Visualizações de páginas da semana passada

TODAS AS POSTAGENS DO BLOG

OBRIGADO PELA VISITA, SEJA BEM VINDO, ESPERO QUE GOSTE, VOLTE SEMPRE.
Loading...

Pesquisar este blog

terça-feira, 31 de maio de 2011

"ATESTADO DE INCOMPETÊNCIA"

Fernando Henrique se diz favoravel á liberação da droga no pais!

FHC, Fernando Henrique Cardoso, que atualmente preside a Comissão Global de Política sobre Drogas, diz que essa discussão tem de partir da sociedade, não do Legislativo.
- Depende apenas de se ter as informações pertinentes. Existem setores não informados, mas que tomam partido na questão.
Nesta quinta-feira (2), a comissão irá apresentar um extenso relatório propondo alternativas no assunto.
- Não existem fórmulas, cada país tem de se adaptar. No Brasil, por exemplo, existe o problema social, enquanto na Suíça o uso da droga é encarado como problema de saúde publica.
O sociologo e ex-presidente do Brasil perdeu uma grande oportunidade de ficar com á boca fechada.
Nos últimos três anos, o ex-presidente tem se aproximado da questão e assumido abertamente a descriminalização da maconha e outras medidas que não mandem o usuário para a cadeia. Porém, durante sua presidência (1994-2001), aumentou-se a repressão e tratou-se o usuário como criminoso, importando o modelo político americano – hoje considerado falido até mesmo nos Estados Unidos.
Um pais com altos indices de alcoolatras, fumantes, e drogados, e que praticamente não faz nada para reabilita-los para o mundo, não pode nem em pensamento descriminalizar á maconha, porque esse não é apenas um drama social isolado, mas sim uma verdadeira catastrofe humana e familiar.
Cardoso faz mea culpa sobre o conservadorismo de sua administração.
- Na época, eu não tinha informação e o tema não estava candente na sociedade.
Quando questionado sobre a eficiência para levantar o debate apenas depois do término de seu mandato, FHC diz que esbarrou em escolhas políticas.

- Há limitações como presidente e existe o jogo da sociedade com o governo. Se ela não se convence, o governo não avança na conversa. Não posso dizer que, se fosse presidente hoje, faria e aconteceria, afinal não poderia prever minha relação com o Congresso e se valeria a pena politicamente.
O excelentissimo governador de São Paulo Geraldo Alckimim, afastou dois oficiais da P.M., alegando que houveram excessos da mesma na ilegal marcha da maconha realizada em São Paulo 15/05/2011.
O governo conseguiu uma grande vitoria com á lei anti-fumo, que praticamente baniu o cigarro das repartições publicas e comerciais, agora seria um grande paradoxo, á liberação dessa droga livremente pelo pais, fumar cigarro não pode mas fumar maconha pode!
Em Quebrando o Tabu, não é apenas FHC que assume o erro de basear a política de drogas apenas na repressão. Bill Clinton, presidente dos Estados Unidos entre 1993 e 2001, também atesta o fracasso da política de Guerra às Drogas, intensificada pela administração Nixon (1969-74) e que perdurou até o mandato de George W. Bush, encerrado em 2009.
Segundo F.H.C., á luta contra as drogas é uma guerra perdida, isso deve-se exclusivamente aos politicos que não votam leis duras contra os traficantes de drogas e o crime organizado.
Liberar drogas, é assinar um atestado de incompetência em não se conseguir resolver esse grave problema, é o que acontece com á chamada cracolandia em São Paulo, onde os governos passam e ninguem consegue acabar com esse terrivel mal, e então deixam-no comandar e permanecer destruindo á vida das pessoas infinitamente, e banalizando á vida humana!
Entre os entrevistados do filme também estão os ex-presidentes César Gavíria (Colômbia), Jimmy Carter (Estados Unidos), além de Ethan Nadelman, diretor do Drug Policy Alliance, Ruth Dreifuss, ex-presidente da Suíça, o médico Drauzio Varella, o ator Gael García Bernal e o escritor Paulo Coelho.
Legislação brasileira e mundial

