente Peter, Dave e Micky continuaram. Algumas turnês com o trio foram feitas e cada um seguiu seu caminho.
Do programa de tv para o mundo
 inteiro, com estrondoso 
sucesso musical da banda.
Quem poderia imaginar que quatro jovens desconhecidos pudessem subir ao palco e fazer um estrondoso sucesso, que começou apenas como uma ideia de -se criar uma banda americana para competir com os poderosos Beatles, mas aquilo que parecia impossível, acabou dando muito certo, (não que os rapazes do Monkees pudessem se igualar aos Beatles, não chegaram nem perto, mas eles tiveram uma imensa parcela de sucesso), mas que demostrou o imenso talento musical  que eles possuíam, na criação de canções fenomenais, como Im Dreamer Believer, Last Train To Grassville, Im Believer, The Girl I Knew Somewhere, Mary Mary, A litle Bit me, A Litle Bit You, e muitas outras musicas inesquecíveis.
Uma foto dos quatro Monkees juntos em 2010.
Eu quando criança adorava assistir todos os dias a serie que passava na televisão deles, era muito engraçado, foi algo que ficou registrado em minha mente e ficara ainda pelo resto da vida, eu como muitas pessoas daquela época confundia-mos eles realmente com os Beatles, pelo estilo musical, roupagem, e até pelos rostos juvenis, foi uma fase maravilhosa que infelizmente passou mas restaram as ótimas lembranças daqueles tempos maravilhosos.
Uma banda que marcou e fez
 historia na musica contemporânea.
David Jones nascido em 30 de Dezembro de 1945...
Falecido em 29 de Fevereiro de 2012.
O vocalista David Jones, faleceu no ultimo dia 29 de Fevereiro na cidade de Stuart na Florida de um ataque cardíaco fulminante, ele era aquele parecido com o George Harrison, e foi o primeiro integrante da banda a falecer com 66 anos de idade, deixando todos o mundo da musica muito triste.

sábado, 17 de março de 2012

LIVRO DA VIDA.

  Na cidade de Ishinomaki, uma das mais afetadas pela tragédia, o tsunami danificou 22.410 edifícios, segundo uma pesquisa da Universidade de Tóquio, e os planos para sua reconstrução seguem indefinidos até hoje. A Prefeitura já inspecionou mais de 60 possíveis localizações para reconstruir os bairros arrasados, mas ainda não se decidiu por nenhuma.
O que para muitos parecia ser o fim do mundo.
 Apenas situar 6.900 dos imóveis arrasados custaria, segundo seus cálculos, 100 bilhões de ienes (US$ 1,12 bilhão), uma quantia muito acima do orçamento do município, pelo que ainda não se sabe qual será o futuro destes deslocados. Das 470 mil pessoas que ficaram longe de suas casas após o desastre, apenas 135 mil retornaram, segundo dados do Governo japonês. 
Mostrou-se ser apenas mais uma
 pagina do dramático livro da vida.
O restante está, em sua maioria, em casas permanentes ou espaços alugados com dinheiro disponibilizado pelos Governos locais. Às 14h46 de domingo (2h46 de Brasília), momento exato em que ocorreu o terremoto de 9 graus há um ano, Ishinomaki e outros municípios da faixa nordeste do Japão respeitarão um minuto de silêncio para lembrar as mais de 19 mil vítimas, entre mortos e desaparecidos.
A maior energia, não vem das usinas 
atômicas, mas sim dos seus corações.
  Só nesta cidade foram realizadas sete cerimônias diferentes, que incluiram minutos de silêncio em homenagem às vítimas e discursos de porta-vozes das comunidades locais. Em Tóquio, a tragédia foi recordada com uma grande cerimônia que contou com a participação, entre outros, do imperador Akihito e do primeiro-ministro do país, Yoshihiko Noda. 
Tentar entender os desígnios do destino,
 retira toda sua força interna.
E admirável ver um povo tão unido, e mesmo a pior das tragedias, não consegue fazer com que os japoneses percam esse sentido de solidariedade e de força, quem sabe por isso eles consigam  sair com muita energia de todas elas, e passando pra nós povo ocidental um belíssimo exemplo de vida, e fortalecendo aquele dito popular "depois da tempestade, vem a bonança", e foi muito emocionante o grande respeito deles pelos seus entes queridos desaparecidos naquele terremoto seguido de tsunami.
Recomeçar, e retirar das cinzas, uma nova vida.
Os japoneses oraram em homenagem
 aos milhares de desaparecidos.
Sendo que no mesmo dia daquela tragedia, eles ja estavam todos reunidos e esperançosos para um novo recomeço, sem pestanejar nenhum momento sobre as possíveis dificuldades que surgiriam, mas apenas em reconstruir suas vidas, suas cidades e ter novamente um lugar merecido para viver e continuar sua jornada, sem ficar reclamando ou colocando obstáculos em tudo, mas apenas colocando seus corações a frente de tudo e caminhando com seus próprios passos, rumo  a felicidade plena. 

