Visualizações de páginas da semana passada

TODAS AS POSTAGENS DO BLOG

OBRIGADO PELA VISITA, SEJA BEM VINDO, ESPERO QUE GOSTE, VOLTE SEMPRE.
Loading...

Pesquisar este blog

sexta-feira, 22 de janeiro de 2010

" ACORDO DE CAVALHEIROS "



NA CASA DE FERREIRO ESPETO
 TEM QUE SER DE PAU !



Ato publicado nesta sexta-feira no "Diário da Câmara Legislativa" convoca, em caráter extraordinário, os deputados a retornarem às atividades da Casa, no período de 25 a 31 de janeiro, interrompendo o recesso. A determinação é do presidente em exercício, Cabo Patrício (PT), baseado em "interesse público relevante".
PRA ONDE SERA QUE 
VAI TODO ESSE LIXO ?

Segundo informações da Câmara, a pauta da primeira sessão legislativa está marcada para as 15h de segunda-feira e inclui discussões sobre a CPI da Codeplan, a indicação dos membros titulares e suplentes da CCJ (Comissão de Constituição e Justiça) e eleição de seu presidente e vice, e a designação, pelos blocos e partidos, dos membros da Comissão Especial que vai analisar os pedidos de impeachment contra o governador do DF, José Roberto Arruda (sem partido).




Deputado da meia recorre da decisão que o tirou da presidência da Câmara do DF
Cabo Patrício amplia autoconvocação e determina fim do recesso na Câmara do DF


QUEIMANDO LIXO



Arruda e deputados distritais são acusados de envolvimento em um esquema de corrupção no DF.
O ato também comunica o impedimento dos deputados distritais de participarem de toda e qualquer atividade legislativa vinculada aos processos de crime de responsabilidade contra o governador, em cumprimento à decisão judicial.
A decisão da Justiça atende a um pedido do Ministério Público que envolve os deputados Aylton Gomes (PR), Benedito Domingos (PP), Benício Tavares (PMDB), Eurides Brito (PMDB), Júnior Brunelli (PSC), Leonardo Prudente (sem partido), Rogério Ulysses (sem partido), Rôney Nemer (PMDB), além dos suplentes Berinaldo Pontes (PP) e Pedro do Ovo (PRP), que são citados no inquérito.


ATE QUANDO ELES
 IRÃO RIR A TOA ?


Estão também sendo convocados os suplentes dos deputados, para que participem, já a partir de segunda-feira, da sessão extraordinária da Casa.
Prudente, flagrado colocando dinheiro na meia, entrou na tarde de ontem com uma ação no STF (Supremo Tribunal Federal) para suspender liminar do TJ-DF (Tribunal de Justiça) do Distrito Federal que determinou o seu afastamento da presidência da Câmara Legislativa.
Na terça-feira, o tribunal rejeitou o recurso da Câmara para manter Prudente na presidência da Casa. Com a decisão, deferida pelo presidente do tribunal, Níveo Gonçalves, Cabo Patrício assumiu interinamente o cargo.
FALTA ALGUMA COISA POR AI !


Na decisão, Gonçalves diz que o afastamento de Prudente não afeta o andamento dos trabalhos na Casa. "Não vislumbro, pelo menos no presente momento, qualquer violação à ordem pública a ser corrigida por meio do remédio excepcional", diz o desembargador na decisão.
O deputado distrital Geraldo Naves (DEM), aliado de Prudente, afirmou ontem que o colega deve anunciar nos próximos dias sua renúncia à presidência da Câmara. Segundo Naves, Prudente avalia a melhor maneira de deixar definitivamente o comando da Casa.


Anteontem, o tribunal notificou Prudente da decisão sobre o seu afastamento da presidência. "Ele [Prudente] já manifestou o desejo de não continuar à frente disso tudo. Ele tem o prazo e vai se afastar por ele mesmo. Acho que vai ser por esses dias. (...) Ele disse que tem intenção, se vai renunciar, pedir licença, como vai se afastar, isso é uma questão dele", disse Naves.
Com a renúncia, uma nova eleição será convocada. A manobra evitaria mais desgaste a Prudente, além de impedir que o comando da Casa e o controle da tramitação dos pedidos de impeachment contra o governador Arruda, que também é acusado de envolvimento no suposto esquema de pagamento de propina, fiquem sob os cuidados de Cabo Patrício.
Postar um comentário