No Brasil, as principais discussões em torno da política de drogas acontecem no Conad (Conselho Nacional de Políticas Sobre Drogas). Atualmente, o usuário que é pego com pequena quantidade de droga não pode ser preso, e nem é encaminhado para tratamento obrigatorio e nem recebera uma pena alternativa como deveria, porque ai bate-se na tecla juridica de não haver um artigo tecnico-juridico de punibilidade que o obrigue a isso, ele sera internado em clinica de recuperação se ele quiser, e o mal ira persistir como uma bola de neve,  mas mesmo assim terá sua ficha suja na policia. Porém, a lei não define a quantidade de droga que diferencia usuário ou traficante, cabendo ou ao policial ou ao juiz a tipificação desta, esta faltando maior seriedade e interesse das autoridades em se montar um aparato de estudo com pessoas realmente entendidas na pratica e não na teoria (policiais),  e aqueles que sofrem na pele esse problema no dia a dia, que são os familiares de viciados, e se acabar com essa hipocrisia de tampar o sol com á peneira nesse assunto tão delicado.
Éssa é á teoria furada de que não se pode vence-los então una-se a eles, liberar á maconha nesse instante é o mesmo que se unir ao mal, ao não ter competência suficiente para extermina-lo.
Ilona Szabó, corroteirista do filme argumenta a respeito e defende também a descriminalização.
- Isso gera um problema porque o policial pode extorquir. Ou, se quem for pego vier de uma comunidade pobre o tratamento será diferente. Se descriminalizar, rompe a relação com a polícia.

Seis países – Espanha, Itália, Portugal, Argentina, República Tcheca e México – não mais criminalizam a posse de drogas para consumo pessoal e construíram alternativas à prisão de usuários. Sobre a repressão à Marcha da Maconha, Fernando Henrique Cardoso diz não aprovar a violência policial.

- Numa sociedade democrática, você não pode impedir as pessoas de se manifestarem. Quem não concorda com a descriminalização tem de fornecer argumentos e entrar no debate.

segunda-feira, 30 de maio de 2011

PORTUGUÊS DAS ALTURAS



João Garcia conquista o Anapurna junto com equipe de alpinistas espanhóis.
Nascido na capital portuguesa, João Garcia iniciou sua prática de montanhismo quando em 1983, então com 16 anos, deslocou-se de bicicleta durante quatro dias à Serra da Estrela e aí com o Clube de Montanhismo da Guarda (CMG) começou a praticar a escalada em rocha. No ano seguinte, iniciou-se na prática de escalada em neve e gelo. Em 1985 acompanhou o CMG numa expedição aos Alpes, tendo ascendido (entre outras montanhas), pela primeira vez ao Monte Branco (4807 m). Nos anos seguintes ascendeu a inúmeros cumes dos Alpes.
João levando o nome de Portugal bem alto.
João Garcia sobe as alturas e leva consigo 
o orgulho de toda uma nação.

Simultaneamente foi atleta de competição de triatlo, desporto que lhe possibilitava adquirir a preparação física necessária para o montanhismo. Em 1990 foi selecionado para uma comissão de serviço de três anos no Quartel Supremo das Forças Aliadas na Bélgica.
Em 1993 iniciou a sua actividade como himalaísta, integrando uma expedição internacional polaca (liderado por Krzysztof Wielicki à montanha Cho Oyu 8201 m) no Tibete. A ascensão coroada de sucesso foi realizada por uma nova via e sem uso de oxigénio artificial. A partir daí ascendeu a inúmeros cumes dos Himalaias, entre os quais as restantes treze das 14 montanhas com mais de 8000 metros de altitude.

Monte Makalu á quinta 
montanha mais alta do mundo com

 8.452 metros de altitude.