sexta-feira, 16 de março de 2012

"SUFICIENTE REGENERAÇÃO"

A Polícia Militar localizou e prendeu nessa quinta-feira (15) João Carlos Rangel Luiz, o Jones, que é acusado de ter participado do assassinato do juiz-corregedor da Vara e Execuções Criminais de Presidente Prudente, Antonio José Machado Dias. A prisão ocorreu na Vila Diva, Zona Leste de São Paulo. O crime ocorreu há nove anos, em 14 de março de 2003.
O Meritíssimo juiz Antonio Jose Machado Dias,
 foi emboscado e morto por esse elemento.
De acordo com o comandante do 21º Batalhão da 2ª Companhia da PM, Márcio Castro, o homem, que também é apontado como integrante de uma facção criminosa que age de dentro dos presídios, foi encontrado após uma denúncia anônima. Após essas informações, a inteligência da corporação fez um levantamento. Com isso e fizemos uma operação para localizá-lo.
Mesmo um crime contra uma autoridade
 publica, não foi suficiente para mante-lo 
atras das grades.
Segundo ele, Luiz foi encaminhado para a carceragem da central de flagrantes que fica no 31º Distrito Policial (Vila Carrão). Acusado de roubo, praticado no ano passado, ele cumpria semiaberto e estava foragido desde meados do ano passado.Ele aguarda decisão da SSP (Secretaria de Segurança Pública) para ser deslocado para alguma entidade prisional.
O juiz faz apenas o que a lei determina, 
mesmo que seja a contra gosto.
Como a nossa justiça é boazinha com certos elementos, cada vez que passa eu fico mais impressionado com tanta bondade, um criminoso de altíssima periculosidade, um dos cabeças do pcc, que comprovadamente participou do assassinato do meritíssimo Juiz corregedor prisional, Antonio Jose Machado Dias,  e também um dos mentores dos ataques de 2006, e onde  estava ele?, Ele estava na rua, mas que beleza, um elemento que mata um servidor publico uma alta autoridade publica.
Enquanto esse código penal não for redigido completamente, esses absurdos irão se 
repetir por  infinitas vezes ainda.
Foi condenado a uma sentença ridícula de 19 anos de cadeia, e ficou apenas 6 anos preso, nem para o R.D.D. e ele foi encaminhado, alias ele não matou apenas o juiz corregedor, pois como mentor intelectual dos ataques de 2006, ele matou vários agentes públicos, A.S.P.s, Policiais Civis, Policiais Militares,  e ajudou a promover o terror na cidade de São Paulo nunca visto antes, mas nem fazendo tudo isso de mal, foi o suficiente para mante-lo pelo resto da vida na cadeia, porque a nossa justiça brasileira, entende que ele é bonzinho, e merece mais uma chance.
O elemento não é mau, ele apenas 
explodiu a cabeça de alguns policiais!
Ele é "recuperável"! E um criminoso pela nossa bondosa lei penal, não pode ficar mais do que trinta anos preso numa cadeia, pois isso é desumano, é muita crueldade contra um "ser humano", ele pode matar varias pessoas, matar até uma alta autoridade publica, mas ele tem os seus direitos estipulados pela "digníssima lei penal", que mesmo esse demônio ter cometido tudo isso contra o governo do estado e seus representantes legais, foi ridiculamente premiado pela nossa justiça, e ganhou o direito da prisão condicional, isso é como consta abaixo.
Ora se um elemento que mata um
 juiz  não fica preso, então...
Prisão condicional
O livramento condicional consiste na antecipação da liberdade ao condenado que cumpre pena privativa de liberdade, desde que cumpridas determinadas condições durante certo tempo. Serve como estímulo à reintegração na sociedade daquele que aparenta ter experimentado uma "suficiente regeneração".Traduz-se na última etapa do cumprimento da pena privativa de liberdade no sistema progressivo,
representando uma transição entre o cárcere e a vida livre.Quanto à sua natureza jurídica, a doutrina diverge: para uns, é apenas a última fase do sistema progressivo;
para os autores italianos, é uma fase de execução da pena, a qual sofre uma modificação em seu último estágio; para a maioria da doutrina brasileira, trata-se de direito público subjetivo do
apenado, se preenchidos os requisitos.
Ele ganhou o direito a prisão condicional,
 porque é muito "bonzinho", ele só matou um
 juiz, e por isso não precisa ficar na cadeia.
"Suficiente regeneração", termo forte esse, tão regenerado que ele estava que fazia o que mais sabe fazer, que é meter os canos (roubar, assaltar, matar), e para queimar mais ainda a cara da justiça, ele tinha praticado vários assaltos e tinha dois mandados de prisão contra si, e por isso foi preso, o que poderia se esperar de um elemento com um currículo criminoso desses, e que teve coragem e a audácia de executar um juiz de direito importante, agora ele voltou para a cadeia, e resta saber por quanto tempo ele ficara preso, ou sera que ele vai ser novamente agraciado com alguma saidinha temporária como premio pela sua "benignidade surreal."