No currículo, Garcia já averbou a conquista dos "Big Five", como são conhecidas na gíria dos alpinistas, as cinco montanhas mais altas do planeta (Everest, K2, Kanchenjunga, Lhotse, e Makalu). Relativamente à ascensão ao cume do Everest (8850 m), em 18 de Maio de 1999.
O homem se torna minúsculo frente ao colosso natural.
Realizada pela face norte, e como sempre sem recurso a oxigénio artificial, levou à morte do seu colega de escalada e grande amigo, o belga Pascal Debrouwer, que caiu numa ravina durante a descida e valeu a João Garcia o internamento num hospital de Saragoça, em Espanha, onde lhe amputaram alguns dedos das mãos e pés, e onde recebeu um implante para o seu nariz devido às queimaduras provocadas pelo gelo.
Monte Lhotse é á quarta montanha 
mais alta  do mundo, com 8.516 metros de altitude.
João Garcia é actualmente o único português “cameraman” de altitude e de condições extremas, tendo já realizado vários documentários sobre as suas expedições, e que têm sido transmitidos nas televisões portuguesas. João Garcia é também autor do livro “A Mais Alta Solidão”, que já vendeu mais de 30 mil exemplares; e do livro "Mais Além – Depois do Evereste", lançado em Fevereiro de 2007, e que foi dedicado a Bruno Carvalho.
Kanchenjunga, é á terceira montanha mais alta do mundo com 8.586 metros de altitude.
João Garcia lançou em Janeiro de 2009 o filme intitulado "Joao Garcia sur la route des 14" que tem realização de Johan Perrier e relata o projecto "À conquista dos Picos do Mundo" e o desejo do Português de conquistar as 14 montanhas mais altas do planeta.
João Garcia foi ainda embaixador da prevenção contra a SIDA 2006-2009. 
João Garcia iniciou em 2006 com a ascensão ao Kanchenjunga (8586 m), no Nepal, o projecto "À conquista dos Picos do Mundo", onde o alpinista escalou (sempre sem recurso a oxigénio), entre 2006 e 2010, dez das 14 montanhas com mais de 8000 metros, totalizando assim em 17 de Abril de 2010 as 14 montanhas com mais de 8000 metros. 

O K2 é á segunda montanha mais alta do 

mundo, com 8.611 metros de altitude.
Em 22 de Maio de 2006 João Garcia atinge com o alpinista equatoriano Iván Vallejo o cume do Kanchenjunga. No mesmo ano, 2006, João Garcia liderou uma expedição 100% portuguesa ao Shishapangma (8046 m), que integrou, para além de João Garcia, os alpinistas Bruno Carvalho, Hélder Santos, Rui Rosado, e Ana Santos. O jornalista Aurélio Faria acompanhou grande parte da expedição, como tem sido habitual nos últimos anos. O cume foi atingido no dia 31 de Outubro, por João Garcia, Bruno Carvalho e Rui Rosado. 
Monte Everest, é á mais alta de todas, 
com 8.848 metros se altitude, todas elas vencidas por João.
Durante a descida, Bruno Carvalho faleceu após uma queda. A 20 de Julho de 2007, João Garcia completou com sucesso mais uma etapa do projecto "À conquista dos Picos do Mundo", atingindo o cume do K2 integrado num grupo de várias expedições que uniram esforços para realizar a Ascensão. O K2, devido à instabilidade climática e à dureza da própria subida, é possivelmente o maior desafio da carreira de qualquer alpinista, chegando mesmo a existir anos em que não se regista qualquer ascensão com sucesso. Em 2008, em menos de dois meses alcança dois cumes de altitudes superiores a 8 mil metros.
Estar nas alturas e subir acima das nuvens,
 é façanha para poucos herois.
A 19 de Maio atinge o cume do Makalu (8463m), no Nepal, em solitário, e a17 de Julho atinge o cume do Broad Peak (8047m), na fronteira China-Paquistão, ambos sem o uso de oxigénio artificial. No dia 28 de Abril de 2009 atingiu, às 11 horas locais, o cume do Manaslu(8163 m), sem recurso a oxigénio, após cinco semanas de adiamentos devido às más condições atmosféricas, mais agrestes do que seria de esperar, o que levou a que muitos outros alpinistas, tenham desistido nesse período das suas tentativas de chegar ao cume. 
João ás vesperas de enfrentar mais um 
grande desafio nas alturas.
No dia 10 de Julho de 2009 atingiu, às 13 horas locais, o cume do Nanga Parbat (8125 m), no Paquistão, sem recurso a oxigénio e sem carregadores de altitude. No dia 17 de Abril de 2010 atingiu, às 13h30 horas locais, o cume do Annapurna (8091 m), sem recurso e oxigénio 
completando assim com total sucesso o projeto "À de tornando-se o 10º a 