quinta-feira, 15 de março de 2012

40 ANOS DO PODEROSO CHEFÃO.

 Um diretor inexperiente, como Francis Ford Coppola, e um ator supostamente acabado, como Marlon Brando, aparecem como responsáveis por uma obra prima sem paliativos na história do cinema: "O Poderoso Chefão", que se transformou em um verdadeiro clássico e não perdeu seu vigor mesmo 40 anos depois.
O cinema de grande formato parecia coisa do passado. A grandiosidade épica era vinculada à última época dos grandes estúdios, uma relíquia que só diretores como David Lean sabiam realizar com dignidade. 
Sub-metralhadora Thompsom 45, a 
preferida pelos mafiosos, pelo seu 
alto poder de fogo.
Don Corleone era o patriarca dessa 
família de foras-da lei, era respeitado 
por todos, mas ao mesmo tempo
 tinha infinitos  inimigos.
 Mas, um jovem diretor ítalo-americano chamado Francis Ford Coppola, que tinha escrito o roteiro de "Patton" e dirigido filmes medianos, encontrou no descalabro moral um novo código mitológico, assim como no proceder mafioso uma nova poética da violência e nas ruas de Nova York uma interminável paisagem de corrupção fascinante. Os Coppolas, como se fossem um clã de mafiosos em si mesmos, também serviram de inspiração para outras partes do filme, se transformando em "O Poderoso Chefão". 
Uma guerra de poder dentro da própria família.
De fato, Coppola é o nome de um tradicional chapéu siciliano. Apesar da desconfiança do projeto com a apologia da "Máfia", uma palavra que não podiam usar, Coppola começou a traduzir o livro de Mario Puzo ("The Godfather") em imagens que combinavam o clima siciliano com a dinâmica implacável do capitalismo na sociedade americana do século XX. Para representar o verdadeiro Poderoso Chefão, o personagem Don Vito Corleone, Francis Ford Coppola convidou o que considerava o melhor ator de todos os tempos, Marlon Brando, que foi transformado em um carismático, agressivo e elegante ancião. Com este trabalho, o ator ganhava seu segundo Oscar.
Robert de Niro, incorporou muito bem 
o personagem de O Poderoso Chefão II.
O elenco ainda contaria com três atores secundários que se enfrentaram pelo mesmo Oscar  Al Pacino, Robert Duvall e James Caan, e com uma jovem Diane Keaton, que se inspirou na esposa do diretor, Eleanor Coppola, para construir o personagem de Kay Adams. Para acompanhar as lendárias mortes, que eram cinematograficamente sofisticadas, Coppola usou uma trilha sonora inesquecível e que resgatava os melhores títulos de Nino Rota (autor da musica tema desse filme) no cinema italiano. A fotografia, assinada por Gordon Willis, também se destacou na composição do filme.
All Pacino, teve uma atuação brilhante, 
em O Poderoso Chefão lll, ao qual foi indicado para o 
premio oscar da academia de cinema.
"O Poderoso Chefão", além de ser artisticamente impecável e socialmente influente, continua sendo o mais pontuado na "bíblia on-line do cinema", o site Internet Movie Data Base (www.imdb.com), e se transformou rentabilíssimo economicamente. Na época, o orçamento do filme contou com US$ 6 milhões, mas o filme arrecadou mais de US$ 230 milhões no mercado internacional depois de seu estreia, no dia 15 de março de 1972. A rentável bilheteria se tornou um recorde e conseguiu desbancar a marca do filme "E o Vento Levou" com Clark Gable e Vivian Leight de 1939, hoje ja colorizado por computador.
O Poderoso Chefão, uma obra-prima do cinema.
É claro que esse sucesso inicial supôs o princípio de uma histórica trilogia, que para muitos continuou com um filme ainda melhor, "O Poderoso Chefão: Parte II". A série foi encerrada já nos anos 90 com "O Poderoso Chefão: Parte III", essa trama conta a historia do crime organizado siciliano, suas influencias e seus braços fortes, tudo embalsamado num jogo de poder, não se trata de uma apologia ao crime como ja disse, mas sim de uma amostra de como esse mesmo sub-mundo cheio de regras rigorosíssimas funciona, condenando quem se atreve a trai-lo e sumindo com seus inimigos, com rajadas poderosas da sub-metralhadora Thompson 45, (a preferida dos mafiosos) ao qual era possível escrever o seu nome na parede com sua rajada de balas, e agora, para os adoradores da bela arte do cinema, fica difícil saber qual dos três atores foi o melhor dos chefões.