conquistar os Picos mais altos do Mundo" 


alpinista do mundo a ascender às 14 montanhas com mais de 8000 metros existentes no planeta, todas sem recurso de oxigénio artificial e sem carregadores de altitude, uma façanha para poucos.
Fonte Wikipedia

domingo, 29 de maio de 2011

FURIA DA NATUREZA


Foram registrados 160 tornados em um unico dia.
Uma onda de tornados atingiu vários estados do sul,  centro-oeste e leste dos Estados Unidos, entre 25 de Abril e 28 de Abril de 2011, provocando grande destruição, especialmente no Alabama. Também os estados de Arkansas, Georgia, Mississipi, Carolina do Norte, Tenesse e Virginia, entre outras áreas do sul e do leste do país, do Texas a Nova York, foram afetados. No dia 27 de Abril registrou-se o mais intenso tornado já ocorrido nos Estados Unidos, desde o Super Outbreak de 03 de Abril e  04 de Abrilde 1974.
Poderoso tornado  F 3 na cidade de Teague no estado do Texas, causou muita destruição e mortes.
Mais de 425 tornados foram relatados em quatro dias, incluindo 259 em 16 estados, em 27 de abril. Na noite de 27 de abril, o presidente Barack Obama decretou estado de emergência no Alabama, onde cerca de 36 pessoas morreram na cidade de Tuscaloosa, uma das mais devastadas do estado. Calcula-se que um milhão de pessoas esteja sem energia no Estado.
Carros foram destruídos e empilhados como se fossem  brinquedo de criança.
Restou pouco da casa, depois da passagem 
do tornado gigantesco!
Á devastação é completa, nada pode suportar 
os poderosos redemoinhos de ventos!
 E o governador  Robert J. Bentley afirmou que o número total de mortos deve aumentar à medida que as equipes de resgate cheguem às áreas atingidas. Equipas da Guarda Nacional dos Estados Unidos foram enviadas ao Alabama para ajudar nos esforços de resgate, que contam com a participação de equipes de emergência e 2 mil soldados.
Em Joplin no estado do Missouri, á devastação foi total, com 50 mil desabrigados, e 116 mortos, atingidos diretamente pelo tornado.
Segundo um balanço feito em 30 de Abril, 342 pessoas morreram em seis estados, em decorrência da série de tornados e tempestades. Houve pelo menos 254 mortos no Alabama, 34 no Tenesse, 33 no Mississipi, 15 na Georgia, 5 na Virginia e um no Arkansas. O tornado do dia 27 de abril foi o terceiro mais letal já registrado nos EUA - depois das tempestades de  18 de Marçode 1925quando 747 pessoas morreram no Missouri, em Illinois e Indiana, e do tornado de Tupelo-Gainesville, que causou mais de 436 mortes, em 1936.
O presidente americano Barack Obama, esteve no epicentro dos tornados , visitando os locais atingidos por essas tragedias naturais, em Tuscaloosa no Alabama, estado que teve 228 mortes.

25 de abril

Uma grande área de possível ocorrência de tempestades entre 25 e 27 de abril havia sido prevista quando o Storm Prediction Center (SPC), uma divisão do National Weather  Service, emitiu alerta de tempestade para esses dias, concentrada no Arkansas e Tenessee. No final da tarde de 25 de abril, vários tornados haviam sido relatados em diferentes estados, sendo que dois deles, em Oklahoma e no Texas, causaram danos significativos. Às 3:25, o SPC emitiu o alerta de tornado para grande parte do Arkansas e partes de Missouri, Oklahoma, Texas e Louisiana. Tornados ocorreram naquele dia até o início da noite, quando um deles atingiu a área metropolitana de Little Rock. Também houve alerta de tornados em Vilonia. Os relatórios iniciais indicavam que um deles, com 800 metros a 4km de extensão, causara danos importantes à cidade. 
Com quase dois quilometros de largura, provavelmente esse tornado que atingiu em cheio o estado do Alabama, é um F4, da escala que vai até o F5, muito destrutivo.



26 de abril

Um elevado risco de tempo severo foi emitido para para os estados da Louisiana, Arkansas,Oklahoma e Texas, também foi imitido um alerta ao longo da rodovia interstate 30. Um tornado foi emitido esta na tarde do dia 26 para a mesma área. 
Alertas de tornados também foram emitidos para a região dos lagos em Michigan nas primeiras horas do dia, e a noite alertas de tornados foram emitido no sul de Michigan. 
As sirenes de emergencia, se mostram muito eficientes, mas apenas avisam da chegada dos tornados e não podem impedi-los.
 Em vários condados de Michigan foram emitido alertas de tornado, incluindo Kent, Montcalm, Lonia, Kalamazoo, Calhoun, Barry, Eaton, Midland, e Bay. Um posível tornado foi avistado em Kalamazoo, onde sete pessoas ficaram feridas. Mais a leste, tempestades severas causaram danos causados ​​pelo vento e granizo em grande parte nos estado da Pensilvania e Nova York

sábado, 28 de maio de 2011

"TRIBUTOS DEVIDOS"




Quatro dias após os governadores petistas se reunirem para declarar apoio ao ministro da Casa Civil, Antonio Palocci, o governador da Bahia, Jaques Wagner (PT), disse na sexta-feira (27) crescimento patrimonial do ministro "chama a atenção" e "tumultuou o ambiente político" no país.
Em entrevista à Rádio Metrópole, de Salvador, Wagner disse ter se surpreendido com os R$ 20 milhões faturados pela empresa de consultoria de Palocci em 2010.
O governador da Bahia Jaques Wagner perguntado sobre esse fenomeno economico disse que cabe a ele explicar e não a mim!

Conforme a Folha revelou há duas semanas, o ministro multiplicou seu patrimônio por 20 nos em quatro anos e comprou um apartamento de R$ 6,6 milhões e um escritório de R$ 882 mil em bairro nobre de São Paulo.


"Se foi ganho dentro de um trabalho normal, é mérito dele, mas chama a atenção, em um ano de consultoria, ganhar R$ 20 milhões. Todo mundo se surpreende, porque é um rendimento muito grande. 
Não é de hoje que á alta cupula do P.T. e Cia Ltda, veem mostrando essa grande capacidade em fazer o dinheiro "render muito". 
E no passado também houveram os conhecidos anões do orçamento, que lesaram os cofres públicos em bilhões e mais bilhões, sem nenhum ressentimento, foram eles Genebaldo Correa (P.M.D.B.), Carlos Benevides(P.M.D.B.), Fabio Raunheitti (P.T.B.) Feres Nader (P.T.B.) Jose Ribeiro (P.M.D.B.) o deputado Ibsen Pinheiro (P.M.D.B. hoje responsável pelo projeto de redistribuição dos royalties do petroleo), e João Alves o mais cínico de todos e chefe dessa quadrilha.
João Alves, (abaixo)considerado o político mais sem-vergonha de todos os tempos, arrombou os cofres públicos, e para lavar o dinheiro sujo, comprava bilhetes de loterias premiados, e ainda dizia cinicamente que Deus o ajudara á ganhar na loteria!
Chama a atenção, como chamou a atenção o apartamento dele", disse o governador à rádio.
Wagner fez a ressalva de que Palocci, como ex-ministro da Fazenda do governo Lula, tem "formação privilegiada" e que a renda milionária foi obtida enquanto ele estava fora do governo.
Ainda segundo ele, a oposição tenta criar um "ambiente de confusão" em torno do caso.
Pensativo Palocci deve estar meditando o porque de tanta celeuma em cima desse assunto, pois são apenas alguns miseros milhões de reais, nada mais do que isso...
Agora se ele teve acesso privilegiado a dados sigilosos, aproveitando da sua influencia e do seu cargo e através disso foi beneficiado em diversas aplicações financeiras, e não pode afirmar isso publicamente, é outra coisa. 
Mas o excelentissimo nunca iria fazer isso pois ele é homem de confiança da presidência da república, sua conduta teoricamente é irrefutavel, ele apenas  violou o sigilo bancário de uma pessoa, "mas isso não é nada" pois á vitima é apenas um caseiro e ele é o todo poderoso do governo federal.