ESSE É O MUNDO QUE NÓS VIVEMOS!

 Uma moradora de rua foi queimada enquanto dormia na madrugada desta quinta-feira (15), em Linhares (ES).Segundo a Polícia Civil, um adolescente de 16 anos confessou ter ateado fogo ao corpo de Marinalva da Silva Alves, 64.A mulher, que dormia em um colchão de espuma próximo a uma quadra de esportes abandonada no bairro Aviso, teve 70% do corpo queimado e está internada em estado grave.
Lugar onde a mulher foi covardemente atacada.
Outros moradores de rua estavam no local, mas conseguiram escapar. Segundo o delegado Fabrício Lucindo Lima, chefe do Departamento de Polícia Judiciária de Linhares, Alves estava embriagada e por isso não conseguiu fugir. Segundo o delegado, o adolescente, de uma família de classe média, foi apreendido na manhã desta quinta-feira. Ele disse que os moradores de rua estavam usando a quadra de esportes, próxima à sua casa, como banheiro, e que por isso ateou fogo neles.
O que sobrou do homem cruelmente queimado.
A que ponto chega a maldade do ser chamado de humano!
Lima informou que o adolescente foi apreendido por fato análogo ao crime de tentativa de homicídio e que ele deve ser encaminhado a uma unidade de internação.
O delegado disse que o adolescente tem advogado, mas não soube informar o nome nem o telefone dele.Por incrível que possa parecer, mas essa historia ja esta virando rotina, esse ja é o quarto ou quinto ataque contra moradores de rua em pouco mais de um mes, o que tem na cabeça uma pessoa que comete uma maldade dessas contra um ser humano semelhante, que não tem nada mais a perder no mundo a não ser sua própria vida.
Índio Galdino barbaramente assassinado,
 seu único crime, lutar pelos seus ideais.
A que ponto chegou a maldade humana, toda essa crueldade, começou com o indio pataxó, Galdino Jesus dos Santos,  ao retornar de Brasilia, quando  fora participar das comemorações do seu dia, o dia do índio (19 de Abril de 1997), e tendo sido ele um dos participantes das reuniões em prol dos próprios índios, levando varias reivindicações ao então Presidente da Republica Fernando Henrique Cardoso, e ao retornar dessas reuniões, devido o horário, não pode entrar na pensão onde estava hospedado.
Senso de humor diabólico, atear fogo
 numa pessoa e ficar rindo da sua dor!
E não tendo para onde ir, resolveu ficar num banco de ônibus e se abrigar sob uma cabine, mas foi uma decisão infeliz, pois de madrugada quando ele ja dormia cansado pelas suas andanças, foi atacado por cinco jovens que jogaram alcool em seu corpo e atearam fogo, numa das cenas mais barbaras ja vistas, os seus agressores, foram cinco jovens de classe media alta todos filhinhos de papai, com situações boas situações financeiras, e disseram depois que queriam apenas dar um susto no índio.
Esse homem deve ter sofrido, e 
sentido uma dor inimaginável.
Que ficou com 95% do seu corpo queimado, num sofrimento sem igual, quem ja se queimou deve imaginar a dor que esse ser humano deve ter sofrido, pela imensa maldade desses jovens, sem o minimo de compaixão com o seu semelhante, é muito irônico isso, dizer que queriam apenas dar um susto, ensopar uma pessoa de combustível e atear fogo, como se isso fosse apenas uma brincadeira e rir com o seu sofrimento.
Antonio Novely Cardoso de Vilanova, Eron
 Chaves de Oliveira,  Max Rogerio Alves, Tomas 
Oliveira de Almeida, e o menor G.N.A.J., autores 
dessa barbarie, agora quem é mais indio?
Foram condenados a 14 anos de prisão, (uma sentença ridícula pelo alto grau de crueldade imposta) e o menor respondeu como menor, isso é não lhe aconteceu nada, ja devem estar de novo nas ruas, mas pelo altíssimo grau de maldade  e crueldade, realizada por esses indivíduos, contra uma pessoa indefesa,  e mesmo eles serem de familias avantajadas financeiramente, e suas penas não condizeram com todo o histórico de maldade, o mundo vai mostrar a eles que tudo oque se faz na terra se paga na terra, leve o tempo que levar.