O ministro Antonio Palocci (Casa Civil) entregou no fim da tarde desta sexta-feira (27) as explicações sobre a multiplicação do seu patrimônio nos últimos anos à Procuradoria-Geral da República.
A informação foi confirmada no início da noite pela assessoria de imprensa da procuradoria. Segundo o órgão, não há prazo para que o procurador-geral, Roberto Gurgel, se pronuncie sobre o caso. Após a análise, Gurgel poderá solicitar novos documentos, arquivar o processo ou pedir a abertura de um inquérito, caso haja indícios de irregularidades.
...Porque o Bil Gates também conseguiu esse feito historico, mas se bem que todo mundo sabe que ele fez essa fortuna como fruto do seu trabalho honesto e da sua grande inteligencia futurista, agora nada de mais o ministro mostrar essa sua formula magica, para que todos os demais mortais, possam também conseguir realizar parte dessa façanha. 
Dilma bastante apreensiva e ate parece ter se ofendido pelas indagações feitas contra o ministro Palocci, como diz o dito popular: Quem não deve não teme e perguntar não deveria ofender!


No ano de 2010, quando o atual ministro era deputado e atuava na coordenação da campanha de Dilma, a Projeto, empresa de Palocci, faturou R$ 20 milhões.


Nos dois últimos meses do ano passado, a empresa levou mais da metade desse valor.

O procurador-geral da República, Roberto Gurgel, pediu explicações ao ministro na sexta-feira passada (20), baseado nas representações apresentadas pelos partidos de oposição ao governo.
Sempre nos momentos dificeis, quem aparece, ele mesmo, o fiel escudeiro Lula da Silva, e para que sempre alega de não saber de nada, consegue como nos velhos tempos de sindicalismo, contornar á situação e colocar panos quentes no assunto.
A oposição solicitou à Procuradoria-Geral da República para investigar a origem do enriquecimento de Palocci e a atuação de sua empresa.
Na semana passada, Gurgel afirmou não ver, até o momento, "elementos suficientes" para a abertura de um inquérito e deu prazo de quinze dias para Palocci se explicar.
E falando em Lula, ele na ultima visita que fez ao Papa Bento XVI, ficou muito contente como mostra á foto abaixo, pois sua santidade garantiu que o ex-presidente quando morrer não ira para o inferno, e o Lula acreditou!
O Ministério Público Federal em Brasília, no entanto, antecipou-se à PGR e abriu investigação cível sobre o caso. O foco da ação é apurar se a evolução patrimonial do ministro é compatível com os ganhos de sua empresa.
Palocci afirmou, em nota, que seu aumento patrimonial está detalhado na declaração de Imposto de Renda e que a Projeto prestou serviços a clientes da iniciativa privada "tendo recolhido sobre a remuneração todos os tributos devidos".
Fonte Folha de São Paulo